athletico desmanche bbb dorival junior

Dorival Júnior brinca sobre o desmanche do Athletico-PR: “parece BBB”

Dorival Júnior comparou o desmanche que o Athletico-PR sofreu no início de 2020 ao BBB (Big Brother Brasil). Ao todo, 17 jogadores que integravam o elenco em 2019 deixaram o clube nesta janela de transferências (confira a lista abaixo).

“Eu brinquei com o Paulo [André, diretor de futebol], que estava parecendo Big Brother, que a cada semana eliminamos um atleta”, brincou ele após a goleada sobre o Cascavel CR.

Dorival também confessou que, quando aceitou o cargo no clube, só imaginava perder o meio campista Bruno Guimarães, atualmente no Lyon, da França. Contudo, titulares como o zagueiro Léo Pereira, agora no Flamengo, e o atacante Rony, anunciado no Palmeiras, também saíram.

“Não vou criticar a escolha da diretoria, mas tivemos uma quebra daquela equipe que já tinha um conceito muito bem desenvolvido gerando resultados. Agora temos que buscar uma nova solução e não encontraremos isso do dia para a noite”, completou Dorival, ressaltando que a visão do clube que a equipe ainda está em formação.

A próxima partida do Athletico-PR é a estreia da Libertadores. O Furacão vai receber o Peñarol, do Uruguai, no dia 3 de março (terça-feira), às 21h30, na Arena da Baixada, em Curitiba. A princípio, os quatro atletas que chegaram no clube em 2020 estão à disposição: o goleiro Jandrei, os meias Fernando Canesin e Marquinhos Gabriel, além do atacante Carlos Eduardo.

DESMANCHE DO ATHLETICO

Rony foi a saída mais recente do Furacão. (Geraldo Bubniak / AGB)

Ao todo, são 24 atletas se despediram do Athletico, sendo que seis deles já estavam emprestados no ano passado.

Comprovando a postura do clube no mercado – em buscar opções baratas ou empréstimos, a maioria dos jogadores tiveram o fim do seus empréstimos. É o caso, por exemplo, do zagueiro Pedro Henrique e do volante Camacho, que voltaram ao Corinthians.

Além disso, Athletico faturou R$ 152,8 milhões com as três vendas que fez. A saída de Bruno Guimarães rendeu R$ 92 milhões (20 milhões de euros), enquanto Léo Pereira foi vendido por R$ 32,4 milhões (7 milhões de euros) e Rony por R$ 28,4 milhões (6 milhões de euros).

Confira a lista de quem saiu do Athletico-PR.

VENDAS

  1. Bruno Guimarães (meia) – vendido ao Lyon.
  2. Rony (atacante) – vendido ao Palmeiras.
  3. Léo Pereira (zagueiro) – vendido ao Flamengo.

FIM DE EMPRÉSTIMO

  1. Marco Ruben (atacante) – retornou ao Rosario Central.
  2. Pedro Henrique (zagueiro) – retornou ao Corinthians.
  3. Camacho (volante) – retornou ao Corinthians.
  4. Madson (lateral-direito) – vendido do Grêmio ao Santos.
  5. Thonny Anderson (meia) – vendido do Grêmio ao Bragantino.
  6. Bruno Nazário (meia) – fim do empréstimo do Hoffenheim e hoje está no Botafogo.
  7. Everton Felipe (meia) – fim do empréstimo do São Paulo e hoje está no Cruzeiro.
  8. Tomás Andrade (meia) – fim do empréstimo e hoje está no Argentinos Juniors.
  9. Braian Romero (atacante) – retornou ao Independiente.

FIM DE CONTRATO

  1. Marcelo Cirino (atacante) – não renovou e acertou com o Chongqing Lifan, da China.
  2. Bruno Rodrigues (atacante) – não renovou e está na Ponte Preta.
  3. Lucas Macanhan (goleiro) – não renovou e está no São Bento.
  4. Julian (meia) – rescisão de contrato.
  5. Crysan (atacante) – rescisão de contrato.
  6. Gabriel Poveda (atacante) – rescisão de contrato.

EMPRESTADOS

  1. Caio (goleiro) – emprestado ao Água Santa-SP.
  2. Nicolas (lateral-esquerdo) – emprestado ao Atlético-GO.
  3. Reginaldo (lateral-direito) – emprestado ao Atlético-GO.
  4. João Pedro (meia): emprestado ao Atlético-GO.
  5. Douglas Coutinho (atacante): emprestado o Operário-PR.
  6. Abner Felipe (lateral-esquerdo): emprestado ao Água Santa.
Vitinho - Athletico Paranaense - Toledo - Campeonato Paranaense

Pedrinho dá show e Athletico vence Toledo pelo Paranaense

Com grande atuação de Pedrinho, o Athletico Paranaense venceu o Toledo por 3 a 0 na tarde deste sábado (15), e voltou a vencer no Campeonato Paranaense.

O duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Paranaense foi realizado na Arena da Baixada, em Curitiba.

A vitória colocou o Athletico na terceira posição, três pontos abaixo do líder FC Cascavel. A equipe ainda pode ser ultrapassada pelo Operário, que atua neste domingo (16) contra o Paraná Clube.

Já o Toledo chegou a sua quarta derrota consecutiva na competição, ficando estacionado na décima posição com quatro pontos ganhos. Caso o Cascavel C.R. vença o Coritiba neste domingo, o Porco irá terminar a rodada na zona de rebaixamento.

O Toledo ainda segue tendo Zé Maria como técnico. A diretoria da equipe ainda não confirmou se o treinador continua até o fim do Campeonato Paranaense, mas antigo auxiliar perdeu os dois jogos que fez no comando do time.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo no sábado de Carnaval (22), pela oitava rodada do Campeonato Paranaense.

O Athletico recebe o Cascavel C.R., na Arena da Baixada, às 17h.

Já o Toledo tem o segundo “Clássico da Soja” na competição, às 18h, contra o FC Cascavel no Olímpico Regional.

SHOW DE PEDRINHO

Vitinho - Athletico Paranaense - Toledo - Campeonato Paranaense
Pedrinho ampliou sua marca de gols no Paranaense para seus bolas na rede, sendo o novo artilheiro da competição. (Geraldo Bubniak/AGB)

Mesmo com maior posse de bola, a primeira chance de gol do Athletico foi apenas aos 14 minutos. Léo Gomes arriscou da intermediária e a bola passou perto do poste direito.

Nova chance do Athletico aos 27 minutos. Breno Lopes recebeu na esquerda e tentou a finalização rasteira, mas Diego caiu bem e fez boa defesa.

Aos 28 minutos, foi a vez de Vinicius Mingotti quase balançar as redes. Jáderson cruzou na marca do pênalti e o atacante resvalou na bola, que passou à direita do gol.

O Toledo conseguiu responder na bola parada. Aos 28 minutos, Gustavo bateu escanteio da direita e Tomazi ganhou pelo alto e escorou perto do poste direito.

Jáderson quase marcou um belo gol aos 32 minutos. O atacante arriscou uma batida direta em cobrança de falta da direita e Diego teve que dar um tapa na bola e mandá-la para a linha de fundo.

Mas aos 34 minutos, o Athletico abriu o placar. Reinaldo buscou a finalização rasteira, Diego bateu roupa e Pedrinho apareceu livre para apenas empurrar a bola para o fundo das redes.

Ainda deu tempo do Athletico balançar o travessão da Arena da Baixada. Breno Lopes arriscou da entrada da área e a bola explodiu no poste.

Já aos 44 minutos, foi a vez do Toledo criar chance perigosa. Gustavo cobra falta fechada, Gabriel saiu mal do gol e Elson quase marcou de cobertura, mas a bola saiu por cima da meta.

O Athletico teve a chance de ampliar o placar logo aos quatro minutos do segundo tempo. Breno Lopes foi atropelado por Marcos na área e o árbitro assinalou a penalidade.

Jáderson bateu o pênalti a meia altura no canto esquerdo e Diego foi bem para espalmar. A bola ainda sobrou para o atacante, que acabou errando o domínio e perdendo novamente a chance de balançar as redes.

Mas aos sete minutos, Pedrinho balançou novamente as redes. Reinaldo lançou Vinicius Mingotti -em posição de impedimento, e o atacante cruzou rasteiro para Pedrinho apenas completar para as redes.

Vinicius Mingotti quase ampliou o placar aos 35 minutos.  Jajá fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para o atacante pegar de primeira e mandar a bola perto do travessão.

Só que o show de Pedrinho ainda não tinha acabado. O atacante recebeu na entrada da área, fintou dois marcadores e acertou o ângulo direito para marcar um lindo gol na Arena da Baixada.

athletico-pr cascavel paranaense

Athletico-PR perde para o FC Cascavel, líder do Campeonato Paranaense 2020

O Athletico-PR perdeu por 1 a 0 para o FC Cascavel, líder do Campeonato Paranaense 2020, neste domingo (9). 3.400 pessoas acompanharam o duelo, válido pela sexta rodada, no estádio Arnaldo Busato.

Os donos da casa acertaram duas bolas na trave do Furacão, com Oberdan e Quaresma. Porém, o atacante Magno definiu o quinto triunfo seguido da Serpente aos 44 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Athletico aparece na quinta posição do Paranaense 2020 com 12 pontos. O Operário, que venceu o PSTC, foi a 13 e é o terceiro colocado, enquanto o Coritiba aparece no segundo lugar com 14 pontos.

Por fim, o FC Cascavel chega aos 15 pontos e volta a liderar o Estadual já que o Coxa tinha assumido a liderança provisoriamente após golear o União.

O Athletico se prepara agora para receber o Toledo. O duelo está marcado para o próximo sábado (15), às 17h, na Arena da Baixada. Já no domingo (16), o time principal do Furacão encara o Flamengo na Supercopa do Brasil.

Já o FC Cascavel terá uma semana de preparação antes de visitar o Rio Branco. O jogo acontece no domingo (16), às 16h, na Estradinha.

ATHLETICO SOFRE, MAS SAI COM O EMPATE

O Athletico finalizou mais no primeiro tempo, mas quem esteve mais perto de marcar foi o FC Cascavel. A Serpente assustou com Paulo Sérgio, mas o goleiro Anderson defendeu. Depois, Ramon chutou de fora da área e Raul também trabalhou bem. Por fim, nos acréscimos, os donos da casa viram o chute de Oberdan acertar a trave.

Na etapa final, o FC Cascavel controlou o jogo. Logo aos dois minutos, Quaresma tabelou com Tocantins e carimbou a trave rubro-negra.

A resposta do Athletico veio aos 11 minutos, mas o goleiro Raul trabalhou bem. Ele espalmou o chute de Pedrinho e defendeu o rebote de Boselli.

Depois, Adenílson soltou uma pancada e a bola tirou tinta da trave. Já Quaresma arriscou e exigiu boa defesa de Anderson.

Aos 27, o Cascavel desperdiçou outra chance. Tocantins acelerou pela esquerda e cruzou rasteiro para Paulo Sérgio isolar pela linha de fundo.

No final, já aos 44, Magno decretou o triunfo. O atacante, que saiu do banco de reservas, recebeu o lançamento e driblou Danilo Boza antes de acertar um chutaço e incendiar a torcida da Serpente.

Athletico Paranaense - Paraná Clube - Campeonato Paranaense

Paraná empata nos acréscimos e freia estreia do elenco titular do Athletico

Com a estreia do elenco titular em um jogo oficial na temporada, o Athletico Paranaense cedeu empate nos acréscimos para o Paraná Clube por 1 a 1 na noite deste domingo (2), e perdeu a chance de retomar a liderança do Campeonato Paranaense.

O duelo válido pela quinta rodada do Campeonato Paranaense foi realizado na Arena da Baixada, em Curitiba, com 14.903 torcedores presentes.

Novo titular da zaga com a saída de Léo Pereira, Lucas Halter marcou o gol do Athletico, enquanto Marcelo empatou para o Paraná Clube.

O empate deixou o Athletico com dez pontos, dois abaixo que o líder FC Cascavel, na terceira colocação do Paranaense.

Já o Paraná Clube a seu terceiro jogo sem vitória, mas subiu para a oitava posição, com cinco pontos ganhos.

Nos bancos de reserva, a partida também teve marcas importantes. Enquanto Dorival Júnior teve sua estreia em jogos oficiais como comandante do Athletico, Lúcio Flávio substituiu o suspenso Allan Aal e fez seu primeiro jogo como treinador no futebol profissional.

PRÓXIMOS JOGOS

Dorival Júnior - Athletico Paranaense - Paraná Clube - Campeonato Paranaense
Dorival Júnior acena para a torcida em seu primeiro jogo como técnico na Arena da Baixada. (Geraldo Bubniak/AGB)

As equipes voltam a campo neste domingo (9), pela sexta rodada do Campeonato Paranaense.

O Athletico tem o confronto de líderes contra o F.C. Cascavel, no Olímpico Regional, às 16h.

Já o Paraná Clube recebe o Cianorte, às 18h, na Vila Capanema, em Curitiba.

REFORÇO NA ÁREA

Guilherme Biteco - Athletico Paranaense - Paraná Clube - Campeonato Paranaense
Guilherme Biteco (de camiseta preta, na última fileira) foi jogador do Paraná Clube entre 2017 e 2018. (Geraldo Bubniak/AGB)

Quem acompanhou o duelo junto da torcida visitante na Arena da Baixada foi o meia Guilherme Biteco. O meio campista está se recuperando fisicamente e clinicamente no Paraná Clube e pode ser anunciado como reforço da equipe paranista para o restante na temporada.

Biteco teve sua melhor fase na carreira junto do Paraná Clube nas temporadas de 2017 e 2018, quando em 27 jogos marcou quatro gols com a camisa paranista.

DOMÍNIO RUBRO-NEGRO, CASTIGO TRICOLOR

Lucas Halter - Athletico Paranaense - Paraná Clube - Campeonato Paranaense
Lucas Halter aguarda possível transferência de Robson Bambu para assumir a posição de titular. (Geraldo Bubniak/AGB)

O Athletico marcou o seu gol logo aos dois minutos. Marquinhos Gabriel bateu escanteio da esquerda, Erick ajeitou de cabeça e a zaga do Paraná Clube falhou no corte. A bola sobrou para Lucas Halter que emendou de primeir e marcou um belo gol na Arena da Baixada.

A pressão do Athletico continuou e Léo Cittadini quase ampliou o placar aos sete minutos. Nikão cruzou da direita e o volante chegou a resvalar na bola, mas não conseguiu acertar a meta.

Erick levou perigo a meta do Paraná Clube aos 26 minutos. O volante arriscou da intermediária e Marcos voou para espalmar para a linha de fundo.

Marcos salvou o Paraná Clube novamente aos 39 minutos. Nikão cruzou na medida para Bissoli e o atacante testou firme para o goleiro paranista espalmar a bola no canto esquerdo.

No escanteio, Erick desviou a cobrança no primeiro poste e Marcos novamente teve que realizar grande intervenção para salvar o Paraná Clube.

Logo no primeiro tempo do segundo tempo, Márcio Azevedo ficou perto de ampliar o placar. O lateral avançou pela esquerda e cruzou muito fechado, quase surpreendendo Marcos, que teve que dar um tapa na bola e ceder o escanteio

Léo Cittadini voltou a levar perigo aos três minutos. O meia arriscou falta da intermediária e Marcos espalmou para a linha de fundo.

Mas o Paraná Clube castigou o Athletico pelas suas chances perdidas. Aos 45 minutos, Raphael Alemão recebeu na área, fez o pivô para Marcelo e o atacante bateu cruzado para empatar o jogo.

Athletico Paranaense - Cianorte - Campeonato Paranaense

Cianorte vence e encerra a invencibilidade do Athletico no Paranaense

Com um segundo tempo arrasador, o Cianorte buscou a virada por 3 a 1 contra o Athletico Paranaense na noite desta quinta-feira (30), encerrando a invencibilidade do líder do Campeonato Paranaense.

Quem também teve sua invencibilidade encerrada foi o técnico Eduardo Barros. Somando os jogos da reta final do Campeonato Brasileiro de 2019 e o início do Paranaense deste ano, o treinador estava em uma série de 11 jogos sem derrota.

O duelo válido pela quarta rodada do Campeonato Paranaense foi realizado no Albino Turbay, em Cianorte.

Danilo Boza abriu o placar para o Athletico, enquanto Rodrigo Alves (duas vezes) e Buba viraram para o Cianorte.

O Cianorte subiu para a quinta posição com sete pontos ganhos com a vitória. Já o Athletico segue na liderança, empatado com nove pontos com o FC Cascavel, mas com a vantagem nos gols marcados (5 a 3).

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste domingo (2), pela quinta rodada do Campeonato Paranaense.

Já o Cianorte viaja para Ponta Grossa para encarar o Operário no Germano Krüger, às 16h.

Já o Athletico Paranaense tem clássico contra o Paraná Clube, às 18h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

No clássico, o técnico Dorival Júnior já confirmou que irá usar o elenco principal do Athletico pela primeira vez em um jogo oficial na temporada.

O JOGO

Danilo Boza - Athletico Paranaense  - Cianorte - Campeonato Paranaense
Danilo Boza comemora o único gol do Athletico Paranaense na partida. (Reprodução/Twitter Athletico Paranaense)

A primeira chance do jogo foi do Athletico aos seis minutos. Kleiton fez boa jogada na linha de fundo e cruzou fechado. A bola passou por toda a área e ninguém chegou para mandar para as redes.

O Cianorte respondeu aos 21 minutos. Rodrigo Alves errou o domínio na área, mas a bola sobrou para Eduardo Menezes que finalizou rasteiro para grande defesa de Anderson junto ao poste direito.

Aos 29 minutos, foi a vez de Rodrigo Alves levar perigo. O atacante avançou pelo meio e finalizou perto do poste esquerdo.

Só que quem abriu o placar foi o Athletico aos 32 minutos. Denner cobrou escanteio da direita, Kleiton escorou para o meio da área e Danilo Boza completou para o fundo das redes.

O Cianorte voltou melhor para o segundo tempo e buscou o empate logo aos dez minutos. Rodrigo Alves foi lançado, Anderson saiu de forma atrapalhada e o atacante apenas tirou do goleiro para balançar as redes.

O Athletico tentou responder aos 16 minutos. Denner cobrou escanteio da direito, Kleiton escorou para o segundo poste e Elias Carioca cabeceou perto do poste esquerdo. Lance muito parecido com o que originou o gol do Furacão.

Mas no minuto seguinte, França avançou pela direita e foi atropelado por Jaderson na área. Pênalti assinalado para o Cianorte, que Rodrigo Alves bateu firme no canto direito, Anderson chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol da virada.

Os gols deixaram o Athletico atordoado em campo e aos 20 minutos, Buba foi lançado entre os zagueiros e cara a cara com Anderson, tirou do goleiro para marcar o terceiro gol do Cianorte.

A bola parada seguiu sendo a principal arma ofensiva do Athletico. Aos 32 minutos, Elias Carioca bateu falta da intermediária no travessão e quase marcou um belo gol no Albino Turbay.

Aos 37 minutos, o Athletico chegou novamente e um escanteio da direita. Após a cobrança, Danilo Boza escorou para o gol e Maurício Barbosa tentou cortar, mas pegou mal na bola, que passou perto do poste esquerdo.

Léo Pereira - Athletico Paranaense - Flamengo - zagueiro

Léo Pereira declara em vídeo que está se transferindo para o Flamengo

O zagueiro Léo Pereira declarou em um vídeo que está se transferindo para o Flamengo. A equipe carioca postou em suas redes sociais uma fotografia com a imagem do atleta cortada, dando a entender que a negociação está fechada.

Segundo o jornalista da ESPN Brasil Mauro Cezar Pereira, o Athletico receberá cerca de 6 milhões de euros pela venda do jogador de 23 anos.

O vídeo com Léo Pereira foi postado primeiramente pela repórter Raisa Simplício do Goal Brasil.

Léo Pereira está desde 2010 no Athletico Paranaense, tendo disputado 108 jogos e nove gols com a equipe profissional. Antes de se firmar no time principal, o zagueiro foi emprestado para Náutico, Guaratinguetá e Orlando City, dos Estados Unidos.

Com o Furacão, o zagueiro conquistou os títulos do Campeonato Paranaense e a Copa Sul-Americana em 2018 e também a Copa do Brasil em 2019.

Suas atuações no Athletico levaram o zagueiro para as seleções brasileiras de base, tendo disputado seu último jogo com a equipe sub-21 em 2014, à época comanda por Alexandre Gallo.

No Flamengo, Léo Pereira chega para suprir a possível saída do espanhol Pablo Marí para o Arsenal, da Inglaterra. O zagueiro irá brigar posição com Rodrigo Caio e Gustavo Henrique na equipe carioca.

Já o Athletico Paranaense fica com Thiago Heleno, Robson Bambu, Lucas Halter e Zé Ivaldo como opções de zagueiros entre os profissionais, além de Walber e Wesley na equipe de aspirantes.

tiago nunes athletico processo

Athletico lamenta processo de Tiago Nunes e diz que cumpriu todas as suas obrigações

O Athletico Paranaense soltou uma nota em seu site oficial declarando que não deve nada ao técnico Tiago Nunes, atualmente no Corinthians. O treinador de 39 anos entrou na Justiça para cobrar mais de R$ 1 milhão do Furacão. Ele alega que não recebeu a bonificação pelo título da Copa do Brasil em 2019 e outros direitos trabalhistas. Contudo, o clube alega que ‘cumpriu todas as obrigações contratuais’.

“O Club Athletico Paranaense esclarece que absolutamente todas as obrigações legais e contratuais com o profissional foram cumpridas com o rigor de praxe”, diz a nota.

O clube também alega que Tiago Nunes era contratado como pessoa jurídica. Portanto, na visão do Athletico, o técnico não teria direito de férias ou 13º. Além disso, também diz que os documentos presentes no processo estão sem assinatura por parte do Rubro-Negro.

Por fim, o Athletico diz que a defesa de Tiago Nunes deveria ter pedido segredo de justiça no processo para não constranger o clube. “O Athletico lamenta profundamente o ocorrido e adotará todas as medidas jurídicas cabíveis para reparar todos os transtornos causados à Instituição, aos atletas e aos colaboradores”, conclui o texto.

TIAGO NUNES x ATHLETICO

A relação entre o técnico e clube desandou em uma reunião no início de novembro, quando Tiago Nunes não quis renovar o contrato para 2020. Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo, optou pelo desligamento imediato do treinador, o que impediu que Tiago comandasse a equipe nas oito rodadas finais do Campeonato Brasileiro.

Depois disso, o Athletico soltou uma nota em seu site que atacava Tiago Nunes. “A memória é curta no futebol. Tiago Nunes esqueceu muito rápido que poucos meses atrás treinava o time Sub-19 do Furacão. Gratidão é a voz do coração”, diz um trecho da mensagem.

No dia seguinte, Tiago lamentou o texto e disse que já esperava o tom da mensagem. “Se existia tanto rancor, não seria o momento de permanecer”, retrucou.

Ele deu entrevista em um hotel de Curitiba após o Athletico negar suas dependências (CT do Caju e Arena da Baixada) para realizar a coletiva. Dias depois, ele acabou sendo anunciado como técnico do Corinthians.

tiago nunes athletico corinthians

Tiago Nunes entra com processo e cobra mais de R$ 1 milhão do Athletico

Tiago Nunes entrou com uma ação judicial contra o Athletico Paranaense para cobrar valores de premiações no período que esteve à frente do clube. A quantia cobrada pelo atual técnico do Corinthians é R$ 1.159.177,31.

O técnico alega que seu contrato com o Athletico previa, por exemplo, R$ 500 mil de bonificação caso alcançasse o título da Copa do Brasil em 2019. Além disso, ainda declara que ficou sem registro de trabalho por seis meses. O valor total ainda conta com valores de contrato de imagem, férias, 13º salário e multa do artigo 477 da CLT.

O Athletico está ciente da ação desde a semana passada, mas ainda não foi notificado de forma oficial. 

Tiago levou o Furacão ao título da Copa do Brasil e da Levain Cup ano passado após ter conquistado o Campeonato Paranaense e a Copa Sul-Americana em 2018, ainda como interino.

Contudo, a relação entre técnico e clube desandou em uma reunião no início de novembro, quando Tiago Nunes não quis renovar o contrato para 2020. Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo, optou pelo desligamento imediato do treinador, o que impediu que Tiago comandasse a equipe nas oito rodadas finais do Campeonato Brasileiro.

Depois disso, o Athletico soltou uma nota em seu site que atacava Tiago Nunes. “A memória é curta no futebol. Tiago Nunes esqueceu muito rápido que poucos meses atrás treinava o time Sub-19 do Furacão. Gratidão é a voz do coração”, diz um trecho da mensagem.

No dia seguinte, Tiago lamentou o texto e disse que já esperava o tom da mensagem. “Se existia tanto rancor, não seria o momento de permanecer”, retrucou.

TIAGO NUNES x PETRAGLIA

tiago nunes corinthians athletico
Tiago Nunes durante sua apresentação no Corinthians. (Marcello Zambrana/Agif/Folhapress)

No dia 19 deste mês, o Esporte Espetacular veiculou uma entrevista exclusiva feita com Tiago Nunes. O treinador ressaltou que ficou magoado pelo texto publicado no site do Athletico, mas que esperava uma reação nesse tom de Petraglia.

“Fiquei chateado com a nota que foi emitida, mas não esperava nada diferente do presidente do Conselho [Mario Celso Petraglia], até porque é algo que já é histórico. Como já aconteceu com outras pessoas que lá estiveram, sempre que você diz ‘não’ ao presidente, você acaba saindo como o anti-herói”, avaliou Nunes.

Além disso, Nunes ressaltou que defendeu Petraglia em alguns momentos de sua passagem no clube. O homem-forte do Furacão foi criticado pela torcida por causa da “torcida única” utilizada na Arena da Baixada.

“Quando cheguei ao Athletico, o presidente era xingado pelo torcedor em todos os momentos do jogo, inclusive eu publicamente algumas vezes fui defendê-lo e pedir que o torcedor não fizesse isso. O tempo passou, a gente conquistou, mudou o time daquela situação incômoda. Criei um vínculo de amor com o Athletico-PR, principalmente com o torcedor e muitos colaboradores. Tenho uma gratidão genuína e deixamos um legado muito bonito lá”, completou.

bruno guimarães athletico lyon

Bruno Guimarães acerta com o Lyon e se torna a maior venda da história do Athletico

Bruno Guimarães vai defender o Lyon, da França. O negócio foi confirmado pelo empresário do atleta, Alexis Malavolta, à reportagem nesta sexta-feira (24) após a informação ser publicada pelo repórter André Hernan, do SporTV. Dessa forma, o meio campista não voltará a atuar pelo Athletico Paranaense.

Atlético de Madrid, da Espanha, e Arsenal, da Inglaterra, eram outros clubes interessados na contratação do jogador de 22 anos. Contudo, o projeto do clube francês agradou mais o atleta e seu staff.

Bruno viajará para a França após a disputa do Torneio Pré-Olímpico, onde está com a seleção brasileira. As duas melhores seleções garantem vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio e o Brasil vai liderando o Grupo B com seis pontos.

Ou seja, o último jogo de Bruno Guimarães pelo Athletico foi no dia 4 de dezembro, na penúltima rodada do Brasileirão 2019. Na ocasião, o Rubro-Negro venceu o Santos por 1 a 0 e Bruno, já em tom de despedida, discursou aos torcedores após o apito final.

MAIOR VENDA DA HISTÓRIA DO ATHLETICO

Os valores não foram confirmados pelo staff do jogador e nem pelo Lyon, mas a expectativa é que o clube francês desembolse 25 milhões de euros, algo em torno de R$ 115 milhões na cotação atual. Além disso, o Furacão fica com 20% dos direitos do atleta para uma possível revenda.

A venda de Bruno Guimarães é a maior da história do Athletico. Até então, a transferência do lateral esquerdo Renan Lodi para o Atlético de Madrid, por 20 milhões de euros, estava no topo.

Quem fecha o top3 é o atacante Lucas, negociado com o Rentistas, do Uruguai, em 2000 por R$ 13,3 milhões.

BRUNO GUIMARÃES

bruno guimarães athletico flamengo atlético de madrid
Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Bruno Guimarães foi um dos destaques do futebol brasileiro nos últimos dois anos. Relevado pelo Audax, de São Paulo, chegou ao Athletico Paranaense no final de 2017 e aproveitado por Tiago Nunes no time de aspirantes que venceu o título estadual do ano seguinte. Após a demissão do técnico Fernando Diniz, Bruno passou a ser utilizado na equipe principal e se tornou peça fundamental na conquista da Copa Sul-Americana 2018.

Ele também foi importante no título da Copa do Brasil no ano passado, marcando o gol da primeira final contra o Internacional. Em grande nível, ele chegou à seleção do Campeonato Brasileiro.

LYON

O Lyon é o atual sétimo colocado no Campeonato Francês, com 29 pontos – três a menos que o Nantes, primeiro clube na zona de classificação para a Liga dos Campeões da próxima temporada.

Contudo, o time está nas oitavas de final da atual Champions e se prepara para enfrentar a Juventus, da Itália. O jogo da ida está marcado para o final de fevereiro.

Atualmente, o Lyon conta com outros quatro jogadores brasileiros: o lateral Rafael, o zagueiro Marcelo e os meio campistas Thiago Mendes, ex-São Paulo, e Jean Lucas, ex-Santos.

O técnico da equipe é o francês Rudi Garcia, enquanto Juninho Pernambucano, ídolo do clube, é o diretor desportivo.

Athletico Paranaense - PSTC - Campeonato Paranaense

Athletico vence PSTC e continua invicto em busca do tricampeonato

Em um jogo disputado, o Athletico Paranaense conseguiu vencer o PSTC por 1 a 0 nesta quarta-feira (22), e se manteve invicto em busca do tricampeonato paranaense.

O duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Paranaense foi realizado na Arena da Baixada.

O gol da vitória do Athletico foi marcado por Cristian.

A vitória deixa o Athletico com seis pontos em duas rodadas, enquanto o PSTC segue sem somar pontos em seu retorno a elite do Campeonato Paranaense

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste final de semana pela terceira rodada do Campeonato Paranaense.

O Athletico recebe o Londrina neste sábado (25), às 17h, na Arena da Baixada.

Já o PSTC recebe o Toledo no Ubirajara Medeiros, neste domingo (26), às 16h.

O JOGO

O primeiro tempo de jogo foi muito disputado, mas com poucas chances criadas pelas duas equipes.

A melhor chance de perigo foi do PSTC aos 26 minutos. Em cobrança de falta, Léo Couto mandou a bola com efeito perto do travessão de Anderson.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo o PSTC quase abriu o plcar. Grafite avançou pela esquerda e cruzou para Leandro, que escorou em direção ao segundo poste. Gerônimo chegou atrasado e perdeu grande chance.

O Athletico teve sua primeira chance de perigo aos 18 minutos. Cristian fez bela jogada e deixou Pedrinho livre na área, mas o atacante pegou mal na bola e perdeu grande oportunidade.

Só que aos 27 minutos, Cristian não desperdiçou sua oportunidade. O volante recebeu na esquerda, puxou para o centro e finalizou no ângulo direito para marcar um belo gol na Arena da Baixada.