padrasto morre preso homem paraná

Homem é preso suspeito de matar o padrasto com barra de ferro no Paraná

Um homem de 32 anos foi preso em flagrante no início da noite deste domingo (12) por ser suspeito de matar o padrasto, de 50 anos, com uma barra de ferro. O caso aconteceu em Imbituva, nos Campos Gerais do Paraná, a 179 quilômetros de Curitiba.

De acordo com a PCPR (Polícia Civil do Paraná), uma discussão gerou um ataque violento do enteado. O suspeito teria pego uma barra de ferro e deferido diversos golpes na cabeça do padrasto.

Contudo, quando a polícia chegou ao local, encontrou a vítima sem vida e o homem estava desaparecido.

Após algumas horas, a PMPR (Polícia Militar do Paraná) encontrou o suspeito em uma área de mata, próxima à casa do seu pai. Ele foi detido em flagrante e, ao chegar na delegacia, revelou que cortou sua tornozeleira eletrônica com uma faca. Porém, o equipamento e a arma do crime não foram encontrados pelos policiais.

O homem foi autuado por homicídio qualificado e foi encaminhado à Delegacia de Irati, onde está à disposição da Justiça.

vaca boi rebanho período de transição doenças jaciaba prudentópolis

Homem morre ao ser atacado por vaca e bois após imunizar bezerro no Paraná

Um acidente com uma vaca ao imunizar um bezerro vitimou um homem nesta segunda-feira (30) na zona rual de Jaciaba, no distrito de Prudentópolis, região dos Campos Gerais no Paraná.

Segundo informações da PMPR (Polícia Militar do Estado do Paraná), ao tratar a aparição de insetos na região abdominal do bezerro, a vaca progenitora do animal atacou o homem, que ainda recebeu avanços de diversos bois de sua pastagem.

Após receber o ataque dos animais, o homem foi arremessado pelos chifres da vaca e bateu com força as costas contra o solo.

Vizinhos chamaram o socorro médico, que ao chegarem no local, constataram que o indivíduo já estava morto. A propriedade fica cerca de 70 quilômetros de Prudentópolis.

O corpo do homem foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Local) de Guarapuava, região central do Paraná.

trator, capotar, capotamento, capotou, morreu, ferragens, tibagi, campos gerais, paraná, entulho, barracão

Homem morre após capotar trator no interior do Paraná

Um homem de 36 anos morreu neste sábado (28) após capotar um trator em Tibagi, nos Campos Gerais do Paraná.

Conforme a Defesa Civil de Tibagi, o acidente aconteceu na área rural do município, no momento em que o homem fazia a limpeza do entulho de um barracão.

De acordo com os relatos premilinares, o freio do trator falhou. Assim, o veículo desceu uma ribanceira desgovernado e capotou em um bueiro.

Conforme a Defesa Civil de Tibagi, o homem de 36 anos não teria conseguido pular em tempo. Ele morreu na hora.

O corpo da vítima foi recolhido ao IML (Instituto Médico-Legal) de Ponta Grossa,nos Campos Gerais do Paraná.

História da imigração holandesa no Paraná

 

Este vídeo traz um resumo histórico sobre a colonização holandesa no Paraná, que construiu  cooperativas de alta produção e qualidade.

Clique aqui para conhecer o grupo Memória Paranaense, criado por este portal no Facebook. Ao abrir a página, clique em “participar do grupo”. E ajude a preservar esta história.

Clique aqui para encontrar o grupo Memória da Imigração Holandesa, criado por esta coluna.

Aqui está o grupo Carambeí Memória, cidade que simboliza a imigração holandesa. Aqui está o grupo Castro Memória. E aqui está o link do grupo Arapoti Memória.

 

 

 

 

Clique aqui para encontrar outras publicações desta coluna.

 

Contato com José Wille.

 

 

febre amarela, morte, mortes, macacos, ponta grossa, campos gerais, paraná

Febre Amarela: Ponta Grossa confirma quatro mortes de macacos infectados

Exames laboratoriais confirmaram que quatro macacos encontrados em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, estavam infectados com o vírus da febre amarela. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (18) pela FMS (Fundação Municipal de Saúde).

Os primatas foram encontrados na região de Guaragi, nos Campos Gerais. Com os novos quatro casos confirmados, já são cinco morte de macacos em Ponta Grossa nesta temporada.

Conforme as autoridades da vigilância sanitária, os macacos são importantes aliados para o departamento de controle de zoonoses. Assim, as mortes por febre amarela indicam onde o vírus está ativo e onde devem se concentrar as ações preventivas.

“Estamos em um período que iniciam as férias, as pessoas gostam de ir para áreas de mata, rios, ou seja, natureza de modo geral. Nossa preocupação é com esta população flutuando, que vai de passagem e que ainda não se imunizou. Por isso o alerta: quem ainda não tomou a vacina, deve procurar a sala de imunização mais próxima e se prevenir”, destacou o médico veterinário e coordenador da Zoonoses, Leandro Inglês.

FEBRE AMARELA

A febre amarela é uma doença altamente infecciosa transmitida por mosquitos. Pessoas não vacinadas estão sujeitas às complicações, que podem ser graves. A doença não tem cura, embora haja tratamento para amenizar os sintomas. A única forma de prevenção é a vacina.

Casos leves pode causar febre, dor de cabeça, náuseas e vômitos. No entanto, os casos mais graves podem implicar em problemas cardíacas, hepáticos e renais, levando à morte.

escola técnica florestal - Brasil - Ortigueira - Paraná

Ortigueira tem a primeira escola técnica florestal do Brasil

O município de Ortigueira, na região dos Campos Gerais no Paraná, é sede da primeira escola técnica florestal do Brasil. O Centro Estadual de Educação Profissional e Agrícola vai iniciar a partir de 2020 suas atividades e está com inscrição abertas para receber suas primeiras turmas.

A expectativa é que 800 alunos possam estudar nos cursos técnicos de Operações Florestais, Manutenção de Máquinas Pesadas e Agronegócio.

Os curso de Operações Florestais e Manutenção de Máquinas Pesadas são disponibilizados apenas nas modalidades subsequentes, tendo duração de um ano e meio até dois anos. Já o Técnico em Agronegócio é destinado para alunos que irão ingressar no ensino médio e tem duração de três anos.

Os estudantes interessados devem realizar sua matrícula até o dia 6 de dezembro, de forma presencial no Núcleo Estadual de Educação de Telêmaco Borba ou na Escola Estadual Altair Mongruel Ortigueira. As aulas começam em fevereiro de 2020.

O projeto é fruto de uma parceria entre o Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, a Klabin – empresa do setor de celulose, e a prefeitura de Ortigueira.

“Esta escola é uma ideia inovadora, que fortalece o ensino profissionalizante na rede pública estadual. A escola abre novas oportunidades para que os jovens possam atuar em uma área essencial para a economia do Paraná e do Brasil”, salientou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

INVESTIMENTO

A escola vai aproveitar a estrutura do Projeto Puma, desenvolvido pela Klabin, que conta com quartos, banheiros, salas de aula, cozinha industrial, refeitório, campo de futebol e área de lazer.

A SEED (Secretaria de Estado da Educação e do Esporte) investiu mais R$ 12 milhões para a construção de uma oficina mecânica e uma quadra poliesportiva.

Além disso, a Klabin irá disponibilizar técnicos para auxiliar a SEED para fazer a seleção dos professores da escola.

acidente, br-376, campos gerais, paraná, saída de pista, capotamento, chuva DPVAT Bolsonaro

Chuva causa saídas de pista e capotamentos em intervalo de cinco minutos na BR-376

Duas saídas de pista seguidas de capotamento aconteceram nesta terça-feira (5), na BR-376, na região dos Campos Gerais do Paraná. Os dois casos tiveram algo em comum: a chuva. Além disso, as ocorrências aconteceram quase que de forma simultânea.

O primeiro acidente foi registrado às 14h, na altura do km 474, próximo ao Trevo Caetano. Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), um homem de 32 anos dirigia um Peugeot 208, quando perdeu o controle, saiu da pista, bateu na canaleta e capotou.

Minutos mais tarde, no mesmo trecho, uma mulher de 32 anos, também dirigindo um Peugeot 208, se acidentou de forma quase idêntica: saiu da pista, bateu na canaleta e capotou.

De acordo com a PRF, os dois motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro, que deu negativo em ambos os casos. Nenhum dos envolvidos se feriu, apesar do susto.

 

febre amarela, macacos, humanos, casos confirmados, casos suspeitos, morte, morte no paraná, paraná, campos gerais, castro, vacina, imunização ANPr

Febre amarela: morte de macaco confirma circulação do vírus no Paraná

Um macaco morreu infectado com o vírus da febre amarela em Castro, nos Campos Gerais do Paraná. A suspeita ocorreu no final de setembro, mas a infecção só foi confirmada nesta quarta-feira (23), após o resultado dos exames laboratoriais. Sete casos em humanos são investigados pelas autoridades da Saúde.

De acordo com com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), essa é a primeira morte causada pela febre amarela confirmada desde o início do ciclo epidemiológico. Desde julho, foram registradas 78 notificações de mortes suspeitas.

Conforme as autoridades de vigilância sanitária, 11 casos foram descartados e 26 não foram conclusivos. Assim, restam ainda 40 mortes de macacos em investigação.

Ao contrário do que pode parecer, o macaco não é um agente transmissor. Os primatas são aliados da área da saúde e a morte deles pelo vírus indica em quais regiões a febre amarela está circulando e, por isso, quais são os cuidados que precisam ser adotados.

FEBRE AMARELA EM HUMANOS: CASOS INVESTIGADOS PARANÁ

Desde o início do novo ciclo epidemiológico, em julho, nenhum caso em humanos foi confirmado no Paraná.

De acordo com a Sesa, sete casos são investigados. Ao todo, foram 24 notificações da doença, das quais 17 já foram descartadas.

“Por isso, é fundamental que todos estejam vacinados. Isso porque o período epidemiológico da febre amarela está apenas começando. A vacina é a única forma proteção”, alertou o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto.

A vacina que previne a febre amarela está disponível gratuitamente em todas as unidades de saúde do Paraná. Ela é indicada para todas as pessoas entre nove meses e 59 anos de idade. Em municípios com casos confirmados em humanos, idosos também podem receber a dose.

No ciclo epidemiológico anterior, o Paraná registrou 17 casos e uma morte pela doença.

motorista dorme ao volante e causa acidente nos Campos Gerais

Motorista dorme ao volante e fica em estado grave ao bater na traseira de caminhão

Um motorista, de 30 anos, ficou gravemente ferido após bater o caminhão que dirigia na traseira de outro caminhão na BR-376, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o condutor teria dormido ao volante.

O acidente aconteceu no KM 493 da rodovia no início da madrugada desta quarta-feira (23). O caminhão com carga de cebola e placas de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, atingiu a traseira do outro veículo com carga de produtos alimentícios e placas de Apucarana, na região norte.

O motorista do caminhão de Campo Largo ficou preso nas ferragens e foi encaminhado em estado grave ao Hospital de Ponta Grossa. Já o condutor do outro caminhão, de 60 anos, não se feriu.

A PRF alerta aos motoristas que em caso de sono procure um lugar seguro, durma algumas horas, depois prossiga a viagem em segurança.

carreta, caminhão, batatas, campos gerais, paraná, palmeira, tombou, tombamento, interdição, br-277, prf, polícia rodoviária federal

Carreta tomba e interdita BR-277 nos Campos Gerais do Paraná

Uma carreta carregada com batatas congeladas tombou na BR-277 na manhã desta quinta-feira (10). O acidente aconteceu na altura do km 167, em Palmeira, no Campos Gerais do Paraná. Apesar da gravidade do acidente, ninguém se feriu.

Por consequência do tombamento, o trânsito ficou completamente interrompido até o início da tarde. Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), guinchos foram usados para arrastar a carreta e liberar parcialmente a pista.

Desde 12h15, os carros de passeio se revezam no sistema pare-e-siga. Os caminhões aguardam a liberação completa do trecho. Há cerca de cinco quilômetros de filas em cada um dos sentidos.

O transbordo da carga de batatas será feito às margens da rodovia, e só depois disso é que a carreta que tombou será removida. A concessionária Caminhos do Paraná, responsável pelo trecho dos Campos Gerais, realiza a limpeza da pista para viabilizar a liberação da rodovia.

carreta, caminhão, batatas, campos gerais, paraná, palmeira, tombou, tombamento, interdição, br-277, prf, polícia rodoviária federal 2
Divulgação/PRF