Londrina - Figueirense - Campeonato Brasileiro Série B - STJD

STJD aceita liminar do Londrina contra o Figueirense e Série B fica indefinida

A edição de 2019 do Campeonato Brasileiro da Série B foi encerrada há 11 dias, mas o resultado em campo pode ser decidido na Justiça.

Nesta quarta-feira (11), o STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) aceitou liminar do Londrina para julgar uma punição ao Figueirense. A equipe catarinense perdeu por W.O do Cuiabá na 17ª rodada e os paranaenses pedem a retirada de três pontos dos rivais pela ausência no jogo e pela quebra do Fair Play financeiro.

Caso o pedido do Londrina seja julgado como procedente, o Figueirense ficaria com 38 pontos e seria rebaixado à Serie C do Campeonato Brasileiro, enquanto que o Londrina se manteria na segunda divisão nacional.

Os atletas do Figueirense se recusaram a entrar em campo contra o Cuiabá pelo atraso salarial de diversos meses.

Na decisão, o presidente do STJD, Paulo César Salomão, pediu que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não declare o rebaixamento do Londrina à Série C do Campeonato Brasileiro.

Salomão ainda destacou que “a necessidade de se determinar que não seja homologado o resultado da competição, ao menos no que tange aos clubes envolvidos na controvérsia, sob pena de não se obter nenhum resultado prático com o julgamento de mérito do processo”.

JUSTIFICATIVA DO LONDRINA

Os dois pontos apontados pelo Londrina para impedir o seu rebaixamento e retirar os três pontos do Figueirense são os seguintes:

W.O: Nesse aspecto o Londrina se baseia no segundo parágrafo do artigo 203 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva). Esse item cita que se um clube deixar de disputar uma partida em justa causa e causar “benefício ou prejuízo desportivo a terceiro”, o STJD pode aplicar pena de exclusão da competição em disputa.

Fair Play financeiro: Essa tese é apoiada no artigo 17 do regulamento da Série B. O item aponta que se um clube atrasar remunerações a um atleta profissional registrado ficará sujeito a perder três pontos por partida disputada, desde que seja reconhecida a mora e a inadimplência pelo STJD.

premiação brasileirão clube flamengo santos

Premiação do Brasileirão: veja quanto cada clube faturou

Flamengo e Santos foram os dois clubes que faturaram mais de R$ 30 milhões na premiação do Campeonato Brasileiro 2019.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) distribui R$ 330 milhões aos 16 clubes que permanecem na Série A, sendo que  divisão ocorre de acordo com a colocação final.

Mesmo ficando na quinta colocação, o Athletico Paranaense vai faturar menos do que os R$ 26,4 milhões previstos. Isso porque o clube paranaense assinou com a Turner para a transmissão dos jogos, o que resulta em uma queda de 20% no valor da premiação.

Com o desconto, o Furacão deve faturar perto de R$ 21,1 milhões. Ou seja, o Corinthians, que ganha R$ 21,45 milhões com a oitava posição, terá um prêmio maior do que o Athletico-PR.

Por fim, o Ceará, que se garantiu na Série A em 2020 com o empate diante o Botafogo, foi quem menos lucrou. Mesmo assim, o Vôzão embolsa nada menos do que R$ 11 milhões, quase o mesmo valor do clube carioca.

PREMIAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO

  • Flamengo – R$ 33 milhões – campeão
  • Santos – R$ 31,35 milhões – (2º lugar)
  • Palmeiras – R$ 29,7 milhões – (3º lugar)
  • Grêmio – R$ 28 milhões – (4º lugar)
  • São Paulo – R$ 24,75 milhões – (6º lugar)
  • Internacional –  R$ 23,1 milhões – (7º lugar)
  • Corinthians – R$ 21,45 milhões – (8º lugar)
  • Athletico-PR – R$ 21,1 milhões (5º lugar)*
  • Fortaleza –  R$ 19,8 milhões – (9º lugar)
  • Goiás – R$ 18,15 milhões (10º lugar)
  • Bahia – R$ 15,5 milhões (11º lugar)
  • Vasco – R$ 14,6 milhões (12º lugar)
  • Atlético Mineiro – R$ 13,7 milhões (13º lugar)
  • Fluminense – R$ 12,8 milhões – (14º lugar)
  • Botafogo R$ 11,9 milhões – (15º lugar)
  • Ceará – R$ 11 milhões – (16º lugar)
santos flamengo campeonato brasileiro

Flamengo perde para o Santos e encerra invencibilidade no Campeonato Brasileiro

O Flamengo foi goleado pelo Santos por 4 a 0, perdeu a invencibilidade no Campeonato Brasileiro 2019 e encerrou o torneio com um tropeço. Com o resultado, o Peixe se sagrou vice-campeão. Marinho, Carlos Sánchez (duas vezes) e Eduardo Sasha anotaram os gols santistas.

O duelo deste domingo (8), foi realizado na Vila Belmiro.

O Fla não perdia um jogo desde o dia 4 de agosto, pela rodada 13. Naquela ocasião, o Rubro-Negro foi derrotado pelo Bahia por 3 a 0 na Arena Fonte-Nova. Desde então, eram 25 jogos: 21 vitórias e quatro empates.

Contudo, a derrota não apaga a campanha história do time comandado pelo técnico Jorge Jesus. A equipe tem a maior pontuação da história do Campeonato Brasileiro.

Do outro lado, o Santos garantiu o segundo lugar e uma premiação de R$ 31,35 milhões. O Flamengo vai lucrar R$ 33 milhões pelo título, enquanto o Palmeiras (terceiro lugar) fatura R$ 29,7 miilhões.

FLA SOFRE CONTRA O SANTOS

Sánchez foi o grande nome da partida. (Divulgação / Santos)

O primeiro tempo começou agitado. O Flamengo assustou com chutes de Everton Ribeiro e Gabigol, mas o goleiro Everson defendeu sem muitas dificuldades.

Contudo, o Santos controlou o jogo a partir dos 10 minutos. Primeiro, Sánchez levantou a bola na área e Gustavo Henrique cabeceou com perigo. O uruguaio também criou a jogada do gol, aos 15. Ele deu boa enfiada para Soteldo, que dominou e tocou para Marinho soltar uma pancada e abrir o placar.

Depois, aos 22, foi o próprio Carlos Sánchez quem ampliou. Filipe Luís recuou mal e o camisa 7 recuperou antes de bater cruzado para ampliar: 2 a 0.

No fim, o uruguaio ainda cobrou uma falta pela linha de fundo e cobrou escanteio para Sasha quase marcar o terceiro.

Na etapa final, Eduardo Sasha se redimiu do erro anterior. O atacante recebeu o cruzamento de Soteldo e cabeceou para o fundo das redes.

Ainda deu tempo de Sánchez marcar o quarto gol do Santos. Após erro de passe de Diego, Marinho lançou Victor Ferraz, que cruzou na medida para o uruguaio empurrar para as redes.

FLAMENGO NO MUNDIAL

O Mundial de Clubes começa no dia 11 de dezembro, mas o Flamengo só entra em campo no dia 17.

A largada do torneio será no duelo entre Hienghène Sport e Al-Sadd. Enquanto o time da Nova Caledônia foi o campeão da Liga dos Campeões da Oceania, a equipe catari é a representante do país-sede.

O vencedor do duelo vai enfrentar o Monterrey, do México, nas quartas de final.

Já no outro duelo do mata-mata, o Al-Hilal enfrenta o Espérance de Tunis. O primeiro clube, da Arábia Saudita, se sagrou campeão da Liga dos Campeões da Ásia, enquanto a equipe da Tunísia ergueu a taça da Liga dos Campeões da Africa.

Por fim, o Fla enfrenta o vencedor entre Al-Hilal e Espérance. Já o Liverpool pega quem triunfar entre Monterrey, do México, e Hienghène Sport e Al-Sadd.

Bruno Rodrigues - Paraná Clube - Botafogo-SP - Campeonato Brasileiro da Série B

Paraná Clube se despede da temporada com empate contra o Botafogo-SP

Em seu último compromisso na temporada, o Paraná Clube fez um jogo cheio de gols contra o Botafogo-SP e se despediu de sua torcida com um empate em 3 a 3, na noite desta sexta-feira (29).

O duelo válido pela 38ª rodada – e última do Campeonato Brasileiro da Série B, foi realizado no Vila Capanema, em Curitiba.

Luiz Otávio (contra), Jenison e Bruno Rodrigues marcaram os gols do Paraná Clube, enquanto Didi, Murilo Henrique  e Diego Gonçalves balançaram as redes pelo Botafogo-SP.

O Paraná Clube encerra a Série B com 56 pontos conquistados e caso o CRB não vença o Bragantino neste sábado (30), vai terminar a competição na sexta colocação. A equipe se manteve viva na briga pelo acesso até a 36ª rodada, mesmo com os jogadores publicamente reclamando com os salários atrasados.

Já o Botafogo-SP termina a competição com 50 pontos ganhos e atualmente ocupa a nona colocação, podendo ser ultrapassado apenas pelo Operário. A equipe que subiu da Série C na temporada passada, chegou a liderar a Série B no primeiro turno, mas perdeu fôlego com o passar do torneio.

O JOGO

Paraná Clube = Botafogo-SP - Campeonato Brasileiro Série B
Já sem chances de acesso, torcida paranista compareceu em baixo número na despedida da equipe na temporada. Geraldo Bubniak/AGB

O Paraná Clube abriu o placar aos nove minutos. Fernando Neto abriu para Guilherme Santos na esquerda e o lateral cruzou rasteiro para o meio da área. Darley saiu do jogo e estava no lance, mas Luiz Otávio tentou o corte e mandou a bola para a própria meta.

O Botafogo-SP empatou o jogo aos 13 minutos. Em cobrança de escanteio ensaiada, Murilo Henrique recebeu na entrada da área, mas finalizou em cima de Luiz Otávio. A bola sobrou para Henan, que com o braço ajeitou para a finalização de Didi para o fundo das redes. Gol irregular da equipe de Ribeirão Preto.

A resposta do Paraná Clube saiu aos 16 minutos. Após escanteio, Fernando Neto ganhou da zaga e escorou perto do travessão.

Nova chance do Paraná Clube aos 18 minutos. Matheus Anjos arriscou da intermediária e Darley fez bela defesa no canto esquerdo baixo.

Darley apareceu bem novamente aos 21 minutos. Após recuou errado de Pablo, Jenison roubou a bola e ganhou da marcação para bater cruzado, mas o goleiro fez bela defesa e evitou o gol.

O Botafogo-SP respondeu aos 27 minutos. Murilo Henrique fez jogada na esquerda e cruzou na medida para Bruno José escorar no canto esquerdo para bela defesa de Thiago Rodrigues.

O goleiro do Paraná Clube fez novo milagre aos 29 minutos. Lucas Mendes avançou pela direita e cruzou rasteiro para Henan finalizar de primeira e Thiago Rodrigues fazer a defesa no canto direito.

Aos 37 minutos, o Botafogo-SP parou novamente em Thiago Rodrigues. Primeiro Bruno José foi lançado na área e finalizou firme para o goleiro espalmar. A sobra caiu nos pés de Nadson na entrada da área e o meia tentou a batida colocada, mas o arqueiro novamente conseguiu a defesa.

O Paraná Clube conseguiu seu segundo gol aos 40 minutos. Matheus Anjos cobrou escanteio na pequena área e Jenison sozinho escorou para o gol. Os jogadores do Botafogo-SP pediram falta de Eduardo Bauermann no lance, alegando que o zagueiro empurrou Didi. O árbitro mandou seguir.

Só que aos 47 minutos, o Botafogo-SP novamente buscou o empate. Murilo Henrique recebeu na área, cortou para o meio e acertou belo chute no ângulo esquerdo.

A primeira chance do segundo tempo foi do Botafogo-SP aos 11 minutos. Murilo Henrique puxou contra-ataque pela esquerda e rolou para Nadson na entrada da área. O meia finalizou no canto direito, mas Thiago Rodrigues conseguiu espalmar.

O Paraná Clube respondeu aos 13 minutos. Matheus Anjos cobrou escanteio no primeiro poste e Jenison desviou de raspão. A bola passou por toda a pequena área e ninguém conseguiu mandar para as redes.

Nova chance do Paraná Clube aos 23 minutos. Bruno Rodrigues avançou pela direita e finalizou firme, perto do poste direito.

Só que aos 32 minutos, quem marcou foi o Botafogo-SP. Diego Gonçalves foi lançado e aproveitou escorregão de Eduardo Bauermann para fintar o zagueiro e finalizar firme para virar o jogo.

Mas aos 43 minutos, o Paraná Clube buscou o empate. Éder Sciola fez belo cruzamento na cabeça de Bruno Rodrigues e o atacante escorou firme, Darley chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol.

O Botafogo-SP ainda teve a chance do gol da vitória no último lance da partida. Diego Gonçalves recebeu na pequena área, mas finalizou em cima de Eduardo Bauermann. A bola sobrou para Pablo, que com a meta vazia, mandou a bola por cima do travessão.

adilson batista ceará flamengo

Adilson Batista é demitido do Ceará após derrota para o Flamengo

Adilson Batista não é mais o técnico do Ceará. O treinador paranaense de 51 anos foi demitido após a goleada de 4 a 1 sofrida para o Flamengo, campeão do Campeonato Brasileiro.

“A diretoria alvinegra agradece pelos serviços prestados e deseja sucesso em sua trajetória”, disse a nota oficial do clube.

Além de Adilson, os auxiliares Cyro Garcia e Milton do Ó também se despedem da equipe.

A demissão surpreende ainda mais porque faltam apenas três rodadas para o torneio nacional acabar.

CEARÁ E A LUTA CONTRA O REBAIXAMENTO

Adilson foi contratado no dia 2 de outubro, ou seja, ficou no cargo do Vôzão por quase dois meses. Ele sucedeu Enderson Moreira, com a equipe em uma série de sete jogos sem vitória.

O treinador pegou o time como 15º colocado, com 23 pontos. Hoje, o Ceará aparece na 16ª posição, com 37 pontos.

Se o Cruzeiro derrotar o CSA nesta quinta-feira (28), no Mineirão, o time cearense volta a entrar na zona de rebaixamento.

Os últimos três adversários do Ceará no Brasileirão são: Athletico Paranaense e Corinthians, dentro do Castelão, e Botafogo, no Rio de Janeiro.

flamengo ceará campeonato brasileiro

Flamengo goleia o Ceará e faz a festa do título do Campeonato Brasileiro

Campeão com antecedência, o Flamengo goleou o Ceará por 4 a 1 na festa do título do Campeonato Brasileiro. Thiago Galhardo abriu o placar pelo Vôzão, mas Bruno Henrique, três vezes, e Vitinho garantiram o triunfo rubro-negro.  67.539 pessoas acompanharam o o triunfo e gritaram “é campeão” no Maracanã.

Após o apito final, foi montado o palco para a premiação dos jogadores do Fla. Todos receberam as medalhas e Diego levantou a sétima taça do torneio nacional (contando com 1987). Além disso, o Flamengo é bicampeão da Libertadores.

Flamengo já tem a melhor campanha da história e o maior número de vitórias da história em um Campeonato Brasileiro disputado por 20 times.

Com a vitória, o Flamengo chegou aos 84 pontos, enquanto o Santos e o Palmeiras têm 68. Os dois clubes paulistas, que disputam o segundo lugar, jogam fora de casa contra Fortaleza e Fluminense, respectivamente, nesta quinta-feira (29).

Já o Ceará fica com 37 pontos e é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. O time comandado por Adilson Batista pode ficar entre os quatro últimos se o Cruzeiro vencer o CSA no Mineirão.

FLAMENGO TOMA SUSTO, MAS MISTER RESOLVE

Bruno Henrique brilhou mais uma vez. (Marcelo Cortes/ Flamengo)

No primeiro tempo, o Flamengo carimbou três bolas na trave. Contudo, foi o Ceará quem marcou.

Aos 26 minutos, Felipe Silva fez boa jogada pela esquerda e deixou Rodinei para trás. Ele cruzou rasteiro e a bola desviou em Chico antes de Thiago Galhardo completar para o fundo das redes.

Ainda no primeiro tempo, Jorge Jesus mudou. O português tirou o meia Reinier e colocou Vitinho em campo.

Na etapa final, Bruno Henrique apareceu e as coisas se resolveram. Aos 19, o atacante se antecipou após o cruzamento de Renê e mandou para o fundo das redes.

Aos 28, BH recebeu passe de Arrascaeta e soltou uma pancada para estufar as redes. Aos 40, ele aproveitou o rebote de Diogo Silva na cobrança de falta de Arrascaeta e ampliou.

Para fechar, Vitinho arriscou de fora da área e acertou o canto do gol. 4 a 1 para a festa flamenguista! Gritos de “é campeão” e “ole mister” foram entoados.

flamengo campeão brasileirão grêmio palmeiras

Flamengo é campeão do Brasileirão após derrota do Palmeiras para o Grêmio

O Flamengo é campeão do Campeonato Brasileiro 2019. Mesmo sem entrar em campo, o Fla não pode mais ser ultrapassado após o Palmeiras perder por 2 a 1 com o Grêmio neste domingo (24). Os dois primeiros gols saíram em cobranças de pênaltis: Everton Cebolinha abriu pelos gaúchos e Bruno Henrique igualou. Nos acréscimos da etapa final, Pepê definiu o triunfo gremista.

22.767 pagantes estiveram no Allianz Parque, em São Paulo, para acompanhar o duelo válido pela 34ª rodada do Brasileirão.

Além de ver o rival ser coroado, o Palmeiras voltou a perder dentro de casa, algo que não acontecia desde o dia 26/05/2018. Naquela ocasião, o Sport venceu por 3 a 2.

Ou seja, o Flamengo conquistou o título da Libertadores e do Brasileirão no mesmo final de semana. Com isso, a festa no Rio de Janeiro ganha ainda mais entusiasmo.

Flamengo levantou a taça da Libertadores e já pode comemorar a do Brasileirão. (Alexandre Vidal/CRF)

TABELA DO BRASILEIRÃO

Com o tropeço, o Palmeiras chega aos 69 pontos. Apesar do título rubro-negro, os paulistas reassumem a vice-liderança perdida após a goleada do Santos sobre o Cruzeiro deste sábado (23).

Já o Grêmio segue na quarta posição, com 57 pontos. Os gaúchos precisam manter a vaga no G4 para garantir a vaga na fase de grupos da Libertadores do ano que vem.

Na próxima rodada, o Palmeiras vai enfrentar o Fluminense. O confronto está marcado para a próxima quinta-feira (28), às 19h30, no Maracanã.

Na quarta-feira (27), às 21h30, o Grêmio visita o Athletico Paranaense na Arena da Baixada, em Curitiba. Por fim, no mesmo dia e horário, o Flamengo recebe o Ceará no Maracanã.

PALMEIRAS JOGA MAL E FLAMENGO AGRADECE

Borja voltou a ter uma atuação ruim pelo Palmeiras. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Palmeiras e Grêmio ficaram devendo futebol no primeiro tempo. Ninguém criou uma grande chance de gol – a melhor chance foi uma finalização de Borja por cima do gol após a falha de Pedro Geromel.

Na etapa final, Mano Menezes promoveu a entrada de Luiz Adriano no lugar de Borja. Apesar da mudança, quem marcou foi o Grêmio.

Everton Cebolinha foi derrubado por Gustavo Gómez dentro da área e a arbitragem marcou o pênalti. O próprio Cebolinha bateu firme para abrir o placar.

Contudo, Dudu foi derrubado por Bruno Cortez. Na cobrança, Bruno Henrique deslocou Paulo Victor e igualou.

Nos acréscimos, Pepê recebeu de Alisson e encobriu Weverton para definir o placar.

santos cruzeiro campeonato brasileiro

Santos goleia o Cruzeiro e chega à mil gols nos pontos corridos do Brasileirão

De virada, o Santos goleou o Cruzeiro por 4 a 1 pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Orejuela abriu o placar pela Raposa, mas Eduardo Sasha, Marinho, Soteldo e Diego Pituca decretaram o triunfo do Peixe. O duelo deste domingo (23) foi realizado na Vila Belmiro.

Além disso, o time de Jorge Sampaoli foi o primeiro clube à marcar 1000 gols no Campeonato Brasileiro durante a era dos pontos corridos.

TABELA DO CAMPEONATO BRASILEIRO

Com o resultado, os santistas assumem a vice-liderança do Brasileirão. São 68 pontos, mesma pontuação do Palmeiras. Entretanto, o Santos supera o rival alviverde pelo número de vitórias: 20 contra 19.

O Palmeiras encara o Grêmio neste domingo (23), às 16h, no Allianz Parque, em São Paulo. Um empate faz com que a equipe volte à segunda posição, mas sela o título do Flamengo no Brasileirão.

Já o Cruzeiro fica em situação delicada. O time de Abel Braga está na 16ª posição, com 43 pontos, e pode voltar à zona do rebaixamento. Para isso, o Fluminense deve vencer o CSA neste domingo (24), às 20h, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

PRÓXIMOS JOGOS

Santos e Cruzeiro voltam a campo na próxima quinta-feira (28). Às 20h, os paulistas visitam o Fortaleza na Arena Castelão. Já às 21h30, os mineiros recebem o CSA no Mineirão.

SANTOS TOMA SUSTO, MAS VIRA

Em grande fase, Marinho anotou o gol da virada santista. (Divulgação / Santos)

O Santos chegou com perigo no início do jogo, mas Fábio defendeu o chute de Sasha. Depois, o Cruzeiro foi ao ataque e marcou. Thiago Neves encontrou Orejuela, que cortou para o pé esquerdo e bateu firme.

Mesmo em desvantagem, o Santos não se desesperou e chegou ao empate. Evandro ajeitou e Sasha arrematou forte para superar o duelo com o goleiro cruzeirense. Depois disso, Marinho carimbou a trave mineira e Gustavo Henrique balançou as redes, mas a arbitragem assinalou o impedimento do zagueiro na jogada.

Na etapa final, os visitantes perderam a chance de voltar a ter vantagem. David encontrou Robinho, que cortou a zaga e carimbou a bola em Felipe Jonathan.

Contudo, o Santos deslanchou e garantiu a vitória. Marinho foi lançado, se livrou de Egídio e bateu no canto para fazer o segundo do Peixe. Por fim, Sánchez cruzou rasteiro e Soteldo completou para as redes.

No final, a vitória virou goleada. Sánchez cobrou falta e Fábio espalmou. Evandro ficou com rebote e rolou para Diego Pituca garantiu o quatro no placar.

São Bento - Londrina - Campeonato Brasileiro da Série B

Londrina perde para o São Bento e pode ser rebaixado nesta rodada

No duelo direto pela sobrevivência no Campeonato Brasileiro da Série B, melhor para o São Bento que venceu o Londrina por 4 a 1, na noite desta quinta-feira (21), e engatou sua segunda vitória seguida para seguir vivo na competição.

Já o Londrina pode ser rebaixado ainda nesta rodada, caso o Figueirense empate fora de casa contra o CRB, nesta sexta-feira (21). O São Bento tem os mesmos 36 pontos dos paranaenses e também secam os catarinenses para chegar na última rodada com chances de permanência na Série B.

O duelo válido pela 37ª rodada da Série B foi realizado no Walter Ribeiro, em Sorocaba.

Zé Roberto (duas vezes) e Caio Rangel (duas vezes) marcaram para o São Bento, enquanto Anderson Leite fez o gol do Londrina.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (30), pela 38ª rodada – e última, da Série B.

O Londrina recebe o Guarani no Estádio do Café, às 16h30.

Enquanto o São Bento viaja para Belo Horizonte para encarar o América Mineiro no Independência, às 16h30. A equipe mineira ainda briga pela vaga na elite do Campeonato Brasileiro.

O JOGO

A primeira chance do Londrina foi aos oito minutos. Após escanteio longo, Dirceu aproveitou o rebote na lateral da área e devolveu para a marca do pênalti. Germano ganhou da marcação e escorou perto do travessão.

Quase o Londrina abriu o placar aos 16 minutos. Luidy chutou em cima da marcação e a bola sobrou para Júnior Pirambu, que girou e bateu prensado. A bola foi fraca e passou perto do poste direito.

A primeira boa chance do São Bento foi aos 25 minutos. Paulinho Bóia chutou rasteiro e a bola passou perto do poste esquerdo.

Mas foi aos 30 minutos que o São Bento abriu o placar. Mansur lançou Paulinho Bóia, que encontrou Zé Roberto na área. O atacante finalizou cruzado para balançar redes e marcar o gol.

O São Bento conseguiu ampliar o placar aos 37 minutos. Marcos Martins avançou pela direita e cruzou rasteiro. Dirceu falhou no corte e Caio Rangel apareceu sozinho no segundo poste para balançar as redes.

O Londrina chegou a diminuir o placar aos 43 minutos. Paulinho Moccelin fez cruzamento da direita na medida para Anderson Leite. O volante ganhou da marcação e cabeceou firme para balançar as redes.

Logo aos oito minutos do segundo tempo, o Londrina ficou com dez em campo. Léo Rigo se estranhou com Zé Roberto e recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

O São Bento aproveitou a superioridade numérica e quase abriu o placar aos dez minutos. Paulinho Bóia cruzou para Zé Roberto, que sozinho na pequena área mandou a bola longe do gol.

Só que aos 11 minutos, Caio Rangel não desperdiçou sua chance. O atacante foi lançado perto da área, cortou Felipe Vieira, e finalizou firme para ampliar o placar.

Aos 32 minutos, o São Bento marcou seu quarto gol. Matheus Guarujá bateu de fora da área, César bateu roupa e Zé Roberto apenas empurrou para as redes.

Matheus Guarujá quase marcou o quinto gol aos 42 minutos. O volante finalizou firme da intermediária e dessa vez César fez excelente defesa.

Operário - Vitória - Campeonato Brasileiro da Série B

Operário perde para o Vitória e rubro-negro se garante na Série B

Já sem pretensões no Campeonato Brasileiro da Série B, o Operário perdeu por 2 a 1 para o Vitória, na noite desta terça-feira (19), que com o resultado garantiu sua permanência na Série B no próximo ano.

O duelo válido pela 37ª rodada da Série B foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Léo Gomes abriu o placar para o Vitória, Allan Vieira empatou para o Operário e Thiago Carleto recolocou os baianos na frente.

Com a derrota, o Operário fica na nona posição com 49 pontos e pode ser ultrapassado pelo Botafogo-SP até o final da rodada.

Já o Vitória chega a 45 pontos e não pode ser mais ultrapassado pelo Londrina, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento. Os paranaenses podem ao máximo atingir 42 pontos nas próximas duas rodadas.

PRÓXIMOS JOGOS

As duas equipes voltam a campo no próximo sábado (30), pela 38ª rodada – e última, da Série B.

O Vitória recebe o Coritiba no Barradão, às 16h30. O jogo pode ser decisivo para a equipe paranaense na briga pelo acesso a elite do futebol nacional.

Já o Operário viaja para Florianópolis para encarar o Figueirense, às 16h30. A equipe de Ponta Grossa pode auxiliar o Londrina, que disputa com os catarinenses a permanência na Série B.

O JOGO

O Vitória abriu o placar aos 22 minutos. Wesley encontrou Léo Gomes na área. O volante finalizou para boa defesa de André Luiz, mas o rebote voltou com o atleta que de cabeça acertou a trave. Só que novamente Léo ficou com a bola e em sua terceira tentativa conseguiu mandar no gol.

O Operário respondeu aos 35 minutos. Cleyton recuperou bola no campo de ataque e cruzou na medida para Lucas Batatinha cabecear para grande defesa de Martín Rodríguez.

E aos 45 minutos, o Operário foi buscar o empate. Allan Vieira avançou pela esquerda e cruzou fechado. A bola desviou na marcação e enganou Martín Rodríguez para morrer no fundo do gol.

O Vitória teve um gol anulado aos quatro minutos do primeiro tempo. Thiago Carleto bateu falta de longe e André Luiz fez bela defesa. O rebote sobrou com Lucas Cândido, que em posição de impedimento, mandou para o gol. Lance bem invalidado pela arbitragem.

A resposta do Operário foi aos seis minutos. Cleyton ajeitou para Schumacher, que mandou a bomba para bela defesa de Martín Rodríguez.

O goleiro do Vitória salvou novamente aos 16 minutos. Maílton invadiu a área e finalizou cruzado para bela defesa com o pé de Martín Rodríguez.

Nova chance do Operário aos 31 minutos. Rafael Chorão cobrou falta na área e Alisson escorou firme para a boa defesa de Martín Rodríguez no centro do gol.

Mas aos 50 minutos, o Vitória buscou o gol do triunfo. Em cobrança de falta da intermediária, Thiago Carleto soltou a bomba e acertou o canto direito de André Luiz para balançar as redes.