tempestade paraná alerta santa catarina inmet

Adolescente morre atingido por raio quando se abrigava da chuva embaixo de uma árvore, no Paraná

Um adolescente de apenas 16 anos morreu na noite desta terça-feira (26), atingido por uma descarga elétrica, na cidade de Arapoti, na região centro-oeste do Paraná.

O adolescente e um amigo de 14 anos  estavam voltando para casa de bicicleta quando a chuva começou a cair forte. Os amigos correram para se abrigar da chuva, embaixo de uma árvore.

Willian Batista Ribeiro estava encostado na árvore quando recebeu a descarga elétrica vinda de um raio. O adolescente morreu na hora.

Segundo a Defesa Civil de Arapoti, o outro jovem que estava junto com Willian não tocava na árvore no momento da descarga. O jovem foi lançado para longe com o impacto da descarga, mas o adolescente sobreviveu e foi encaminhado para o hospital sem ferimentos graves.

DEFESA CIVIL ORIENTA COMO AGIR DURANTE AS CHUVAS

Antes da chuva

O essencial é ter atenção para alguns pontos antes de a chuva começar. “Os moradores devem manter calhas e bueiros limpos para prevenir o risco de entupimento durante o período da chuva”, lembra o coordenador municipal da Defesa Civil, Nelson de Lima Ribeiro.

Quando for possível, o ideal é adiar a saída de casa, a pé ou de carro, durante o temporal. “Os veículos de comunicação e o aplicativo Curitiba APP, da Prefeitura, trazem informações em tempo real sobre onde está chovendo, volume de água, danos de momento para o cidadão se prevenir e evitar localidades onde existam ocorrências provocadas pela chuva”, indica ele.

Fatores como baixa luminosidade e efeitos imprevistos devem ser levados em conta.“É melhor atrasar ou desmarcar um compromisso do que sair de casa em meio a situações climáticas adversas”, complementa o coordenador da Defesa Civil.

Durante a chuva

Quem estiver em casa deve retirar aparelhos elétricos da tomada, para evitar risco de curtos-circuito ou até de um princípio de incêndio.

Enquanto houver descarga elétrica, a orientação é que se evite o uso de aparelhos como telefone celular (principalmente se conectado à tomada), batedeira, chuveiro e secador. No período natalino também é importante desligar as decorações luminosas ao sair de casa e durante a chuva.

Se a água começar a subir ou entrar dentro de casa, o ideal é colocar os móveis em uma superfície elevada, além de retirar alimentos e documentos das prateleiras mais baixas.

Na rua, os motoristas devem redobrar a atenção: os faróis devem ser ligados e a velocidade diminuída. “A gentileza também deve ser praticada no trânsito, sem ‘fechar’ o carro da faixa ao lado, principalmente nesses momentos em que o trânsito vai fluir de forma mais devagar”, alerta.

Se perder a visibilidade por causa da chuva, o motorista deve parar o carro no acostamento, evitando ficar embaixo de árvores e em postos de gasolina, para não correr riscos de queda de galhos ou de estruturas metálicas.

“Em caso de alagamento deve ser observado o nível da água: o limite é no meio da roda do carro. Se aumentar, a pessoa precisa parar o carro assim que possível e, mesmo sob chuva, com a janelas aberta para facilitar a saída do veículo se a situação piorar”, completa Ribeiro.

Nunca busque abrigo embaixo de árvores.

Após a chuva

Quando a chuva passar, é indicado que o indivíduo faça a limpeza de utensílios, objetos e cômodos que tenham entrado em contato com a água. Assim, evita-se doenças.

A Defesa Civil orienta que pedestres e motoristas não passem por cima de áreas alagadas. “Buracos podem ter sido abertos durante a chuva”, diz Ribeiro.

Em uma emergência ou se tiver dúvidas, o cidadão pode ligar para o telefone de emergência 199 da Defesa Civil.

resgate, helicóptero, litoral, pico marumbi, adolescente, bombeiros, polícia, paraná

Adolescente é resgatada de helicóptero após se ferir no Pico do Marumbi

Uma adolescente de 15 anos foi resgatada de helicóptero, neste domingo (17), após sofrer uma queda e ficar ferida na trilha do Parque Estadual Pico do Marumbi, no litoral do Paraná. O resgate aconteceu neste domingo (17) e a vítima foi encaminhada em estado estável para o Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

A adolescente foi encaminhada pelo helicóptero Falcão 4. Além do BPMOA (Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas), participaram do resgate equipes do GOST (Grupo de Operações de Socorro Tático), do Corpo de Bombeiros. Os socorristas trabalharam por quase 20 horas para socorrer a vítima.

A adolescente fazia a trilha com um grupo de 4o pessoas, na tarde deste sábado (16), quando sofreu uma queda e ficou ferida. Segundo informações do tenente Luiz Henrique Vojciechovski, do GOST, a jovem caiu de uma altura de cinco a seis metros e teve escoriações, além de ter batido a cabeça. Ela chegou a ficar inconsciente.

Houve suspeita inicial de fratura na região do quadril. No entanto, as equipes que fazem este atendimento não conseguiram determinar qual a lesão que a adolescente tem.

Ela foi socorrida ainda na tarde deste sábado (16) por dois voluntários do COSMO, o Corpo de Socorro em Montanha, que atua no Parque Estadual do Pico do Marumbi, além de bombeiros e da equipe do BPMOA no Paraná. Quando tudo estava pronto para o resgate por helicóptero, as condições climáticas não permitiram o transporte aéreo.

De acordo com Vojciechovski, sete pessoas permaneceram com a jovem no local do acidente: dois voluntários, um tripulante do BPMOA e quatro bombeiros do GOST. O grupo que a acompanhava desceu até a base da trilha por questões de segurança.

Com a melhora das condições, por volta das 10h da manhã de hoje (17), a aeronave regressou ao local para dar continuidade à operação de salvamento. A vítima foi embarcada e transportada até o Hospital do Trabalhador, em Curitiba.  O estado de saúde dela é estável.

adolescente atropelado por caminhão morre no hospittal

Adolescente que estava em carro atingido por caminhão desgovernado morre no hospital

O adolescente que estava dentro de um carro atingido por um caminhão sem freio na tarde deste domingo (3) morreu ontem à noite no Hospital do Rocio, onde estava internado.

O jovem e o pai, um homem de 58 anos, estavam dentro do veículo que foi prensado contra o muro de uma garagem em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, por um caminhão, descontrolado. O veículo ganhou velocidade na descida da rua e só parou quando acertou o carro onde estavam as vítimas e invadiu o terreno de uma residência.

Em estado grave, o menino foi reanimado ainda no local da ocorrência e levado por um helicóptero do Batalhão de Operações Aéreas da PM ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 23h30 de ontem (03).

O pai dele sofreu ferimentos moderados. Dentro da casa havia quatro pessoas, mas nenhuma delas foi ferida. O motorista do caminhão prestou depoimento ainda ontem à tarde.

O caso é investigado pela Polícia Civil, que vai verificar a situação do caminhão no momento da ocorrência.

adolescente curitiba assalto

Adolescente de 13 anos morre durante assalto no Paraná

Um adolescente de 13 anos foi morto e outro, de 17, foi baleado pela PMPR (Polícia Militar do Paraná) na noite desta quarta-feira (9), em Curitiba. Conforme as informações da polícia, os dois deram voz de assalto nas Lojas Americanas do bairro São Braz.

O adolescente mais velho foi baleado na perna e chegou a ser encaminhado ao Hospital Evangélico. Entretanto, sem correr risco de vida, teve alta às 23h10.

TENTATIVA DE ASSALTO

Eles fizeram os funcionários e os clientes da loja como reféns, mas não conseguiram completar o assalto.

Um civil, que estava passando pela loja, percebeu as ações dos meninos e acionou a polícia, o que deu início à ocorrência por volta das 20h.

Os policiais que chegaram ao local, o adolescente sacou a arma – o que levou ao militares efetuarem os disparos. Por fim, a polícia confirmou que nenhum cliente acabou ferido.

parque passaúna suspeito estupro adolescente preso cic curitiba Lucilia GuimarãesSMCS

Suspeito de estuprar adolescente no Parque Passaúna é preso em Curitiba

Um homem de 43 anos foi preso pela PC-PR (Polícia Civil do Paraná) suspeito de estuprar uma adolescente de 17 anos no Parque Passaúna, em Curitiba.

O mandado de prisão preventiva foi cumprido nesta quinta-feira (29) e a informação foi confirmada hoje pela polícia.

O crime foi registrado em fevereiro de 2019. Desde então o caso é investigado pela Polícia Civil. O suspeito do estupro foi localizado e detido na CIC (Cidade Industrial de Curitiba).

No dia do crime, o a vítima retornava para casa depois do trabalho. Ela narra que o suspeito a abordou, fez ameças com uma faca e a obrigou a caminhar até uma região de mata, onde o crime aconteceu.

A mãe da garota notou a diferença no comportamento da garota, descobriu o que havia acontecido e apoiou a adolescente a fazer a denúncia. As investigações começaram a partir do registro de um boletim de ocorrência.

Indiciado por estupro qualificado, o suspeito permanece preso preventivamente à disposição da Justiça.

MP denuncia homem pela morte da adolescente em Maringá

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou, nesta terça-feira (18), os dois suspeitos de participação na morte da adolescente Jeniffer Tavares, em Maringá, no norte do Paraná. Carlos Alberto Dias da Silva e o irmão dele, Roberto Dias da Silva, respondem pelo crime que aconteceu em maio deste ano.

Carlos foi denunciado por homicídio qualificado, fraude processual, ocultação de cadáver e estupro de vulnerável. Enquanto Roberto foi acusado por ocultação de cadáver e fraude processual.

De acordo com o Ministério Público do Paraná, Roberto ajudou o irmão a se desfazer do corpo da adolescente. Além disso, ele teria escondido roupas e objetos da garota e de Carlos, para atrapalhar as investigações.

O CASO

A adolescente, de 16 anos, desapareceu no dia 4 de maio, após sair para uma festa. O corpo de Jeniffer foi encontrado três dias depois, em um terreno baldio no Jardim Rebouças, em Maringá, por catadores de materiais recicláveis. Ela estava seminu, com sinais de esganadura e abuso sexual.

Carlos Alberto foi preso no dia 10 de maio, em uma praça de pedágio em Mandaguari, também no norte do Paraná, após a polícia verificar imagens de câmeras de segurança da cidade.

Na delegacia, o homem disse que não matou a adolescente. Ela teria morrido por overdose e ele jogou o corpo dela no matagal.

No entanto, um laudo do Instituto Médico-Legal (IML) apontou que a adolescente foi estuprada. O exame constatou que a jovem sofreu traumatismo craniano e asfixia por esganadura.

Adolescentes com sobrepeso têm risco elevado de doença cardiovascular

Adolescentes com sobrepeso apresentam o mesmo risco de doença cardiovascular que jovens obesos, mostra pesquisa da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Presidente Prudente e Marília. O estudo, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de São Paulo (Fapesp), foi desenvolvido com 40 adolescentes com idades entre 10 e 17 anos e comparou resultados de testes cardíacos entre grupos de obesos e com excesso de peso. Os resultados foram publicados na revista científica Cardiology in the Young.

“Já sabemos que adolescentes obesos têm alto risco de desenvolver, mais futuramente, uma doença cardiovascular como hipertensão; dislipidemia, que inclui aumento nos triglicérides e aumento no colesterol HDL no sangue; desenvolver diabetes, AVC, infarto. Mas quando comparando essas variáveis fisiológicas entre o grupo obeso e com sobrepeso a resposta deles foi idêntica”, disse Vitor Engrácia Valenti, professor da Unesp de Marília e coordenador da pesquisa. Até então o sobrepeso na adolescência não era considerado um fator de risco tão importante.

Segundo o pesquisador, os resultados chamam atenção para a necessidade de cuidados desde o ganho de peso inicial dos adolescentes. “Quando começam a perceber a questão de alimentação, de exercício físico, sedentarismo, quando percebem que o filho já está começando a entrar um pouco no sobrepeso, começa a perceber gordura na barriga, que ele tem dificuldade para realizar algum tipo de esforço é importante levar o filho ao cardiologista, nutricionista, endocrinologista. É fazer ações preventivas”, disse.

A Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), de 2017 e feita pelo Ministério da Saúde, aponta que quase um em cada 5 (18,9%) brasileiros são obesos e que mais da metade da população das capitais brasileiras (54%) estão com excesso de peso. Valenti, a partir de dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), chega a conclusão de que o país tem cerca de 35% de crianças com sobrepeso e 15% obesas.

Estudo

Os pesquisadores dividiram os 40 adolescentes em dois grupos com meninos e meninas na mesma proporção e com diferentes valores de escore-z – escala usada no diagnóstico nutricional de crianças e adolescentes, baseada no número de desvios padrão acima ou abaixo da média da população na mesma idade.

Eles foram submetidos a um protocolo de exercício físico moderado, de caminhada por 20 minutos em uma esteira sem inclinação, que exigia 70% da frequência cardíaca máxima estimada para a faixa de idade.

A variabilidade da frequência cardíaca dos adolescentes foi medida antes e depois do exercício para avaliar a velocidade de recuperação cardíaca na sequência da atividade física. De acordo com os pesquisadores, essa medida permite analisar o risco de uma pessoa apresentar uma complicação cardiovascular imediatamente após uma atividade física e também estimar o risco de ter uma doença cardiovascular no futuro.

Nos primeiros segundos de um exercício físico, há uma redução da atividade do sistema nervoso parassimpático, que é responsável por estimular ações que relaxam o corpo, como desacelerar os batimentos cardíacos. Após os primeiros 50 a 60 segundos do esforço físico, há um aumento da atividade do sistema nervoso simpático – estimulando ações de resposta a situações de estresse, como a aceleração dos batimentos cardíacos, por meio dos efeitos da adrenalina.

Segundo Valente, estudos anteriores demonstraram que, quanto maior o tempo que esse sistema nervoso autônomo demora para se estabilizar após o exercício e, consequentemente, recuperar a frequência cardíaca normal, maior também é a predisposição para o desenvolvimento de uma doença cardiovascular ou metabólica.

Suspeito de violentar e matar adolescente em Maringá é preso

O homem suspeito de matar a adolescente Jeniffer Tavares, de 16 anos, foi preso na madrugada desta sexta-feira (10), em uma praça de pedágio em Mandaguari, no norte do Paraná. O crime aconteceu em Maringá, a 30 quilômetros do local onde o rapaz foi detido.

Jeniffer desapareceu no último sábado (4). O corpo dela foi encontrado na terça-feira (7).

Na delegacia, o homem disse que não matou a adolescente. Ela teria morrido por overdose e ele jogou o corpo dela no matagal.

No entanto, um laudo do Instituto Médico-Legal (IML) apontou que a adolescente foi estuprada. O exame constatou que a jovem sofreu traumatismo craniano e asfixia por esganadura.

O CASO

O corpo da adolescente Jeniffer Tavares, de 16 anos, que estava desaparecida desde a madrugada de sábado (4), foi encontrado na terça-feira (7) pela manhã em um terreno baldio no Jardim Rebouças, no final da avenida Mandacaru, em Maringá, por catadores de materiais recicláveis. Ela estava seminua e, segundo o delegado Diego Almeida, da Delegacia de Homicídios, foi esganada e tinha sinais de abuso sexual.

Na investigação, a Polícia Civil analisou imagens de câmeras de segurança na região central da cidade. A menina, que morava na Vila Morangueira, saiu no sábado à noite com o irmão e se encontrou com um grupo de amigas na praça da catedral.

De lá, foram para uma festa numa chácara localizada no Jardins Monet. Imagens também mostram Jeniffer numa tabacaria. Como não retornou para casa na manhã de domingo (5), a família registrou boletim de ocorrência comunicando seu desaparecimento. Ela teria sido vista pela última vez por uma amiga quando entrava em um VW Gol, placa de São Paulo, de um outro colega.

 

Suspeito de matar adolescente em Maringá está foragido

O homem suspeito de matar a adolescente Jeniffer Tavares, de 16 anos, em Maringá, no norte do Paraná, é considerado foragido de acordo com o delegado Diego de Almeida, da Delegacia de Homicídios do município.

A menina foi encontrada morta, na terça-feira (7), com sinais de violência sexual. De acordo com a família, ela saiu para ir a uma festa e não retornou.

Imagens de câmeras de segurança de um posto de combustíveis estão sendo analisadas pela polícia. Nelas, Jeniffer aparece entrando em um carro.

Dois homens eram considerados suspeitos, mas após depoimentos a polícia descartou a participação de um deles.

O CASO

O corpo da adolescente Jeniffer Tavares, de 16 anos, que estava desaparecida desde a madrugada de sábado (4), foi encontrado na terça-feira (7) pela manhã em um terreno baldio no Jardim Rebouças, no final da avenida Mandacaru, em Maringá, por catadores de materiais recicláveis. Ela estava seminua e, segundo o delegado Diego Almeida, da Delegacia de Homicídios, foi esganada e tinha sinais de abuso sexual.

Na investigação, a Polícia Civil analisou imagens de câmeras de segurança na região central da cidade. A menina, que morava na Vila Morangueira, saiu no sábado à noite com o irmão e se encontrou com um grupo de amigas na praça da catedral.

De lá, foram para uma festa numa chácara localizada no Jardins Monet. Imagens também mostram Jeniffer numa tabacaria. Como não retornou para casa na manhã de domingo (5), a família registrou boletim de ocorrência comunicando seu desaparecimento. Ela teria sido vista pela última vez por uma amiga quando entrava em um VW Gol, placa de São Paulo, de um outro colega.

Adolescente é apreendido após tentar passar a noite em shopping para furtar celulares

Um adolescente foi apreendido, na madrugada deste domingo (24), ao ser encontrado escondido dentro de uma loja no Shopping Mueller, no Centro de Curitiba, tentando furtar mais de 70 aparelhos celulares.

A PM foi acionada por volta das 4h30, após denúncias de que o jovem, de 15 anos, estava escondido. De acordo com a Polícia Militar, o adolescente cometeu o delito e passou a noite no estabelecimento, com o objetivo de conseguir sair do local com os produtos furtados.

Com ele, uma mochila foi apreendida e dentro dela estavam os aparelhos celulares, além de carregadores, pen-drives, cartões de memória e fones de ouvido.

O menor foi encaminhado à Delegacia do Adolescente e vai responder por furto qualificado.