Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Ratinho Junior corta mil cargos e mira no combate à corrupção

 Das centenas de ações que vem desenvolvendo nestes pouco mais de 45 dias de gestão, envolvendo saúde, segur..

Pedro Ribeiro - 13 de fevereiro de 2019, 10:26

O governador Carlos Massa Ratinho Junior reuniu-se nesta terça-feira (12), em Brasília, com o ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário, para apresentar o Programa Estadual de Integridade e Compliance, do Governo do Paraná. O controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, também participou.  -  BRasília, 12/02/2019  -  Foto: Rodrigo Félix Leal/ANPr
O governador Carlos Massa Ratinho Junior reuniu-se nesta terça-feira (12), em Brasília, com o ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário, para apresentar o Programa Estadual de Integridade e Compliance, do Governo do Paraná. O controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, também participou. - BRasília, 12/02/2019 - Foto: Rodrigo Félix Leal/ANPr

 

Das centenas de ações que vem desenvolvendo nestes pouco mais de 45 dias de gestão, envolvendo saúde, segurança pública, educação, meio ambiente e outras, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior tem agido com rigor em relação aos negócios públicos que significam dinheiro dos impostos que pagamos com o suor do nosso trabalho no dia a dia e sua consequente aplicação.

Colocar a máquina administrativa em ordem, mesmo sabendo dos riscos políticos que pode recair sobre seus ombros, parece ser a prioridade do governador que se transforma em um cidadão comum quando percebe que se gastar mais do que se arrecada e se gastar de forma errada não se alcançará os objetivos pretendidos que são o de transformar o Paraná em um Estado digno para sua população.

Nesta terça-feira, quando se discute, em seminário, em Curitiba, os avanços da Operação Lava Jato no país, o governador Ratinho Junior dava exemplos ao apresentar para deputados na Assembleia Legislativa do Estado seu programa de governo de redução de custos da máquina com o corte de mais de mil cargos em comissões, o que representará uma economia anual de R$ 10 milhões. Também reduziu o número de secretarias passando de 28 para 15.

Ao mesmo tempo, o governador recebia elogios em Brasília, onde apresentou ao ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário, o Programa Estadual de Integridade e Compliance que, entre outras coisas, prioriza a prática do respeito à moralidade e eficiência administrativa. O Paraná foi pioneiro na implementação desse programa que mira o combate à corrupção e qualquer prática ilícita de lesa cofres públicos.

Este programa – disse o governador na CGU – garante transparência na prestação de serviços para o cidadão e também em licitações e contratos feitos pelos órgãos públicos com a iniciativa privada e prestadores de serviços. Diante desse quadro, o ministro Wagner Rosário disse que o Paraná está neste momento em um nível superior aos outros estados em relação ao combate à corrupção, prevenção e programa de compliance. Ele afirmou, ainda, que é nessa linha que o governo federal atuará.