cocaína paraguaio paraná

Paraguaio é preso no Paraná por transportar 88 quilos de cocaína em tanque de caminhão

Um paraguaio foi preso, nesta terça-feira (17), por transportar 88,9 quilos de cocaína em um fundo falso de tanque de combustível de um caminhão. O homem, de 27 anos, foi abordado na BR-277, em Santa Terezinha do Itaipu, na região oeste do Paraná pela PRF (Polícia Rodoviária Federal).

A abordagem dos policiais rodoviários aconteceu por volta das 9h. O caminhão estava com placas brasileiras, mas o motorista ficou nervoso ao falar que seguiria viagem até Cascavel para buscar uma carga de adubos.

A equipe da PRF decidiu então fazer uma vistoria mais minuciosa. Ao desconfiar do tanque de combustível, desmontaram o fundo falso e encontraram 85 tabletes e de cocaína.

O paraguaio foi encaminhado à Polícia Federal em Foz do Iguaçu e deverá responder por tráfico de drogas. Caso condenado, ele pode pegar até 15 anos de prisão.

Polícia Civil - Drogas - Carro - Curitiba

Polícia Civil do Paraná apreende drogas e carro roubado em Curitiba

Três homens e duas mulheres foram presos na tarde desta sexta-feira (13), no bairro Fazendinha, em Curitiba. No local, a PCPR (Polícia Civil do Paraná) recuperou um carro roubado e apreendeu 800 pedras de crack e 240 papelotes de cocaína, além de dois simulacros, máquina de cartão e cerca de R$ 1 mil em dinheiro vivo.

O veículo recuperado é um Nissan March, que havia sido roubado no último domingo (8). A vítima do assalto chegou a receber pontadas de facas e apresentou ferimentos ao realizar o boletim de ocorrência na DFRV (Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos).

“Com a prisão dessas cinco pessoas vamos verificar se algum deles é o autor desse crime ou então eles serão autuados por receptação de veículo roubado”, explicou o delegado João Marcelo Renk Chagas.

Ainda de acordo com o delegado, a equipe da Polícia Civil cumpriu mandado judicial na residência por tráfico de substâncias entorpecentes e por um outro veículo roubado. A ação contou com o apoio da equipe da Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos).

“Nós chegamos e congelamos o ambiente e tivemos o apoio do canil da Denarc e um dos cachorros localizou a substância no forro da casa, aonde foi encontrada toda a droga”, detalhou o delegado.

cocaína feijão algeciras espanha receita federal porto de paranaguá foto rfb

Cocaína no Porto de Paranaguá: 608 kg apreendidos em carga de feijão

A Receita Federal no Paraná realizou a 19ª apreensão de cocaína no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, desde o início do ano. Desta vez, foram apreendidos 608 kg da droga na noite desta quarta-feira (11).

De acordo com os auditores fiscais, a cocaína estava escondida em meio a uma carga lícita de feijão que tinha como destino o Porto de Algeciras, na Espanha. A droga foi encontrada em fiscalizações de rotina, no momento em que o contêiner foi submetido à análise de scanners.

Com mais 608 kg apreendidos, o total de cocaína interceptada pela Receita Federal no Porto de Paranaguá chega a 11,4 toneladas (11.403 kg). A média registrada neste ano é de uma apreensão a cada 13 dias.

Apreensões de cocaína no Porto de Paranaguá: 2019

  • 04/01/2019: 768,5 kg – Bélgica
  • 25/01/2019: 2.200 kg – Holanda (*)
  • 05/02/2019: 451,5 kg – Bélgica
  • 27/02/2019: 326 kg – França
  • 14/03/2019: 144,5 kg – abandonada
  • 27/03/2019: 274,5 kg – Bélgica
  • 29/03/2019: 473,5 kg – Bélgica
  • 04/04/2019: 1.204,5 kg – Bélgica
  • 07/05/2019: 554,5 kg – Bélgica
  • 17/05/2019: 304 kg – Holanda
  • 26/06/2019: 562 kg – Holanda
  • 05/07/2019: 300 kg – Holanda
  • 11/07/2019: 662 kg – Bélgica
  • 14/08/2019: 866 kg – Bélgica
  • 17/08/2019: 224,5 kg – Bélgica
  • 18/08/2019: 558,0 kg – Bélgica
  • 03/09/2019: 165 kg  Holanda
  • 05/09/2019: 756 kg – Espanha
  • 11/09/2019: 608 kg – Espanha

(*) Pesagem separada em dois dias: 1.103 kg em 25/01 e 1.097 kg em 28/01. Total: 2.200 kg

manicure presa cocaína br-277 paraná

Manicure é presa por esconder cocaína, crack e munições dentro do tanque do carro

Uma manicure de 30 anos foi presa nesta quarta-feira (11), em Céu Azul, na região oeste do Paraná, por esconder drogas e munições dentro do tanque de combustível do carro. No total, foram 4,2 quilos de cocaína, 8,2 quilos de crack e 100 munições, de calibre 45 e fabricação norte-americana. As drogas e balas foram apreendidas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-277, que corta o estado no sentido leste-oeste.

Além disso, a mulher estava com a carteira de habilitação suspensa há seis meses e tinha convidado o amigo para dirigir o carro até Cascavel. Com isso, o homem, de 28 anos, também foi preso em flagrante. Entretanto, a Justiça ainda deve medir o grau de envolvimento dele ao longo do inquérito.

A princípio, eles vão responder pelos crimes de tráfico de drogas e tráfico internacional de armas de fogo. Caso sejam condenados, eles podem pegar até 23 anos de prisão.

Conforme o artigo 307 do Código de Trânsito, o crime de violar a suspensão do direito de dirigir prevê pena de seis meses a um ano de detenção, além de implicar na imposição adicional de um novo prazo de suspensão, idêntico ao violado.

 

manicure presa cocaína br-277 paraná
Cocaína encontrada dentro do automóvel. Foto: Divulgação / PRF

A ABORDAGEM DA PRF

A mulher estava aguardando o amigo para retirar um Honda Civic em frente à unidade operacional da PRF na BR-277, mas demonstrou um nervosismo excessivo.

Os policiais rodoviários federais desconfiaram da atitude da manicure e decidiram fazer uma vistoria detalhada no carro. No início da tarde, a equipe da PRF acabou localizando a carga ilícita dentro do tanque de combustível. Quando o sujeito chegou ao local, também foi detido pelos policiais.

Policiais tiveram que verificar até o tanque de combustível do carro. Foto: Divulgação / PRF

 

prf cocaína dólares régis bittencourt br-116 são paulo paranaguá campina grande do sul foto prf

Com 326 kg de cocaína e 300 mil dólares, homem é preso na Régis Bittencourt

Transportando 326,2 kg de cocaína e 300 mil dólares – equivalente à R$ 1,23 milhão, um homem foi preso nesta quinta-feira (5) na Rodovia Régis Bittencourt, no Paraná. A prisão em flagrante aconteceu na altura do quilômetro 56, em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. A abordagem na BR-116 foi feita PRF (Polícia Rodoviária Federal).

O homem de 35 anos ficou nervoso, passou mal e apresentou a carteira de habilitação que pertencia ao irmão. O comportamento motivou os agentes a fazer uma busca minuciosa pelo carro. A droga e os dólares foram encontrados em um compartimento oculto sob o assoalho de uma caminhonete. Os policias precisaram usar um desencarcerador hidráulico para acessar a câmara secreta.

dólares cocaína compartimento secreto prf régis bittencourt
Os dólares estava escondidos em um compartimento secreto na traseira da caminhonete. Foto: Divulgação/PRF

Segundo a PRF, foram apreendidos 298 tabletes de cocaína. Já os dólares foram encontrados em dois pacotes.

Aos policiais rodoviários federais, o suspeito disse que saiu com a caminhonete de São Paulo (SP) e entregaria o veículo em Paranaguá, no litoral do Paraná. Ele já havia percorrido quase todo o trajeto pela Rodovia Régis Bittencourt (BR-116).

O homem deve ser indiciados pelos crimes de tráfico de drogas e uso de identidade alheia (por ter apresentado os documentos que pertencem ao irmão). Como a PRF também encontrou uma pequena porção de maconha, o suspeito também pode responder pelo porte de droga para consumo pessoal.

O caso foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Confira o vídeo da apreensão:

cocaína porto de paranaguá amendoim espanha algeciras apreensões apreensão receita federal

765 kg de cocaína são apreendidos em carga de amendoim no Porto de Paranaguá

Receita Federal no Paraná apreendeu 756 quilos de cocaína, nesta quinta-feira (05), escondidos dentro de um contêiner com amendoim para exportação. A apreensão aconteceu no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná. A droga tinha como destino o Porto de Algeciras, na Espanha.

Esta foi a 18ª apreensão de cocaína realizada no Porto de Paranaguá em 2019. O total acumulado nas operações está próximo de alcançar a marca de 11 toneladas (10.795 kg).

Nesta quinta-feira (05), a droga foi encontrada embalada em tabletes plásticos que estavam escondidos em sacos de amendoim descascado. O caso foi repassado à PF (Polícia Federal) de Paranaguá, que investigará o caso.

Foi a primeira vez neste ano que os auditores fiscais da Receita Federal em Paranaguá interceptaram uma carga que tinha como destino a Espanha. Os portos de Roterdã, na Holanda, e o de Antuérpia, na Bélgica, lideram em número de apreensões de cocaína.

Apreensões de cocaína no Porto de Paranaguá: 2019

  • 04/01/2019: 768,5 kg – Bélgica
  • 25/01/2019: 2.200 kg – Holanda (*)
  • 05/02/2019: 451,5 kg – Bélgica
  • 27/02/2019: 326 kg – França
  • 14/03/2019: 144,5 kg – abandonada
  • 27/03/2019: 274,5 kg – Bélgica
  • 29/03/2019: 473,5 kg – Bélgica
  • 04/04/2019: 1.204,5 kg – Bélgica
  • 07/05/2019: 554,5 kg – Bélgica
  • 17/05/2019: 304 kg – Holanda
  • 26/06/2019: 562 kg – Holanda
  • 05/07/2019: 300 kg – Holanda
  • 11/07/2019: 662 kg – Bélgica
  • 14/08/2019: 866 kg – Bélgica
  • 17/08/2019: 224,5 kg – Bélgica
  • 18/08/2019: 558,0 kg – Bélgica
  • 03/09/2019: 165 kg  Holanda
  • 05/09/2019: 756 kg – Espanha

(*) Pesagem separada em dois dias: 1.103 kg em 25/01 e 1.097 kg em 28/01. Total: 2.200 kg

receita federal apreensões de cocaína porto de paranaguá 2019 frango congelado foto rfbpr

Apreensões de cocaína no Porto de Paranaguá já totalizam 10 toneladas em 2019

A Receita Federal no Paraná apreendeu 165 quilos de cocaína, nesta terça-feira (03), no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná. A droga estava escondida em meio a uma carga de frango congelado.

Esta foi a 17ª apreensão de cocaína no Porto de Paranaguá em 2019. O total acumulado nas operações já ultrapassa as 10 toneladas (10.039 kg).

Nesta ocasião, a cocaína tinha como destinho o porto de Roterdã. Ao lado do porto de Antuérpia, na Bélgica, o terminal holandês é um dos principais pontos de entrada da droga no continente europeu.

Os auditores fiscais da Receita Federal desconfiaram da carga ao notar que o lacre do Ministério da Agricultura estava violado. A suspeita foi confirmada após o contêiner passar pelo sistema de scanners.

A cocaína estava embalada em tabletes plásticos. A droga foi escondida em meio a peças de frango congelado.

Cocaína no Porto de Paranaguá: apreensões avançam

  • 04/01/2019: 768,5 kg – Bélgica
  • 25/01/2019: 2.200 kg – Holanda (*)
  • 05/02/2019: 451,5 kg – Bélgica
  • 27/02/2019: 326 kg – França
  • 14/03/2019: 144,5 kg – abandonada
  • 27/03/2019: 274,5 kg – Bélgica
  • 29/03/2019: 473,5 kg – Bélgica
  • 04/04/2019: 1.204,5 kg – Bélgica
  • 07/05/2019: 554,5 kg – Bélgica
  • 17/05/2019: 304 kg – Holanda
  • 26/06/2019: 562 kg – Holanda
  • 05/07/2019: 300 kg – Holanda
  • 11/07/2019: 662 kg – Bélgica
  • 14/08/2019: 866 kg – Bélgica
  • 17/08/2019: 224,5 kg – Bélgica
  • 18/08/2019: 558,0 kg – Bélgica
  • 03/09/2019: 165 kg  Holanda

(*) Pesagem separada em dois dias: 1.103 kg em 25/01 e 1.097 kg em 28/01. Total: 2.200 kg

avião cocaína

Avião com 32 kg de cocaína faz pouso forçado na grande Curitiba

Um avião fez um pouso forçado, na tarde desta segunda-feira (2), em Campo do Tenente, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, a aeronave de pequeno porte levava 32 kg de cocaína. Seis pessoas foram presas.

Entre os detidos, três foram abordados em flagrante quando tentavam tirar a droga do avião para colocar em um carro.

Também foram presas duas pessoas que estavam em uma casa indicada pelos suspeitos e o piloto do avião.

O caso está sob investigação. Os presos devem responder por tráfico de drogas.

apreensões em 2019 cocaína paraná porto de paranaguá antuérpia bélgica Foto Divulgação Receita Federal

Apreensões de cocaína aumentam mais de 270% no Paraná

As apreensões de cocaína tiveram um aumento de 271% no Paraná em um ano. Um pouco mais de uma tonelada da droga foi interceptada de janeiro a julho em 2018. Já em 2019, o número subiu para quatro toneladas.

Somente em julho, em uma operação conjunta entre as Forças de Segurança do Paraná, foram apreendidas mais de três toneladas da droga que estavam armazenadas em uma marina em Guaratuba, no litoral.

Para o secretário da Segurança Pública, coronel Romulo Marinho Soares, o aumento nas apreensões são diretamente ligadas a integração e inteligência das forças de segurança que atuam no Estado.

“Estamos acompanhando a parte da Segurança Pública e estamos dando diagnóstico todo dia. Temos que ver a estratégia que temos adotar e agora estamos monitorando e fazendo o nosso melhor”, disse.

CONFIRA AS APREENSÕES

São diversas as apreensões de cocaína no estado em 2019. Relembre algumas delas:

OUTRAS DROGAS

Além da cocaína, outras drogas também tiveram aumento nas apreensões. De acordo com relatório da CAPE (Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico da Secretaria da Segurança Pública), foram mais de 73 toneladas de maconha apreendidas nos sete primeiros meses deste ano. O número corresponde a um aumento de 22% em relação ao mesmo período de 2018.

As apreensões de crack passaram de 622 quilos para 783 neste ano, uma alta de, pelo menos, 25%. Além disso, desse total, cerca de 160 quilos foram encontrados só em Curitiba. As ações na capital paranaense também resultaram em maior apreensão de ecstasy (79%) e LSD (155%).

Homem é preso com 276 kg de cocaína em barco na BR-277

Um homem foi preso com mais de 276 quilos de cocaína em um barco, que era transportado em um caminhão cegonha, na BR-277, em Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba. A ação aconteceu na noite desta terça-feira (20), em frente à Unidade Operacional São Luiz do Purunã.

Agentes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordaram o caminhão por volta das 19h30. Durante a fiscalização, os agentes estranharam que a nota fiscal do barco, aparentemente sem uso, tinha sido emitida há três meses.

Após constatar que o peso da embarcação parecia acima do normal, os policiais decidiram fazer uma verificação minuciosa, foi quando encontraram a cocaína. A droga estava distribuída em 255 tabletes.

O motorista do caminhão disse que pegou o barco em Cascavel e o deixaria em Curitiba. Ele disse que não sabia da existência do entorpecente.

Segundo o código penal, o crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão.

O homem foi preso. Ele e a ocorrência foram encaminhados para a Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

*Com informações da PRF*