Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Relações gravíssimas de Lula e Banco Safra

 Em depoimento de arrasa terra à Polícia Federal, o ex-ministro Antonio Palocci escancara as relações entre ..

Pedro Ribeiro - 11 de outubro de 2019, 09:04

***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 05.07.2017 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 05.07.2017 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

 

Em depoimento de arrasa terra à Polícia Federal, o ex-ministro Antonio Palocci escancara as relações entre o dono do Banco Safra, Joseph Safra e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Palocci confessou ter recebido propina do Safra e afirma que o banco subornava Lula, revela Cláudio Humberto em seu Diário do Poder.

As acusações contra o banco Safra são tão graves que os meios jurídicos vivem a expectativa de uma fase da Lava Jato específica.

O anexo 6 da delação, Palocci conta como a Aracruz Celulose, do grupo Safra, foi salva com R$2,4 bilhões liberados por ordem de Lula.

Palocci revelou que Safra pagou os favores a Lula e a ele próprio com propina na forma de “doações” de R$ 2,5 milhões ao PT só em 2010.

Pelos favores recebidos, segundo Palocci, Safra deu R$ 10 milhões à campanha de Dilma, em 2014, e R$ 2 milhões à de Haddad, em 2012.