Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

 No Paraná, governo sai em defesa das empresas e dos empregos

 Se depender do Governo do Estado do Paraná, as empresas não vão falir, os paranaenses não passarão fome. O ..

Pedro Ribeiro - 27 de março de 2020, 14:09

O Governador Carlos Massa Ratinho Junior em pronunciamento nesta sexta-feira (27/03),  para anunciar medidas econômicas que o Governo do Estado adota para estimular a atividade produtiva e reduzir os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus na economia.
Curitiba, 27/03/2020 - Foto: Geraldo Bubniak/AEN
O Governador Carlos Massa Ratinho Junior em pronunciamento nesta sexta-feira (27/03), para anunciar medidas econômicas que o Governo do Estado adota para estimular a atividade produtiva e reduzir os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus na economia. Curitiba, 27/03/2020 - Foto: Geraldo Bubniak/AEN

 

Se depender do Governo do Estado do Paraná, as empresas não vão falir, os paranaenses não passarão fome. O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou um conjunto de ações que somam R$ 1 bilhão para estimular a atividade econômica e preservar emprego e renda dos paranaenses. O valor está distribuído entre linhas de crédito para o setor produtivo e pequenos empreendedores, dilação de prazos de financiamentos das prefeituras e de impostos para empresas, e contingenciamento de recursos do orçamento. E que todos fiquem em casa até a crise passar.

“Nosso pacote é de proteção e manutenção dos empregos. Ele foi construído para atender autônomos, e de micro até as grandes empresas”, destacou o governador em entrevista hoje à imprensa no Palácio Iguaçu. “Os tomadores dos créditos terão o compromisso de manter seus trabalhadores”, pontuou. “Queremos o menor prejuízo possível e atingir o máximo de pessoas nos próximos 30, 60 ou 90”, disse. “Estamos vivendo uma crise de saúde pública que atingiu a economia de todo o mundo. No Paraná, é a pior desde 1975, desde a geada negra”.