Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Senado rejeita pedido de impeachment de Alexandre de Moraes e Bolsonaro perde mais uma

Ao avaliar o pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, protocolado pelo ..

Pedro Ribeiro - 25 de agosto de 2021, 20:36

Imagens de Brasília - Fachada do Congresso Nacional, sede das duas Casas do Poder Legislativo brasileiro, em dia de eleiçao dos membros da Mesa Diretora para o biênio 2021/2022.As cúpulas abrigam os plenários da Câmara dos Deputados (côncava) e do Senado Federal (convexa), enquanto que nas duas torres - as mais altas de Brasília, com 100 metros - funcionam as áreas administrativas e técnicas que dão suporte ao trabalho legislativo diário das duas instituições.Obra do arquiteto Oscar Niemeyer.Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Imagens de Brasília - Fachada do Congresso Nacional, sede das duas Casas do Poder Legislativo brasileiro, em dia de eleiçao dos membros da Mesa Diretora para o biênio 2021/2022.As cúpulas abrigam os plenários da Câmara dos Deputados (côncava) e do Senado Federal (convexa), enquanto que nas duas torres - as mais altas de Brasília, com 100 metros - funcionam as áreas administrativas e técnicas que dão suporte ao trabalho legislativo diário das duas instituições.Obra do arquiteto Oscar Niemeyer.Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Ao avaliar o pedido de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, protocolado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Senado Federal, o presidente da casa, Rodrigo Pacheco, disse ao ler o arquivamento: 'Quero crer que essa decisão possa constituir um marco de reestabelecimento das relações entre os Poderes, pacificação e união nacional', disse o presidente do Senado ao ler o arquivamento

Isto significa que o Senado impôs uma derrota política ao presidente Jair Bolsonaro e rejeitou o pedido do mandatário para que a Casa instaurasse um processo de impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. No início do mês, a Câmara já havia barrado outra intenção do presidente: a de retomada do voto impresso.