Sintonia Fina - Pedro Ribeiro
Compartilhar

Tragédias que emocionam os brasileiros

 O povo brasileiro inicia 2019 com uma série de tragédias que vem abalando emocionalmente a maioria da popul..

Pedro Ribeiro - 12 de fevereiro de 2019, 17:04

 

O povo brasileiro inicia 2019 com uma série de tragédias que vem abalando emocionalmente a maioria da população que respirou esperança com a possibilidade de inaugurar uma nova etapa na vida a partir de um novo governo. Denúncias de corrupção, desencontros no Congresso Nacional e falta de sintonia com o poder judiciário vem ampliando o elenco de coisas ruins que impedem um clima favorável que traga luz a esta escuridão profunda.

O chefe do governo, figura principal da República e norte político da população, está enfermo e ninguém, nem mesmo os médicos sabem quando estará, efetivamente, com saúde e disposição para enfrentar os leões que habitam o Congresso Nacional e que ditam as regras e os destinos do país. Seu ajudante de ordens, general Hamilton Mourão, quem poderia, nesta fase crucial, estender tapetes para amortecer os problemas, acaba espalhando pedras e espinhos no caminho dificultando ainda mais a longa e difícil travessia

Sorte do governo que se instala com voz grossa é que a oposição, a esquerda petista bolivariana, está literalmente com as asas quebradas já que seu líder, Luiz Inácio Lula da Silva, continua encarcerado em uma das salas da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Só restam vozes da defesa, mais especificamente de Lula do que do partido, aos ouvidos da justiça hoje dominada por um grupo de jovens procuradores que se especializaram em caça às bruxas.

Bolsonaro doente, um dos mais destacados jornalistas do país, Ricardo Boechat, morre em acidente de helicóptero de deixa o país em comoção, jovens atletas que sonhavam um dia serem ovacionados nos estádios de futebol têm a vida interrompida na adolescência com o trágico incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro. A morte de 10 meninos poderia ter sido evitada se não houvesse negligência dos dirigentes do clube.

Negligência também tirou a vida de quase 300 pessoas em Brumadinho, Minas Gerais, com o rompimento de uma barragem que também soterrou vidas em um acidente que também poderia ter sido evitado. Outras cinco pessoas morreram durante fortes tempestades no Rio de Janeiro.

Um ano difícil para os brasileiros este que se inicia. No Paraná, perto de 15 pessoas morreram afogadas no litoral ou em rios e açudes neste verão. As pessoas que, após as eleições se postaram em frente a televisão para assistirem medidas de impacto na área da economia, da saúde, educação, segurança pública, na esperança dias melhores, estão vendo notícias tristes e impactantes no seu dia a dia.

Esperamos e acreditamos que esta fase passe para que o brasileiro possa novamente sonhar com um país melhor. Que Deus olhe por esta nação.