Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Ratinho Junior tem R$ 450 milhões para investir ainda este ano

Em ano eleitoral, estados arrecadaram e estão com caixa cheio. O valor global, segundo levantamento publicado pelo O Globo chega a R$ 320 bilhões.

Redação - 23 de maio de 2022, 11:21

 

Levantamento realizado pelo jornal O Globo mostra que estados acumularam, até o fim do primeiro bimestre deste ano, R$ 319,8 bilhões para gastar, provavelmente, até o último dia autorizado pela Justiça Eleitoral. Os números constam em um levantamento da economista Vilma Pinto, da Instituição Fiscal Independente (IFI). A pesquisa também mostra que os municípios contavam com R$ 185,7 bilhões no mesmo período.

Conforme explicou Vilma Pinto ao O Globo, as verbas são provenientes da transferência de recursos federais durante a pandemia de coronavírus, a alta da inflação, e o aumento da arrecadação dos estados. Em 2021, os estados arrecadaram R$ 652,42 bilhões com o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (ICMS), sendo que R$ 178,9 bilhões saíram da tributação de energia e combustíveis.

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), que busca reeleição, tem investimento programado de R$ 450 milhões em obras para implantação de novas redes de energia.

O estado de São Paulo é o que tem mais dinheiro em caixa, cerca de R$ 78 bilhões. O atual governador, Rodrigo Garcia (PSDB), vai tentar a reeleição no pleito de outubro. Atualmente, sua gestão tem muitas obras em andamento. Há, por exemplo, quatro obras nas linhas do metrô do estado, com previsão de entrega até 2026 e custo de R$ 36,4 bilhões.

Parte desse montante em caixa dos estados é “carimbada”, ou seja, deve ser usada apenas com gastos voltados às áreas de saúde e educação. Outra parte, no entanto, é usada para obras, reajustes e programas – estratégia usada por políticos em ano de eleição.