Aeroporto Afonso Pena fica em 4º no ranking dos melhores aeroportos do mundo

Dois aeroportos brasileiros estão no ranking dos 10 melhores do mundo de acordo com o levantamento AirHelp Score 2019. O Aeroporto Internacional Afonso Pena, na Região Metropolitana de Curitiba, ficou em 4º lugar. O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), ficou em décimo.

Menino foge de casa, burla segurança de aeroporto e voa até Congonhas

Nos primeiros lugares estão: o Aeroporto Internacional Hamad, no Catar, seguido pelo Aeroporto Internacional Tóquio Haneda, no Japão, e pelo Aeroporto Internacional de Atenas, na Grécia. Na pesquisa foram avaliados os 132 aeroportos mais usados no mundo e foram ouvidos 40 mil usuários, sendo 2.500 brasileiros. A avaliação é considerada a mais abrangente e precisa do setor.

O principal item avaliado foi a performance em pontualidade. Outras questões analisadas foram a qualidade do serviço e os pontos de alimentação e lojas. Segundo o levantamento, o Aeroporto Internacional Afonso Pena obteve nota 8,4 para pontualidade dos voos. Para a qualidade do serviço, a pontuação chegou ao 8,4 e 8,3 para qualidade do varejo.

Aeroporto Afonso Pena é eleito o melhor do Brasil

A pontuação final chegou a 8,37. Outros aeroportos brasileiros também estão no top 10, entre eles o Aeroporto Internacional de Recife, em décimo primeiro; o Aeroporto Internacional de Brasília, em décimo terceiro; o Tancredo Neves – Confins, no décimo quinto; o Santos Dumont, em décimo sétimo, no Rio de Janeiro, e o Aeroporto Internacional Pinto Martins, em décimo nono, em Fortaleza.

Entre as companhias aéreas, a Azul Airlines ficou no 29° lugar e a Gol ficou na posição 58. A empresa com a melhor avaliação foi a Qatar Airways.

MP vai investigar como criança burlou segurança de aeroporto e voou até Congonhas

O Ministério Público do Paraná (MPPR) deve instaurar nesta semana um procedimento para apurar o caso do menino, de 12 anos, que embarcou clandestinamente em um voo para Congonhas (SP) partindo do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, na última segunda-feira (15).

Menino foge de casa, burla segurança de aeroporto e voa até Congonhas

A Promotoria de Justiça de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos pretende instaurar uma apuração de infração administrativa para saber como a criança passou por pelo menos duas fiscalizações sem ser barrada.

Ele teria fugido de casa depois ter tirado notas baixas na escola. Para evitar mais advertências em casa, o garoto falsificou a assinatura dos pais no boletim. A professora descobriu e ele foi suspenso. Ele então foi até o aeroporto, se infiltrou em uma família sem que ninguém percebesse e viajou tranquilamente na aeronave que tinha assentos disponíveis. Quando desembarcou, ele não sabia para onde iria e foi abordado. Em nota, a companhia aérea disse que quando se deu conta do fato, já no aeroporto paulista, entrou em contato com os familiares do garoto e com as autoridades, providenciando o seu retorno imediato.

A LATAM Airlines Brasil e a Infraero afirmam que estão colaborando com as investigações. Já a Polícia Federal (PF) garante que não teve culpa. Em nota a instituição esclarece que “é responsável pela área de imigração, embarque e desembarque internacional e ameaça à segurança das aeronaves” e que “negligência funcional em embarque doméstico” não cabe a PF apurar.

Menino foge de casa, burla segurança de aeroporto e voa até Congonhas

Um menino, de 12 anos, morador de Curitiba, foi encontrado no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na última segunda-feira (15). Ele burlou a segurança do aeroporto e da companhia aérea LATAM e embarcou desacompanhado, sem documentação ou bilhete da passagem. Ele foi abordado apenas quando o voo já tinha chegado ao destino.

>>> Feriado de Páscoa: confira o movimento nas estradas em tempo real

Ele teria fugido de casa depois ter tirado notas baixas na escola. Para evitar mais advertências em casa, o garoto falsificou a assinatura dos pais no boletim. A professora descobriu e ele foi suspenso. Ele então foi até o aeroporto, se infiltrou em uma família sem que ninguém percebesse e viajou tranquilamente na aeronave que tinha assentos disponíveis. Quando desembarcou, ele não sabia para onde iria e foi abordado. Em nota, a companhia aérea disse que quando se deu conta do fato, já no aeroporto paulista, entrou em contato com os familiares do garoto e com as autoridades, providenciando o seu retorno imediato.

Em nota a LATAM Airlines Brasil informa que está apurando o ocorrido. “A companhia ressalta que esteve em contato tanto com as autoridades quanto com os responsáveis do adolescente e prestou assistência para o seu retorno imediato de Congonhas a Curitiba no mesmo dia.”

>>> Veja o que abre e o que fecha em Curitiba durante a Páscoa

A Infraero também se manifestou. O texto diz que a empresa “colaborará com as autoridades policiais para esclarecer o fato em questão, ao mesmo tempo em que reforçará seus processos de segurança na sua Rede de aeroportos”.

Já a Polícia Federal (PF) garante que não teve culpa. Em nota a instituição esclarece que “é responsável pela área de imigração, embarque e desembarque internacional e ameaça à segurança das aeronaves” e que “negligência funcional em embarque doméstico” não cabe a PF apurar.

83 mil passageiros devem passar pelo Aeroporto Afonso Pena na Páscoa

O Aeroporto Internacional Afonso Pena deve receber 83.670 passageiros durante o feriado da Semana Santa entre esta quinta-feira (16) e a próxima segunda (22), com 837 operações de pousos e decolagens no terminal.

O número é 1,75% maior que o registrado na mesma época do ano passado, quando 82.231 passageiros transitaram pelo aeroporto localizado em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

>>> Avianca cancela 48 voos com partida ou chegada no Aeroporto Afonso Pena

No país inteiro, o aumento esperado é de 2%, com 1,05 milhão de viajantes (no ano passado, o número foi de 1,03 milhão de embarques e desembarques) Os dias mais movimentados devem ser na quinta, com 264.359 passageiros, e segunda-feira, com 240.298 pessoas.

DUVIDAS

Para atender o grande fluxo e garantir a fluidez no funcionamento das operações, foram adotadas algumas medidas. Os chamados “amarelinhos, funcionários de colete amarelo da Infraero com a frase “Posso Ajudar” e a equipe do Balcão de Informações estarão à disposição para sanar dúvidas e orientar os passageiros.

Aeroportos de Curitiba, Manaus e Goiânia serão próximo alvo de leilão

O governo federal, que nesta sexta-feira (15) promove o leilão de 12 aeroportos regionais, vai anunciar a próxima rodada de desestatizações no setor aéreo na próxima semana, segundo o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. A expectativa é que todos sejam concedidos à iniciativa privada até 2022. A previsão foi postergada -em janeiro, o órgão ainda dizia que os leilões seriam concluídos até 2021.

“São 22 aeroportos que começam a ser estudados a partir de segunda-feira, com leilão previsto para setembro de 2020. Após a sexta rodada teremos a sétima e derradeira rodada, com mais cerca de 20 aeroportos, que vamos fazer leilão no primeiro trimestre de 2022”, afirmou Ronei Glanzmann, secretário nacional da SAC (Aviação Civil).

Na segunda-feira (18), será lançado o chamamento para os estudos de viabilidade de mais três blocos de aeroportos, localizados nas regiões Sul, Norte e central. Entre eles, o lote mais atrativo deverá ser o bloco Sul, liderado pelo aeroporto de Curitiba e Foz do Iguaçu, afirma Glanzmann.

“São três blocos bastante atrativos. A tendência é que o bloco do Sul seja o mais atrativo deles porque tem Curitiba como âncora, mas todos os demais também tendem a ter bastante atratividade”, afirmou.

O segundo lote incluirá aeroportos da região Amazônica, e o principal deles será Manaus. O terceiro bloco será liderado pelo aeroporto de Goiânia e incluirá Teresina, São Luiz, Palmas, Petrolina e Imperatriz.

A sétima rodada, que será lançada em seguida, deverá ter também três blocos regionais: o Rio-Minas, com os aeroportos de Santos Dumont e Pampulha; o bloco liderado por Congonhas, que também incluirá o Campo de Marte, Campo Grande e outros ativos no Mato Grosso do Sul; e, por fim, o bloco do aeroporto de Belém.

Ao final das próximas rodadas, a Infraero deixará de ser uma operadora de aeroportos, diz Galnzmann. “O governo durante esse período de três ou quatro anos está estudando qual vai ser o destino dessa empresa. Existem diversas possibilidades. Mas a palavra que nós usamos para Infraero é de responsabilidade e de transparência para questão dos funcionários”, afirmou o secretário.
O arrojado plano de concessões de aeroportos é herança do governo de Michel Temer.

Afonso Pena é apontado como o terceiro aeroporto mais pontual do país

O aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foi eleito o terceiro aeroporto mais pontual do país. Com movimentação entre cinco milhões e 12 milhões de passageiros, o local ficou na terceira posição do ranking FlightStats de pontualidade em partidas entre aeroportos brasileiros avaliados no mês de janeiro.

O terminal registrou 94,28% de partidas com, no máximo, 15 minutos de atraso, em 2.428 voos programados para o primeiro mês do ano. “Esse reconhecimento demonstra a eficiência, dedicação, profissionalismo e o comprometimento de todos na prestação de serviços e no atendimento de qualidade ao passageiro”, disse Antonio Pallu, superintendente do Afonso Pena.

Baseada nos Estados Unidos, a FlightStats é uma provedora de serviços de dados para o setor de viagens e turismo. A empresa fornece monitoramento de voos em tempo real e dados sobre aeroportos e companhias aéreas com atuação em todo o mundo.

Aeroporto Premiado

Na última quarta-feira (13), a Pesquisa de Satisfação do Passageiro, divulgada pelo Ministério da Infraestrutura, apontou o Aeroporto de Curitiba como o melhor na categoria Aeroporto com mais Serviços ao Passageiro. A sondagem atribuiu ao terminal curitibano nota de 4,75, em uma escala onde a pontuação máxima é 5, e a média da categoria foi 4,34.

A pesquisa avalia trimestralmente os 20 aeroportos com maior movimentação no Brasil. Juntos, eles são responsáveis por 87% do fluxo de passageiros no país. Na Pesquisa, o Afonso Pena é historicamente um dos mais premiados, tendo ficado na primeira posição por diversas vezes, desde o início da pesquisa, em 2013. Em 2018, o terminal foi eleito o melhor do país no primeiro e segundo trimestre. Este ano, a diferença para Viracopos (SP), que ficou em primeiro, foi de apenas um centésimo.

Porão de bagagens abre e piloto aborta decolagem em Curitiba; Fachin estava no voo

Um avião da Latam Airlines Brasil, que que saia do Aeroporto Afonso Pena, na Região Metropolitana de Curitiba, com destino ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, precisou abortar a decolagem nesta quinta-feira (24). O avião já havia acelerado para levantar voo quando o piloto precisou frear e cancelar a operação devido a abertura das portas do porão de bagagens.

“Nunca ouvi alguém falar de algo assim. Arremeter é tranquilo. O susto foi enorme e o silêncio absoluto”, disse o psicólogo Tonio Luna que estava na aeronave.

Em entrevista à Rádio CBN, o psicólogo relatou que o susto foi ainda maior quando percebeu que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin estava a bordo com a esposa nas poltronas de trás. “É bom agouro ou mau agouro? Enfim, na minha cabeça passou uma brincadeira mas não teria intimidade para dizer algo nesse sentido”, disse o psicólogo em referência a queda do avião que matou o ex-ministro Teori Zavascki, no Rio de Janeiro, em 2017.

“Foi uma frenagem muito forte e brusca. Ele parou com tudo… demorou alguns minutos e o comandante avisou que havia indicação de que a porta de bagagem tinha se aberto e então voltamos para o terminal para verificarem o que estava acontecendo”, comenta o passageiro.

Em nota, a LATAM Airlines Brasil informou que, devido a uma questão técnica, o voo LA3032 interrompeu o procedimento de decolagem, ainda em solo, em completa segurança. A companhia ressalta que abortar a decolagem é um procedimento padrão de segurança na aviação, e que segue as mais rigorosas normas, atendendo a regulamentação das autoridades brasileiras e internacionais.

Afonso Pena é o quarto aeroporto mais pontual do mundo, aponta relatório

O Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, está entre os cinco aeroportos mais pontuais do mundo, segundo relatório anual da consultoria britânica OAG. O documento foi publicado na última quinta-feira e divulgado também pela assessoria do Ministério dos Transportes na terça-feira (8). Doze aeroportos brasileiros estão na lista dos mais pontuais do mundo e o terminal da Grande Curitiba teve o melhor desempenho entre eles.

O Afonso Pena é o quarto mais bem colocado na categoria que considera a oferta de dois e meio a cinco milhões de assentos nos voos originados por ano. Segundo o relatório, o aeroporto na região metropolitana de Curitiba tem mais de 86% de pontualidade. Na mesma categoria, os terminais de Fortaleza e Salvador aparecem entre os quinze mais pontuais do mundo.

A consultoria britânica avaliou 58 milhões de voos e as duzentas e cinquenta companhias aéreas que mais voaram em 2018. O critério para classificar o voo como pontual é decolar ou pousar com desvio de horário abaixo de 15 minutos, incluindo os voos cancelados que reduzem a pontualidade da empresa ou aeroporto. A empresa aérea Azul foi considerada a mais pontual na categoria low cost (de baixo custo).

O Grupo Latam, que opera no Brasil e outros países da América Latina, foi o mais pontual na categoria média empresa. A consultoria britânica OAG atua no segmento desde 1929.

Infraero lança edital para exploração comercial no entorno do Afonso Pena

A Infraero lançou um edital para concessão das áreas externas do Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A concessão contempla 5 mil m² do aeroporto. Além do Afonso Pena, também estão no certame o Aeroporto de Jacarepaguá (RJ) e Goiânia (GO).

Com a licitação, a iniciativa privada poderá explorar a área aeroportuária contemplada com empreendimentos comerciais. Os espaços poderão abrigar hotéis, centros comerciais, estacionamentos, megalojas, home centers, postos de gasolina, concessionárias de veículos, hangares e parques de abastecimento de aeronaves.

Os interessados deverão comparecem à sessão pública, que acontecerá em Brasília (DF), no edifício da Infraero, na próxima sexta-feira (17), às 10h. O edital está disponível no site da Infraero.

Entidades de proteção ao consumidor promovem “blitz” no Afonso Pena

São 14 entidades de proteção ao consumidor que estarão simultaneamente em diversos aeroportos do país nesta sexta-feira (27). O objetivo é verificar a conduta das companhias aéreas para despachar bagagens, na organização de atendimento preferencial e até questões contratuais, como o cancelamento de viagens mediante reembolso.

No Paraná, a ação ocorre por meio de uma parceria entre o a OAB-PR, o Procon e o MP. A iniciativa está amparada na campanha “Bagagem sem Preço”, iniciada em agosto de 2016.

Foi quando as entidades civis de defesa do consumidor se uniram contra as imposições estabelecidas pela Agência Nacional de Aviação Civil em sua Resolução 400, que incluiu a cobrança das malas despachadas.

A blitz desta sexta-feira deve ser encerrada ao meio dia. 

CARTILHA:

Durante a ação será distribuída a cartilha “Pagar pela bagagem? Entenda essa e outras regras para o transporte aéreo”, elaborada pelo IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor). Veja cartilha no anexo.

PARTICIPANTES DA AÇÃO:

 A blitz será realizada pelas Comissões de Defesa do Consumidor das seccionais da OAB, membros da CEDC, Ministério Público e Procons estaduais, com apoio de e