Coritiba - Ceará - Copinha - Copa São Paulo de Futebol Júnior

Coritiba vence Ceará debaixo de chuva e avança de fase na Copinha

O Coritiba se juntou ao Paraná Clube, ao Athletico Paranaense e ao Londrina na terceira fase da Copa São Futebol de Futebol Júnior. A equipe alviverde bateu o Ceará por 3 a 1 na manhã deste domingo (12) e seguiu em frente na Copinha.

O Operário irá tentar se juntar aos outros quatro times paranaenses na terceira fase ainda neste domingo, às 15h, quando enfrenta o Santa Cruz.

Marcos, Robinho e Yuri (em cobrança de pênalti) marcaram os gols da vitória do Coritiba, enquanto Danrley diminuiu o placar para o Ceará.

A vitória do Coritiba foi construída sob muita chuva em São Paulo. Com maior posse de bola, a equipe alviverde controlou o jogo desde o início e conseguiu marcar seu primeiro gol aos 21 minutos com Marcos. Ainda na primeira etapa, Robinho aproveitou sobra na entrada da área e ampliou o placar.

No segundo tempo, mesmo saindo mais para o jogo, o Ceará não conseguia criar as principais chances da partida. O Coritiba conseguiu matar o jogo aos 23 minutos, quando Yuri cobrou pênalti no canto esquerdo firme. Aos 36 minutos, Danrley fez boa jogada individual e fechou o placar da partida.

TERCEIRA FASE

O Coritiba irá encarar o vencedor do duelo entre São Bento e São Caetano na terceira fase da Copinha. Na primeira fase, a equipe alviverde foi derrotada pelo São Bento por 2 a 0.

A FPF (Federação Paulista de Futebol) ainda não confirmou os horários e locais dos jogos da terceira fase e deve divulgar essas informações apenas ao final da segunda fase neste domingo (12).

A tendência é que o Coritiba continue jogando em São Paulo, seja no Estádio Nicolau Alayon ou retorne para o Canindé, aonde disputou a primeira fase do torneio.

copa do brasil jogos primeira fase fluminense vasco

Copa do Brasil 2020: confira os jogos da primeira fase

Os jogos da primeira fase da Copa do Brasil 2020 foram sorteados nesta quinta-feira (12), ou seja, os 80 clubes que entram na primeira fase já sabem com quem vão duelar. O evento aconteceu na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio de Janeiro e definiu o chaveamento das equipes, como Cruzeiro, Fluminense e Vasco, para as quatro primeiras fases da competição.

O Paraná Portal selecionou os jogos dos 10 times da Série A:

O Fluminense e o Vasco vão viajar ao Nordeste: o Tricolor vai encarar o Moto Club no Maranhão, enquanto o Cruzmaltino visita o Altos, do Piauí. Quem também vai para a região é o Atlético Mineiro, que enfrenta o Campinense na Paraíba.

Já o Botafogo vai ao Rio Grande do Sul duelar com o Caxias.

Quem percorrerá a maior distância será o Coritiba. O clube do Paraná vai ao Amazonas para enfrentar o Manaus. Ou seja, serão mais de 4 mil quilômetros percorridos, enquanto o Goiás vai viajar 3,2 mil km para jogar contra o Fast Club. Quem vai viajar a mesma distância dos goianos será o Sport, que encara o Brusque em Santa Catarina.

Já o Atlético Goianiense encara o União, do Mato Grosso. Por fim, o Bahia enfrenta o River do Piauí, enquanto o Ceará visita o Bragantino do Pará.

Vale lembrar que os times que jogam fora de casa têm a vantagem do empate. Ou seja, só não avançam à segunda fase do torneio caso percam o duelo.

A competição terá início em fevereiro, enquanto a final será disputada em setembro.

COPA DO BRASIL 2020: JOGOS DA PRIMEIRA FASE

CHAVE 1

  • River-PI x Bahia
  • São Luís x América-RN
  • Coruripe x Juventudes
  • XV de Piracicaba x Londrina

CHAVE 2 

  • Caxias x Botafogo
  • Toledo x Náutico
  • Palmas-TO x Paraná Clube
  • Bahia de Feira-BA x Luverdense

CHAVE 3

  • Brusque-SC x Sport Recife
  • Frei Paulistano-SP x Remo-PR
  • Manaus x Coritiba
  • Gama-DF x  Brasil de Pelotas

CHAVE 4

  • São Raimundo-RO x Cruzeiro
  • Vilenense x Boa Esporte-MG
  • Brasiliense-DF x Paysandu
  • Independente-PA x CRB

CHAVE 5

  • Moto Club-MA x Fluminense
  • Atlético-BA x Botafogo-PB
  • Novo Horizontino x Figueirense
  • Vitória-ES x CSA

CHAVE 6

  • Boa Vista-RJ x Chapecoense
  • Caucaia-CE x São José-RS
  • União-MT x Atlético Goianiense
  • Operário x Santa Cruz

CHAVE 7

  • Imperatriz x Vitória-BA
  • Lagarto-SE x Volta Redonda
  • Bragantino-PA x Ceará
  • Bangu-RJ x Oeste-SP

CHAVE 8 

  • Campinense-PB x Atlético Mineiro
  • Afogados-PE x Atlético-AC
  • Novo Hamburgo x Ponte Preta
  • Galvez-AC x Vila Nova

CHAVE 9

  • Altos-PI x Vasco da Gama
  • Aquidauanense-MT x ABC-RN
  • Fast Club x Goiás
  • Santo André x Criciúma

CHAVE 10

  • Santos-AP x América-MG
  • Barbalha-CE x Operário-PR
  • Ferroviária x Avaí
  • Águia Negra-MS x Sampaio Correa
premiação brasileirão clube flamengo santos

Premiação do Brasileirão: veja quanto cada clube faturou

Flamengo e Santos foram os dois clubes que faturaram mais de R$ 30 milhões na premiação do Campeonato Brasileiro 2019.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) distribui R$ 330 milhões aos 16 clubes que permanecem na Série A, sendo que  divisão ocorre de acordo com a colocação final.

Mesmo ficando na quinta colocação, o Athletico Paranaense vai faturar menos do que os R$ 26,4 milhões previstos. Isso porque o clube paranaense assinou com a Turner para a transmissão dos jogos, o que resulta em uma queda de 20% no valor da premiação.

Com o desconto, o Furacão deve faturar perto de R$ 21,1 milhões. Ou seja, o Corinthians, que ganha R$ 21,45 milhões com a oitava posição, terá um prêmio maior do que o Athletico-PR.

Por fim, o Ceará, que se garantiu na Série A em 2020 com o empate diante o Botafogo, foi quem menos lucrou. Mesmo assim, o Vôzão embolsa nada menos do que R$ 11 milhões, quase o mesmo valor do clube carioca.

PREMIAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO

  • Flamengo – R$ 33 milhões – campeão
  • Santos – R$ 31,35 milhões – (2º lugar)
  • Palmeiras – R$ 29,7 milhões – (3º lugar)
  • Grêmio – R$ 28 milhões – (4º lugar)
  • São Paulo – R$ 24,75 milhões – (6º lugar)
  • Internacional –  R$ 23,1 milhões – (7º lugar)
  • Corinthians – R$ 21,45 milhões – (8º lugar)
  • Athletico-PR – R$ 21,1 milhões (5º lugar)*
  • Fortaleza –  R$ 19,8 milhões – (9º lugar)
  • Goiás – R$ 18,15 milhões (10º lugar)
  • Bahia – R$ 15,5 milhões (11º lugar)
  • Vasco – R$ 14,6 milhões (12º lugar)
  • Atlético Mineiro – R$ 13,7 milhões (13º lugar)
  • Fluminense – R$ 12,8 milhões – (14º lugar)
  • Botafogo R$ 11,9 milhões – (15º lugar)
  • Ceará – R$ 11 milhões – (16º lugar)
Fluminense - Palmeiras - Campeonato Brasileiro

Fluminense vence Palmeiras e respira no Campeonato Brasileiro

Contra um time alternativo do Palmeiras, o Fluminense se aproveitou e venceu o rival por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (28), e vai terminar a rodada fora da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O duelo válido pela 35ª rodada foi realizado no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Marcos Paulo marcou o gol da vitória do Fluminense.

A vitória deixa o Fluminense na 15ª posição com 41 pontos ganhos. A equipe está com um jogo a mais que o Cruzeiro, primeira equipe na zona de rebaixamento, e que tem 37 pontos na tabela.

Já o Palmeiras segue na terceira posição com 68 pontos e pode ver o Santos abrir três pontos de vantagem na vice-liderança do Brasileiro.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo no próximo domingo (1), pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Fluminense viaja para Florianópolis para encarar o Avaí na Ressacada, às 16h.

Enquanto o Palmeiras recebe o Flamengo no Allianz Parque, às 16h.

O JOGO

A primeira chance do jogo foi do Palmeiras aos quatro minutos. Após saída errada da zaga do Fluminense, Raphael Veiga arriscou da intermediária e a bola passou perto do poste direito.

O Fluminense respondeu no minuto seguinte. Marcos Paulo bateu cruzado, mas Gilberto não conseguiu fechar a jogada e perdeu boa chance.

O jogo ficou truncado e apenas aos 37 minutos saiu nova chance de gol. Após bola cruzada na área, Thiago Santos escorou para trás e Marcos Paulo recebeu a bola sozinho. O atacante bateu com efeito no canto esquerdo alto para balançar as redes e abrir o placar.

Marcos Paulo quase marcou o segundo aos 42 minutos. Gilberto cruzou na medida para o atacante, que cabeceou perto do travessão.

O Fluminense começou melhor o segundo tempo e criou boa chance aos 11 minutos. Yony González recebeu na entrada da área e finalizou perto do poste direito.

Nova chance do Fluminense aos 15 minutos. Dessa vez, Gilberto recebeu na entrada da área e finalizou cruzado para boa defesa de Weverton.

O Palmeiras respondeu aos 16 minutos. Lucas Lima cruzou na medida para Luiz Adriano, que cabeceou para o chão em direção ao gol, mas Digão em cima da linha mandou de cabeça para escanteio.

Na cobrança de escanteio, a bola sobrou no segundo poste para Dudu e o atacante pegou de primeira para bela defesa de Marcos Felipe.

A resposta do Fluminense foi aos 28 minutos. Gilberto foi lançado pela direita e bateu firme na rede pelo lado de fora.

O Palmeias quase empatou aos 39 minutos. Dudu fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Luiz Adriano, que de letra, mandou a bola rente ao poste esquerdo.

adilson batista ceará flamengo

Adilson Batista é demitido do Ceará após derrota para o Flamengo

Adilson Batista não é mais o técnico do Ceará. O treinador paranaense de 51 anos foi demitido após a goleada de 4 a 1 sofrida para o Flamengo, campeão do Campeonato Brasileiro.

“A diretoria alvinegra agradece pelos serviços prestados e deseja sucesso em sua trajetória”, disse a nota oficial do clube.

Além de Adilson, os auxiliares Cyro Garcia e Milton do Ó também se despedem da equipe.

A demissão surpreende ainda mais porque faltam apenas três rodadas para o torneio nacional acabar.

CEARÁ E A LUTA CONTRA O REBAIXAMENTO

Adilson foi contratado no dia 2 de outubro, ou seja, ficou no cargo do Vôzão por quase dois meses. Ele sucedeu Enderson Moreira, com a equipe em uma série de sete jogos sem vitória.

O treinador pegou o time como 15º colocado, com 23 pontos. Hoje, o Ceará aparece na 16ª posição, com 37 pontos.

Se o Cruzeiro derrotar o CSA nesta quinta-feira (28), no Mineirão, o time cearense volta a entrar na zona de rebaixamento.

Os últimos três adversários do Ceará no Brasileirão são: Athletico Paranaense e Corinthians, dentro do Castelão, e Botafogo, no Rio de Janeiro.

flamengo ceará campeonato brasileiro

Flamengo goleia o Ceará e faz a festa do título do Campeonato Brasileiro

Campeão com antecedência, o Flamengo goleou o Ceará por 4 a 1 na festa do título do Campeonato Brasileiro. Thiago Galhardo abriu o placar pelo Vôzão, mas Bruno Henrique, três vezes, e Vitinho garantiram o triunfo rubro-negro.  67.539 pessoas acompanharam o o triunfo e gritaram “é campeão” no Maracanã.

Após o apito final, foi montado o palco para a premiação dos jogadores do Fla. Todos receberam as medalhas e Diego levantou a sétima taça do torneio nacional (contando com 1987). Além disso, o Flamengo é bicampeão da Libertadores.

Flamengo já tem a melhor campanha da história e o maior número de vitórias da história em um Campeonato Brasileiro disputado por 20 times.

Com a vitória, o Flamengo chegou aos 84 pontos, enquanto o Santos e o Palmeiras têm 68. Os dois clubes paulistas, que disputam o segundo lugar, jogam fora de casa contra Fortaleza e Fluminense, respectivamente, nesta quinta-feira (29).

Já o Ceará fica com 37 pontos e é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. O time comandado por Adilson Batista pode ficar entre os quatro últimos se o Cruzeiro vencer o CSA no Mineirão.

FLAMENGO TOMA SUSTO, MAS MISTER RESOLVE

Bruno Henrique brilhou mais uma vez. (Marcelo Cortes/ Flamengo)

No primeiro tempo, o Flamengo carimbou três bolas na trave. Contudo, foi o Ceará quem marcou.

Aos 26 minutos, Felipe Silva fez boa jogada pela esquerda e deixou Rodinei para trás. Ele cruzou rasteiro e a bola desviou em Chico antes de Thiago Galhardo completar para o fundo das redes.

Ainda no primeiro tempo, Jorge Jesus mudou. O português tirou o meia Reinier e colocou Vitinho em campo.

Na etapa final, Bruno Henrique apareceu e as coisas se resolveram. Aos 19, o atacante se antecipou após o cruzamento de Renê e mandou para o fundo das redes.

Aos 28, BH recebeu passe de Arrascaeta e soltou uma pancada para estufar as redes. Aos 40, ele aproveitou o rebote de Diogo Silva na cobrança de falta de Arrascaeta e ampliou.

Para fechar, Vitinho arriscou de fora da área e acertou o canto do gol. 4 a 1 para a festa flamenguista! Gritos de “é campeão” e “ole mister” foram entoados.

Cruzeiro - Avai - Campeonato Brasileiro

Avaí empata com o Cruzeiro e é o primeiro rebaixado do Brasileiro

Mesmo com pressão no ataque durante todo o jogo, o Cruzeiro não saiu do 0 a 0 com o Avaí, na noite desta segunda-feira (18), e o resultado tirou a equipe mineira da zona de rebaixamento e deixou os catarinenses como os primeiros rebaixados dessa edição do Campeonato Brasileiro.

O duelo válido pela 33ª rodada foi realizado no Mineirão, em Belo Horizonte.

O empate deixa o Cruzeiro com 36 pontos, apenas um acima do Fluminense, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento do Brasileiro.

Já o Avaí chegou aos 18 pontos e não consegue mais ultrapassar o Cruzeiro na tabela e por isso irá disputar a Série B em 2020.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo no próximo final de semana, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Cruzeiro viaja para encarar o Santos na Vila Belmiro, neste sábado (23), às 21h.

Já o Avaí recebe a Chapecoense na Ressacada, neste domingo (24)às 19h.

O JOGO

A primeira chance do Cruzeiro foi aos cinco minutos. Éderson recebeu na entrada da área e ajeitou para Orejuela. O lateral chegou finalizando de primeira e Vladimir espalmou para salvar o Avaí.

O Avaí respondeu aos 24 minutos. Lourenço cruzou e Vinícius Araújo arriscou uma bicicleta, mas a bola foi direto nas mãos de Fábio.

Nova chance do Cruzeiro aos 34 minutos. Sassá foi lançado na direita e mandou o cruzamento fechado. Vladimir se lançou e afastou a bola de soco.

O Cruzeiro levou perigo aos 18 minutos do segundo tempo. Pedro Rocha recebeu na esquerda, cortou para o meio e finalizou no canto direito, mas Vladimir conseguiu buscar.

Nova chance para o Cruzeiro aos 26 minutos. Thiago Neves arriscou a falta da entrada da área e a bola passou perto do poste esquerdo.

O Avaí respondeu aos 30 minutos. Pedro Castro arriscou da intermediária, a bola desviou em Cacá e Fábio conseguiu se recuperar e fazer bela defesa.

Thiago Neves teve a oportunidade de marcar o gol da vitória aos 45 minutos. Dodô fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para o meia, que cabeceou firme e a bola passou muito perto do poste esquerdo.

Chapecoense - Ceará - Campeonato Brasileiro

Chapecoense vence Ceará e se mantém vivo na luta contra o rebaixamento

A Chapecoense venceu o Ceará por 1 a 0 neste domingo (17) na Arena Condá, em Chapecó. Na partida realizada 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o atacante Everaldo foi o responsável por conquistar os três valiosos pontos para a Chape na corrida contra o rebaixamento e marcou seu 12° gol.

Com o resultado, a Chapecoense fica na 19ª posição, com 25 pontos, e continua a busca por pontos para se salvar das últimas quatro posições. Já o Ceará fica em 15°, com 36 pontos, tentando se distanciar do Z-4.

Na próxima semana, a equipe de Chapecó enfrenta o Avaí na Ressacada, no domingo (24). O Ceará recebe o São Paulo na Arena Castelão no mesmo dia.

O JOGO

Thiago Galhardo e Amaral tiveram chances logo no início do primeiro tempo, mas a bola não entrou. A Chape começou a chegar no campo de ataque com Renato, e depois com Camilo assustando o goleiro Diogo Silva, que conseguiu agarrar a bola.

O Ceará continuou pressionando e trocando passes na intermediária. Luiz Otávio fez passe para Galhardo, que tentou mandar direto para o gol, mas a bola desviou em Amaral. Thiago errou outra de cabeça e mandou para fora.

Mais chances vieram para o Ceará com Felipe Silva, Bergson e Fabinho, mas o goleiro João Ricardo bloqueou.

Para a Chapecoense, algumas chances apareceram, sem sucesso. Amaral e Everaldo subiram para desviar uma bola de escanteio para o gol e a bola passou raspando a trave. Everaldo finalizou de novo e o goleiro do Ceará segurou. Ele ainda teve mais uma chance, estava sozinho na área, mas Luiz Otávio chegou em um carrinho preciso, tirando a bola dos pés do atacante.

Sem alterações para o segundo tempo, a primeira chance veio para o Ceará, com uma boa entrada de Chico para Galhardo, mas a defesa da Chapecoense bloqueou.

Aos 9 da segunda etapa, Chico chegou no rebote e marcou para o Ceará. A comemoração foi rápida, pois o VAR anulou o gol por impedimento.

Bergson teve outra chance ao receber o escanteio e cabecear para o chão, mas o goleiro João Ricardo defendeu.

A equipe de Santa Catarina chegou na área adversária com Everaldo e Henrique Almeida, sem sucesso. Houve mais chances para a Chape, com Henrique e Bruno Pacheco.

O gol da vitória veio com Everaldo, aos 37 do segundo tempo, salvando a Chape.

Athletico Paranaense - Botafogo - Campeonato Brasileiro

Athletico Paranaense vence Botafogo e segue invicto com Eduardo Barros

No terceiro jogo sob o comando de Eduardo Barros, o Athletico Paranaense manteve sua invencibilidade ao bater o Botafogo por 1 a 0, na noite deste domingo (17). Ao todo são duas vitórias e um empate com o treinador interino.

O duelo válido pela 33ª rodada foi realizado na Arena da Baixada, em Curitiba.

Thonny Anderson marcou o gol da vitória do Athletico Paranaense.

A vitória deixa o Athletico Paranaense na quinta posição com 53 pontos, mesma pontuação do São Paulo, mas o rubro-negro tem a vantagem no número de vitórias (15 a 14).

Já o Botafogo segue em situação complicada no Brasileiro. A equipe está na 15ª posição com 36 pontos, apenas um acima do Cruzeiro, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento e que ainda entra em campo nesta rodada.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo no próximo domingo (24), pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Athletico Paranaense viaja para Belo Horizonte para encarar o Atlético Mineiro, às 16h.

Já o Botafogo recebe o Corinthians no Engenhão, às 16h.

O JOGO

A primeira chance do jogo foi do Athletico Paranaense aos 18 minutos. Khellven arriscou falta lateral direta e Diego Cavalieri conseguiu a defesa.

Aos 20 minutos, em cobrança de escanteio de Khellven, Igor Cássio bateu o braço na bola e após a consulta ao VAR, o árbitro Braulio da Silva Machado assinalou a penalidade.

Marcelo Cirino foi para a cobrança e bateu muito desviado, à esquerda do gol e perdeu a chance de abrir o placar.

O Botafogo quase empatou aos 43 minutos. Leonardo Valencia cruzou e Cícero escorou perto do travessão.

O Athletico Paranaense quase abriu o placar aos cinco minutos. Rony fez boa jogada e rolou para Nikão na pequena área. O meia estava sozinho, mas bateu muito embaixo da bola e perdeu chance incrível.

Nova chance do Athletico Paranaense aos sete minutos. Camacho recebeu na entrada da área e finalizou firme. A bola raspou no travessão e foi para fora.

Mas aos 13 minutos o Athletico Paranaense não desperdiçou sua chance. Rony puxou contra-ataque rápido e rolou para Thonny Anderson. O meia finalizou firme e Diego Cavalieri chegou a tocar na bola, mas não evitou o gol.

Marcelo Cirino teve a chance para ampliar aos 17 minutos. Após tabelar com Thonny Anderson, o atacante bateu cruzado e acertou a rede pelo lado de fora.

O Athletico Paranaense chegou a ter um gol anulado pelo VAR aos 24 minutos. Após cruzamento, Thiago Heleno cabeceou para o gol, mas Machado entendeu que Marcelo Cirino, que estava em posição de impedimento, interferiu no andamento da jogada.

fortaleza ceará atlético-mg cruzeiro brasileirão

Clássicos do Brasileirão: Fortaleza vence o Ceará; Cruzeiro e Atlético empatam

Dois clássicos marcaram a 32ª rodada do Brasileirão neste domingo (10). No Castelão, o Fortaleza venceu o Ceará por 1 a 0, com gol de Wellington Paulista. Já em Minas Gerais, Cruzeiro e Atlético Mineiro empataram por 0 a 0 no Mineirão.

O clássico cearense foi animado. O gol do Leão saiu logo aos 12 minutos do primeiro tempo. Osvaldo recebeu na ponta esquerda e pedalou antes de tabelar com Romarinho. Ao receber a bola, ele deu um toque de cabeça para a segunda trave, onde Wellington Paulista completou para as redes.

O Vôzão tentou responder: Samuel Xavier e Ricardinho assustaram, enquanto Felipe carimbou a trave de Felipe Alves. Na etapa final, o goleiro ainda fez uma defesaça. O zagueiro cearense Luiz Otávio finalizou com o joelho após a cobrança de escanteio, mas viu o camisa 12 espalmar e evitar a igualdade.

Com o resultado, o Fortaleza chegou aos 39 pontos e fica na 13ª posição, enquanto o Ceará fica uma posição atrás com 36 pontos.

CRUZEIRO E ATLÉTICO FICAM NO ZERO

Bruno Cantini / Atlético

No clássico mineiro, Cruzeiro e Atlético ficaram no zero. As duas equipes, na segunda metade da tabela, fizeram um jogo morno, com poucas chances de gol.

Na etapa inicial, a melhor chance foi do Galo. O lateral-esquerdo Fábio Santos soltou uma pancada e carimbou o travessão de Fábio.

Já na etapa final, a Raposa assustou em uma cabeçada de Fred, defendida por Cleiton.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 35 pontos e fica na 15ª posição. Do outro lado, o Atlético é o 12º colocado, com 40 pontos.

PRÓXIMOS JOGOS DO BRASILEIRÃO

A 33ª rodada do Brasileirão acontece no próximo final de semana.

O Atlético Mineiro encara o Fluminense no sábado (16), às 19h, no Maracanã.

No domingo (17), às 18h, o Ceará visita a Chapecoense na Arena Condá. Já às 19h, o Fortaleza recebe o CSA no Castelão.

Para completar, o Cruzeiro recebe o Avaí na segunda-feira (18), às 20h, no Mineirão.