Fortaleza vence o Goiás e garante vaga na Sul-Americana de 2020

Mesmo sendo uma das piores equipes jogando como visitante no Campeonato Brasileiro deste ano, o Fortaleza fez valer a boa fase e venceu o Goiás por 2 a 1, neste domingo (1º), no estádio Serra Dourada, gols de Bruno Melo e Osvaldo e garantiu mais três pontos importantes na tabela de classificação. Rafael Moura descontou para os donos da casa, que veem o sonho de classificar para a Libertadores ainda mais distante.

O resultado faz com que a equipe comandada pelo técnico Rogério Ceni ultrapasse o adversário deste fim de semana, já que ambas as equipes possuem 49 pontos, porém o Leão tem uma vitória a mais, primeiro critério de desempate do Brasileirão. Além disso, o Fortaleza garante de vez a vaga na Sul-Americana de 2020, já que não tem como ficar atrás da 14° posição.

Na próxima rodada, o Fortaleza joga novamente fora de casa, desta vez diante do Fluminense, que vinha correndo sérios riscos de rebaixamento mas ficou com sua situação mais tranquila após duas vitórias seguidas. Já o Goiás terá jogo complicado, pois enfrenta o Palmeiras, uma das equipes classificadas de maneira direta para a fase de grupos da Copa Libertadores da América do ano que vem.

JOGO

A partida no estádio Serra Dourada começou morna e as duas equipes procuravam mais erros do adversário do que impor um ritmo intenso e ter o controle do jogo. Com isso, eram raras os chutes ao gol e as chances reais de alterar o placar eram praticamente inexistentes nos primeiros quinze minutos de confronto entre goianos e tricolores.

Porém, logo após esse período fraco tecnicamente, o Fortaleza abriu o placar aos 16 minutos após cobrança de escanteio e cabeçada precisa do lateral-esquerdo Bruno Melo – o goleiro Tadeu até tentou evitar, mas não conseguiu desviar a tempo. O lance foi o primeiro de perigo do time visitante, que até aquele momento tinha dificuldade de chegar na área adversária.

Após o gol, o jogo começou a ficar mais “com a cara” do time visitante, que conseguia aproveitar os espaços em rápidos contra-ataques, principalmente com os meias mais avançados Osvaldo e Romarinho. O momento do Leão era tamanho que o segundo gol saiu exatamente dez minutos após o primeiro, em jogada trabalha e inteligente do sistema ofensivo, com conclusão precisa de Osvaldo, que chutou com força, sem qualquer chance para Tadeu, um dos melhores goleiros de todo o Campeonato Brasileiro.

Tudo indicava que a partida estava decisiva, porém uma bela jogada de Michael fez com que Rafael Moura aparecesse na frente de Felipe Alves e diminuísse o placar, dando uma maior esperança para o torcedor esmeraldino.
O segundo tempo foi marcado pela pressão total do Goiás, que ganhou ânimo depois do gol nos acréscimos do primeiro tempo e tentava, ao menos, o empate. No entanto, a equipe pecava nas finalizações e Michael perdeu a melhor oportunidade aos 15 minutos, quando ficou totalmente livre, de frente para Felipe Alves, porém chutou mal e viu o arqueiro tricolor evitar mais um tento dos esmeraldinos. Com isso, o placar se manteve 2 a 1 a favor dos visitantes, que comemoraram o triunfo e a vaga para o torneio continental.

atlético mineiro colón sul-americana

Nos pênaltis, Atlético-MG perde para o Colón e está eliminado da Copa Sul-Americana

Nos pênaltis, o Atlético Mineiro perdeu o Colón por 4 a 1 está eliminado da Copa Sul-Americana 2019. O goleiro Cleiton defendeu a primeira cobrança, de Morelo, o que deu confiança para as batidas do Galo. Fábio Santos, Vinicius, Di Santo marcaram, mas o zagueiro Rever e o meia Cazares, nas últimas cobranças, perderam e deram adeus à decisão.

Ortiz, Chancalay, Olivera e Luis Rodríguez converteram pelos argentinos e garantiram a presença na final.

No tempo normalDi Santo e Chará marcaram pelo Galo, enquanto Luis Rodríguez, também em cobrança de pênalti, descontou. Já que o placar foi o mesmo do jogo de ida, a decisão foi para as penalidades.

O jogo, realizado no Mineirão, contou com um público de 45.560 torcedores. A renda foi de R$ 1.706.915,00.

FINAL DA SUL-AMERICANA

Agora o Colón vai lutar pelo título contra o Independiente Del Valle, que eliminou o Corinthians na semifinal.

A final está marcada para o dia 9 de novembro, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai. 

Vale lembrar que a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou, no ano passado, que as decisões da Sula e da Libertadores serão em jogo único a partir de 2019.

Entretanto, a final da Copa Sul-Americana estava marcada para acontecer em Lima, no Peru, mas a sede da finalíssima acabou tendo alteração em agosto.  As justificativas dadas pela Confederação foram “questões organizacionais” e que a mudança “facilitará o sucesso da final única do torneio”.

BRASILEIRÃO

O Atlético muda a chave e concentra sua atenção para o Campeonato Brasileiro. Os mineiros perderam os últimos cinco jogos na Série A e se afastaram da briga para o G4.

O próximo compromisso é contra o Ceará. O duelo está marcado para esse domingo (29), às 19h, na Arena Independência.

PRESSÃO DO GALO

atlético mineiro colón sul-americana
Divulgação / Atlético Mineiro

O Atlético sufocou o Colón nos 20 minutos iniciais. Rever assustou de cabeça e Patric exigiu boa defesa de Burián, além dos chutes de Cazares e Luan.

Aos 37, Chará perdeu a melhor chance dos mineiros. Luan deu ótimo passe para Patric e o lateral cruzou na medida para o colombiano, que chutou pela linha de fundo com o gol livre.

Para festa atleticana, Di Santo balançou as redes no minuto seguinte. Cazares deu boa enfiada e o argentino ganhou da zaga para bater firme.

Elias quase ampliou no final, mas Burián fez uma defesaça no chute desviado na defesa. Por fim, o volante Jair sentiu uma lesão muscular e teve de ser substituído por Zé Wellison no intervalo.

Assista o gol de Di Santo:

TENSÃO NO FINAL

O Atlético fez o 2 a 0 com quatro minutos. Cazares, o garçom da noite, achou ótimo passa para Chará. Dessa vez, o camisa 8 arrematou bem com o pé esquerdo e incendiou o Mineirão.

Chará comemora o segundo gol (Divulgação / Copa Sul-Americana)

O problema foi que o Galo recuou e a punição veio aos 33. Morelo invadiu a área e acabou sendo derrubado por Zé Welisson. Luís Rodríguez foi para a cobrança e Cleiton caiu para o lado errado.

Assista o gol do Colón:

 

Corinthians - Independiente del Valle - Copa Sul-Americana - Boselli

Corinthians empata com Independiente del Valle e dá adeus a Sul-Americana

Mesmo jogando melhor do que na partida de ida, o Corinthians empatou com o Independiente del Valle por 2 a 2 nesta quarta-feira (25), e está eliminado da Copa Sul-Americana.

Boselli e Clayson de pênalti marcaram os gols do Corinthians, enquanto Jhon Sánchez e Cabeza anotaram os gols do del Valle.

O jogo de volta das semifinais da Copa Sul-Americana foi realizado no Olímpico Atahualpa em Quito.

O Independiente del Valle aguarda o vencedor do confronto entre Atlético Mineiro e Colón para conhecer o seu adversário na final da Copa Sul-Americana.

A final será realizada em jogo único no dia 9 de novembro (sábado), no Defensores del Chaco em Assunção, no Paraguai.

PRÓXIMOS JOGOS

Pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians recebe o Vasco da Gama no próximo domingo (29), às 11, na Arena Corinhtians,

O JOGO

Corinthians - Independiente del Valle - Copa Sul-Americana
Ralf teve boa participação nos contra-ataques do Corinthians na partida. Reprodução/Twitter Conmebol Sul-Americana

Logo aos 12 minutos o Corinhtians levou perigo. Após tabela entre Sornoza e Ramiro, o equatoriano encontrou Pedrinho. O meia avançou em velocidade e finalizou perto do travessão de Pinos.

O Corinthians abriu o placar aos 28 minutos. Após roubada de bola de Ralf, Pedrinho lançou Vagner Love na esquerda. O atacante cruzou rasteiro e Boselli completou para o gol.

O Independiente del Valle levou perigo aos 39 minutos. Após cruzamento da direita, Jhon Sánchez ganhou de Gil pelo alto e obrigou Cássio a fazer boa defesa.

Aos 43 minutos, Ralf novamente roubou a bola e ligou o contra-ataque. Vagner Love recebeu e avançou para finalizar no travessão de Pinos.

Na volta do intervalo, o Independiente del Valle foi a primeira equipe a levar perigo. Após tabela entre Dájome e Franco, o meia cruzou para Gabriel Torres. O atacante finalizou de primeira perto da trave.

Aos 22 minutos, o del Valle buscou o empate. Após lançamento, Manoel falhou no corte e Jhon Sánchez recebeu sozinho e finalizou cruzado sem chances para Cássio.

O Corinthians continuou no ataque e buscou seu segundo gol aos 36 minutos. Vagner Love lançou Danilo Avelar e o lateral foi rasteirado por Jhon Sánchez na área.

Clayson foi para a cobrança do pênalti e deslocou o goleiro Pinus para colocar o Corinthians novamente na frente do placar.

No contra-ataque, o del Valle matou o jogo aos 44 minutos. Mera cruzou da direita e Cabeza pegou de primeira e colocou no canto direito de Cássio para empatar o jogo.

corinthians bahia

Corinthians vence o Bahia e reage no Brasileirão após protestos da torcida

O Corinthians derrotou o Bahia por 2 a 1, neste sábado (21), e voltou a vencer no Brasileirão. O atacante Vágner Love, em pênalti assinalado com o auxílio do VAR, anotou o gol que abriu o placar. Gilberto, também em pênalti com a ajuda do VAR, igualou pelos baianos, mas viu Clayson decretar o triunfo paulista. O duelo, válido pela 20ª rodada, foi realizado em Itaquera e contou com um público de 29.811 pessoas.

O Timão vinha de uma série ruim: derrota para o Fluminense e empate com o Ceará, além do revés para o Independiente Del Valle na Copa Sul-Americana. Além disso, a equipe sofreu com protestos da torcida no CT Joaquim Grava, mas deu a resposta dentro de campo.

Do outro lado, o Bahia estava há nove jogos invicto no Brasileirão. A última derrota da equipe tinha sido no dia 13 de julho, quando foi superada pelo Santos.

Com o resultado, o Corinthians fica na quarta posição, com 35 pontos. Já o Bahia, com 31 pontos, se mantém na sétima colocação.

PRÓXIMOS JOGOS

Por causa da Sula, o Corinthians só volta a campo pelo Brasileirão contra o Vasco. O duelo, válido pela 22ª rodada, está marcado para o próximo domingo (28), às 11h, na Arena Corinthians.

Contudo, a prioridade do clube é o confronto contra o Del Valle. Na ida, o Timão perdeu por 2 a 0 para os equatorianos. Agora, o time precisa vencer por três gols de diferença para chegar à final da competição continental.

Por fim, o confronto contra a Chapecoense, pela 21ª rodada, foi adiada para o dia 2 de outubro.

Do outro lado, o Bahia enfrenta o Botafogo na próxima quarta-feira (25), às 21h30, na Arena Fonte Nova. O jogo vale pela 21ª rodada da Série A.

PRESSÃO DO CORINTHIANS

Mesmo após protestos, a torcida do Corinthians demonstrou apoio ao time. (Maycon Soldan/Código19/Gazeta Press)

Querendo dar a resposta ao torcedor, o Corinthians sufocou o Bahia no início da partida. Em boas chances, Clayson e Sornoza carimbaram a trave do goleiro Douglas, animando a torcida.

Os baianos responderam em um contra-ataque. Gilberto recebeu no ataque e arriscou o chute de fora da área, mas mandou por cima.

Aos 35 minutos, o Bahia reclama de um pênalti em cima de Élber. O camisa 7 arrancou do meio campo e só foi parado dentro da área, após sofrer um choque de Ralf. Dewson Fernando Freitas da Silva foi ao VAR, mas não assinalou o pênalti a favor dos visitantes.

Entretanto, aos 41, Ralf apareceu na área de ataque e cruzou. A bola bateu no braço esticado de Juninho e, após ver o VAR, o árbitro marcou a penalidade. Vágner Love foi para a cobrança e bateu firme, no alto, para abrir o marcador. Além disso, Love chegou aos 12 gols no ano e se isolou na artilharia do Corinthians da temporada.

Na etapa final, Manoel assustou de cabeça no primeiro minuto, mas a bola saiu por cima do gol.

Aos 18, o juiz foi ao VAR para analisar uma jogada de Clayson em cima de Gregore e acabou marcando pênalti para o Bahia. Na batida, Gilberto deslocou Cássio e igualou tudo em Itaquera.

Mas Clayson foi de vilão à herói: aos 28, o atacante recebeu lançamento e cortou Douglas da jogada. Ele deu um toque rápido para tirar de Lucas Fonseca e impediu Nino Paraíba de cortar a bola antes dela entrar na meta baiana.

Após o apito final, os laterais Fagner e Moisés ainda se estranharam. Os dois começaram uma roda de discussões, mas tudo acabou sendo apaziguado.

Atlético Mineiro - Colón - Copa Sul-Americana - Chará

Atlético Mineiro leva virada do Colón e fica em desvantagem na Sul-Americana

O Atlético Mineiro perdeu de virada por 2 a 1 para o Colón, nesta quinta-feira (19). Com o resultado, o Galo precisa de uma vitória simples para conquistar sua vaga na final da Copa Sul-Americana.

Chará abriu o placar para o Atlético Mineiro, Morelo empatou o duelo e Luis Rodríguez virou o duelo para o Colón.

A partida de volta está marcada para a próxima quinta-feira (26), no Mineirão em Belo Horizonte.

PRÓXIMOS JOGOS

Atlético Mineiro - Colón - Copa Sul-Americana - Chará
Atlético Mineiro recuou na segunda etapa e Colón aproveitou para controlar as ações e virar o jogo. Foto: Reprodução Twitter/Conmebol Sul-americana

O Atlético Mineiro retorna a campo na próxima segunda-feira (23), quando viaja até Florianópolis para encarar o Avaí na Ressacada, às 20h. O duelo é válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Já o Colón atua neste domingo (22), fora de casa contra o Lanús pela sétima rodada do Campeonato Argentino.

O JOGO

Atlético Mineiro - Colón - Copa Sul-Americana - Chará
Jogadores do Colón comemoram o gol de empate, anotado logo aos seis minutos do segundo tempo. Foto: Reprodução Twitter/Conmebol Sul-Americana

O jogo ficou sem chances claras de gol até os 35 primeiros minutos.

Foi quando Di Santo fez o pivô para Vinícius, que achou Elias na entrada da área. O volante tentou o passe par Chará, mas o zagueiro Ortiz se antecipou e chutou em cima do atacante. A bola foi na direção do gol e surpreendeu Burián antes de balançar as redes.

Logo no primeiro lance do segundo tempo o Colón conseguiu assustar. Após descida pela direita, Vigo cruzou fechado e a bola tocou no travessão antes de sair.

Aos seis minutos o Colón conseguiu o empate. Após escanteio da direita, Escobar escora de cabeça e Morelo finaliza de carrinho para completar para o gol.

O Atlético Mineiro respondeu aos 19 minutos. Após bola mal afastada pela defesa, Vinícius pegou de primeira da entrada da área e Burián teve que espalmar para a linha de fundo.

O Colón conseguiu a virada aos 40 do segundo tempo. Morelo recebeu passe na área e cruzou no segundo poste para Zuqui. O meia bateu cruzado e Luis Rodríguez completou para anotar o gol.

corinthians del valle sul-americana

Corinthians é surpreendido e perde para o Del Valle na Sul-Americana

O Corinthians foi surpreendido em Itaquera e perdeu por 2 a 0 com o Independiente Del Valle nesta quarta-feira (18), pela semifinal da Copa Sul-Americana. Gabriel Torres, duas vezes, decretou o triunfo dos equatorianos.

Com o resultado, o Corinthians precisa vencer o jogo da volta por três gols de diferença para se classificar à final no tempo normal. Se a diferença for de dois gols, a decisão será nos pênaltis.

O duelo da volta está marcado para a próxima quarta-feira (25), às 21h30, no estádio Olímpico de Atahualpa, em Quito.

Na outra semifinal, o Atlético-MG encara o Colón, da Argentina. O primeiro jogo acontece nesta quinta-feira (19), no Estádio Brigadier General Estanislao López, em Santa Fé.

CORINTHIANS: EM BUSCA DO G4

Antes de voltar a pensar na Sul-Americana, o Corinthians volta sua atenção para o Campeonato Brasileiro. Na quinta posição e com 32 pontos conquistados, o Timão está na briga pelo topo da tabela.

E para superar a derrota para o Fluminense na última rodada, o time comandado por Fábio Carille terá de reagir logo contra o Bahia.

O jogo, válido pela 20ª rodada (a primeira do segundo turno), está marcado para o próximo sábado (21), às 19h, na Arena Corinthians.

SUSTO NA ARENA CORINTHIANS

Divulgação Twitter / Sul-Americana

O Independiente Del Valle tomou a iniciativa e surpreendeu logo no começo. Os equatorianos chegaram a marcar aos 10 minutos, quando Gil marcou contra a própria meta, mas a arbitragem pegou impedimento de Dájome na jogada. O problema foi que a anulação do gol, feita pelo VAR, demorou cinco minutos.

Com o reinício do jogo, o Corinthians tentou equilibrar a disputa. Aos 18, Mateus Vital chutou colocado e carimbou a trave do goleiro Pinos. Depois, Clayson e Danilo Avelar assustaram, mas também erraram as finalizações.

No final, Fagner e Dájome começaram a se estranhar e ganharam o cartão amarelo. O lateral brasileiro teve o supercílio aberto em uma jogada maldosa, mas retribuiu o favor.

Já aos 44 minutos, o Del Valle chegou ao gol. Segovia puxou o contra-ataque e Mera tocou para o meio. Depois do bate-rebate, a bola sobrou para o atacante Gabriel Torres superar Cássio e balançar as redes.

Jogadores do Del Valle comemoram o gol (Divulgação Twitter / Sul-Americana)

ETAPA FINAL

Carille promoveu duas mudanças no intervalo: Matheus Jesus e Gustavo entraram nos lugares de Gabriel e Clayson. Com o apoio da torcida.

Aos 7, Mateus Vital fez pivô e ajeitou para Vágner Love bater firme e a bola passar raspando a trave. Depois, Gustavo e Pedrinho arriscaram, exigindo boas defesas de Pinos.

Entretanto, o Del Valle voltou a chegar aos 20 minutos. Gustavo Torres arrematou pela linha de fundo, mas não desperdiçou a outra chance que teve. Aos 24, Pedrinho perdeu a bola no meio campo e Cabeza cruzou da direita para Torres ampliar a vantagem.

O Corinthians quase diminuiu em uma bobeada de Pinos, mas o goleiro conseguiu afastar o perigo antes da bola entrar. Depois disso, Vital arriscaram, mas sem sucesso.

No final, Junior Urso e Janderson ainda tentaram descontar, mas nada feito. Del Valle construiu ótima vantagem para defender no Equador.

Divulgação / Sul Americana
atlético mg sul-americana

Atlético-MG vence La Equidad novamente e vai à semi da Sul-Americana

Sem o sofrimento do jogo de ida, o Atlético-MG venceu novamente o La Equidad (COL), nesta terça-feira (27), por 3 a 1, e avançou à semifinal da Copa Sul-Americana.

Réver, Chará e Elias fizeram para o visitante na partida disputada no estádio El Campín, em Bogotá, na Colômbia. Matias Mier descontou.

Na ida, os mineiros já haviam obtido um triunfo importante no estádio Independência, ao vencer o adversário por 2 a 1, com gols de Jair e Elias, de virada e com pênalti desperdiçado.

O Atlético agora enfrentará o Colón (ARG) para decidir quem irá à final da competição internacional. A ida será fora de casa e acontece em 18 ou 19 de setembro. A volta será sete dias mais tarde -25 ou 26 do mesmo mês- no Mineirão.

LA EQUIDAD

Diego Novoa; Walmer Pacheco, Danilo Arboleda, Jaider Riquett e Amaury Torralvo; Pablo Lima, David Camacho (Brayner De Alba), Stalin Motta (Matias Mier), Armando Vargas e Neider Barona (Jesús González); Carlos Peralta. T.: Humberto Sierra.

ATLÉTICO-MG

Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair, Elias, Juan Cazares (Rómulo Otero), Vinícius (Geuvânio) e Yimmi Chará (Zé Welison); Ricardo Oliveira. T.: Rodrigo Santana.

Estádio: El Campín, em Bogotá (COL)
Juiz: Esteban Ostojich (URU)
VAR: Leodan González (URU)
Cartão amarelo: Riquett e Pacheco (EQU); Chará, Jair e Vinícius (CAM)
Gols: Réver (CAM), aos 19min do 1º tempo; Matias Mier (EQU), aos 3min, Chará (CAM), aos 5min, e Elias (CAM), aos 31min 2º tempo

Corinthians empata com Fluminense na Copa Sul-Americana

Corinthians e Fluminense ficaram no zero a zero no jogo desta quinta-feira (22) pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. O jogo de ida foi acompanhado por um público total de 37.550 pessoas na Arena Corinthians.

O jogo foi tenso e equilibrado entre os dois times. O Fluminense passa por um aperto no Brasileirão, em 18ª posição, mas conseguiu se defender. Na Copa Sul-Americana o time tem quatro vitórias e dois empates. Fluminense e Corinthians voltam a se enfrentar, no jogo de volta, na quinta-feira (29), às 21h30, dessa vez no Maracanã. O vencedor enfrenta o Independiente del Valle na semifinal.

Antes da próxima partida, o Corinthians joga contra o Avaí no domingo (25), às 19h. Já o Fluminense encara o Palmeiras no dia 10 de setembro.

atlético mg la equidad sul-americana

De virada, Atlético-MG bate o La Equidad pela Sul-Americana

De virada, o Atlético Mineiro venceu o La Equidad por 2 a 1 neste terça-feira (20). O Galo tomou um susto no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Camacho, de pênalti, abriu o placar pelos colombianos, mas os mineiros conseguiram o triunfo com os gols de Jair e Elias.

O duelo decisivo acontece na próxima terça-feira (27), às 21h30, no estádio El Campin, em Bogotá.

O vencedor do confronto vai enfrentar o Colón, da Argentina, na semifinal. Os hermanos eliminaram o Zulia, da Venezuela.

Entretanto, o Galo ainda tem o duelo pela 16.ª rodada do Brasileirão. No sábado (24), às 11h, o Atlético recebe o Bahia na Arena Independência.

O JOGO

O duelo foi eletrizante na Arena Independência. Camacho aproveitou a penalidade cometida por Elias e deu a vantagem ao La Equidad logo nos minutos iniciais.

Perdendo diante o torcedor, o Atlético passou a acelerar o jogo. O zagueiro Rever carimbou a trave, mas Jair não decepcionou. O volante, em grande fase, bateu firme, de frente para o gol, e incendiou o Horto.

No segundo tempo, o Galo continuou em cima e teve um pênalti aos 19 minutos. Cazares cobrou, o goleiro Novoa defendeu e Otero marcou, mas o VAR anulou o gol atleticano. O árbitro de vídeo pegou a invasão de Chará e Otero na jogada. Na segunda tentativa, Cazares desperdiçou a chance de virar e acabou sendo vaiado por parte da torcida.

Para sorte dos mineiros, o goleiro Novoa ajudou. Elias bateu de fora da área e o goleiro aceitou o chute, definindo o placar em Belo Horizonte.

 

Corinthians vence Montevideo Wanderers na Sul-Americana

O Corinthians venceu o Montevideo Wanderers por 2 a 1 nesta quinta-feira (1) nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, no estádio Parque Central, no Uruguai.

O Corinthians já havia vencido o jogo de ida por 2 a 0 e entrou em campo com classificação quase garantida. Depois de um primeiro tempo sem gols, o segundo tempo começou com tudo. Vagner Love marcou o primeiro do Corinthians no primeiro minuto. Aos quatro minutos, Bravo empatou para o Wanderers. Aos 15 minutos, Vagner Love, de novo, marcou para o Timão.

O time agora enfrenta o Fluminense nas quartas de final da Sul-Americana.