Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

A evolução da fé iniciada pelo Papa Francisco

  É claro que o Papa Francisco não está nem aí com as críticas de grande número de brasileiros nas rede..

Pedro Ribeiro - 16 de fevereiro de 2020, 15:47

 

 

É claro que o Papa Francisco não está nem aí com as críticas de grande número de brasileiros nas redes sociais por ter recebido o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mas, se ele visse alguns dos memes publicados, certamente iria, pelo menos, pensar no que fez.

Pelo simples fato ou ato de receber um ex-presidiário, condenado pela justiça brasileira, o Papa, para muitos, teria cometido um erro ou um pecado. Mas, como ele é o Papa e recebe todo mundo, talvez tenha apenas passado a mão na cabeça de mais um entre centenas de bandidos que passam pelo Vaticano.

Como diz o jornalista e amigo Alceo Rizzi, “houve época em que a Igreja Católica vendia indulgências, algo como retalhos de um passaporte para garantia e reserva de um cantinho no paraíso depois da morte. Havia também escapulários bentos pelo Papa com imagens santas estampadas de um lado, uma frase de oração do outro e dentro deles, lacrados, naquinhos de poeira da Terra Santa, ou lasquinha de madeira da Cruz da crucificação. Sem falar nas bênçãos nas  espécies de  diplomas de católicos com os  nomes das famílias devotadas, assinados pelo Papa e pendurados nas paredes. Nada a ver com a audiência concedida pelo Papa ao ex-presidente, mas, por outros  aspectos é  inegável a evolução. Comemore-se.O Papa faz o que pode, a vida já não tá fácil nem para o Vaticano.