Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Na China, quem paga ou recebe suborno – corrupto – está sujeito à pena de morte

 É claro que isto jamais vai acontecer em nosso país, principalmente com um corpo de ministros do Supremo Tr..

Pedro Ribeiro - 25 de junho de 2018, 20:00

 

É claro que isto jamais vai acontecer em nosso país, principalmente com um corpo de ministros do Supremo Tribunal Federal que temos e que, sequer, consegue colocar um preso político na prisão. E quando coloca já se mobiliza para tentar libertá-lo.

Me retrato ao que aconteceu, em 2016, na China, onde O Tribunal Popular Supremo daquele país e os Promotores Estaduais instituíram uma lei que dá a Pena de Morte para os líderes corruptos que paguem ou recebam subornos superiores à de US$ 463.000 . Para valores inferiores as sanções serão outras.

Esta medida passou a ter efeitos a partir da data da sua publicação, em Junho de 2016. E faz parte de uma revisão do Código Penal de 2015, onde os valores exatos não eram estipulados para justificar ou não a aplicação da pena de morte.

Mas se os acusados confessarem os crimes ou devolver o dinheiro desviado, a pena de morte será suspensa, na verdade, isso significa uma comutação à prisão perpétua, o que é habitual para casos de corrupção no país.

Além disso, os colegas ou subordinados destes, podem ser também julgados por cumplicidade se não denunciar a corrupção dos colegas próximos, mesmo se eles forem parte de sua família.