Athletico e Toledo se enfrentam para definir o título do Paranaense 2019

Athletico e Toledo fazem a final do Campeonato Paranaense 2019 neste domingo (21), às 16h. A expectativa é que pelo menos 30 mil pessoas marquem presença na Arena da Baixada.

No primeiro duelo, na semana passada, o Porco levou a melhor e venceu o Furacão por 1 a 0. O duelo será exibido pela RPC.

>>> Athletico vence Toledo nos pênaltis e é campeão do Paranaense 2019

O Rubro-Negro precisa de dois gols para se sagrar campeão estadual pela segunda vez seguida. Caso o time athleticano vença por apenas um gol, a decisão vai para os pênaltis.

NÚMERO DE TÍTULOS E RETROSPECTO

O Athletico luta para ser campeão pela 25.ª vez. Já o Toledo quer levantar a primeira taça regional em sua história.

As equipes já se enfrentaram nesse Estadual. Na primeira rodada da Taça Dirceu Krüger, o Athletico fez 8 a 2 no Toledo e reagiu no campeonato.

DESTAQUES

Marquinho e Bergson somam 12 dos 22 gols que o Furacão fez na Taça Krüger. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

No Athletico, o meia Marquinho e o atacante Bergson, cada um com seis gols, ainda brigam pela artilharia do torneio.

Do outro lado, o volante Revson ganhou destaque e pode fazer a diferença para o time do interior.

ESCALAÇÕES

Data, hora e local: 21/04, domingo (21), às 16h, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn.

Athletico: Léo; Lucas Halter, Robson Bambu (Éder) e Zé Ivaldo; Khellven, Christian (Matheus Rossetto), Erick, Marquinho e Vitinho; Jáderson (João Pedro) e Bergson. Técnico: Rafael Guanaes.

Toledo: André Luiz; Everton, Eduardo Luiz, Fandinho e Matheus Duarte; Jonathan, Revson, Khevin e Júlio Pacato; Eduardinho e Marcelinho. Técnico: Agenor Piccinini.

 

Na Arena, Athletico estreia no Paranaense com derrota para o Cascavel CR

O atual campeão paranaense, o Athletico, estreou no estadual com derrota para o recém-promovido à elite, Cascavel CR. Neste sábado (19), as equipes se enfrentaram na Arena da Baixada, pela primeira partida da Taça Barcímio Sicupira. O rubro-negro dominou as ações, mas bastou uma chance fatal para o time do oeste garantir o 1 a 0. Pouco mais de seis mil torcedores compareceram ao estádio.

O rubro-negro até parecia que ia pressionar o time visitante. Logo no primeiro minuto, chegou bem com Bruno Rodrigues de fora da área. Mas não demorou muito para o time responder e em um tiro fatal.

Aos 12, a equipe do Cascavel CR partiu em contra-ataque. Em uma sequência de tentativas, a bola sobrou com Taira, que pegou o rebote e soltou uma bomba para abrir o placar.

Desentrosado e procurando se encontrar em campo, o Furacão tentava, só que não conseguia levar perigo ao rival. Somente aos 31, Bruno Rodrigues, em um chute rasteiro, obrigou Marcos Paulo a fazer boa defesa.

Ainda na primeira etapa, Matheus Anjos quase descontou em uma cobrança de falta. Mas mandou por cima da meta.

Na volta do intervalo, o Athletico resolveu correr atrás do tempo perdido. Logo de cara, emendou uma bomba que saiu dos pés de Nicolas. Mas o arqueiro adversário não deixou passar.

Aos 10, a equipe rubro-negra reclamou de pênalti, após a bola bater no braço do zagueiro correia. Mas o juiz não entendeu como penalidade e deu apenas o escanteio.

O Furacão até tentou. Arriscou com Bruno Rodrigues e Anderson Plata já no finzinho da partida, mas, apesar do controle das ações da partida, amargou uma derrota na estreia do Paranaense.

O próximo adversário do Athletico é o Cascavel FC, na quarta-feira (23), às 20h, no Olímpico Regional. O Cascavel CR recebe o Londrina, na quinta-feira (24), às 20h, também no Olímpico.

 

Com novo CT e patrocinador master, Cianorte tem planos ousados para Paranaense e Série D

O Cianorte Futebol Clube terá um grande aliado para a temporada 2019 da primeira divisão do Campeonato Paranaense. A Universidade Positivo acaba de anunciar o patrocínio ao Leão do Vale. O novo centro de treinamento do clube será inaugurado no dia 26 de novembro com o nome CT Universidade Positivo. Com 30 mil metros quadrados que comportam dois campos com gramados de primeiro mundo, irrigação automática, fertilização, quadra de areia, dois vestiários, sala de imprensa, academia e área específica para treinamentos de goleiros, o novo CT tem tudo para se tornar referência no futebol do Estado.

Sem divulgar os valores envolvidos, o gerente de Marketing da Universidade Positivo, Fabricio Almada, vê o investimento como a continuidade de uma filosofia do grupo. “Durante seus 45 anos, o Positivo sempre acreditou e investiu no esporte como meio de desenvolvimento humano. Além de cursos superiores em Educação Física e Saúde Esportiva, somos patrocinadores do Curitiba Vôlei, que disputa a Liga Feminina Nacional”, conta. Ele vê o investimento como uma possibilidade de investir na região Noroeste do Paraná com um parceiro que possui os mesmos ideais.

De acordo com o presidente do Cianorte, Lucas Franzato, o patrocínio trará inúmeros benefícios aos jogadores e equipe técnica, que vão além dos valores investidos em naming rights. “Teremos a possibilidade de fazer um intercâmbio técnico com mestres e doutores do Positivo com a nossa equipe técnica, por meio de palestras e cursos presenciais”, adianta. Além disso, os atletas profissionais e das categorias de base terão bolsas de estudo na Universidade e, em janeiro, o time fará os treinos de pré-temporada no câmpus da Universidade Positivo, em Curitiba. “Essa parceria nos colocará num outro patamar de trabalho, sendo um divisor de águas para a nossa profissionalização”, comemora Franzato.

Fundado em 2002, o Cianorte Futebol Clube representa o município de 150 mil habitantes há 17 anos e já disputou 14 temporadas na primeira divisão do campeonato estadual, além de 5 Copas do Brasil. Na próxima temporada, o clube, que manda seus jogos no Estádio Albino Turbay, com capacidade para quatro mil pessoas, disputará a 1ª divisão do Campeonato Paranaense, assim como a Série D do Campeonato Brasileiro. A principal meta do clube é chegar à Série B do Brasileirão até 2021.