trânsito curitiba multas infrações

Eventos bloqueiam ruas de Curitiba; fique atento ao trânsito

O trânsito pode ficar mais carregado nesta sexta-feira (8) em ruas dos bairros São Lourenço, Abranches e Taboão, que dão acesso à Pedreira Paulo Leminski.

O grupo gospel Hillsong United deve levar um público de 10 mil pessoas ao local, de acordo com os organizadores do evento.

Os bloqueios, organizados pela Superintendência de Trânsito (Setran), começam às 10h. Esse início pode sofrer alteração, dependendo da movimentação do público próximo à Pedreira.

A previsão é que os bloqueios de trânsito sigam até a meia-noite.

As vias com tráfego de veículos interrompido são: Eugênio Flor (entre as ruas Nilo Peçanha e Desembargador José Carlos Ribeiro Ribas), Manoel dos Santos da Silva (no cruzamento com a João Gava), Antônio Krainski (entre a Nilo Peçanha e a Benedito Correia de Freitas) e João Gava (entre a Manoel dos Santos da Silva e a Nilo Peçanha).

Moradores que tiverem residências no perímetro bloqueado poderão acessar as ruas mediante a apresentação de credencial ou documento que comprove a moradia.

Os portões da Pedreira serão abertos às 18h, com início da apresentação marcado para as 19h.

Centenário do Hospital Pequeno Príncipe

Neste fim de semana, a região do Hospital Pequeno Príncipe, no Água Verde, terá desvios de trânsito para apresentação do espetáculo Presente para o Futuro: 100 Anos de Vida. O evento, gratuito, comemora o centenário do maior hospital pediátrico do Brasil.

No sábado (9) e no domingo (10) a Avenida Silva Jardim será bloqueada para o trânsito de veículos no trecho entre as ruas Desembargador Motta e Brigadeiro Franco.

Os bloqueios ocorrerão das 18h às 23h, com apoio de agentes da Superintendência Municipal de Trânsito de Curitiba. O fluxo da Silva Jardim será direcionado para a Desembargador Motta, nos dois dias.

As entradas de emergências e internações do Pequeno Príncipe, pela Desembargador Motta, estarão abertas para garantir a continuidade dos atendimentos.

Luzes, música, dança e fortes emoções

Com projeção mapeada em frente à fachada histórica do hospital, na Avenida Silva Jardim, esquina com Desembargador Motta, o espetáculo terá luzes, música e dança e promete emocionar o público.

As apresentações acontecem no sábado e domingo, às 20h, com cerca de 45 minutos de duração cada. Por meio de um roteiro poético, o espetáculo irá encenar parte da história do hospital, com a participação de atores representando o Príncipe e a Raposa, personagens do livro de Saint Exupéry que inspira o nome da instituição, e Dona Ety, presidente voluntária há 53 anos da Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro (mantenedora do Pequeno Príncipe).

cândido vaccarezza, vaccareza, bloqueios, bloqueio, sequestro, arresto, lava jato, operação lava jato, mpf, trf-4, deputado federal, pt, corrupção, lavagem de dinheiro

Cândido Vaccarezza, alvo da Lava Jato, tem R$ 17,8 milhões bloqueados pela Justiça

O ex-deputado federal Cândido Vaccarezza, investigado na Operação Lava Jato, teve R$ 17,8 milhões bloqueados pela Justiça. A decisão da 8ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) foi proferida nesta quarta-feira (9). O ex-líder do PT na Câmara dos Deputados é réu por corrupção e lavagem de dinheiro.

O arresto dos bens atende a um pedido da força-tarefa Lava Jato no Paraná. Os procuradores fizeram o pedido à 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pelos processos relacionados à operação na 1ª instância.

Do total bloqueado (R$ 17.796.254,97), a maior parte é referente à multa (R$ 8,26 milhões). A soma também compreende o bloqueio de R$ 7,94 milhões em pena de perdimento e o mesmo valor como forma de reparação de danos implicados ao ex-deputado.

O MPF (Ministério Público Federal) recorreu ao TRF-4 após a 13ª Vara Federal de Curitiba acatar o pedido apenas de forma parcial. No recurso, os procuradores da força-tarefa Lava Jato insistiram que havia previsão legal para que a Justiça determinasse o sequestro tanto como forma de perdimento quanto para reparação dos danos.

“Com vistas a atender os critérios de proporcionalidade e razoabilidade, amplio o bloqueio judicial para R$ 17.796.254,97, incluídos R$ 1.588.742,49 de indenização mínima para reparação do dano”, ponderou o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF-4, ao votar pelo aumento parcial da multa a Cândido Vaccarezza.

CÂNDIDO VACCAREZZA É RÉU NA LAVA JATO

O ex-deputado federal Cândido Vaccarezza exerceu mandado entre 2007 e 2015, no momento em que ainda pertencia aos quadros do PT. Atualmente ele é filiado ao AVANTE e fracassou na tentativa voltar à Câmara dos Deputados.

Ele é réu em uma ação que tramita na 13ª Vara Federal de Curitiba, acusado pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Segundo a Operação Lava Jato no Paraná, o ex-líder do PT na Câmara recebeu US$ 518,5 mil em propinas. As vantagens indevidas teriam sido pagas em troca da contratação de empresa Sargeant Marine para o fornecimento de asfalto à Petrobras.

Os pagamentos teriam sido feitos em contas mantidas no exterior por Paulo Sérgio Vaz de Arruda. De acordo com a denúncia da força-tarefa, o doleiro recebeu o dinheiro em offshores e disponibilizou os valores em espécie ao ex-deputado.

Corrida Night Run bloqueia várias ruas neste sábado

 

A Corrida Night Run, que acontece neste sábado (11), vai ocasionar o bloqueio total da Avenida Doutor Dário Lopes dos Santos, no Jardim Botânico.

O bloqueio começa às 10h, para montagem das estruturas do evento, e segue até meia-noite. Monitores irão orientar o trânsito, já que o restante do trajeto será espaço compartilhado entre motoristas e corredores.

Os atletas saem em direção à Avenida Dário Lopes dos Santos e seguem pelas ruas Professora Anette Macedo, São Joaquim, Sant’Ana, Doutor Correia Coelho, Pedro de Araújo Franco, Conselheiro Laurindo e Engenheiros Rebouças até o retorno ao estádio Durival Britto e Silva.

A corrida terá modalidades de três, seis e doze quilômetros, com largada às 20h com previsão de término às 21h30.

Com informações da Prefeitura de Curitiba

Duelo entre Athletico e Boca Juniors causa bloqueios no trânsito de Curitiba

A Polícia Militar (PM) vai fazer nove pontos de bloqueio ao redor da Arena da Baixada na noite desta terça-feira (2). Às 21h30, Athletico e Boca Juniors se enfrentam pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores.

Os bloqueios vão ser feitos a partir das 18h30 e encerrados após a dispersão dos torcedores. Apesar disso, os moradores terão acesso normal com seus veículos. Também vale lembrar que o Athletico usa o sistema de biometria para a torcida entrar na Arena.

Confira todos os pontos:

– Rua Engenheiro Rebouças com Rua Brigadeiro Franco;

– Rua Brasílio Itiberê com Rua Brigadeiro Franco;

– Rua Almirante Gonçalves com Rua Doutor Pedro Augusto Mena Barreto Monclaro;

– Rua Me. Maria dos Anjos com Rua Baltazar Carrasco dos Reis;

– Rua Coronel Dulcídio com Rua Baltazar Carrasco dos Reis;

– Rua Brasílio Itiberê com Rua Alferes Ângelo Sampaio;

– Rua Petit Carneiro com Rua Alferes Ângelo Sampaio;

– Rua Coronel Dulcídio com Avenida Getúlio Vargas;

– Rua Buenos Aires com Avenida Getúlio Vargas.

LEIA TAMBÉM

>>> Contra o Boca, Athletico faz jogo de ‘gente grande’ na Arena

>>> Onde assistir os jogos do Athletico e do Palmeiras na Libertadores nesta terça (2)

O major Sthefano Roberto Janata, coordenador do policiamento para a partida, confirmou a presença de pelo menos 600 torcedores do clube argentino, mas é possível que hermanos cheguem na capital paranaense durante o dia já que é feriado na Argentina. “A nossa maior atenção estará voltada ao entorno do estádio, por isso já de manhã e de tarde as viaturas da Polícia Militar fizeram o policiamento preventivo e a partir das 18h30 será feito o bloqueio das vias para veículos”, diz o major.

A PM também fará a escolta das delegações das duas equipes até o estádio. Ao término da partida, o planejamento de segurança é liberar a torcida do Athletico e, depois de 20 minutos, autorizar a saída dos torcedores visitantes.

Depoimento de Lula e manifestações movimentam Curitiba

Roger Pereira e Mariana Ohde com Narley Resende | Atualizado às 14h10

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a Curitiba para prestar depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, no âmbito da Operação Lava Jato. Com as ruas no entorno da sede da Justiça Federal, onde será o interrogatório, bloqueadas e manifestações previstas para o período da tarde, os curitibanos podem enfrentar dificuldades para se locomover pela capital hoje (13).

O esquema de segurança montado pela Polícia Militar do Paraná prevê o isolamento de 17 ruas nas imediações do prédio da Justiça Federal, no bairro Ahú.

Desde as 6h30 desta quarta-feira, a circulação de veículos e pessoas na região é permitida apenas com autorização e monitoramento da polícia. Nas cinco ruas que dão acesso ao prédio da Justiça Federal, o trânsito está bloqueado e o acesso só é permitido às pessoas que moram ou trabalham no local, profissionais de imprensa previamente credenciados e pessoas que tenham compromissos com a Justiça Federal. Ao contrário do que aconteceu no primeiro depoimento do ex-presidente, em maio, a Justiça funcional normalmente nesta quarta-feira.

O aparato montado para o segundo interrogatório do ex-presidente em Curitiba será menor do que o mobilizado para o primeiro. Mesmo assim, a previsão é de que mil policiais militares trabalhem na operação. No interrogatório anterior, foram 1.700 agentes convocados.

Lula, que foi ouvido em maio na ação do triplex do Guarujá, em que foi condenado a nove anos e meio de prisão, agora presta depoimento no processo em que é acusado de ter sido beneficiado pela Odebrecht com a compra de um terreno para o Instituto Lula e de um apartamento em São Bernardo do Campo.

Pouco antes do depoimento, marcado para 14h, Lula, que foi para a Justiça Federal em um comboio de três carros, desceu e caminhou com manifestantes no limite do perímetro delimitado pela Polícia Militar.

[insertmedia id=”vVqV3IdOf3A”]

Bloqueios

No perímetro amarelo podem circular pessoas e veículos sob a supervisão, fiscalização e policiamento da Polícia Militar. No entanto, a qualquer momento, se necessário, ruas podem ser isoladas se houver muita movimentação de pessoas, tumulto, trânsito alterado, entre outros motivos.

A área vermelha pode ser acessada por moradores, pessoas autorizadas, funcionários da Justiça Federal e pessoas que devam comparecer em audiência na Justiça Federal, já que o expediente do órgão será normal.

Mapa Isolamento 13 Set 17 LULA - final

Ônibus

O trajeto de dez linhas de ônibus do transporte coletivo serão alterados. Os desvios começaram no primeiro horário dos ônibus, pela manhã, e seguem enquanto durar o bloqueio.

As linhas desviadas serão: ligeirinhos Barreirinha-Guadalupe, Bom Retiro-Cabral, Barreirinha, Paineiras, Santa Gema, Fernando de Noronha, Laranjeira, Ahú-Los Angeles, Cabral-Osório e Reforço Anita. As linhas de ônibus serão desviadas dento do perímetro das ruas Alberto Folloni, Francisco de Paula Guimarães, Emílio Cornelsen, São Luís, Coronel Amazonas Marcondes, Pedro Fabri, Vereador Garcia Rodrigues e Belém.

Linhas e desvios

Barreirinha-Guadalupe: O desvio não afetará embarques e desembarques.

Bom Retiro-Cabral: Mudança apenas no sentido Terminal Cabral. Desvia das ruas Eça de Queiros e Dos Funcionários para as ruas Alberto Folloni, Tomazina, Cel. Amazonas Marcondes, Pedro Fabri, Vereador Garcia Rodrigues e Avenida Paraná.

Barreirinha: Sentido bairro desvia da Avenida Anita Garibaldi e passa pela José Pedroso, Vereador Garcia Rodrigues, Pedro Fabri e Amazonas Marcondes. Sentido Centro deixa as ruas Washington Mansur, Benjamin Zilli e Anita Garibaldi e entra na Tomazina, Alberto Folloni e Constantino Marochi

Paineiras: Nos dois sentidos deixa as ruas Washington Mansur, Benjamin Zilli e Anita Garibaldi e passa pela Tomazina e Alberto Folloni.

Fernando de Noronha: Nos dois sentidos deixa as ruas Washington Mansur, Benjamin Zilli e Anita Garibaldi e passa pelas ruas Tomazina e Alberto Folloni.

Laranjeira: Nos dois sentidos deixa as ruas Washington Mansur, Benjamin Zilli e Anita Garibaldi e passa pelas ruas Tomazina e Alberto Folloni.

Ahu-Los Angeles: Nos dois sentidos deixa as ruas Washington Mansur, Benjamin Zilli e Anita Garibaldi e passa pelas ruas Tomazina e Alberto Folloni.

Cabral-Osório: O desvio não afetará embarques e desembarques.

Reforço Anita: Nos dois sentidos desvia da Avenida Anita Garibaldi e passa pela José Pedroso, Vereador Garcia Rodrigues, Pedro Fabri e Amazonas Marcondes.

Santa Gema: Sentido bairro desvia da Avenida Anita Garibaldi e passa pela José Pedroso, Vereador Garcia Rodrigues, Pedro Fabri e Amazonas Marcondes. Sentido Centro deixa as ruas Washington Mansur, Benjamin Zilli e Anita Garibaldi e entra pela Tomazina, Alberto Folloni e Constantino Marochi.

Manifestações

Além de bloquear ruas, os policiais devem acompanhar manifestações populares.

O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) no Paraná prepara um ato para acontecer a partir das 15h, na Praça Generoso Marques, no Centro de Curitiba, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A expectativa do partido é reunir cerca de 4 mil pessoas. Lula deve fazer um pronunciamento na praça, às 19h.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou, até as 10h30, a passagem de pelo menos 33 ônibus com manifestantes que participarão de atos a favor do ex-presidente em Curitiba. A maior parte dos ônibus chegou pela BR-277 vindos do interior do Paraná (25). Outros cincos ônibus vieram de Santa Catarina pela BR-376. E três, de São Paulo, pela BR-116.

Também está confirmado para esta quarta-feira um ato contra o ex-presidente, no Museu Oscar Niemeyer. A concentração começa às 13h e deve seguir até o fim do depoimento de Lula.

Interrogatório

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva volta a Curitiba nesta quarta-feira (13) para prestar depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância. O primeiro depoimento do ex-presidente na capital paranaense aconteceu no dia 10 de maio e foi relativo ao caso triplex.

Lula, desta vez, será ouvido pela acusação de ter recebido, da empreiteira Odebrecht, um terreno de R$ 12,4 milhões destinado a ser a nova sede do Instituto Lula – mudança que acabou não saindo do papel – e mais um apartamento de R$ 504 mil em São Bernardo do Campo.

O depoimento acontece na sede da Justiça Federal em Curitiba, de onde Moro conduz os processos. O depoimento começa às 14h e Lula será o primeiro réu interrogado.

Além dele, Branislav Kontic também será ouvido – ele é ex-assessor do ex-ministro Antonio Palocci, que, na semana passada, fez novas acusações contra Lula em depoimento na mesma ação penal.

Também são réus nesta ação Marcelo Odebrecht, ex-presidente da Odebrecht, Paulo Melo, ex-diretor da Odebrecht, Demerval Gusmão, proprietário da DAG Construtora, e Glaucos da Costamarques, dono do apartamento vizinho ao do ex-presidente Lula. Todos já foram interrogados.

Outro réu, Roberto Teixeira, amigo e advogado de Lula, será o último a ser ouvido, no dia 20 de setembro. Ele seria interrogado na semana passada, mas a defesa pediu o adiamento por causa de problemas de saúde. Moro remarcou o depoimento de Teixeira para o dia 20 de setembro.

Meia Maratona causa bloqueio de ruas e mudanças em linhas de ônibus neste domingo

A terceira edição da Meia Maratona Ecológica de Curitiba percorre as ruas do Centro Cívico neste domingo (15). Cerca de 3 mil atletas participam da prova, que tem a largada marcada para as 7 horas, na Praça Nossa Senhora de Salete, e deverá se estender até as 10 horas. Diversas ruas serão bloqueadas ao trânsito e linhas de ônibus terão seus percursos temporariamente alterados durante a realização da prova.

A competição – que  tem apoio da Prefeitura de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude e da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) – será dividida em três percursos: 21 quilômetros, com largada às 7 horas; 5 quilômetros e 10 quilômetros, com largada às 7h20.

A chegada acontecerá também na Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico.

O percurso tem grau de dificuldade moderada. A extensão total é de 21.097 quilômetros, aferidos e certificados oficialmente pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT).

Todos os inscritos terão direito a um kit composto por uma camiseta de tecido especial, sacola do corredor, viseira, número de peito e chip de cronometragem. A entrega será realizada nesta sexta-feira (13) das 11h às 20h, e no sábado (14) das 11h às 17h, na Loja Decathlon Barigui, Rua Tobias de Macedo Júnior, 114, Santo Inácio.

O percurso

O percurso de 21 quilômetros segue pela Av. Cândido de Abreu, Rua Inácio Lustosa, Rua Mateus Leme, Rua Brasilino Moura, Rua Francisco Scremim, Rual Albano Reis, Rua Marechal Hermes, Rua Augusto Severo, Rua Campos Sales, Rua Mauá, Rua Ivo Leão, Rua Ernani Santiago de Oliveira, Av. Cândido de Abreu, Rua Barão do Serro Azul, Trav. Nestor de Castro, Al. Augusto Stellfeld, Rua Ângelo Sampaio, Al. Dom Pedro II, Rua Desembargador Motta, Av. Visconde de Guarapuava, Rua Cândido Xavier, Av. Sete de Setembro, Rua Gen. Mário Tourinho, Rua Martin Afonso, Rua Treze de Maio, Rua João Manoel, Rua Barão de Antonina, Av. Cândido de Abreu até a Praça Nossa Senhora de Salete.

O percurso de 10 quilômetros segue pela Av. Cândido de Abreu, Rua Inácio Lustosa, Rua Mateus Leme, Rua Brasilino Moura, Rua Francisco Scremim, Rual Albano Reis, Rua Marechal Hermes, Rua Augusto Severo, Rua Campos Sales, Rua Mauá, Rua Ivo Leão, Rua Ernani Santiago de Oliveira, Av. Cândido de Abreu, Rua Barão do Serro Azul, Trav. Nestor de Castro, Al. Augusto Stellfeld, Alameda Cabral, Rua Martin Afonso, Rua Treze de Maio, Rua João Manoel, Rua Barão de Antonina, Av. Cândido de Abreu até a Praça Nossa Senhora de Salete.

O percurso de 5 quilômetros segue pela Av. Cândido de Abreu, Rua Inácio Lustosa, Rua Mateus Leme, Rua Brasilino Moura, Rua Francisco Scremim, Rual Albano Reis, Rua Marechal Hermes, Rua Pref. Rosalvo Gomes Mello Leitão, Rua Ernani Santiago de Oliveira, Av. Cândido de Abreu até a Praça Nossa Senhora de Salete.

Arte: Prefeitura de Curitiba
Arte: Prefeitura de Curitiba

Bloqueios

Haverá bloqueios totais de trânsito nos seguintes cruzamentos:

Rua Augusto Severo com Rua Campos Sales e com a pista marginal sentido Centro da Av. João Gualberto.

Rua Ernani Santiago de Oliveira com rótula da Av. Cândido de Abreu.

Pista marginal sentido Centro Cívico da Av. Cândido de Abreu com a Rua Comendador Fontana. Av. Cândido de Abreu com Rua Heitor Stockler de França.

Rua Heitor Stockler de França, após o acesso à Rua Ary Camargo Queiroz.

Alameda Cabral com ruas Saldanha Marinho e Martin Afonso.

Av. Sete de Setembro com ruas Cândido Xavier e Teixeira Soares.

Boa parte dos três percursos será realizada em meia pista, compartilhada com o trânsito normal de veículos. Agentes da Setran e monitores da prova estarão em vários pontos para orientar e auxiliar o trânsito de veículos, permitindo a passagem quando não houver problema para a segurança dos corredores.

 Os motoristas devem evitar transitar nas regiões do percurso e procurar caminhos alternativos durante o horário da prova. Quem estiver circulando pelas ruas locais deve seguir as instruções dos agentes da Setran e dos monitores da prova.

Linhas de ônibus

Em função da Meia Maratona, diversas linhas de ônibus urbanos terão seus trajetos alterados no domingo, das 7h às 10h30. As mudanças valem desde a largada dos competidores, no Centro Cívico, até a chegada do último corredor, no mesmo local.

Durante a Maratona, as estações-tubo Museu Oscar Niemeyer, Assembléia, Centro Cívico, Prefeitura, Comendador Fontana (sentido Pinheirinho/Boqueirão), ficam desativadas das 6h às 10h30. Os ligeirinhos Boqueirão / Centro Cívico e Aeroporto terão seus itinerários seccionados na Rua Comendador Fontana.

Confira as linhas diretas e convencionais que terão seus trajetos temporariamente mudados:

LINHAS INTERBAIRROS
Interbairros I (sentidos horário e anti horário); Interbairros II (sentido horário)

LINHA TURISMO
Linha Turismo – as sida são em frente à Catedral, mas o trajeto dos ônibus têm alterações durante a prova.

LINHAS DIRETAS
Linha Direta Inter 2 (sentidos horário e anti-horário); Linha Direta Aeroporto; Linha Direta Bairro Alto / Santa Felicidade;Linha e Barreirinha / Guadalupe; Linha Direta Santa Cândida / Pinheirinho; Linha Direta Boqueirão / Centro Cívico; Linha Direta Pinhais / Campo Comprido; Linha Direta CIC/ Cabral.

LINHAS EXPRESSAS
Centenário / Campo Comprido

CONVENCIONAIS
Canal da Música / Vista Alegre; Jardim Mercês / Guanabara; Bom Retiro / PUC; Vila Nori; Raposo Tavares;Jardim Kosmos; Primavera; Bracatinga; Nilo Peçanha; Itupava / Hospital Militar; Juvevê / Água Verde; São Braz; Bigorrilho; Savóia; Mateus Leme; Abranches; Jardim Chaparral; Vila Suíça; Barreirinha; Cabral/Osório; Marechal Hermes/Santa Efigênia; Estribo Ahú; Fernando de Noronha; Laranjeiras; Paineiras; Santa Gema; Nossa Senhora de Nazaré; Jardim Social/Batel; Ahú/Los Ângele; Água Vwerde/Abranches; Vila Sandra; Tramontina; Jardim Esplanada; Rua XV/Barigui; Santa Felicidade; São Benardo; Júlio Graff; Jardim Itália; Alcides Munhoz/Jardim Botânico.

As informações são da Prefeitura de Curitiba

UFC cadastra moradores do entorno da Arena para acesso em dias de bloqueio

A produção do UFC (Ultimate Fighting Championship) no Brasil já está cadastrando moradores do entorno da Arena da Baixada para o acesso às ruas que poderão ser bloqueadas no dia 14 de maio, quando acontece no estádio o UFC 198, evento que conta com o apoio da Prefeitura de Curitiba.

No dia do evento, o bloqueio de trânsito organizado pela Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) poderá, conforme a necessidade, se estender pelo perímetro formado pela Avenida Iguaçu, Rua Coronel Dulcídio, Avenida Getúlio Vargas, Rua Ângelo Sampaio, Rua Almirante Gonçalves e Rua Brigadeiro Franco (veja mapa).

Quem reside na região do perímetro deverá se cadastrar até o dia 12 de maio, sempre entre 10h e 22 horas, em um posto montado pela produção do UFC no cruzamento da Rua Buenos Aires com a Rua Brasílio Itiberê. Para o cadastro, são necessários o comprovante de endereço e o documento do veículo. Os moradores cadastrados receberão uma credencial de livre acesso à região durante a realização do UFC 198.

No dia 14 de maio, a partir das 9 horas, serão bloqueados os acessos da Rua Buenos Aires, entre a Avenida Getúlio Vargas e a Rua Brasílio Itiberê; do cruzamento da Rua Engenheiros Rebouças com a Rua Brigadeiro Franco e do cruzamento da Rua Brasílio Itiberê com a Rua Dr. Pedro Augusto Mena Barreto Monclaro.

Na sequência, de acordo com o fluxo de pessoas e veículos em direção à Arena, o bloqueio poderá ser ampliado para cruzamentos de ruas do perímetro formado pela Avenida Iguaçu, Rua Coronel Dulcídio, Avenida Getúlio Vargas, Rua Ângelo Sampaio, Rua Almirante Gonçalves e Rua Brigadeiro Franco (veja mapa).

Também serão realizados bloqueios nos dias 11 de maio (treino oficial) e 13 de maio (pesagem oficial), mas apenas em uma área menor próxima ao estádio. Nessas datas, sempre entre 12h e 18 horas, haverá o bloqueio de acesso da Rua Buenos Aires, entre a Avenida Getúlio Vargas e a Rua Brasílio Itiberê, do cruzamento da Rua Engenheiros Rebouças com a Rua Brigadeiro Franco e do cruzamento da Rua Brasília Itiberê com a Rua Dr. Pedro Augusto Mena Barreto Monclaro.

00181042 00181041