Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Barbosa Sobrinho não aguenta pressão e deixa governo Cida

Quando Silvio Barros deixou o governo para se candidatar à Prefeitura de Maringá, o governador Beto Richa nomeou ..

Pedro Ribeiro - 28 de maio de 2018, 11:01

Quando Silvio Barros deixou o governo para se candidatar à Prefeitura de Maringá, o governador Beto Richa nomeou o então diretor da Paraná Fomento, Juraci Barbosa Sobrinho para o cargo de secretário de Planejamento. Há quem sustente que serviria, também, para evitar problemas com a justiça eleitoral, já que Sobrinho foi um dos coordenadores da campanha de Richa ao governo m 2014.

Tão logo assumiu a Secretaria do Planejamento, uma das primeiras medidas de Barbosa Sobrinho foi limpar a lousa, ou seja, mandar para a rua aliados de Barros e, consequentemente, da vice-governadora, Cida Borghetti. Um deles é o hoje diretor técnico da Itaipu Binacional, Mauro Corbelini, amigo da família da governadora.

Ao transferir o cargo para Cida Borghetti, Beto Richa pediu a permanência de Barbosa Sobrinho no cargo. Porém, não aguentou a pressão e acaba de pedir demissão, justificando que foi requisitado pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), através de sua Comissão Executiva Estadual, na qual tem a atual função de secretário, para coordenar a organização e estruturação do partido para as eleições majoritárias de 2018, o que exigirá dedicação exclusiva.

Com a saída de Deonilson Roldo, o enquadramento de Ezequias Moreira e agora a demissão de Barbosa Sobrinho, o deputado federal e articulador da campanha de Cida Borghetti à reeleição, está mais solto para desenhar sua estratégia sem estar atrelado a Richa, Os demais que ficaram no governo parecem que entraram na linha, ou nos trilhos e hoje sabem quem realmente manda no governo.