Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Cascas de banana na Prefeitura em tempos de salvar vidas

Enquanto o prefeito e Curitiba, Rafael Greca, se esforça para evitar uma calamidade em relação ao novo coronavírus, prev..

Pedro Ribeiro - 10 de junho de 2020, 11:12

Camilo Turmina, presidente da Associação Comercial do Paraná. (Divulgação / ACP)
Camilo Turmina, presidente da Associação Comercial do Paraná. (Divulgação / ACP)

Enquanto o prefeito e Curitiba, Rafael Greca, se esforça para evitar uma calamidade em relação ao novo coronavírus, prevendo aumento de óbitos, no sofisticado prédio fumê da Associação Comercial do Paraná (ACP), palco de grandes eventos, principalmente para homenagear, com comendas, personalidades da vida pública e privada, seu presidente, Camilo Turmina, insiste em jogar cascas de banana na entrada do gabinete de Greca no Palácio 29 de Março, no Centro Cívico.

Ao pedir ações contra o número de pessoas nos ônibus que transportam pessoas em Curitiba e Região Metropolitana, Turmina, ao mesmo tempo, estimula os usuários do transporte a se utilizarem de Vans, o que é um transporte ilegal. O próprio prefeito tem pedido para a população mais idosa ficar em casa.

Vemos, hoje, várias entidades do setor produtivo e de serviços, colaborando com os protocolos das autoridades sanitárias e mesmo do Governo do Estado, mas parece que o empresário está indo na contra-mão e deixando estas mesmas autoridades em situação delicada, pois não será a ACP a responsável futura por um possível aumento do número de mortes em Curitiba, mas os gestores estadual e municipal.

A ACP deveria, neste momento, colaborar com os governos pois, assim, estaria colaborando com a sociedade, evitando um mal maior. Que existem problemas de vendas no comércio e desemprego, todo mundo sabe, mas é preciso, mais que isso, neste momento, salvar vidas e parece ser neste caminho que Greca está trilhando sua administração.