camara de tamarana
Compartilhar

Queda de Temer é dada como certa, afirma Alvaro Dias

A Câmara Federal deve aceitar a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Tem..

Jordana Martinez - 10 de julho de 2017, 15:35

A Câmara Federal deve aceitar a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer, afirma o senador Alvaro Dias (Podemos), nas redes sociais.

"Esta é a primeira denúncia. Consta que outras duas, pelo menos, virão na sequência. Se o presidente conseguir evitar os votos para a admissibilidade da denúncia, nós teremos ainda que resolver outras duas denúncias preparadas pelo procurador-geral da Repúbica", afirmou no Facebook.

Para Alvaro Dias, tudo caminha para a eleição indireta do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), já que, segundo ele, "não haveria tempo hábil para aprovar a mudança na Constituição para eleições diretas". Segundo o senador, nos bastidores os aliados já estariam, inclusive, dividindo cargos num possível "governo Maia".

"Só mudaria o nome da crise de Temer para Maia," diz Alvaro Dias.

"Quando houve o impeachment da presidente Dilma, eu defendi a tese de que o impeachment deveria ser completo. Denunciei as pedaladas do Temer quando, no exercício do mandato, em viagem da presidente Dilma, Submeti até ao Tribunal de Contas para a sua avaliação. O mesmo crime de responsabilidade praticado por Dilma foi praticado por Temer... Teríamos então eleições diretas e não estaríamos vivendo essa crise política monumental que estamos vivendo agora", lamentou.