Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Se houve desvios no caso laranjas serão apurados, afirma Moro

 O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, reafirma que se houve desvio de recursos do fundo e..

Pedro Ribeiro - 25 de fevereiro de 2019, 10:02

 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, reafirma que se houve desvio de recursos do fundo eleitoral em candidaturas eles serão devidamente apurados. O próprio presidente Jair Bolsonaro disse para que essas denúncias sejam investigadas, disse Moro, lembrando que órgãos de investigação têm independência. "O trabalho que tem que ser feito em relação a esse fato está sendo feito", afirmou.

Moro disse que quando foi convidado por Bolsonaro para ser ministro deixaram bem claro na conversa: "Ninguém seria poupado. Essa é minha posição e do senhor presidente, que ninguém seria poupado. se surgissem casos de crimes no âmbito do governo. Isso seria apurado e nós não iríamos proteger ninguém. E essa é a orientação que tem sido passada para a PF e demais órgãos de investigação".

Em entrevista publicada no jornal O Globo, informou que o projeto que está no Congresso não há chance de que fique num escaninho esperando que a Reforma da Previdência seja aprovada:

"Minha impressão inicial é de boa receptividade. Esse projeto anticrime se insere dentro da linha de mudança que queremos realizar para melhorar o quadro. Não temos ilusão de que o projeto vai mudar por si só as coisas. Mas faz parte. A linha central é de que temos que endurecer em relação à criminalidade — crimes violentos, crime organizado e corrupção. Tem uma série de aprimoramentos de medidas de investigação. A Previdência é prioridade. Entretanto, isso não significa que o Congresso ficará trabalhando apenas em cima da Reforma por um semestre. As duas coisas podem ser feitas ao mesmo tempo", observou.