Atlético Goianiense - Londrina - Campeonato Brasileiro Série B

Londrina perde para Atlético Goianiense e pode entrar na Z-4

Com mais uma atuação abaixo da média, o Londrina foi facilmente nos acréscimos por 2 a 1 pelo Atlético Goianiense, na noite desta terça-feira (5), e pode entrar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B.

O duelo válido pela 33ª rodada da Série B foi realizado no Antônio Accioly, em Goiãnia.

Os gols do Atlético Goianiense foram marcados por Aylon e Rodrigo Rodrigues, enquanto Uelber anotou o tento do Londrina.

A vitória recolocou o Atlético Goianiense na terceira posição da Série B, com 54 pontos ganhos, e ultrapassou o Coritiba. A vantagem da equipe para o América Mineiro, primeira equipe fora do G-4 é de quatro pontos.

Já o Londrina precisa que o Figueirense não vença o Vila Nova em Florianópolis, para não ingressar na zona de rebaixamento da competição.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo neste final de semana, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Londrina recebe o América Mineiro no Estádio do Café, nesta sexta-feira (8), às 20h30.

Enquanto o Atlético Goianiense viaja para Maceió para encarar o CRB, neste sábado (9), às 19h.

O JOGO

A primeira chance de gol foi do Atlético Goianiense. Pedro Raul recebeu na entrada e finalizou perto do poste esquerdo.

O Londrina respondeu aos sete minutos. Higor Leite bateu falta da entrada da área e obrigou Mauricio Kozlinski a se esticar para espalmar a bola no canto direito baixo.

Nova chance do Atlético Goianiense aos 12 minutos. Moacir avançou pelo meio, mas foi desarmador. A bola sobrou para Mike, que de primeira, mandou a bola perto do travessão.

Aos 15 minutos, César teve que trabalhar para salvar o Londrina. Pedro Raul bateu firme de fora da área e o goleiro se esticou para espalmar a bola.

Mas aos 19 minutos, Augusto derrubou Aylon na área e o árbitro marcou pênalti para o Atlético Goianiense. Só que Mike foi para a cobrança e César defendeu a penalidade no canto esquerdo.

O Atlético Goianiense quase marcou novamente aos 25 minutos. Oliveira cabeceou no primeiro poste e acertou o travessão de César.

Só que no primeiro minuto do segundo tempo, o Atlético Goianiense não desperdiçou sua oportunidade. Jonathan cruzou da direita e Aylon cabeceia no primeiro poste. A bola quicou no gramado e entrou no canto direito de César.

O Atlético Goianiense quase ampliou aos 12 minutos. Mike recebeu na entrada da área e finalizou perto do poste esquerdo.

O Londrina voltou a criar uma chance aos 20 minutos. Felipe Vieira bateu escanteio e Higor Leite desvia no primeiro poste. A bola saiu perto do travessão.

César teve nova intervenção aos 27 minutos. Nicolas cobrou falta com efeito e César conseguiu salvar a bola que entraria no ângulo esquerdo.

Mas o Londrina conseguiu empatar o duelo aos 42 minutos. Felipe Vieira arremessou lateral na área, a bola quicou e Uelber tentou o desvio na saída de Mauricio Kozlinski. O goleiro tentou dar um tapa na bola e mandou ela para dentro do gol.

Só que o Atlético Goianiense continuou na pressão e garantiu a vitória aos 46 minutos. Matheuzinho bate falta na barreira e a bola ganha efeito. César tentou cortar, mas a bola ficou viva e sobrou para Rodrigo Rodrigues, que apenas empurrou para o fundo das redes.

Operário - Atlético Goianiense - Campeonato Brasileiro Série B

Operário empata com Atlético Goianiense e fica vivo na briga pelo acesso

Mesmo com um futebol abaixo do esperado, o Operário buscou empate nos minutos finais em 1 a 1 com o Atlético Goianiense, na noite desta sexta-feira (1), e se manteve vivo na briga pelo G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

O gol do Atlético Goianiense foi marcado por Pedro Raul, enquanto Alisson empatou para o Operário.

O duelo válido pela 32ª rodada da Série B foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa.

O empate manteve o Operário na oitava posição, seis pontos atrás do Atlético Goianiense, atual quarto colocado da Série B.

Já o Atlético Goianiense perdeu a terceira posição para o Coritiba e ficou com três pontos de vantagem para o América Mineiro, primeira equipe fora do G-4 da Série B.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo na próxima terça-feira (5), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Atlético Goianiense recebe o Londrina no Antônio Accioly, às 19h15.

Enquanto o Operário recebe o Criciúma no Germano Krüger, às 20h30.

O JOGO

Logo no primeiro minuto, o Operário quase abriu o placar. Após bola rebatida na pequena área, Mauricio Kozlinski precisou sair da meta para evitar remate de Felipe Augusto. O rebote ficou com Marcelo, que acabou por finalizar em cima de Gilvan.

O Atlético Goianiense respondeu aos 11 minutos. Nicolas bateu falta da intermediária e a bola passou perto do travessão.

Nova chance do Atlético Goianiense aos 20 minutos. Nicolas bateu escanteio da direita e Gilvan ganhou da marcação para cabecear firme e Rodrigo Viana fez firme defesa.

O Operário teve nova chance aos 28 minutos. Lucas Batatinha recebeu na entrada da área e finalizou cruzado para Mauricio Kozlinski espalmar.

Aos 32 minutos, nova chance do Atlético Goianiense. Aylon fez jogada pela esquerda e cruzou para trás. Mike se antecipou a marcação e acertou o poste direito.

A pressão do Atlético Goianiense continuou e aos 37 minutos a equipe teve outra chance clara de gol. Aylon bateu escanteio da esquerda e Rodrigo Viana não conseguiu afastar. A bola caiu com Gilvan, que com a meta aberta mandou por cima do travessão.

A primeira chance de perigo do segundo tempo foi do Atlético Goianiense aos 17 minutos. Pedro Raul foi lançado e finalizou cruzado perto do poste esquerdo.

Mas aos 19 minutos, o Atlético Goianiense não desperdiçou sua oportunidade. Novamente Pedro Raul é lançado, ganha na dividida de Índio e na frente de Rodrigo Viana, desloca o goleiro para abrir o placar.

O Operário quase empatou aos 28 minutos. Mailton recebeu na direita e finalizou firme no travessão.

Nova chance do Operário aos 35 minutos. Mailton foi para a linha de fundo e cruzou rasteiro para a pequena área. A bola passou por três jogadores do Fantasma antes de sair pela lateral.

A situação piorou para o Operário aos 41 minutos. Após falta no meio de campo, Edson Borges recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida.

Só que aos 43 minutos, o Operário foi buscar o empate. Após bola rebatida na área, Alisson bateu cruzado e Mauricio Kozlinski deixou a bola passar por baixo dele e tomou um “frango” no Germano Krüger.

No último lance do jogo, o Operário ainda teve a chance da virada. Jean Carlo bateu falta direto e a bola passou perto do travessão.

coritiba atlético-go

No Couto, Coritiba perde para Atlético-GO e vê G4 ameaçado

O Coritiba perdeu para o Atlético-GO, por 2 a 1, no Estádio Couto Pereira, na manhã deste domingo (8), pela 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O cenário, com dia ensolarado e apoio de mais de 17 mil torcedores, era perfeito para o alviverde garantir os três pontos e se firmar no G4, mas o time não conseguiu fazer valer o fator casa.

Com o resultado, o Coxa permanece com 34 pontos, agora na quarta posição, apenas dois pontos a mais que o Operário, quinto colocado. Já o Atlético-GO subiu para vice-liderança, com 37 pontos. O líder da competição é o Bragantino, com 41 pontos.

Na próxima rodada, o Coritiba encara o Londrina, no sábado (14), às 11h (de Brasília), no Estádio do Café.

O JOGO

O Coritiba iniciou a partida tomando um susto logo de cara com gol do Atlético-GO, aos três minutos. Jorginho cruzou para Moacir, na entrada da área. O volante chutou, a bola desviou em Sabino e enganou Alex Muralha.

Depois disso, a partida seguiu no toma lá da cá. Pedro Raul arriscou pelo Dragão, enquanto Rodrigão tentava pelo Coxa.

Aos 15, o time visitante quase ampliou. Gilvan mandou uma bomba da linha da grande área e acertou o travessão de Muralha.

Pelo lado coxa-branca, Giovani e Thiago Lopes tentaram, mas sem sucesso. E, em uma das melhores chances do alviverde na primeira etapa, Rodrigão desperdiçou. O atacante, na cara do gol, chutou para defesa de Kozlinski. No rebote, o próprio Rodrigão mandou para fora.

Na volta do intervalo, o Coritiba retornou disposto a mudar o cenário, porém não deu muito certo.

Aos 28, o Dragão fez o segundo gol. Reginaldo cruzou, Alex Muralha defendeu, e Rodrigo Rodrigues, mandou para o fundo das redes no rebote.

Aos 35, o Coxa conseguiu diminuir com Rafinha. Rodrigão lançou para Nathan, que dividiu com o goleiro do Dragão. A bola sobrou para Rafinha, que mandou para fazer 2 a 1.

Depois do gol, o alviverde tentou uma pressão, só que não teve êxito.

Para finalizar a manhã ruim, aos 45, o Coxa ficou com um a menos, depois Matheus Sales foi expulso por falta em André Castro.

Paraná e Atlético-GO terminam no zero a zero na Vila Capanema

Paraná e Atlético-GO ficaram no zero a zero nesta terça-feira (20) em jogo pela 17ª rodada da Série B do Brasileirão. A partida foi disputada na Vila Capanema, com público total de 2.256 pessoas.

O jogo começou com o Atlético-GO mais ativo e com mais chances. O Paraná reagiu no final do primeiro tempo, mas nenhum dos times marcou. O segundo tempo, marcado por várias trocas de jogadores, teve mais chances para o Tricolor, mas também terminou sem gols e com protestos da torcida.

Com o resultado, o Paraná segue na 10ª colocação, com 24 pontos. Já são seis jogos sem vencer. Já o Atlético-GO segue em terceiro, com 29 pontos.

O Paraná agora joga no sábado (24) contra o Bragantino no Durival Brito, às 11h. O Atlético-GO enfrenta o Brasil de Pelotas na sexta-feira (23) no Antônio Accioly, às 19h15.

Após vitórias nas estreias, Coritiba e Atlético-GO empatam

O Atlético-GO e Coritiba empataram em 1 a 1 nesta sexta-feira (3), no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO), pela segunda rodada da Série B. Os dois times vieram vitoriosos dos seus jogos de estreia. O Atlético-GO venceu o São Bento por 3 a 1 e o Coritiba venceu o Ponte Preta por 2 a 0 no Couto Pereira.

O Coxa marcou o primeiro gol aos 15 minutos do primeiro tempo. Após uma cobrança de escanteio, Rodrigão marcou de cabeça. Aos 45 minutos, o Atlético-GO respondeu: Jonathan chutou no ângulo e empatou.

Com o resultado, ambos os times somam quatro pontos, o Atlético-GO ocupa a terceira posição na tabela e o Coritiba a quarta.

Próximos jogos

Na quinta-feira (9), o Coritiba enfrenta o Londrina no Couto Pereira, às 21h30. O Atlético-GO joga contra o Bragantino no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), na sexta-feira (10), às 19h15.

Atlético-GO vence o São Bento e continua na briga pelo G4

O Atlético-GO fez o seu dever de casa para continuar vivo na busca por uma vaga na Série A do ano que vem. Pela 37ª rodada da competição, o Dragão venceu o São Bento, por 1 a 0, neste sábado (16), em Goiânia.

O time goiano partiu para cima e abriu o placar aos 24 minutos com André Luis. Além disso, a equipe ficou com a vantagem numérica de jogadores após o meia Roni, do São Bento, ser expulso aos 30 minutos.

Na volta do intervalo a pressão continuou. Logo aos três minutos, João Paulo arriscou e obrigou Henal a fazer boa defesa.

Aos oito, Renato Kayzer balançou as redes do Azulão, mas a arbitragem assinalou impedimento no lance.

Procurando ampliar, o Atlético-GO por pouco não chegou ao segundo gol, quando Gilvan cabeceou bola na trave do São Bento. No fim, aos 45, o Azulão ainda teve a chance de empatar, mas Cléo Silva desperdiçou boa oportunidade de gol, mandando a bola por cima da meta do Dragão.

O resultado coloca o Atlético-GO em sexto na tabela, com 56 pontos. Já o São Bento, segue na 12ª posição, com 46 pontos, sem riscos de rebaixamento.

 

Brasil de Pelotas goleia o Vila Nova; Atlético-GO e Avaí empatam

Além da vitória do Londrina em cima do Criciúma, outros dois jogos foram disputados às 19h15, desta terça-feira (6), pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro: o Brasil de Pelotas goleou o Vila Nova e Atlético-GO e Avaí empataram.

No Bento de Freitas, o Brasil não deu chances ao Vila e aplicou uma goleada por 5 a 0. Superior desde o início da partida, o time gaúcho abriu o placar ainda na primeira etapa, aos 41 minutos, com Éder Sciola. Na volta do intervalo, Welinton Júnior ampliou a vantagem aos 10 minutos. Sete minutos depois, Lourency fez o terceiro e encaminhou a vitória. Aos 29, o artilheiro da noite Welinton Júnior brilhou novamente e fez 4 a 0. Aos 41, Michel deixou o dele e fechou o marcador em 5 a 0. Com a goleada, o Brasil de Pelotas chegou a 43 pontos, ultrapassou o rival da noite (42) e, na 14ª posição, se afastou da zona de rebaixamento.

Brigando pelo acesso, Atlético-GO e Avaí entraram em campo no Antônio Accioly. Após um início equilibrado, o Leão da Ressacada marcou com Rodrigão aos 41 minutos e foi para o intervalo com a vitória parcial, 1 a 0. A reação do Dragão veio aos 20 minutos do segundo tempo com Renato Kayser, que deixuo tudo igual, 1 a 1. Aos 35, a equipe catarinense voltou a liderar o placar. Com categoria, Renato tocou na saída do goleiro e fez 2 a 1. Na reta final, aos 42 minutos, Júlio Cesar cobrou pênalti e decretou o empate em 2 a 2. Com a igualdade, o Avaí ocupa a quarta posição com 57 pontos, cinco a mais que o Atlético-GO, sexto colocado.

Fortaleza vence Atlético-GO e garante acesso à Série A

O Fortaleza está na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Com quatro rodadas de antecedência, o time cearense abriu 12 pontos para o Vila Nova, o quinto colocado e, por conta do maior número de vitórias, não pode mais ser alcançado, garantindo, no mínimo a quarta posição da competição e o acesso à Séria A do Brasileirão.

O acesso, 12 anos depois da última participação na elite do Campeonato Brasileiro, veio após uma vitória fora de casa, diante do Atlético Goianiense, por 2 a 1. Depois de vários anos de sofrimento, com rebaixamento até para a Série C, o time consegue dois acessos seguidos e salta, em dois anos da terceira para a primeira divisão. O acesso ainda é mais festejado porque veio no ano do centenário do clube. É o primeiro trabalho bem sucedido do ex-goleiro Rogério Ceni como treinador de futebol.

Na partida deste sábado, Gustavo, o Gustagol, abriu o placar e a festa do Fortaleza aos 14 minutos do primeiro tempo, após boa assistência de Marcinho. Ainda no primeiro tempo, aos 25’, Bruno Melo, de cabeça ampliou o placar. No segundo tempo, quem brilhou foi o goleiro Marcelo Boeck, que segurou a tentativa de reação do Atlético. Só não segurou a finalização de João Paulo, já nos acréscimos, que diminuiu a diferença no placar.

Com a vitória, o Fortaleza vai a 64 pontos, na liderança da competição, com sete de vantagem para o CSA, o vice-líder. Com quatro rodadas para o fim, o título pode vir já no próximo jogo, em caso de vitória no confronto direto com o CSA e um tropeço do Avaí. O Atlético-GO cai para sétimo, com os mesmo 51 pontos do Londrina, e segue na briga pelo acesso.

Figueirense, Atlético-GO e São Bento vencem seus duelos na Série B

Quatro jogos foram disputados, na tarde deste sábado (27), pela 33ª rodada da Série B. Guarani e Oeste empataram em 1 a 1; o São Bento venceu o CRB por 1 a 0; o Figueirense bateu o Criciúma por 3 a 2; e o Atlético-GO bateu o Boa Esporte por 2 a 0.

No Brinco de Ouro, Guarani e Oeste terminaram empatados em 1 a 1. O time da casa saiu na frente, aos 29, com Fabrício. O zagueiro cobrou falta, de perna esquerda, e balançou as redes. O Guarani seguiu firme na partida, arriscou várias vezes, mas aos 37 do segundo tempo, ficou com um jogador a menos após Marcão ser expulso. Como consequência, aos 45, Edilson roubou a bola e passou para Léo Ceará, que de chapa deixou tudo igual. Com o resultado, o Guarani soma 46 pontos, na 9ª posição. O Oeste é 13º na tabela, com 43 pontos.

No Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, o São Bento venceu o CRB por um placar magrinho de 1 a 0. O gol da vitória saiu aos 35 minutos de partida. Roni passou por três defendores e tocou para Zezinho, livre, estufar as redes do goleiro João Carlos. Com o placar, o time de Sorocaba é o 12º na tabela, com 43 pontos. Já o CRB é o 16º, com 35 pontos.

No Orlando Scarpelli, Figueirense e Criciúma protagonizaram um duelo recheado de gols e quem levou a melhor foram os donos da casa ao vencer por 3 a 2. O Figueira abriu o placar aos oito minutos com Elton, que aproveitou um rebote e marcou. Aos 20, o Criciúma deixou tudo igual, quando Alex Maranhão aproveitou a falha de Denis e completou para o fundo do gol. Seis minutos depois veio a virada. Alex Maranhão cobrou pênalti e fez o segundo do Tigre. Na volta do intervalo, o Figueira empatou logo aos sete. Renan Mora mandou uma bomba no ângulo, sem chances para Luiz. O gol da vitória saiu aos 36, com Henrique Trevisan. Com o resultado, é o 11º, com 44 pontos. Enquanto o Criciúma é 14ª, com 41 pontos.

Em Varginha, o Atlético-GO venceu o Boa Esporte por 2 a 0. O time visitante abriu o placar aos seis minutos. Renato Kayzer aproveitou cruzamento e subiu sozinho para cabecear e balançar as redes. Aos 40, o Dragão completou a vitória com André Luis. Com o placar, o Atlético-GO tem 51 pontos, na quinta posição. Enquanto o Boa Esporte é o lanterna, com apenas 29 pontos.

De virada, Atlético-Go vence Brasil de Pelotas e se aproxima do G4

O Atlético-GO permanece vivo em busca do retorno à Série A. Nesta terça-feira (16), o Dragão voltou a vencer pela Série B ao derrotar o Brasil-RS por 2 a 1, de virada, no Bento Freitas, pela 32ª rodada da competição. Itaqui abriu o placar para o Xavante. Júlio César e André Luís deram a vitória aos visitantes.

Após cinco jogos sem triunfar, o resultado colocou o Atlético-GO na quinta posição da tabela, com 48 pontos, ficando a três do G-4. Por outro lado, o Brasil-RS permanece em 15º, com 37 somados, ainda lutando para se afastar da zona de rebaixamento.

O primeiro tempo de Brasil-RS e Atlético-GO foi de raras chances no Bento Freitas. A melhor delas veio apenas no fim do período, com o time da casa pulando à frente no marcador aos 40 minutos. O volante Itaqui, da entrada da área, aproveitou rebote e bateu firme para estufar a rede do Dragão.

O Atlético-GO voltou do intervalo um pouco mais organizado. Trabalhando melhor a bola, os visitantes não demoraram muito balançar a rede. Júlio César, de cavadinha, tocou por cima do goleiro Marcelo Pitol e deixou tudo igual aos 22. E o gol animou o Dragão, que conseguiu a virada em menos de dez minutos. Aos 31, André Luís desviou de cabeça e deu o triunfo à sua equipe em Pelotas (RS).