Andrey - Paraná Clube - Botafogo - Copa do Brasil

Paraná Clube perde do Botafogo e confronto está aberto na Copa do Brasil

Com um gol sem ângulo de Luiz Fernando, o Botafogo bateu o Paraná Clube por 1 a 0 na noite desta terça-feira (10), em resultado que deixa o confronto aberto para o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

O duelo desta quarta-feira foi realizado no Engenhão, no Rio de Janeiro.

O Paraná Clube terá que vencer por dois gols de diferença na próxima quarta-feira (18) para avançar no tempo normal para a quarta fase da Copa do Brasil.

Vitória do Paraná Clube por um gol de diferença leva a partida para os pênaltis, enquanto o Botafogo joga pelo empate.

A vaga na quarta fase da Copa do Brasil irá render mais R$ 2 milhões para a equipe que se classificar.

MISSÃO PARANAENSE

O Paraná Clube volta seu foco para o Campeonato Paranaense. Neste domingo (15) será realizada a última rodada da primeira fase e a equipe está perto de garantir vaga nas quartas de final.

Para isso, o Paraná Clube precisa ao menos empatar contra o Toledo, em duelo que será realizado no 14 de Dezembro, às 16h.

Caso o Paraná Clube seja derrotado pelo Toledo, a equipe irá precisar torcer para o Cascavel C.R. não vencer o PSTC fora de casa.

GOL ÚNICO

Luiz Fernando - Paraná Clube - Botafogo - Copa do Brasil
Luiz Fernando conseguiu sem ângulo marcar o único gol da partida. (Reprodução/Twitter Botafogo F.R.)

O Botafogo abriu o placar aos 11 minutos. Luiz Fernando avançou pela direita e arriscou chute cruzado. A bola passou por toda área e acertou o canto esquerdo de Marcos.

A partida ficou mais equilibrada e o Botafogo conseguiu voltar ao campo de ataque apenas aos 33 minutos. Bruno Nazário arriscou da intermediária e a bola explodiu no travessão.

Bruno Nazário teve nova chance aos 37 minutos. Pedro Raul trabalhou com Luiz Fernando e cruzou na medida para o meia chegar cabeceando, mas por cima da meta.

A primeira finalização do Paraná Clube saiu aos 39 minutos. Andrey avançou sozinho pela esquerda e arriscou de média distância para Gatito Fernández espalmar.

Luis Henrique perdeu boa chance para ampliar o placar aos 11 minutos. Barrandeguy cruzou para Pedro Raul que escorou pelo alto e a bola sobrou para Luis. O atacante conseguiu ajeitar o corpo, mas finalizou fraco e Marcos fez fácil defesa.

Gatito Fernández teve que salvar o Botafogo aos 24 minutos. Andrey fez boa jogada individual na direita e apenas rolou para Renan Bressan na entrada da área. O meia tentou o chute colocado, mas Gatito espalmou com a mão direita para escanteio.

Mosquito também exigiu do goleiro alvinegro aos 31 minutos. O atacante foi lançado na lateral da área e bateu cruzado para Gatito Fernández espalmar.

Germán Cano - Vasco - ABC - Copa do Brasil

Germán Cano balança as redes e Vasco elimina ABC na Copa do Brasil

Com a estrela de Germán Cano, o Vasco venceu o ABC por 1 a 0 na noite desta quinta-feira (5), garantindo vaga na terceira fase da Copa do Brasil.

O duelo desta quinta-feira foi realizado no Maracanã, no Rio de Janeiro, com 31.839 torcedores presentes.

O Vasco irá encarar o Goiás na terceira fase da Copa do Brasil, garantindo também R$ 1,5 milhão pela classificação.

Mesmo com início de temporada instável no Campeonato Carioca, a equipe comandada por Abel Braga conseguiu se manter viva na Copa do Brasil e também na Copa Sul-Americana.

SEQUÊNCIA EM MARACA

Após a classificação na Copa do Brasil, o Vasco terá uma sequência de quatro jogos seguidos como mandante.

Pelo Campeonato Carioca, o Vasco irá enfrentar o Volta Redonda, o Fluminense e o Macaé.

Já pela Copa do Brasil, a equipe recebe o Goiás no próximo meio de semana (ainda sem data definida).

MARCA DO ARTILHEIRO

Germán Cano - Vasco - ABC - Copa do Brasil
Atacante argentino chegou ao sexto gol em nove jogos com a camisa do Vasco na temporada. (Nayra Halm /Fotoarena/Folhapress)

A primeira chance de gol da partida foi do Vasco aos oito minutos. Raul recebeu de Germán Cano e finalizou cruzado perto do poste direito.

Germán Cano perdeu boa oportunidade para abrir o placar aos dez minutos. Vinícius avançou pela direita e cruzou na medida para o centroavante, que errou o tempo de bola e cabeceou torto.

Rafael conseguiu salvar o ABC aos 24 minutos. Guarín arriscou da intermediária e finalizou firme para o goleiro espalmar no canto esquerdo.

O Vasco seguiu melhor na partida e quase abriu o placar logo no primeiro minuto da segunda etapa. Vinícius cruzou rasteiro, Marrony ajeitou e Guarín pegou de primeira a esquerda da meta.

Aos três minutos foi a vez de Marrony perder boa chance. Novamente Vinícius alçou a bola da esquerda e o atacante pegou torto, mandando a bola longe da meta.

No contra-ataque o ABC perdeu clara chance de gol aos cinco minutos. Igor Goularte cruzou da direita e Paulo Sérgio furou na marca do pênalti, desperdiçando grande oportunidade.

O castigo veio aos 15 minutos pelos pés de Germán Cano. Raul lançou Marrony na esquerda e o atacante cruzou para trás. Cano chegou livre e finalizou firme para balançar as redes.

Rafael salvou mais uma vez o ABC aos 28 minutos. Yago Pikachu encontrou Germán Cano na entrada da área e o atacante finalizou rasteiro para o goleiro espalmar.

O argentino teve nova chance para ampliar o marcador aos 41 minutos. Marcos Júnior avançou pela esquerda e tocou para Germán Cano na entrada da área. O atacante foi “fominha” e não serviu Andrey que entrava livre na área, preferindo a finalização que passou por cima da meta.

Germán Cano ainda perdeu chance clara de gol aos 47 minutos. Yago Pikachu serviu o atacante na pequena área, mas o argentino errou o domínio e Rafael ficou com a bola.

No último minuto de jogo o ABC quase empatou a partida. Com Rafael na área, Cedric cruzou da esquerda e Fernando Miguel se antecipou e conseguiu fazer o corte de soco para salvar o Vasco.

Operário - América Mineiro - Copa do Brasil

Operário perde para o América Mineiro e está eliminado da Copa do Brasil

Em jogo com poucas chances de gol, o América Mineiro balançou as redes duas vezes na segunda etapa e bateu o Operário por 2 a 0 na noite desta quinta-feira (5), eliminando a equipe paranaense da Copa do Brasil.

O duelo desta quinta-feira foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa, com 5.178 torcedores presentes.

Rodolfo e Felipe Augusto marcaram os gols da vitória do América Mineiro.

O América Mineiro irá encarar a Ferroviária na terceira fase da Copa do Brasil, enquanto o Operário perdeu a chance de embolsar R$ 1,5 de premiação com a derrota.

Dessa forma apenas o Paraná Clube e o Athletico Paranaense -que irá entrar direto nas oitavas de final, seguem representando o futebol paranaense na competição.

FOCO AGORA NO PARANAENSE

O Operário terá apenas a disputa do Campeonato Paranaense antes do início do Campeonato Brasileiro da Série B.

A primeira fase do torneio estadual tem apenas mais três rodadas e no momento o Operário é o quarto colocado da competição.

Neste domingo (8), o Operário irá receber no Germano Krüger o Toledo, buscando reduzir para três pontos a desvantagem para o líder Athletico Paranaense.

DERROTA EM DOIS MINUTOS

Operário - América Mineiro - Copa do Brasil
Douglas Coutinho não teve espaço contra a forte marcação da zaga do América Mineiro. (José Tramontim/OFEC)

A partida não apresentou grandes jogadas das duas equipes, se notabilizando pelo equilíbrio e forte marcação. A primeira chance de gol saiu apenas aos 34 minutos, após cobrança de escanteio pela direita, Jefinho finalizou de cabeça e Airton espalmou para a linha de fundo para salvar o América Mineiro.

Dois minutos depois o Operário voltou a assustar. Tomas Bastos avançou pelo centro e arriscou da entrada da área, mas a bola passou por cima da meta.

O América Mineiro conseguiu crescer de rendimento na segunda etapa e criou as melhores chances. Aos cinco minutos, Felipe Augusto fez o cruzamento da esquerda e Rodolfo apareceu na área, mas mandou a bola por cima.

A resposta do Operário foi aos 12 minutos. Novamente Tomas Bastos arriscou finalização da intermediária e a bola passou mais uma vez acima da meta.

Só que quem balançou as redes foi o América Mineiro. Aos 22 minutos, Ademir fez o cruzamento, a zaga não conseguiu afastar e a bola sobrou para Rodolfo apenas empurrar para as redes.

Dois minutos depois o América Mineiro ampliou o placar. Novamente Ademir fez a jogada da linha de fundo e cruzou rasteiro. Rodolfo chegou a desviar a bola, que sobrou para a finalização cruzada de Felipe Augusto para o fundo das redes.

O Operário sentiu os gols sofridos e o América Mineiro ficou perto do terceiro gol aos 26 minutos. Alê arriscou da intermediária e a bola passou perto do poste direito.

Jefinho teve a chance de marcar o gol do Operário na partida. Após erro na saída de bola do América Mineiro, o atacante entrou na área, mas demorou para finalizar e foi travado na hora do chute.

Airton ainda salvou o América Mineiro aos 34 minutos. Tomas Bastos arriscou falta lateral direto para o gol e o goleiro se esticou para mandar para escanteio.

O América Mineiro ainda teve um pênalti não marcado aos 38 minutos. Rodolfo foi travado na hora de finalizar e a bola sobrou para Felipe Augusto, que chutou firme e a bola explodiu no braço esticado de Douglas Nascimento, impedindo o terceiro gol do Coelho.

copa do brasil jogos terceira fase

Copa do Brasil: veja os jogos da terceira fase e os mandantes após o sorteio na CBF

O sorteio que define os clubes mandantes na terceira fase da Copa do Brasil aconteceu na tarde desta quinta-feira (5). O evento foi realizado na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio de Janeiro. Veja os jogos!

Vale lembrar que essa terceira fase tem jogos ida e volta, ao contrário das duas primeira fases. Ou seja, o time visitante deixa de ter a vantagem do empate no confronto único.

Veja os duelos da terceira fase da Copa do Brasil (os times da direita definem a classificação dentro de casa):

  • Botafogo x Paraná Clube
  • Figueirense x Fluminense
  • ABC ou Vasco x Goiás
  • Juventude x América de Natal
  • Atlético Goianiense x São José
  • Cruzeiro x CRB
  • Ferroviária x América-MG ou Operário
  • Brasil de Pelotas x Brusque
  • Ceará x Lagarto ou Vitória
  • Ponte Preta x Afogados

ATUAL CAMPEÃO

O Athletico Paranaense levantou a taça neste ano após derrotar o Internacional no Beira-Rio.

Ao todo são 12 clubes já campeões da competição. Veja a lista:

  • Cruzeiro: 1993, 1996, 2000, 2003, 2017, 2018
  • Grêmio:  1989, 1994, 1997, 2001, 2016
  • Flamengo: 1990, 2006, 2013
  • Corinthians: 1995, 2002, 2009
  • Palmeiras: 1998, 2012, 2015
  • Athletico Paranaense: 2019
  • Fluminense – 2007
  • Atlético Mineiro – 2014
  • Internacional – 1992
  • Sport – 2008
  • Santos – 2010
  • Santo André – 2004
  • Vasco – 2011
  • Criciúma – 1991
  • Paulista de Jundiaí – 2005
Fortaleza - Independiente - Copa Sul-Americana

Independiente marca nos acréscimos e elimina o Fortaleza na Sul-Americana

Com um gol nos acréscimos, o Fortaleza venceu o Independiente por 2 a 1 na noite desta quinta-feira (27), mas acabou eliminado pelo critério do gol qualificado em sua primeira participação na Copa Sul-Americana.

O jogo de ida havia terminado com vitória por 1 a 0 para o Independiente, com a equipe argentina avançando para a segunda rodada da Copa Sul-Americana. Essa foi a primeira competição internacional disputada pela equipe cearense.

O duelo foi realizado na Castelão, em Fortaleza, contando com a presença de 52.552 torcedores.

Juninho (em cobrança de pênalti) e Marlon marcaram os gols do Fortaleza, enquanto Bustos anotou o gol da classificação do Independiente.

MARATONA NO NORDESTE

O Fortaleza retorna seu foco para a disputa do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste. Nos próximos 20 dias, serão sete jogos disputados pela equipe, uma média de um jogo a cada 2,8 dias.

Serão disputados nesse período quatro jogos pelo Cearense e mais três partidas pela Copa do Nordeste. O primeiro compromisso é neste domingo (1), quando o Fortaleza recebe o Barbalha no Castelão.

ELIMINAÇÃO NOS ACRÉSCIMOS

O Fortaleza pressionou o Independiente desde o início da partida. Mas a primeira chance clara de gol saiu apenas aos 23 minutos.

Osvaldo recebeu na esquerda, partiu para cima de Bustos e foi calçado pelo lateral na área. Penalidade marcada pelo árbitro Roberto Tobar, que foi convertida por Juninho, em batida firme no canto esquerdo do volante.

Romarinho teve boa chance para ampliar o marcador aos 43 minutos. Osvaldo fez outra boa jogada pela esquerda e cruzou na medida na marca do pênalti, aonde o atacante cabeceou sozinho, mas nas mãos de Campaña.

No minuto seguinte, Leandro Fernández arriscou da entrada da área e Felipe Alves teve que se esticar para espalmar com a mão direita para a linha de fundo.

A primeira chance de perigo do segundo tempo foi criado por Leandro Fernández. O atacante novamente buscou o chute de fora da área e a bola passou perto do travessão.

A resposta do Fortaleza veio com Osvaldo aos seis minutos. O atacante fintou Bustos e bateu firme, mas nas mãos de Campaña.

Novamente Leandro Fernández levou perigo para a zaga do Fortaleza. O atacante recebeu na área e tentou o chute cruzado, mas Felipe Alves fez a defesa em dois tempos.

David teve grande chance para balançar as redes aos 22 minutos. O atacante foi lançado na área, tocou na saída de Campaña, mas Franco conseguiu cortar a bola em cima da linha do gol.

A pressão do Fortaleza deu resultado e aos 33 minutos e Marlon conseguiu balançar as redes. Osvaldo avançou pela esquerda, tocou para Gabriel Dias, que encontrou Marlon sozinho na entrada da área. O meia chegou batendo de primeira e a bola entrou rasante no canto direito. Esse foi o primeiro toque na bola do atleta na partida.

Só que aos 47 minutos, Bustos foi buscar o gol da classificação do Independiente. O lateral ganhou de David, invadiu a área, e chutou sem ângulo, com a bola batendo em Bruno Melo e matando Felipe Alves, tocando no poste esquerdo antes de parar nas redes.

Guerrero - Internacional - Deportes Tolima - Copa Libertadores

Internacional vence Deportes Tolima e se classifica para a fase de grupos da Libertadores

Mais uma vez decisivo em casa, o Internacional venceu o Deportes Tolima por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (26), conquistando a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América.

O duelo foi realizado no Beira-Rio, em Porto Alegre, com Paolo Guerrero marcando o gol da vitória colorada.

Como o placar no jogo de ida na Colômbia havia sido 0 a 0, o Internacional conseguiu a classificação por ter vencido a partida.

O Internacional irá encontrar o Grêmio no Grupo E da Copa Libertadores. Esse será o primeiro confronto entre os rivais gaúchos na competição.

Universidad Católica do Chile e América de Cali da Colômbia fecham o Grupo E da competição.

FOCO AGORA NO GAUCHÃO

No aguardo da confirmação da tabela da fase de grupos da Copa Libertadores da América, o Internacional começa neste final de semana a disputa do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

O Internacional enfrenta justamente o campeão do primeiro turno em sua estreia. O duelo contra o Caxias será realizado neste sábado (29), às 19h, no Estádio Centenário em Caxias do Sul.

Como o Caxias venceu o primeiro turno, já é sabido que apenas um entre Internacional e Grêmio estará na decisão do Campeonato Gaúcho.

CONTENTE COM O EMPATE

Guerrero - Internacional - Deportes Tolima - Copa Libertadores
Guerrero colocou o Internacional na rota do Grêmio na Copa Libertadores. (Reprodução/Twitter Conmebol Libertadores)

O Internacional criou sua primeira chance de perigo logo no primeiro minuto da partida. Guerrero recebeu a entrada da área e arriscou a finalização para boa defesa de Montero.

O Tolima conseguiu responder aos 30 minutos. Campaz bateu falta curta e Francisco Rodríguez bateu firme para Marcelo Lomba espalmar.

Bruno Fuchs ficou perto de abrir o placar para o Internacional aos 33 minutos. Boschilia rolou para D’Alessandro que cruzou na medida para o zagueiro, que cabeceou perto do poste direito.

Aos 44 minutos, Marcelo Lomba novamente apareceu para salvar o Internacional. Campaz encontrou Estupiñán na área e o meia arriscou o chute cruzado para o goleiro defender com o pé esquerdo.

Ainda deu tempo para o Internacional balançar as redes na primeira etapa. Aos 48 minutos, D’Alessandro recebeu na direita, limpou a jogada e cruzou rasteiro para Guerrero apenas empurrar para o fundo das redes.

O segundo tempo começou truncado e o Internacional ficou com um jogador a menos aos 16 minutos. Após entrada por trás em Robles, D’Alessandro recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Mesmo precisando do empate, a única finalização de perigo do Tolima foi aos 47 minutos. Albornoz recebeu na área e finalizou firme para Lomba espalmar.

O Internacional quase ampliou o placar aos 48 minutos. Edenilson encontrou Guerrero na área, que tentou o toque por cavadinha, mas parou em Montero.

Paraná Clube - Bahia de Feira - Copa do Brasil

Paraná Clube faz três gols nos acréscimos e vence Bahia de Feira

Com três gols marcados em seis minutos, o Paraná Clube virou para cima do Bahia de Feira e venceu o rival por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (26), se classificando para a terceira fase da Copa do Brasil.

O duelo desta quarta-feira foi realizado na Vila Capanema, em Curitiba.

Léo Porto e Alex Cazumba marcaram os gols do Bahia de Feira, enquanto Thales, Fabrício e Renan Bressan viraram para o Paraná Clube.

Com a vitória, o Paraná Clube garantiu mais R$ 1,5 milhão por ter avançado para encarar o Botafogo por uma vaga na quarta fase.

FOCO AGORA NO PARANAENSE

O início de temporada do Paraná Clube tem sido irregular no Campeonato Paranaense. Atualmente a equipe ocupa a sétima posição com nove pontos, apenas dois pontos acima do Cascavel C.R., primeira equipe fora da zona de classificação.

No próximo domingo (1), o Paraná Clube recebe o Londrina na Vila Capanema para tentar se reabilitar e subir na tabela do Paranaense.

ACRÉSCIMOS SALVADORES

O duelo teve dois tempos completamente distintos. Na primeira etapa, o Paraná Clube comandou as ações e poderia ter levado vantagem nos primeiros 45 minutos. Mas o segundo tempo mostrou um Bahia de Feira mais acertado em campo, utilizando bem os contra-ataques e o nervosismo do rival para dominar o duelo até os acréscimos.

Com maior domínio na posse de bola, a primeira chance de gol do Paraná Clube na primeira etapa saiu apenas aos 30 minutos. Marcelo achou Michel que finalizou a meia altura para Alan espalmar para a linha de fundo.

O Bahia de Feira teve sua primeira finalização somente aos oito minutos do segundo tempo. Guilherme Escuro recebeu na direita, limpou a jogada e arriscou a finalização cruzada por cima da meta.

O Paraná Clube respondeu aos 11 minutos. Thiago Alves fez boa jogada pela direita e encontrou Marcelo na área. O atacante buscou o chute rasteiro e a bola passou perto do poste esquerdo.

Só que o Bahia de Feira abriu o placar aos 13 minutos. Deon avançou pelo centro e enfiou para Léo Porto na área. O atacante recebeu sozinho e finalizou cruzado para balançar as redes.

Marcelo perdeu grande chance para empatar o jogo aos 15 minutos. Raphael Alemão rolou para o atacante -em posição de impedimento, na pequena área e Marcelo esperou a queda do goleiro para bater no canto direito alto, mas a bola explodiu no travessão.

O Bahia de Feira ampliou a conta foi aos 22 minutos. Alex Cazumba arriscou cobrança direta da intermediária e a bola acertou o travessão antes de cair dentro do gol de Marcos.

Alan salvou o Bahia de Feira duas vezes antes do final do jogo. A primeira foi aos 29 minutos, em finalização de fora da área de Michel que o goleiro espalmou para a linha de fundo, enquanto aos 40 foi a vez de Fabrício arriscar da intermediária e o arqueiro novamente mandar para escanteio.

O Paraná Clube não desistiu e começou sua reação aos 46 minutos. Após cruzamento de Renan Bressan da esquerda, Thales apareceu sozinho na pequena área para escorar para o fundo das redes.

No minuto seguinte, Thiago Alves foi para a linha de fundo e cruzou rasteiro da esquerda para Fabrício ganhar da marcação e chutar firme para o gol.

Após o empate, o Paraná Clube seguiu na pressão e Michel foi derrubado por Paulo Paraíba na entrada da área. O zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo.

Bressan foi para a cobrança e a bola bateu no travessão antes de quicar dentro do gol e confirmar a incrível virada do Paraná Clube.

Copa Sul-Americana - Vasco - Oriente Petrolero

Vasco segura pressão do Oriente Petrolero e avança na Sul-Americana

Com uma bola no travessão aos 50 minutos do segundo tempo, o Vasco segurou empate sem gols contra o Oriente Petrolero na noite desta quarta-feira (19), garantindo sua classificação na Copa Sul-Americana.

O Cruz-Maltino havia vencido o jogo da ida por 1 a 0, garantindo pelo placar agregado sua vaga na segunda fase da competição.

O duelo foi realizado na Estádio Ramón Tahuichi Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia.

O Vasco aguarda agora novo sorteio da Conmebol para conhecer seu próximo adversário na Copa Sul-Americana. O melhor resultado do Cruz-Maltino na competição foi em 2011, quando chegou até as semifinais e foi eliminado pela Universidad de Chile de Jorge Sampaoli.

TEMPO DE TREINO PARA ABEL BRAGA

Sem a vaga na final da Taça Guanabara, o Vasco terá mais de duas semanas para que o técnico Abel Braga possa colocar o time em melhor ritmo para a disputa da Taça Rio.

O Vasco fará sua estreia na Taça Rio contra o Resende, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no dia 29 (sábado).

Na mesma semana, o Vasco terá compromisso pela segunda rodada da Copa do Brasil, quando recebe o ABC, em São Januário, no dia 5 de março (quinta-feira).

CLASSIFICAÇÃO GARANTIDA PELO TRAVESSÃO

A primeira jogada de perigo do jogo foi do Oriente Petrolero aos oito minutos. Montenegro recebeu na lateral da área e finalizou cruzado, mas Rojas chegou atrasado e perdeu grande chance para abrir o placar.

Aos 19 minutos, foi Carreño quem quase marcou o primeiro gol da partida. O volante arriscou falta da entrada da área e a bola passou perto do poste esquerdo.

O Vasco criou sua primeira chance de perigo aos 37 minutos. Yago Pikachu serviu Talles Magno, que buscou a finalização de cobertura e acertou o travessão.

Ainda deu tempo de Germán Cano criar boa chance. Aos 47 minutos, o atacante recebeu bom passe de Marcos Júnior, fintou Saucedo e bateu rasteiro perto do poste direito.

Fernando Miguel quase facilitou a tarefa do Oriente Petrolero aos cinco minutos do segundo tempo. Após cobrança de falta de Carreño, o goleiro bateu roupa e Salinas ficou livre para marcar, mas mandou a bola por cima da meta.

O Vasco respondeu com duas chegadas seguidas aos 22 e 23 minutos. Primeiro, Germán Cano cruzou rasteiro para Marrony, que pegou de primeira para Banegas espalmar.

Na sequência, Raul bateu escanteio, Banegas saiu mal da meta e Marcos Júnior rolou para Marrony finalizar para o gol, mas o atacante pegou muito embaixo da bola e perdeu grande chance.

O Oriente Petrolero voltou a assustar aos 34 minutos. Castillo lançou Zoch na área e o atacante finalizou à esquerda da meta.

Ribamar quase abriu o placar aos 42 minutos. O atacante recebeu na entrada da área e soltou a bomba para Banegas espalmar.

No minuto seguinte, Saucedo fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para Bueno, que cabeceou perto do travessão de Fernando Miguel.

Bueno teve grande chance aos 50 minutos. Novamente Saucedo colocou a bola nos pés do atacante, que recebeu livre, cortou para o meio e acertou em cheio o travessão.

Marcos Guilherme - Internacional - Deportes Tolima - Copa Libertadores da América

Internacional empata com Tolima e leva decisão para o Beira-Rio

Em jogo lento e sem grandes chances de gol, o Internacional saiu satisfeito com um empate em 0 a 0 com o Deportes Tolima na noite desta quarta-feira (19), levando a decisão por uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América para o Beira-Rio.

O duelo foi realizado no Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na Colômbia.

O placar foi o mesmo que o Internacional teve no jogo de ida da fase anterior contra a Universidad de Chile. No jogo de volta no Beira-Rio, o Colorado bateu o rival com facilidade por 2 a 0.

Caso passe pelo Tolima, o Internacional irá encontrar o Grêmio no Grupo E da Copa Libertadores. Será o primeiro confronto entre os rivais gaúchos na competição.

Universidad Católica do Chile e América de Cali da Colômbia fecham o Grupo E da competição.

DESCANSO ANTES DA DECISÃO

Como foi eliminado pelo Grêmio na semifinal do primeiro turno do Campeonato Gaúcho, o Internacional terá uma semana inteira para se preparar para o confronto de volta contra o Deportes Tolima.

O duelo será realizado na próxima quarta-feira (26), no Beira-Rio, às 21h30.

Após o confronto contra o Tolima, o Internacional volta suas atenções ao Campeonato Gaúcho, iniciando sua campanha no segundo turno contra o Caxias, no dia 29 (sábado), no Estádio Francisco Stédile, em Caxias do Sul.

CONTENTE COM O EMPATE

Paolo Guerrero - Internacional - Deportes Tolima - Copa Libertadores da América
Guerrero não teve vida fácil contra os zagueiros do Tolima. (Reprodução/Twitter Conmebol Libertadores)

O Internacional criou a primeira chance de gol logo aos dois minutos. Boschilia recebeu de Rodrigo Lindoso e arriscou da entrada da área para Montero espalmar para a linha de fundo.

Edenílson perdeu grande chance aos 16 minutos. O volante puxou contra-ataque contra apenas um defensor, mas na hora de rolar para Marcos Guilherme o passe saiu curto e Moya fez o desarme.

O duelo ficou mais travado, com o Tolima respondendo apenas aos 35 minutos. Campaz arriscou da entrada da área e a bola passou perto do poste esquerdo.

Campaz criou nova chance perigosa aos 46 minutos. Após fintar dois defensores, o meia chutou cruzado e Marcelo Lomba fez a defesa sem dar rebote.

Após um início de jogo truncado, o Tolima criou duas chances seguidas aos 17 e 18 minutos do segundo tempo. Primeiro, Rodrigo Lindoso saiu jogando errado e a bola sobrou para Rodríguez, que lançou Campaz. O meia invadiu a área, mas na hora da finalização Bruno Fuchs fez bom corte de carrinho.

Na sequência, Campaz cobrou escanteio e a bola caiu com Quiñónes na pequena área, mas antes da finalização do zagueiro, Guerrero travou de carrinho e Marcelo Lomba saiu da meta para ficar com a bola.

O Tolima teve nova chance aos 42 minutos. Campaz cobrou falta no segundo poste e Quiñónes escorou à direita do gol de Marcelo Lomba.

O Internacional teve sua melhor chance na partida nos acréscimos do segundo tempo. Boschilia avançou pelo centro e finalizou rasteiro para Montero espalmar.

Aos 47 minutos, foi a vez de Bruno Fuchs, após rebote na entrada da área, buscar a finalização colocada no canto direito e Montero deu um tapa para a linha de fundo.

Toledo - Náutico - Copa do Brasil

Toledo toma dois gols em dez minutos e está eliminado da Copa do Brasil

Com dois gols sofridos em dez minutos no segundo tempo, o Toledo foi eliminado da Copa do Brasil pelo Náutico em derrota por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (12).

O duelo desta quarta-feira foi realizado no 14 de Dezembro, em Toledo.

Jean Carlos (cobrança de pênalti) e Matheus Carvalho marcaram os gols da vitória do Náutico.

O Toledo sai da Copa do Brasil com R$ 540 mil pela classificação ao torneio. A equipe ainda não confirmou se o auxiliar Zé Maria segue no comando da equipe até o final do Campeonato Paranaense.

FOCO NO PARANAENSE

Eliminado da Copa do Brasil, o Toledo muda seu foco para o Campeonato Paranaense, no qual faz campanha irregular.

A equipe ocupa apenas a décima posição, com os mesmos pontos do Cascavel C.R., última equipe na zona de rebaixamento.

Neste sábado (15), às 17h, o Toledo viaja para Curitiba, na reedição da última final do Campeonato Paranaense contra o Athletico Paranaense.

PRESSÃO DO NÁUTICO

A primeira chance de gol foi do Náutico aos dois minutos. Jean Carlos cobrou escanteio na cabeça de Diego Silva, que escorou perto do travessão.

Nova chance do Náutico aos 16 minutos. Erick fez o cruzamento rasteiro e Matheus Carvalho chegou atrasado e perdeu boa chance para mandar para as redes.

O Toledo respondeu aos 29 minutos com Junior Cezar. O meia bateu falta da entrada da área com efeito e a bola passou perto do travessão.

No segundo tempo, o Náutico quase abriu o placar. Jean Carlos bateu escanteio fechado, Paiva desviou e a bola acertou o travessão.

Aos 12 minutos, Bryan foi atropelado por Eduardinho na área e a arbitragem assinalou a penalidade. Jean Carlos foi para a cobrança e deslocou Diego para balançar as redes.

O Náutico conseguiu continuar melhor no jogo e marcou seu segundo gol aos 23 minutos. Jean Carlos finalizou da entrada da área, Diego bateu roupa e Matheus Carvalho apenas empurrou para a meta.

Jean Carlos quase matou o jogo aos 25 minutos. O meia foi lançado na área e finalizou firme para Diego conseguir espalmar.

A última chance de gol do Toledo foi aos 29 minutos. Juninho cobrou falta da intermediária e a bola passou perto do poste esquerdo.