Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Inconformado com atuação dos senadores, PSB deve lançar candidatura à Câmara Alta

A indefinição no quadro político e o desgaste de alguns parlamentares paranaenses no Congresso Nacional, abrem janelas p..

Pedro Ribeiro - 04 de janeiro de 2022, 10:36

A indefinição no quadro político e o desgaste de alguns parlamentares paranaenses no Congresso Nacional, abrem janelas para disputas na Câmara Federal e no Senado em 2022. O deputado estadual, Luiz Cláudio Romanelli (PSB), disse que o Estado do Paraná precisa de um senador mais presente e "com mais pé no chão nas coisas do Paraná".

Segundo ele, as bancadas estadual e federal do PSB já avaliam o lançamento de candidatura à Câmara Alta. "Temos que ter um senador que venha defender com mais força política a chamada agenda Paraná junto ao governo federal e que dê suporte ao governador Ratinho Júnior para negociar com o governo federal", pontuou Romanelli em entrevista a TVCI do Litoral.

"O Senado da República tem um papel fundamental nesse processo todo", disse. "O PSB tem dois deputados federais e cinco estaduais e estamos discutindo ainda, avaliando a possibilidade de colocar meu nome para debater com outros partidos uma candidatura ao Senado", completou.

Em 2 de outubro, os eleitores votarão cinco vezes na urna eletrônica: deputado federal (30 vagas), deputado estadual (54 vagas), senador (uma vaga), governador e presidente da República.

Romanelli avalia que os três senadores atuais (Alvaro Dias, Flávio Arns e Oriovisto Guimarães) têm um perfil de atuação política semelhante e pouco debatem os projetos de infraestrutura do estado. Apenas o senador Flávio Arns, por exemplo, participou das audiências públicas que debateram o novo modelo de pedágio no Paraná,.

"Eu fico incomodado com a falta de solução para esse matagal no litoral, que alguns chamam de restinga. Nos outros estados não tem esse matagal. Nós não conseguimos remover o mato e por isso que avalio com esse exemplo que temos que ter um senador mais com o pé no chão nas coisas do Paraná", disse Romanelli.

O momento, segundo o deputado, é de debate e discussão sobre o perfil dos senadores que representam o estado no Congresso Nacional. "Eu tenho uma base parlamentar importante que, obviamente, deseja minha candidatura à reeleição, Eu vou trabalhar nessa perspectiva, ou seja, lá frente vamos ter o momento adequado e o apoio necessário para disputar uma eleição".