Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Fernanda Richa chama para a responsabilidade

 “Sozinhos não fazemos nada. O Estado presta apoio, mas é o município que executa as políticas de assistênci..

Pedro Ribeiro - 16 de agosto de 2017, 10:00

 

Sozinhos não fazemos nada. O Estado presta apoio, mas é o município que executa as políticas de assistência social e dá voz àqueles que não são vistos nem ouvidos”. Palavras da secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, muito bem colocadas em encontro sobre gestores municipais de assistência social. Se houver comprometimento – o que deve existir – as ações na área podem gerar resultados positivos, principalmente na redução da pobreza que é uma das metas do Governo do Estado.

Fernanda também fez um alerta, ou, deu um beliscão nos acomodados prefeitos: Há mais de R$ 80 milhões que podem ser pleiteados pelos municípios para a política de assistência social e de garantias de direitos. A Secretaria da Família cofinancia programas direcionados para a proteção e ao desenvolvimento das famílias.

A primeira-dama do Estado não falou, mas é óbvio que os gestores da área de assistência social dos municípios paranaenses devem ter um comprometimento maior com as famílias em risco que apenas recebem suas cestas básicas, vão para casa e ficam olhando no calendário o próximo dia para voltar. Não é isso que Fernanda Richa quer. Para ela, as ações precisam ter continuidade e envolver toda a família, desde a criança, na creche, o estudante do ensino fundamental ao pai e mãe. Pela frase, … sozinhos não fazemos nada… o recado é também para a sociedade que tem a obrigação de participar e não apenas ficar olhando pela confortável janela de sua casa.

 pedro.ribeiro