Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

A estratégia de Ratinho Junior e um debate que promete

Mesmo com a ausência de Ratinho Junior, o debate na Band Curitiba deverá ser quente, pois Roberto Requião deverá usar seu espaço para criticar o governador.

Pedro Ribeiro - 04 de agosto de 2022, 11:56

Foto/Montagem/Facebook/PT
Foto/Montagem/Facebook/PT


 

O governador Ratinho Junior não vai ao debate da Band Curitiba, programado para domingo, 07. Parece não se tratar de fugir de um confronto com o candidato petista, Roberto Requião, mas uma estratégia política de quem estaria, hoje, numa situação confortável nas pesquisas e com nove partidos ao seu lado. Seria eleito no primeiro turno. Por que se expor?

A decisão da assessoria do governador em cancelar sua participação no debate alegou, em documento à direção da Band Curitiba, compromissos em Maringá. Ratinho Junior, hoje, tem todas as condições de enfrentar não só Requião, mas qualquer candidato em um debate, desde que seja voltado a propostas para o bem do Paraná e dos paranaenses.

Em quase quatro anos de governo, Ratinho Junior parece ter aprendido a fazer política e sua recusa em participar do debate faz parte desse “aprender a fazer política”, ou seja, ouvir as lideranças e as pessoas próximas. 

Nas costuras que fez com nove partidos políticos fez direitinho a lição de casa quando se aliou a lideranças como Ricardo Barros, Ademar Traiano, Alexandre Curi, família Lupion, Luiz Claudio Romanelli, entre outros. 

Na antessala dessas negociações, pelo menos três estrategistas políticos: João Carlos Ortega, Carlos Massa (Ratão, pai) e Eduardo Sciarra.

A ausência de Ratinho Junior no debate deve ter mexido com os brios do candidato Requião e frustrado sua equipe de trabalho. Não restará a ele, agora, falar, à exaustão, sobre suas ações quando governador e criticar os projetos de Ratinho Junior nestes três anos e pouco de governo.

Quem pensa que o debate vai esfriar, pode estar enganado, porque Requião deverá usar todo o espaço para dirigir suas perguntas e até mesmo respostas ao ausente, Carlos Massa Ratinho Junior, o governador do Estado.