Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Marajá, um homem humilde, simples, que chegou à Prefeitura de Morretes

Pobre, humilde e voltado ao atendimento das pessoas carentes, em especial os que precisam cuidados médicos, Osmair Coelh..

Pedro Ribeiro - 28 de dezembro de 2016, 12:10

Pobre, humilde e voltado ao atendimento das pessoas carentes, em especial os que precisam cuidados médicos, Osmair Coelho Costa, o Marajá, sobe no palco do Teatro de Morretes às 19 horas do dia primeiro de janeiro de 2017 para fazer seu primeiro pronunciamento como prefeito de Morretes. Durante a campanha ele foi hostilizado, humilhado pelos adversários, mas manteve a postura de homem simples, do povo, e desbancou poderosos da política de Morretes, como Helder de Souza. Marajá não promete milagres, mas trabalho. Não promete obras faraônicas, mas saúde e educação e uma cidade limpa que possa atrair turistas e desenvolver o setor de hotelaria e gastronomia. Marajá quer governar junto com o povo e com pessoas que queiram proteger a bela e bucólica Morretes, como o deputado federal, João Arruda, morador do Porto de Cima e que tem um carinho muito especial pela cidade e pelo prefeito o qual ajudou a eleger. Ao seu lado estão, também, empresários e executivos como Joel Malucelli, Heinz Herwig, João Francisco Bittencourt, Aldo Malucelli, Paulo e João José Malucelli e outros. Marajá, Jean Carlo e João Arruda criarão um conselho apartidário, envolvendo 10 pessoas que vão pensar a cidade e dar opiniões para que Morretes e sua gente sejam, efetivamente, respeitados.

 

 

 pedro.ribeiro