Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Dallagnol será julgado nesta terça-feira e Moro sai em sua defesa

O procurador Deltan Dallagnol será julgado nesta terça-feira no Conselho Nacional do Ministério Público. A decisã..

Pedro Ribeiro - 17 de agosto de 2020, 17:20

***FOTO DE ARQUIVO*** BRASILIA, DF,  BRASIL,  31-03-2020 - Os ministros da Justiça, Sérgio Moro, da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, da Casa Civil, General Braga Netto e da Economia, Paulo Guedes, durante coletiva de imprensa para falar sobre as ações do governo no Combate ao novo Coronavírus. No palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASILIA, DF, BRASIL, 31-03-2020 - Os ministros da Justiça, Sérgio Moro, da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, da Casa Civil, General Braga Netto e da Economia, Paulo Guedes, durante coletiva de imprensa para falar sobre as ações do governo no Combate ao novo Coronavírus. No palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

O procurador Deltan Dallagnol será julgado nesta terça-feira no Conselho Nacional do Ministério Público. A decisão do colegiado poderá influenciar nos destinos da Lava Jato, operação que colocou empresários e políticos na cadeia.

Nesta segunda-feira, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, saiu em defesa do procurador, afirmando que a Constituição prevê ‘prerrogativas importantes’ aos membros do Ministério Público, entre elas a de não poder ser removido.

Segundo Moro, “isso é uma garantia legal para que os procuradores possam atuar com segurança, independência e protegidos de influências políticas”, disse ao Estadão.

Moro defendeu que o trabalho da força-tarefa, sob coordenação de Deltan, ‘é um marco para o combate à corrupção e tem o apoio da sociedade brasileira’.