Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Na casa de 1 milhão de casos, Bolsonaro quer retomada segura

O presidente Jair Bolsonaro toma mais uma medida no mínimo fora de hora. Ou seja, a medida deveria ser tomada há 90 dias..

Pedro Ribeiro - 19 de junho de 2020, 16:47

*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 29.05.2018: O presidente Jair Bolsonaro (PSL) fala com jornalistas após deixar o prédio do Ministério da Marinha, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 29.05.2018: O presidente Jair Bolsonaro (PSL) fala com jornalistas após deixar o prédio do Ministério da Marinha, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

O presidente Jair Bolsonaro toma mais uma medida no mínimo fora de hora. Ou seja, a medida deveria ser tomada há 90 dias atrás. Divulga orientações para a retomada segura das atividades e o convívio social seguro”, como pregava o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

A medida, no entanto, para ter validade, deve ser avaliada pelas autoridades locais, ou seja, estaduais e municipais, sobre o cenário epidemiológico para flexibilizar ou não as medidas restritivas até então.

Bolsonaro adota tal medida justamente em um cenário sombrio onde o Brasil chega perto de alcançar 1 milhão de casos do novo coronavírus.

O texto traz recomendações gerais sobre distanciamento social, higinenização de ambientes e uso de equipamentos de proteção individual, como máscaras. De novo, absolutamente nada.