Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Covid-19 leva Greca a ficar entre a cruz e a espada

Não bastam ver os números e também não bastam os apelos das autoridades sanitárias. Parece que a população, ou grande pa..

Pedro Ribeiro - 15 de junho de 2020, 10:14

A infectologista Marion Buger, o prefeito Rafael Greca e a secretária da Saúde, Márcia Huçulak divulgam o boletim do coronavírus. (Reprodução / Facebook)
A infectologista Marion Buger, o prefeito Rafael Greca e a secretária da Saúde, Márcia Huçulak divulgam o boletim do coronavírus. (Reprodução / Facebook)

Não bastam ver os números e também não bastam os apelos das autoridades sanitárias. Parece que a população, ou grande parte dela, não está preocupada com os avisos de que esta semana será crucial com o aumento de casos e até óbitos da Covid-19.

Agora também quem manifesta preocupação e pede cautela à população é o Conselho Regional de Medicina, entidade que representa a classe médica do Paraná.

A manifestação que estava marcada para às 14 horas está acontecendo neste momento. Proprietários de bares e restaurantes de Curitiba, além de representantes do trade turístico estão na Praça 19 de Março, em frente à Prefeitura de Curitiba. Trata-se de um protesto contra o fechamento das casas noturnas.

Todos entendem a situação desses empresários onde a maioria está com dificuldade para tocar seu negócio, mas é preciso cautela neste momento e a recomendação é evitar aglomerações.

O prefeito Rafael Greca segue a ciência e as orientações do Comitê de Técnica e Ética Médica. Sua luta é em favor da vida. Não abre mão disso.

"Vamos realizar uma manifestação pacífica para denunciar a perseguição de toda categoria”, chama para o ato o presidente da Abrabar, Fábyo Aguayo.

A insatisfação do setor é com o momento da gestão municipal no enfrentamento da Covid-19. Desde o início da pandemia, o setor tem enfrentado o rigor da fiscalização, mesmo buscando se adaptar aos protocolos sanitários de segurança.

Decreto da gestão Rafael Greca volta a fechar bares e atividades correlatas, academias de práticas esportivas, e várias outras atividades. A decisão chega a ser desonesta por não "apresentar medidas de socorro econômico", diz o empresário Beto Madalosso.

O setor pede que a Prefeitura haja com clareza e garanta o suporte capaz de criar uma perspectiva de curto e médio prazo. "Pedimos alguém que dialogue com os empresários, para que os empresários possam dialogar com seus funcionários", completou Madalosso.

Greca está entre a cruz e a espada. Pende para a cruz.