Câmeras de segurança flagram grave acidente no Paraná

Um homem, de 34 anos, ficou ferido em um grave acidente em Cascavel, na região oeste do Paraná, no último sábado (30). Câmeras de segurança flagraram o momento da colisão na Avenida Rocha Pombo com a marginal da BR-476.

Na imagens, é possível ver uma Strada, conduzida pelo rapaz, em alta velocidade batendo na traseira de um Palio que estava parado no semáforo. Com o impacto da batida, os dois veículos rodaram na pista por aproximadamente 20 metros, quando o Palio atingiu outro automóvel que descia pela marginal.

O motorista da Strada teve ferimentos graves na cabeça e perdeu muito sangue. Ele precisou ser sedado, porque estava muito agitado. O rapaz foi encaminhado ao Hospital Universitário da cidade.

Os outros dois motoristas tiveram ferimentos leves.

CONFIRA AS IMAGENS

*Com informações do Taborá News*

acidente, acidente no paraná, colisão frontal, feridos, região central, rio azul, irati, br-153, prf, polícia rodoviária federal

Colisão frontal deixa quatro feridos na região central do Paraná

Quatro pessoas ficaram feridas após o registro de uma colisão frontal na BR-153. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), os dois carros bateram de frente na altura do quilômetro 369, em Rio Azul, na região central do Paraná. O acidente aconteceu neste domingo (20).

Conforme os agentes federais, estavam envolvidos na colisão frontal um Fiat Uno e um Peugeot 207. O primeiro tinha placas de Ourinhos, São Paulo, enquanto o segundo era de Curitiba, no Paraná. Duas pessoas ficaram feridas em cada um dos carros.

Duas vítimas foram levadas para o Hospital Municipal de Rio Azul. Outras duas, para a Santa Casa de Irati. O município vizinho fica a cerca de 35 km de distância, também na região central do Paraná.

Ainda de acordo com as informações da PRF, o motorista do 207 fugiu sem prestar socorro ou aguardar o atendimento médico ambulatorial. Ele será acionado pelas autoridades a prestar esclarecimentos. O motorista também deverá tentar explicar por que fugiu sem aguardar o resgate.

Os carros envolvidos no acidente foram recolhidos a um pático conveniado à Polícia Rodoviária Federal.

acidente, acidente no paraná, colisão frontal, feridos, região central, rio azul, irati, br-153, prf, polícia rodoviária federal
Divulgação/PRF
tragédia, paraná, mortos, caminhão, acidente, cerro azul, acidente cerro azul, acidente em cerro azul, cerro azul pr, doutor ulysses, acidente em doutor ulysses, doutor ulysses pr, acidente no parana, acidente parana, acidente no paraná, cerro azul paraná, doutor ulysses paraná, acidente paraná, acidente pr, feridos, internados, pr-092, ribanceira, evangélicos, f-1000, caminhonete, caçamba, hospitais, curitiba, região metropolitana de curitiba

Acidente no PR: 11 pessoas estão internadas após queda de caminhão em ribanceira

Até a noite desta segunda-feira (14), pelo menos 11 pessoas continuavam internadas após a queda de um caminhão em uma ribanceira da PR-092, entre Doutor Ulysses e Cerro Azul, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. O acidente aconteceu neste domingo (13), deixando seis mortos e mais de 20 feridos. Transportando ilegalmente mais de 30 evangélicos, o caminhão retornava de uma festa religiosa quando caiu em uma ribanceira de aproximadamente 50 metros.

Após receberem os primeiros socorros no local, e depois em unidades de saúde de Doutor Ulysses e Cerro Azul, os sobreviventes foram levados a três hospitais de Curitiba. O atendimento e o transporte foram feitos com apoio de 10 ambulâncias e uma aeronave.

OS FERIDOS DO ACIDENTE NO PARANÁ

  • Hospital do Trabalhador: oito pessoas foram internadas nesta unidades, sendo que quatro receberam alta ainda no período da manhã. Quatro pacientes seguem internados. Entre as vítimas estão duas mulheres (uma foi suturada e segue em observação; outra passou por cirurgia após politraumatismo) e duas crianças (um bebê de um ano foi operado de uma fratura; assim como uma criança de 10 anos)
  • Hospital Evangélico-Mackenzie: no Evangélico, três crianças permaneciam internadas, com expectativa de alta em breve, após passarem o dia em observação. Mais cedo, três crianças de uma mesma família foram liberadas. Ainda pela manhã, outros quatro feridos, todos adultos, já haviam recebido alta.
  • Hospital do Cajuru: referência em tratamento de traumas, o Hospital Universitário Cajuru recebeu quatro vítimas da queda do caminhão na ribanceira da PR-092. A assessoria dos hospital não confirmou detalhes sobre o quadro dos pacientes a pedido das famílias.

As vítimas moravam em Cerro Azul. De acordo com a Secretaria da Saúde do município, o grupo era formado por 30 evangélicos que participaram, no final de semana, de uma festa religiosa no município vizinho. O acidente aconteceu quando o caminhão retornava de Doutor Ulysses pela PR-092.

As pessoas estavam sendo transportadas na caçamba de um caminhão Ford F-1000, sem assentos e, consequentemente, sem cintos de segurança. Além disso, segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), o motorista estava com a carteira de habilitação vencida. E também havia problemas com o licenciamento do caminhão.

rsz_pre_caminhão-768x1024
Ribanceira onde aconteceu o acidente com o grupo de evangélicos. (Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual)

RODOVIA DO PARANÁ NÃO É PAVIMENTADA

A PR-092, no trecho que liga Doutor Ulysses a Cerro Azul, não é pavimentada. Além disso, há diversas ribanceiras sem barreiras ou alambrados ao longo da rodovia. Ou seja, não existe qualquer tipo de proteção para os veículos que transitam pela estrada.

A população dos dois municípios, que têm os piores IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do Paraná, pede melhorias no local há anos, pois a rodovia é a única ligação com Curitiba. Além disso, também existe uma petição pública sobre o tema endereçada ao governador do Paraná, Ratinho Junior.

Em julho deste ano, o DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) ainda anunciou a recuperação do trecho onde houve o acidente. A obra prevê recuperação de sarjetas , limpeza e pintura de meio-fio e roçada.

tragédia, paraná, mortos, caminhão, acidente, cerro azul, acidente cerro azul, acidente em cerro azul, cerro azul pr, doutor ulysses, acidente em doutor ulysses, doutor ulysses pr, acidente no parana, acidente parana, acidente no paraná, cerro azul paraná, doutor ulysses paraná, acidente paraná, acidente pr, feridos, internados, pr-092, ribanceira, evangélicos, f-1000, caminhonete, caçamba, hospitais, curitiba, região metropolitana de curitiba

Seis morrem e mais de 20 ficam feridos após caminhão cair em ribanceira

Seis pessoas morreram e 24 ficaram feridas, sendo 10 em estado grave, após a queda de um caminhão em uma ribanceira na cidade de Doutor Ulysses, no Paraná. As 30 pessoas tinham saído de um culto evangélico e estavam indo para Cerro Azul pela PR-092 quando o acidente aconteceu.

O número de mortos e feridos foi confirmado pela Secretaria de Saúde de Cerro Azul. A última vítima foi uma mulher que faleceu na ambulância. Diversas crianças estavam no acidente, mas a administração municipal não soube informar quantas estavam na carreta.

Entre as vítimas está um jovem de 18 anos, cadeirante.

De acordo com a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), o veículo desceu por mais de 80 metros.

Os feridos foram retirados de helicóptero e encaminhados para os hospitais Evangélico, Cajuru e Trabalhador, em Curitiba.

Já entre as vítimas, cinco corpos já foram encaminhados ao IML (Instituto Médico-Legal) da capital paranaense.

As pistas da PR-092 ainda estão bloqueadas por causa do trabalho dos policiais e da Defesa Civil de Rio Branco do Sul, município ao lado. De acordo com a PRE, a retirada do caminhão será bastante complexa.

Por fim, a PRE ainda revelou que o motorista do veículo tinha a carteira de habilitação vencida, assim como o licenciamento do caminhão.

Ribanceira onde aconteceu o acidente. (Divulgação / Polícia Rodoviária Estadual)

RODOVIA DO PARANÁ NÃO É PAVIMENTADA

A PR-092, no trecho que liga Doutor Ulysses a Cerro Azul, não é pavimentada. Além disso, há diversas ribanceiras sem barreiras ou alambrados ao longo da rodovia. Ou seja, não existe qualquer tipo de proteção para os veículos que transitam pela estrada.

A população dos dois municípios, que têm os piores IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do Paraná, pede melhorias no local há anos, pois a rodovia é a única ligação com Curitiba.

Além disso, existe uma petição pública sobre o tema endereçada ao governador do Paraná, Ratinho Junior.

Em julho deste ano, o DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) ainda anunciou a recuperação do trecho onde houve o acidente. A obra prevê recuperação de sarjetas , limpeza e pintura de meio-fio e roçada.