Polícia Civil - Drogas - Carro - Curitiba

Polícia Civil do Paraná apreende drogas e carro roubado em Curitiba

Três homens e duas mulheres foram presos na tarde desta sexta-feira (13), no bairro Fazendinha, em Curitiba. No local, a PCPR (Polícia Civil do Paraná) recuperou um carro roubado e apreendeu 800 pedras de crack e 240 papelotes de cocaína, além de dois simulacros, máquina de cartão e cerca de R$ 1 mil em dinheiro vivo.

O veículo recuperado é um Nissan March, que havia sido roubado no último domingo (8). A vítima do assalto chegou a receber pontadas de facas e apresentou ferimentos ao realizar o boletim de ocorrência na DFRV (Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos).

“Com a prisão dessas cinco pessoas vamos verificar se algum deles é o autor desse crime ou então eles serão autuados por receptação de veículo roubado”, explicou o delegado João Marcelo Renk Chagas.

Ainda de acordo com o delegado, a equipe da Polícia Civil cumpriu mandado judicial na residência por tráfico de substâncias entorpecentes e por um outro veículo roubado. A ação contou com o apoio da equipe da Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos).

“Nós chegamos e congelamos o ambiente e tivemos o apoio do canil da Denarc e um dos cachorros localizou a substância no forro da casa, aonde foi encontrada toda a droga”, detalhou o delegado.

manicure presa cocaína br-277 paraná

Manicure é presa por esconder cocaína, crack e munições dentro do tanque do carro

Uma manicure de 30 anos foi presa nesta quarta-feira (11), em Céu Azul, na região oeste do Paraná, por esconder drogas e munições dentro do tanque de combustível do carro. No total, foram 4,2 quilos de cocaína, 8,2 quilos de crack e 100 munições, de calibre 45 e fabricação norte-americana. As drogas e balas foram apreendidas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-277, que corta o estado no sentido leste-oeste.

Além disso, a mulher estava com a carteira de habilitação suspensa há seis meses e tinha convidado o amigo para dirigir o carro até Cascavel. Com isso, o homem, de 28 anos, também foi preso em flagrante. Entretanto, a Justiça ainda deve medir o grau de envolvimento dele ao longo do inquérito.

A princípio, eles vão responder pelos crimes de tráfico de drogas e tráfico internacional de armas de fogo. Caso sejam condenados, eles podem pegar até 23 anos de prisão.

Conforme o artigo 307 do Código de Trânsito, o crime de violar a suspensão do direito de dirigir prevê pena de seis meses a um ano de detenção, além de implicar na imposição adicional de um novo prazo de suspensão, idêntico ao violado.

 

manicure presa cocaína br-277 paraná
Cocaína encontrada dentro do automóvel. Foto: Divulgação / PRF

A ABORDAGEM DA PRF

A mulher estava aguardando o amigo para retirar um Honda Civic em frente à unidade operacional da PRF na BR-277, mas demonstrou um nervosismo excessivo.

Os policiais rodoviários federais desconfiaram da atitude da manicure e decidiram fazer uma vistoria detalhada no carro. No início da tarde, a equipe da PRF acabou localizando a carga ilícita dentro do tanque de combustível. Quando o sujeito chegou ao local, também foi detido pelos policiais.

Policiais tiveram que verificar até o tanque de combustível do carro. Foto: Divulgação / PRF

 

Cães farejadores encontram 268 kg de drogas escondidos em pneus de caminhão

Um homem, de 30 anos, foi preso, na noite desta quinta-feira (27), na BR-376, em Apucarana, na região norte do Paraná, transportando 268,2 quilos de cocaína e crack nos pneus de um caminhão. A droga foi encontrada pela Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar com a ajuda de dois cães farejadores.

Do total, 159,55 quilos são de cocaína e 108,65 quilos de crack. As drogas estavam escondidas dentro de seis pneus.

Os agentes da PRF desconfiaram do condutor e resolveram fazer uma inspeção mais minuciosa. Em poucos minutos, o cão farejador indicou um dos pneus como local provável do entorpecente.

O motorista disse que carregou o caminhão em Eldorado (MS) e levaria a carga até Curitiba. Ele já havia sido preso três vezes por contrabando em Mato Grosso do Sul,

Quatro dos pneus com a carga ilícita estavam no rodado traseiro, suspensos. Os outros dois, sobre a carroceria. Para retirar a droga dos pneus, os policiais precisaram ir até uma borracharia.

O crime de tráfico de drogas tem pena que varia de cinco a 15 anos de reclusão. A PRF encaminhou a ocorrência à Delegacia da Polícia Civil em Apucarana.

Homem é preso com quase 12 kg de crack escondidos no painel de carro

Um homem, de 29 anos, foi preso em flagrante na BR-369, na noite desta quarta-feira (12), em Cascavel, no oeste do Paraná, com 11,8 quilos de crack no carro que ele conduzia. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a droga estava escondida no painel do automóvel.

Ao realizar a abordagem, a equipe policial percebeu a existência de equipamentos eletrônicos no porta-malas do veículo. Os agentes desconfiaram do nervosismo do motorista e decidiram fazer uma verificação mais minuciosa. Foi quando encontraram a droga em um compartimento oculto, atrás do painel.

Também foi encontrado um equipamento ilegal de radiocomunicação. Dentro do carro foram apreendidos ainda 15 aparelhos celulares e 60 litros de uísque, entre outras mercadorias.

O homem disse que pegou o carro em um posto de combustíveis de Foz do Iguaçu, também no oeste, e que o levaria até Uberlândia, em Minas Gerais.

O rapaz foi encaminhado para delegacia da Polícia Civil e fica à disposição da Justiça. Se condenado, pode pegar de cinco a 15 anos de prisão pelo crime de tráfico de drogas.

 

480 pedras de crack são encontradas em canteiro de flores, em Curitiba

A Guarda Municipal de Curitiba apreendeu, na sexta-feira (5), na Praça Generoso Marques, 480 pedras de crack. A droga estava embalada em sacola plástica e foi deixada num canteiro de flores, próximo ao Paço Municipal.

A apreensão ocorreu após denúncia feita por uma pessoa à equipe que trabalhava no Módulo Móvel Itinerante (MMI) da Guarda Municipal, que está instalado na Praça Tiradentes, em frente à Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais.

Alertados, perto das 18h, por uma pessoa que preferiu não se identificar sobre a estranha movimentação de um homem jovem, de cor branca, alto e magro que tentava esconder uma sacola entre as flores do canteiro da Praça Generoso Marques, os guardas municipais Edgar Pinheiro e Volnei Floriano foram até o local.

Um homem com as características apontadas pela pessoa denunciante chegou a ser abortado na região, mas não portava nenhuma substância entorpecente e muito menos tinha registro de passagem pela polícia.

Depois de liberarem o homem abordado, os guardas percorreram o canteiro de flores da praça e encontraram a droga. O crack estava numa sacola e embalado em 48 pequenos pacotes contendo dez pedras em cada um, pesando 115 gramas no total.

“Infelizmente não conseguimos encontrar e prender o responsável pela venda da droga. Mas, tiramos de circulação 480 pedras de crack e entregamos ao 8.º Distrito Policial, na Central de Flagrantes”, disse o guarda municipal Edgar Pinheiro.

Somente na área central da cidade, entre o mês de outubro de 2018 e os primeiros dias de abril deste ano, a Guarda Municipal efetuou a prisão de cerca de 50 pessoas com mandado de prisão em aberto ou foragidas da Justiça.

Os guardas municipais também trabalham em parceria com os profissionais da Fundação de Ação Social (FAS). O serviço em conjunto auxilia pessoas em situação de rua que necessitam acolhimento e/ou encaminhamento a clínicas de reabilitação de dependentes químicos e a centros de saúde.

Casal é preso com crack e arma em painel de veículo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu cerca de 5 quilos de crack e uma pistola 9mm na manhã de quinta-feira (15) em Santa Terezinha de Itaipu (PR), na região oeste do Paraná. Um casal foi preso.

Por volta das 10h30, agentes da PRF abordaram um Fiat/Palio com placas de Porto Alegre (RS) na BR-277, em frente à Unidade Operacional Santa Terezinha de Itaipu.

Em vistoria no veículo, os policiais encontraram, escondidos em um fundo falso no painel, cinco tabletes de crack e uma pistola Glock G17 (9mm) com numeração suprimida e três carregadores. O painel precisou ser quebrado para a retirada do entorpecente.

O veículo era conduzido por um casal que alegou desconhecer a existência dos ilícitos encontrados. O casal ainda relatou ter pegado o carro emprestado e omitiram qual seria o destino. Os dois foram presos em flagrante por tráfico e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Civil em anta Terezinha de Itaipu.

Denarc apreende carga de crack avaliada em R$ 6 milhões

Um homem foi preso transportando mais de 210 quilos de crack na PR-580 em Umuarama, no norte do Paraná, na tarde de domingo (11).

De acordo com a Divisão Estadual de Narcóticos, a droga estava sendo transportada em um compartimento na cabine de um caminhão bitrem com placas de Cascavel, no oeste do estado.

Na delegacia, o motorista que já possui antecedentes criminais pelo mesmo crime, alegou que carregou o entorpecente na cidade de Ponta Porã (MS) e transportaria até Santos (SP). Ele receberia  R$ 15 mil pelo transporte.

Os policiais  receberam uma denúncia de que um veículo com as mesmas características estaria se deslocando do Mato Grosso do Sul com destino a cidade de Maringá, no noroeste, e que teria como rota a cidade de Umuarama.

De acordo com a delegada responsável pela ação, Ana Cristina Ferreira Silva, a ação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal. “Com o apoio da PRF conseguimos tirar de circulação uma boa quantidade de droga do mercado ilícito, dando um prejuízo ao narcotráfico de mais de R$ 6 milhões”, falou.

O motorista foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e aguarda preso à disposição da Justiça.

Polícia prende cinco e apreende drogas em operação contra o tráfico

Cinco pessoas foram presas em uma operação contra o tráfico de drogas deflagrada nesta terça-feira (7), pela Polícia Civil, na Vila Cornélia, em Curitiba.

De acordo com a polícia civil foram apreendidas diversas drogas, como 500 pinos de cocaína, crack e 40 quilos de maconha, além de armas e coletes balísticos.

Esta foi a segunda operação deflagrada no local, na primeira os principais suspeitos conseguiram fugir. O delegado do Centro de Operações Especiais (Cope) afirmou que o local era de difícil acesso. “Fizemos um bom planejamento, com uso de drones e equipes que vinham pelo mato. Chegamos a invasão pela parte da frente, os marginais fugiram pelo fundo e foram surpreendidos pelos nossos policiais”.

“Pela estrutura de proteção que eles tinham, com rádios comunicadores, na primeira vez a maioria fugiu. Hoje pegamos o gerente do tráfico e outras pessoas importantes”, disse o delegado.  “São ruas estreitas e não identificadas, um local irregular, o que dificulta um pouco a nossa ação”, explicou.

As investigações continuam. Entre os presos, apenas um não tinha passagem pela polícia. Veja a lista de apreensões:

6 balanças de precisão
7 rádios HT
3 facas
Mais de 500 Microtubos (pinos) com cocaína prontos para consumo
Mais 5 mil pinos vazios para o preparo de venda
Munições de vários calibres
2 pistolas, sendo uma glock com seletor de rajada
41 quilos de maconha
280g cocaína
190g de craque
1 garrucha
Um vaso com maconha plantada

“Cristolândia” recupera dependentes de crack no Paraná

A Primeira Igreja Batista de Curitiba completa 104 anos de existência e inaugura o programa Cristolândia Paraná. A ideia é trabalhar permanentemente na recuperação e assistência a dependentes químicos e codependentes, principalmente viciados em crack, e atuar na prevenção ao uso de drogas.

O nome Cristolândia faz alusão à cracolândia, local onde os dependentes de crack costumam fazer o uso da droga. Em Curitiba, assim como em outras grandes cidades, a maioria das pessoas em situação de rua consome drogas, o crack é uma das principais. No Paraná, segundo o mapa do crack, estudo da Confederação Nacional de Municípios, 93 cidades estão em situação de alerta, o que justifica a importância de iniciativas como esta da PIB.

Segundo o coordenador da Cristolândia Paraná, pastor Daniel Eiras, as igrejas precisam realizar mais ações que beneficiem as comunidades em vulnerabilidade. “Não podemos deixar na mão dos governos, apenas. Como cristãos, temos o compromisso de ajudar o próximo, principalmente àquele que não tem mais a quem recorrer”, afirma.

Em São Paulo o programa já existe há dez anos, mas a ideia foi se espalhando pelo país e hoje está presente nos seguintes locais: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Bahia, Distrito Federal, e agora no Paraná.

Etapas

O programa é realizado em quatro etapas, sendo a primeira a chamada “busca ativa”. “Nesta etapa percorremos as cracolândias, criamos vínculos com os dependentes e falamos do projeto. A ideia é gerar confiança e mostrar que é possível recomeçar a vida sem drogas e com perspectivas positivas para o futuro”, explica o líder das buscas Valdir Diniz, que atualmente é pastor, já trabalhou na Cristolândia do Rio de Janeiro e teve passado nas drogas.

A segunda etapa é a “acolhida”, quando o dependente receberá alimentação saudável, higienização pessoal, roupas, terá guarda de seus pertences, avaliação multidisciplinar e suporte para acesso a documentos. Depois, eles serão encaminhados à Cristolândia propriamente dita, uma chácara em Mandirituba, região metropolitana de Curitiba, onde serão integrados ao Centro de Formação Cristã. As atividades nesta etapa são de responsabilidade da Primeira Igreja Batista, que auxiliará o acolhido na construção de seu Plano Terapêutico Individual.

“Todas as etapas são importantes, mas é nesta que o dependente receberá cuidados com sua saúde física e espiritual, trabalhando na construção de novos projetos de vida. Além disso, ele também receberá capacitações e será preparado para sua reinserção no mercado de trabalho”, explica Eiras.

Na chácara, o acolhido poderá ficar entre seis e nove meses e depois passará para a quarta etapa, chamada de “república”. Neste momento, o ex-dependente ficará em uma moradia com equipe para acompanhamento psicossocial e será encaminhamento para outros serviços, programas e benefícios da rede socioassistencial e das demais políticas públicas. O prazo para permanência na república é de até 12 meses.

Segundo o pastor Paschoal Piragine Junior, presidente da PIB Curitiba, todo o processo, que pode durar até dois anos, tem como objetivo “transformar, por meio de cuidado, carinho e da evangelização, a vida das pessoas que se deixarem ser auxiliadas. Queremos ajudar a sociedade no combate ao uso do crack, droga que tornou o Brasil o maior mercado consumidor deste entorpecente”, conclui.

Foco em prevenção

Em paralelo ao cuidado com quem já está escravizado nas drogas, a Cristolândia Paraná vai trabalhar fortemente na prevenção. Neste primeiro momento 30 locais estratégicos receberão voluntários, em parceria com Igrejas Batistas e de outras denominações, para impactar crianças, adolescentes e jovens no propósito de que façam escolhas saudáveis para sua vida.

No estado paranaense é uma iniciativa que envolve, além da Primeira Igreja Batista de Curitiba, outras Igrejas Batistas e Evangélicas da cidade, a Associação das Igrejas Batistas da Grande Curitiba, a Convenção Batista Paranaense e a Junta de Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira.

Se você quiser apoiar o programa Cristolândia Paraná, entre em contato com a Primeira Igreja Batista de Curitiba pelo telefone 41 3091-4347 ou acesse www.pibcuritiba.org.br/cristolandiaparana. Você pode doar alimentos, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza, roupas e dinheiro.

Festividade de aniversário

Além da inauguração do programa Cristolândia, a PIB Curitiba, em comemoração ao seu aniversário, realizará no sábado (12), das 09h às 18h, o “Celebre”.

A programação do evento contará com bazar solidário, das 10h às 15h; outlet de roupas da última estação, das 10h às 17h; feira com barraquinhas gastronômicas, das 10h às 18h; apresentações musicais e artísticas; das 12h às 17h; oficina de arco e flecha, muay thay e exercício funcional, das 09h às 18h e atividades recreativas para as crianças, das 12h às 17h.

O Celebre será realizado no estacionamento da PIB Curitiba, que fica na Rua Bento Vianna, 1200, esquina com a Avenida Batel. Todo recurso arrecado este ano será revertido para a Cristolândia.

A PRIMEIRA IGREJA BATISTA

A Primeira Igreja Batista de Curitiba está localizada na Rua Bento Viana, 1200, Batel. A instituição conta hoje com mais de dez mil membros e tem como pastor presidente, há 26 anos, Paschoal Piragine Junior. Realiza diversos projetos sociais por meio da Ação Batista de Ação Social e está presente em diversas partes do mundo por meio de missionários sustentados pela própria Igreja e seus membros.

PRF faz a maior apreensão de crack do ano em fundo falso de caminhão-tanque

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na mais de 320 quilos de crack na madrugada deste domingo (6) em Balsa Nova, na região metropolitana de Curitiba, no fundo falso de um caminhão-tanque. A apreensão é maior do ano em todo o território nacional. A droga teria saído de Campo Grande (MS) e seria levado até Araucária (PR), na região metropolitana de Curitiba. Dois homens foram presos em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

De acordo com a PRF, a ocorrência deste fim de semana teve início ainda na manhã de sábado (4), por volta das 9 horas, quando o motorista de um automóvel Audi A3 foi abordado pela PRF, em frente à Unidade Operacional São Luiz do Purunã, na BR-277. O homem, de 38 anos de idade, demonstrou nervosismo durante a abordagem policial. Ele chegou a dizer que transportava pistolas dentro do veículo. Mas, após várias horas de verificação minuciosa, nenhuma arma foi encontrada.

O motorista do carro disse então que outro veículo, uma carreta, faria o mesmo trajeto, supostamente trazendo armas do Paraguai.

A equipe da PRF solicitou apoio da PF. Em ronda pelos postos de combustíveis e estabelecimentos comerciais ao longo da BR-277, os agentes localizaram, já na noite de sábado, uma carreta suspeita, estacionada na frente de um hotel, na região de Ponta Grossa.

bc802880-5143-481f-b07a-b1dba78f2c20Identificado, o motorista, de 41 anos de idade, disse que recebeu o caminhão e o semirreboque em um posto de combustível de Campo Grande (MS), “de um homem de Audi preto”. Por volta de 1h30 da madrugada de domingo, na Unidade São Luiz do Purunã da PRF, as equipes policiais localizaram os tabletes de crack, ocultos nas paredes do semirreboque. Nenhuma arma foi encontrada.

O motorista do caminhão acabou por reconhecer o condutor do carro como o homem que o havia contratado para fazer o transporte da carga ilícita. O crack teria sido adquirido em Campo Grande (MS) e seria levado até Araucária (PR), na região metropolitana de Curitiba.

Os agentes da PRF e da PF encaminharam a droga e os dois presos para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Os veículos utilizados pela dupla permaneceram no posto da PRF, à disposição da Justiça. O crime de tráfico de drogas tem pena prevista de cinco a 15 anos de prisão. E o de associação para o tráfico, três a 10 anos.