dagoberto aposentadoria maior vencedor do campeonato brasileiro

Maior vencedor do Campeonato Brasileiro, Dagoberto anuncia aposentadoria

O atacante Dagoberto anunciou nesta terça-feira (10) a aposentadoria do futebol. O paranaense de Dois Vizinhos pendura a chuteira aos 36 anos como o maior vencedor do Campeonato Brasileiro, com cinco títulos. Considerando a era moderna da torneio, desde 1971, ele é único atleta a ostentar este feito.

O atleta anunciou a aposentadoria por meio de um vídeo publicado nesta tarde nas redes sociais. “Combati o bom combate”, legendou o atacante.

“Galera: tudo tem seu tempo. Era um sonho que eu tinha lá atrás de ser jogador, e hoje está se encerrando. Com muita alegria que tudo foi vivido, intensamente, errando e acertando, sempre buscando fazendo o melhor. Obrigado a todos pelo carinho de sempre”, anunciou.

Dagoberto comentou que a parte física foi uma das questões avaliadas por ele ao tomar a decisão de se aposentar com a temporada em andamento.

“O corpo já está pedindo descanso e é isso que vamos fazer. Atualizo vocês em breve. Mas em princípio é isso: agradecer e viver com alegria, paz e amor”, disse, deixando em aberto os planos para o futuro. Dagoberto já conciliava a carreira de atleta com a de empresário. Em Curitiba, ele mantém uma rede de hamburguerias com quatro unidades.

Dagoberto: carreira, títulos e conquistas

Formado nas categorias de base do PSTC, de Londrina, no norte do Paraná, Dagoberto se transferiu para o Athletico aos 17 anos, em 2000. No ano seguinte, ainda nos primeiros passos da carreira, ele conquistou o Campeonato Brasileiro com o rubro-negro do Paraná.

As outras quatro taças do Brasileirão foram levantadas por Dagoberto na era dos pontos corridos: foram dois títulos com o São Paulo (2007 e 2008) e mais duas conquistas defendendo a camisa do Cruzeiro (2013 e 2014).

O atacante ainda colecionou passagens por Internacional (2012), Vasco da Gama (2015) e Vitória (2016). Nos anos de 2017 e 2018, o paranaense teve sua única experiência no futebol internacional, defendendo o San Francisco Deltas, dos Estados Unidos.

Dagoberto voltou para o norte do Paraná em 2018 para defender o Londrina, último clube da carreira. Aos 35 anos, apesar de enfrentar problemas físicos, o atacante foi o artilheiro isolado da Série B do ano passado com 17 gols.

Antes da aposentadoria oficial, Dagoberto tirou férias de três meses e acertou o retorno ao Tubarão para a série B do Brasileirão de 2009, mas as lesões o impediram de manter a regularidade.

londrina vitória gedoz

Londrina toma susto, mas vira contra Vitória e entra no G4

De virada, o Londrina venceu o Vitória por 3 a 1 nesta terça-feira (23) e entrou no G4 da Série B 2019. Felipe Gedoz abriu o placar pelos baianos, mas Anderson Oliveira, duas vezes, e Dagoberto garantiram o triunfo do Tubarão. A partida, realizada no Estádio do Café, contou com um público de 21.475 pessoas e completou a 11.ª rodada da Segundona.

Com o resultado, o Londrina voltou a vencer após três partidas (duas derrotas e um empate). Com 20 pontos somados, a equipe fica atrás do Bragantino (23), Paraná (22) e Botafogo-SP (20). Os paulistas levam vantagem no saldo de gols: cinco contra um.

Agora o time comandado pelo técnico Alemão se prepara enfrentar o Oeste. O duelo está marcado para o próximo sábado (27), às 16h30, na Arena Barueri.

Do outro lado, o Leão segue com sete pontos conquistados e amarga a 18.ª posição da tabela. Na próxima rodada, recebe a Ponte Preta no Barradão.

O JOGO

O meia Felipe Gedoz, ex-Athletico, abriu o placar pelos baianos aos 17 minutos. O camisa 10 acertou linda cobrança de falta e anotou um golaço. No entanto, o Tubarão empatou ainda no primeiro tempo. Aos 44, Anderson Oliveira soltou uma pancada de longe e contou com a ajuda do goleiro Martín Rodríguez.

Os donos da casa voltaram do vestiário para a etapa final e definiram o triunfo em três minutos. Na primeira volta do ponteiro, Anderson Oliveira apareceu pela esquerda e cruzou rasteiro para Dagoberto virar o marcador. Dois minutos depois, o atacante retribuiu a gentileza. Dagoberto arrancou e tocou para o meio. Anderson Leite fez o corta-luz e a bola chegou limpa para Anderson Oliveira. O camisa 7 bateu firme e fechou o placar.

 

Dagoberto tem lesão na coxa confirmada e desfalca o Londrina na Série B

O atacante Dagoberto, do Londrina, teve uma lesão confirmada na coxa esquerda. O atleta sentiu a perna na partida de estreia do alviceleste contra o Boa Esporte apenas 18 minutos após entrar em campo. Com a contusão, o jogador desfalca o Tubarão na Série B. O prazo de recuperação não foi informado pelo departamento médico.

Dagoberto entrou no jogo com o Boa aos nove minutos e apenas um minuto depois da entrada marcou o gol da vitória alviceleste, no primeiro toque na bola. Cerca de 18 minutos após entrar em campo, sentiu dores musculares na parte posterior da coxa esquerda e precisou ser substituído.

O jogador chegou a dizer que acreditava não ser nada grave, apenas câimbras. Mas os exames complementares identificaram a lesão.

O Londrina enfrenta o Paysandu nesta sexta-feira (20), às 21h30 (de Brasília), em Belém, pela segunda rodada da Série B.

Dagoberto passará por avaliação médica no Londrina

Dagoberto fez seu primeiro jogo com a camisa do Londrina no último sábado (14). Foi justamente dos pés dele que saiu o gol da vitória alviceleste sobre o Boa Esporte, apenas um minuto após estar em campo. Só que pouco depois de entrar, o atacante sofreu uma contratura muscular e agora espera a avaliação do departamento médico para saber se pode retornar aos treinamentos normais.

O pentacampeão do campeonato brasileiro entrou em campo aos nove minutos e aos 10 min, no primeiro toque na bola, balançou as redes. “Foi um dia muito gostoso. Um dia que vai ficar marcado na nossa vida […] Uma estreia é sempre difícil. E o elenco está de parabéns pelo que fez em campo. ”, disse.

Mas aos 27 minutos precisou ser substituído, em função de uma contratura muscular. “Creio que não foi lesão. Eu me conheço e tomara Deus que não tenha sido nada”, analisou. O jogador passará por exames complementares nesta segunda-feira (16).

“O dia que eu jogar os 90 minutos então vai ter história demais”, disse com bom-humor o atacante de 35 anos de idade.

Com estrela de Dagoberto, Londrina estreia com vitória em cima do Boa

Não basta ter estrela, tem que fazer ela brilhar. E foi assim com o atacante Dagoberto, na tarde deste sábado (14), no estádio do Café, quando o Londrina venceu o Boa Esporte, por 1 a 0, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado justamente por ele, penta campeão brasileiro.

O primeiro tempo iniciou morno. O Tubarão tinha mais domínio de bola, mas pecava nas finalizações. Aos 32 minutos, teve a chance clara de abrir o placar, quando Amaral deu um soco na bola dentro da área, depois de um escanteio, e o juiz assinalou pênalti. Só que Roberto foi para cobrança, chutou mal no meio do gol e o goleiro Fabrício defendeu. Reginaldo ainda tentou o rebote, mas pegou na rede pelo lado de fora.

Foi então, que no segundo tempo, o jogo mudou após a entrada de Dagoberto aos nove minutos no lugar de Wesley. Bastou um minuto e no primeiro toque na bola, na estreia, o atacante fez o gol do LEC. Ele recebeu o bom cruzamento de Reginaldo pela direita e de primeira chutou para balançar as redes.

O atacante passou a assustar os adversários, criando outros lances de perigo. Mas dezoito minutos depois da entrada precisou ser substituído ao sentir câimbras na coxa.

O Londrina seguiu administrando e conseguiu fechar a estreia na competição com vitória. O próximo passo no caminho rumo ao acesso será na sexta-feira (20), às 21h30 (de Brasília), no Mangueirão, contra o Paysandu.

 

Londrina confirma chegada de Dagoberto, maior campeão brasileiro

O Londrina confirmou a contratação do atacante Dagoberto para a Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador é dono do maior número de títulos na história do Campeonato Brasileiro, foi campeão cinco vezes.

Dagoberto tem 35 anos e disputará pela primeira vez a Série B. O Tubarão será o oitavo time profissional do atacante, que já foi campeão com  Atlético-PR (2001), São Paulo (2007-08) e Cruzeiro (2013-14). Dagoberto também esteve na equipe do vice-campeonato do Brasileirão do Atlético-PR em 2004.

O jogador irá ajudar o LEC a conquistar o sonho que o torcedor londrinense persegue desde 1982, ano em que o Tubarão – primeiro clube paranaense a chegar ao G4 do Brasileiro, em 1977 – disputou pela última vez a divisão de elite nacional. Um objetivo que, na opinião do atacante de 35 anos de idade, está mais perto do que nunca de acontecer.

“O foco é esse, o acesso […] Estou muito feliz, motivado e muito grato a Deus por essa oportunidade. Quero ser uma peça importante nessa equipe, que tem um projeto fascinante, que tem um CT que é maravilhoso. Já faz um tempo que o Londrina está merecendo essa primeira divisão e é para isso que eu vim para cá”, afirma.

Seca de gols tira Dagoberto do Vitória

O atacante Dagoberto está com um pé fora do Vitória. O atleta, que chegou em março deste ano não marca gols há 20 jogos e ainda por cima tem faltado a treinos, o que irritou a diretoria do clube baiano. Em entrevista ao portal globo.com, o diretor de futebol, Anderson Barros, disse que o clube o Dagoberto chegaram a um acordo amistosamente. “Hoje não treinou, ontem também. Não joga mais [pelo Vitória]. Não tem porquê. Bom ressaltar que foi uma relação bem construída. Tanto que as pessoas só perceberam [que ele estava de saída] quando ele não treinou”, desabafou.

Antes de chegar ao Vitória, Dagoberto passou pelo Vasco e não deixou muita saudade. O atleta, desde que chegou ao Vitória sofreu com lesões e não conseguiu marcar gols, o que antecipou o final dessa parceria.