Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Moro já sinaliza com desistência. De tudo. “Não vivo da política”, afirma

Sergio Moro afirmou em entrevista à CNN que pode não concorrer a nada, pois não vive da poítica.

Pedro Ribeiro - 21 de abril de 2022, 18:09

Geraldo Bubniak/AGB
Geraldo Bubniak/AGB

 

Depois de trocar farpas com Datena, o ex-juiz federal, Sergio Moro, disse que não vive da política e que pode não concorrer a nada. Com Datena, que desafiou Moro para ser candidato ao Senado por São Paulo, sinalizando que o ex-juiz perderia para ele, Moro disse que o apresentador vive em uma bolha e não sabe se apoia Bolsonaro ou Lula.

Moro está, aparentemente, sem apoio e disse que pode desistir. "Não vivo da política. Eu voltei para ajudar na construção de algo que possa vencer esses extremos políticos", disse

Moro decidiu trocar o Podemos pelo União Brasil às vésperas do fim do período da janela partidária. Ele se filiou ao partido em novembro e estava buscando construir a sua candidatura à Presidência. No entanto, decidiu desistir da candidatura no dia 31 de março.

Sergio Moro explicou que a retirada de seu nome da pré-candidatura à Presidência da República, causada após saída do Podemos para o União Brasil, e a definição de Luciano Bivar como nome do partido para disputar vaga ao Planalto ocorreu após uma avaliação de que, "somente com capital político", a eleição não estaria resolvida.