Rodovias - Acidentes - Paraná - Feriado

Feriado tem redução de 21,43% nos acidentes em rodovias do Paraná

As rodovias estaduais do Paraná tiveram um Feriado da Padroeira do Brasil mais seguro. Segundo números do BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária), houve queda de 21,43% nos acidentes registrados em comparação ao ano passado.

Vale ressaltar que a operação do BPRv teve um dia a menos que em 2018. A fiscalização teve início às 14 horas de sexta-feira (11) e teve encerramento às 23h59 deste domingo (13).

A principal ocorrência registrada foi o acidente na PR 092 em Cerro Azul, região metropolitana de Curitiba, no qual seis pessoas faleceram.

Mesmo com esse acidente, o número de ocorrências caiu de 70 para 55, enquanto o número de mortes reduziu de 11 para nove, queda de 18,18%. O único quesito que registrou alta foi o de feridos, passando de 64 para 67 (elevação de 4,69%).

O trabalho da Polícia Rodoviária alcançou 12 mil quilômetros de estradas estaduais, contando com todo o efetivo da organização.

“De um ano para o outro a malha viária continua a mesma, porém a quantidade de veículos só aumenta. Estamos conseguindo, através de fiscalização, diminuir esse número de acidentes”, avaliou o subcomandante da Polícia Rodoviária, major Marcio Antônio Machado Pereira.

AUXÍLIO DA TECNOLOGIA

O BPVr contou com o monitoramento por radares móveis para coibir o excesso de velocidade em trechos estratégicos, nos quais a Polícia Rodoviária identificou em anos anteriores maiores incidências de acidentes.

Ao todo foram registradas 1.364 imagens de radar, 46,21% a menos que o mesmo feriado do ano anterior, quando foram captadas 2.536 imagens.

Com isso, as autuações de infração de trânsito feitas pelos nas rodovias chegaram a 917, uma redução de 27,51% em comparação com o ano anterior, quando foram 1.265 ocorrências foram lavradas.

Curitiba - Feriado - Horários de funcionamento

Confira os horários especiais e eventos neste feriado em Curitiba

O feriado do Dia da Padroeira do Brasil e o Dia das Crianças é comemorado neste sábado (12). Curitiba terá uma série de eventos comemorativos à data, além de programação especial em alguns serviços municipais.

Além da festa da SMELJ (Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude) no Parque Barigui, a cidade terá outras atrações como 13 feiras livres e programação cultural para a data.

Confira abaixo os horários de atendimento e o funcionamento dos serviços municipais neste sábado:

TRANSPORTE E URBS

Ônibus

Transporte coletivo terá tabela horária de domingo neste sábado, dia 12 de outubro.

No período das 10h às 17h, as seguintes linhas têm programação especial para atendimento, em virtude do evento em comemoração ao Dia das Crianças, no Parque Barigui:

020 – Interbairros II (H)

021 – Interbairros II (AH)

022 – Inter 2 (H)

023 – Inter 2 (AH)

814 – Especial Terminal Camp. do Siqueira/ Pq. Barigui

Arcadas São Francisco

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – aberto conforme horário da feira de artesanato

Arcadas Pelourinho

Sábado (12/10) – Aberto

Domingo (13/10) – Aberto

Sanitários funcionam normalmente

Mercado Municipal Capão Raso

Sábado (12/10) – funciona das 9h às 21h

Domingo (13/10) – fechado

Mercado Central Matriz

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

Estacionamento Rui Barbosa

Sábado (12/10) – funciona das 9h às 20h

Domingo (13/10) – fechado

EDUCAÇÃO

Escolas, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs) – Atividades serão retomadas na segunda-feira (14/10).

Programa Comunidade Escola – sem programação.

Faróis do Saber – Fechados.

ATRATIVOS E ATENDIMENTO TURÍSTICOS

Museu de História Natural do Capão da Imbuia – funciona no sábado (12/10) e domingo (13/10), das 9h às 17h.

Jardim Botânico – aberto 6h às 19h30. O Jardim das Sensações funciona das 9h às 17h, com último acesso às 16h30.

Passeio Público – aberto das 6h às 20h.

Zoológico de Curitiba – aberto das 10h às 16h30.

Memorial Árabe – fechado.

Bosque Alemão e Casa Encantada – bosque estará aberto normalmente. A Casa Encantada funciona das 9h às 17h, com contação de histórias às 11h, 14h e 16h.

Bosque Zaninelli/Unilivre – aberto.

Parque São Lourenço – aberto.

Ópera de Arame e Parque das Pedreiras – aberto. Pode ocorrer o fechamento sem aviso prévio.

Parque Tanguá – aberto.

Parque Tingui – aberto.

Parque Barigui – aberto.

Bosque Reinhard Maack – aberto das 8h às 18h. Em caso de chuva, pode acontecer fechamento sem aviso prévio.

Torre Panorâmica – temporariamente fechada, elevador em manutenção.

Atendimento ao Turista

Horário de atendimento dos pontos de atendimento ao turista:

– Torre Panorâmica das Mercês

Das 10h às 19h

– Aeroporto Afonso Pena

Das 8h às 17h

– Rodoviária

Das 9h às 18h

Linha Turismo

O serviço vai operar normalmente.

Lojas #CuritibaSuaLinda

Fechadas.

SAÚDE

Hospital Municipal do Idoso Zilda Arns

Aberto 24 horas.

Maternidade Bairro Novo

Aberta 24 horas.

Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)

Abertas 24 horas.

UPA Sítio Cercado: Rua Levi Buquera, 158, Sítio Cercado.

UPA Boa Vista: Avenida Paraná, 3.654, Boa Vista.

UPA Cajuru: Rua Engenheiro Benedito Mário da Silva, 555, Cajuru.

UPA Fazendinha: Rua Carlos Klemtz, 1.883, Fazendinha.

UPA Boqueirão: Rua Professora Maria de Assumpção, 2,590, Boqueirão.

UPA Campo Comprido: Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, 3.495, Campo Comprido.

UPA Tatuquara: Rua Jornalista Emílio Zolá Florenzano, 835, Tatuquara.

UPA CIC: Rua Senador Accioly Filho, 3370, Cidade Industrial.

UPA Pinheirinho: Rua Leon Nicolas, s/n esq. com Winston Churchill, Capão Raso.

UNIDADES DO ABASTECIMENTO

Mercado Municipal

Sábado (12/10) – atendimento das 8h às 18h

Domingo (13/10) – atendimento das 8h às 13h (praça de alimentação até 15h)

Restaurante Popular

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado.

Armazéns da Família

Sábado (12/10) – fechados

Domingo (13/10) – fechados

Segunda (14/10) – fechados.

Mercado Regional Cajuru

Sábado (12/10) – atendimento das 7h às 18h

Domingo (13/10) – atendimento das 7h às 12h.

Feiras Livres Diurnas

Sábado (12/10) – atendimento normal

Domingo (13/10) – atendimento normal

Feiras Livres Noturnas

Sábado (12/10) – não funcionam

Domingo (13/10) – não funcionam

Feiras Gastronômicas

Sábado (12/10) – atendimento normal

Domingo (13/10) – não funcionam

Feiras Orgânicas

Sábado (12/10) – atendimento facultativo

Domingo (13/10) – não funcionam

Programa Nossa Feira

Sábado (12/10) – não funcionam

Domingo (13/10) – não funcionam

Sacolão da Família

– Sacolão Bairro Novo

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Boa Vista

Sábado (12/10) – atendimento das 8 h às 13h

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Boqueirão

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Carmo

Sábado (12/10) – atendimento das 9h às 15h

Domingo (13/10) – atendimento das 8h30 às 13h

– Sacolão Fazendinha

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Jardim Paranaense

Sábado (12/10) – atendimento das 9h às 15h

Domingo (13/10) – atendimento das 8h30 às 13h

– Sacolão Osternack

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (12/10) – fechado

– Sacolão Pinheirinho

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Santa Cândida

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Santa Efigênia

Sábado (12/10) – atendimento das 9h às 15h

Domingo (13/10) – atendimento das 8h30 às 13h

– Sacolão Santa Felicidade

Sábado (12/10) – atendimento das 9h às 15h

Domingo (13/10) – atendimento das 8h30 às 13h

– Sacolão Rui Barbosa

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Vila Oficinas

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

– Sacolão Vila Sandra

Sábado (12/10) – fechado

Domingo (13/10) – fechado

PROTEÇÃO ANIMAL

Adoção de animais – Crar funciona em regime de plantão das 9h30 às 12h e das 13h30 às 15h30. Rua Lodovico Kaminski, 1.381 – CIC

LIMPEZA PÚBLICA

O funcionamento dos serviços será alterado apenas no sábado (12/10):

Coleta domiciliar (orgânico) – não funciona;

Coleta seletiva – acontece nos setores com frequência de uma vez por semana aos sábados.

Varrição manual – funcionará no Anel Central (esquema de domingo).

Lixo Tóxico – não funciona.

Câmbio Verde – não funciona.

Demais serviços – não funcionam.

CEMITÉRIOS MUNICIPAIS

Funcionam das 9h às 18h. O Serviço Funerário municipal (sepultamentos) tem atendimento ininterrupto.

PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO – DÍVIDA ATIVA

Fechada.

SETRAN

Em razão do feriado, não haverá fiscalização do Estacionamento Regulamentado (EstaR) no sábado (12/10).

CASA DA MULHER

Casa da Mulher Brasileira vai funcionar normalmente todos os dias. O funcionamento normal é 24 por dia, todos os dias da semana.

ESPAÇOS CULTURAIS

A programação especial para o Dia das Crianças. Confira informações sobre os espaços no site www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Alguns espaços da Fundação Cultural de Curitiba estarão fechados neste sábado (12/10), feriado da padroeira Nossa Senhora Aparecida.

Não estarão abertos o Memorial de Curitiba, a Gibiteca, o Circo da Cidade, o Centro de Criatividade de Curitiba, o Teatro Cleon Jacques, as Casas da Leitura (com exceção da Casa da Leitura Wilson Bueno, que terá programação das 10h às 19h) e o Bondinho da Rua das Flores.

O Memorial de Curitiba volta a abrir domingo (13/10). Os demais espaços estarão abertos todo o final de semana com a sua programação normal. Confira no site da Fundação Cultural de Curitiba.

O Instituto de Pesos e Medidas do Paraná (Ipem-PR) fiscalizou 79.517 produtos em todo o Estado – brinquedos e artigos infantis. Foram visitados 115 estabelecimentos comerciais. Ação integrou a Operação Especial Dia das Crianças, realizada em todo o País pelo Inmetro.

Inmetro reprova mais de 1.600 brinquedos no PR; Pediatras alertam sobre riscos de produtos falsificados

Uma ação feita pelo Ipem-PR – (Instituto de Pesos e Medidas do Paraná) durante a Operação Especial Dia das Crianças, realizada em todo o País pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), fiscalizou 79.517 produtos, entre brinquedos e artigos infantis.

Destes, 830 itens apresentaram irregularidades e 795 brinquedos foram apreendidos.

Ao todo foram visitados 115 estabelecimentos comerciais em todo Paraná, entre os dias 30 de setembro e 4 de outubro.

Objetivo da operação era verificar se os produtos tinham ou não o selo do Inmetro, que é obrigatório nos produtos nacionais e importados.

O presidente do Ipem-PR, Rubico Carmago, afirmou que o objetivo da operação era também impedir o comércio ilegal de produtos infantis. “A operação objetiva inibir a comercialização de produtos irregulares, porque eles podem oferecer riscos à criança, comprometendo a sua segurança e a saúde, principalmente”, afirmou.

Foram fiscalizados na operação brinquedos, berços, bicicletas, carrinhos para crianças e cadeirinhas utilizadas em veículos para transporte de bebês e crianças.

Pais e familiares devem ficar atentos na hora da compra. É preciso observar a idade indicada na caixa de cada produto, evitando assim que as crianças se machuquem ao manipular o produto. É muito comum que crianças pequenas engulam peças soltas, portanto, a informação sobre a faixa etária obrigatoriamente deve estar na embalagem dos brinquedos e artigos infantis.

Divulgação/AEN

Os fiscais verificam ainda se os produtos trazem o conjunto de informações obrigatórias, como dados do fabricante ou do importador, CNPJ da empresa fabricante, país de origem, faixa etária indicada e, principalmente, o selo de identificação da conformidade. É obrigatório que todos as informações estejam em português.

PEDIATRAS ALERTAM: BRINCAR É COISA SÉRIA

Para o médico especialista em pediatria e neonatologia, Dr. Luiz Renato Valério, do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba, brincar é coisa séria. “A criança que brinca se desenvolve socialmente, emocionalmente, nos aspectos da alegria e da felicidade. Se brincadeira vier acompanhada do brinquedo correto, melhor ainda. Criança que brinca é mais feliz e desenvolve melhor suas habilidades individuais”, afirma.

O pediatra alerta ainda aos pais para que interajam com seus filhos durantes as brincadeiras, fortalecendo laços e evitando assim que crianças passem muito tempo em contato com produtos eletrônicos, como celular. “As crianças estão brincando muito menos do que deveriam. Muitas vezes, quando brincam, buscam atividades com pouca qualidade, como passar horas no celular, o que acaba por não ajudar no desenvolvimento de suas habilidades”, explica o médico.

Para as crianças menores, o cuidado está principalmente nos produtos de origem duvidosa. O que é mais barato nem sempre tem mais qualidade e pode trazer uma série de riscos à saúde da criança.

5 DICAS DE CUIDADOS PARA OS PAIS

1.Evite comprar brinquedos sem saber a sua origem. Procure lugares de referência e que passam por fiscalização constante.

2. Procure brinquedos que não soltem facilmente peças pequenas. Crianças são curiosas e exploradoras – podem tentar desprender uma peça e levá-la à boca. A faixa de idade mais crítica é entre os sete meses e os cinco anos, quando a criança tende a colocar tudo na boca.

3. Não compre brinquedos que não tenham uma comprovação do uso de tinta atóxica.

4 .Olhe sempre a indicação da faixa etária e siga a orientação de uso. Verifique se há o selo do Inmetro e se o brinquedo é adequado apara o desenvolvimento da criança.

5. Em caso de ingestão de alguma peça a  criança deve ser levada imediatamente ao pronto socorro mais próximo. Nunca deixe uma criança sozinha durante uma brincadeira, sem a supervisão de um adulto.

OPERAÇÃO “ESPECIAL DIA DAS CRIANÇAS”

Fiscais percorreram o comércio varejista e atacadista em todo o território nacional para examinar se brinquedos, dispositivos de retenção para crianças (as cadeirinhas de veículos), carrinhos para crianças e berços infantis atendem aos regulamentos técnicos estabelecidos pelo Inmetro.

Os Estados que conseguiram retirar do mercado a maior quantidade de produtos irregulares foram Rio de Janeiro (53.667 brinquedos e um berço), Bahia (8.720 brinquedos) e São Paulo (4.445 brinquedos, um dispositivo de retenção para crianças e 10 berços infantis).

Os estabelecimentos em que foram encontradas irregularidades têm até dez dias para apresentar defesa ao Instituto e estão sujeitos às penalidades previstas na lei, com multas que variam de R$ 100 a R$ 1,5 milhão.

Os consumidores podem apresentar denúncias por meio da Ouvidoria do Inmetro pelo telefone 0800 285 1818, formulário online e registrar acidentes no Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo (Sinmac), no endereço: www.inmetro.gov.br/sinmac.

 

 

 

Dia das Crianças: Confira 12 atrações gratuitas em Curitiba

No sábado (12) é dia de levar a criançada para se divertir. E como a economia não anda lá essas coisas, uma boa pedida é segurar a grana e aproveitar os eventos gratuitos no dia das crianças.

Em Curitiba, por exemplo, há shows, peças de teatro, oficinas de robótica, apresentação circense e até lançamento de foguetes.

Confira abaixo a programação do dia das crianças só com eventos “na faixa”.

Dia das Crianças – eventos gratuitos culturais

Crédito: divulgação.

Dia das crianças no Santa Villa

No sábado (12), o complexo gastronômico Santa Villa terá contação de histórias, oficina de slime, esculturas em balão e camarim de pintura. As atrações começam a partir das 13h e vão até o final da noite.
Quando: sábado (12)
Horário: a partir das 13h
Local: Santa Villa Gastronomia (Rua Francisco Derosso, 809 – Xaxim)

Star Wars no Cine Passeio

O sétimo episódio da saga “Star Wars: O Despertar da Força” será transmitido no Terraço Passeio, às 19h. Já na sessão da meia-noite, nas salas Luz e Ritz, serão exibidos “Rogue One: Uma História Star Wars” e o episódio oito da saga, “Star Wars: Os Últimos Jedi”. Os ingressos serão distribuídos uma hora antes das sessões. As salas estão sujeitas a lotação.
Quando: no sábado (12)
Horário: às 19h e à meia-noite
Local: Cine Passeio (Rua Riachelo, 410, Centro)

Contos na Casa Encantada

Contação de histórias no Bosque do Alemão.
Quando: sábado (12) e domingo (13)
Horário: 11h, 14h e 16h
Local: Casa Encantada, no Bosque do Alemão (Rua Nicolo Paganini, s/n – Pilarzinho)

Circo de graça

O Circo Zanchettini fará duas apresentações gratuitas em comemoração ao dia das crianças. É preciso chegar com 40 minutos de atencedência para pegar o ingresso.
Quando: sábado (12)
Horário: o primeiro espetáculo será as 14h e o segundo às 20h30.
Local: Praça do Circo, no Parque Barigui (Avenida Cândido Hartmann, s/n – Bigorrilho)

Atrações no Mercado Municipal

No sábado (12), a programação começa às 10h com aula-show de gastronomia para crianças. Em seguida, às 11h, ocorre contação de histórias. Às 13h30, será a vez da oficina de origami e, às 15h, mais uma contação de histórias. No mesmo dia, às 16h,  há outra aula-show. Haverá distribuição de pipoca e outras surpresas também fazem parte da programação. No domingo (13), uma nova contação de histórias acontece às 11h.
Quando: sábado (12) e domingo (13)
Horário: sábado das 10h às 16h30 e domingo às 11h
Local: Mercado Municipal de Curitiba (Avenida Sete de Setembro, 1865 – Centro)

Dia das Crianças – eventos gratuitos ao ar livre

Crédito: Foto Luiz Costa/SMCS.

Festa no Parque Barigui

Há várias atividades ao longo do dia, apresentações musicais, espaço com jogos de realidade virtual, oficina de robótica, atividades esportivas e culturas,  brinquedos infantis, entre outros.
Quando: sábado (12)
Horário: das 10h e 17h
Local: Parque Barigui (Avenida Candido Hartman, s/n – Bigorrilho)

Lançamento de foguetes na UFPR

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) fará o lançamento de seis minifoguetes no dia das crianças. A atividade, que faz parte da IV Campanha de Popularização dos Minifoguetes, da Associação Brasileira de Minifoguetes, acontece no campus Politécnico, no campo de futebol número 1 do Centro de Educação Física e Desportos.
Quando: sábado (12)
Horário: a partir das 9h
Local: Centro Politécnico (Avenida Cel. Francisco H. dos Santos, 100 – Jardim das Américas)

 

Dia das Crianças – eventos gratuitos em shoppings

Crédito: divulgação.

Shopping Ventura

Um pocket show com a turma do Mickey ocorre no sábado (12). Já no domingo (13) tem apresentação de alguns super-heróis, como homem aranha, homem de ferro e batman. Os dois eventos acontecem na praça central do setor azul do shopping entre 16h e 18h.
Quando: sábado (12) e domingo (13)
Horário: Das 16h às 18h
Local: Ventura Shopping (Rua Itacolomi, 292 – Portão)

Shopping Mueller

A criançada poderá curtir apresentações literárias e musicais. No sábado (12) ocorre, às 15h30, um pocket show com a banda Siricutico. Já no domingo (13), também às 15h30, é a vez de um evento de contação de histórias.
Quando: sábado (12) e domingo (13)
Horário: 15h30
Local: Shopping Muller (Avenida Cândido de Abreu, 127 – Centro Cívico)

Shopping Novo Batel

No sábado (12), os pequenos poderão se divertir em um circo com mágicos, palhaços e cama elástica montado no shopping.
Quando: sábado (12) e os próximos até o dia 26 de outubro.
Horário: das 14h30 às 18h30
Local: Shopping Novo Batel (rua Coronel Delcídio, 517 – Batel)

Shopping Palladium

A programação conta com apresentação de MPB para crianças na sexta-feira (11), às 19h, e no sábado (12), às 16h. No sábado (12), também acontece uma apresentação de palhaços, às 18h. Por fim, no domingo (13), às 16h, será dia de contação de histórias.
Quando: sexta-feira (11), sábado (12) e domingo (13)
Horário: sexta-feira, às 19h, sábado, às 16h e às 18h, e domingo às 16h
Local: Shopping Palladium (Avenida Presidente Kennedy, 4121 – Portão)

Shopping Jardim das Américas

Até o dia 20 de outubro, a praça de eventos do shopping terá diversas atividades das séries Doutora Brinquedos, Princesinha Sofia, A Guarda do Leão e Mickey Aventura Sobre Rodas.
Quando: até 20 de outubro
Horário: das 14h às 20h.
Local: Shopping Jardim das Américas (Avenida Nossa Senhora de Lourdes, 63 – Jardim das Américas)

dia das crianças, brinquedos, cuidados, compras, consumidor, direitos do consumidor, inmetro, ipem-pr

Dia das Crianças: instituto alerta para cuidados na compra de brinquedos

O Ipem-PR (Instituto de Pesos e Medidas do Paraná) alerta sobre os cuidados necessários na compra de brinquedos e outros presentes para o Dia das Crianças. É necessário verificar se os produtos seguem algumas normas para garantir a segurança e a saúde dos pequenos.

A primeira dica é observar se o brinquedo é um produto certificado, que deve trazer o Selo de Identificação da Conformidade, aquele com a marca do Inmetro. Caso não tenha, além de ser um produto ilegal e cuja comercialização é proibida no país, pode colocar em risco a saúde a e segurança das crianças. A faixa etária à qual se destina é outro item importante a ser observado.

Segundo o presidente do Ipem-PR, Rubico Camargo, um brinquedo fabricado sem obedecer as normas de segurança pode conter, por exemplo, uma tinta imprópria para brinquedos, ou mesmo possuir componentes que contaminariam o organismo da criança.

O gerente de Fiscalização do instituto, Roberto Tamari, ressalta que nos produtos que estão fora da conformidade, e que não possuem o selo do Inmetro, há o risco de haver partes pequenas que ao se desprender acabam sendo engolidas ou inaladas, causando sufocamento – partes cortantes às vezes não aparentes podem causar ferimentos. Outro risco dos brinquedos sem certificação é a possibilidade de propagar chamas ou emitir ruídos exagerados.

CUIDADOS: NACIONAIS OU IMPORTADOS

Segundo regulamento do Inmetro, essas regras precisam ser cumpridas para todos os brinquedos nacionais e importados, ou seja, que estejam certificados. Além disso, o consumidor deve exigir sempre a nota fiscal do produto, garantindo que busque seus direitos caso ocorra algum defeito ou outro problema.

O selo do Inmetro precisa estar sempre visível, impresso na embalagem ou gravado no produto, ou na etiqueta afixada no brinquedo. A embalagem tem que trazer ainda informações sobre o seu conteúdo, instruções de uso, de montagem, a faixa etária a que se destina, os riscos e dados do fabricante, como CNPJ e endereço.

Os brinquedos importados também precisam ser submetidos a ensaios em laboratórios acreditados pelo Inmetro e trazer o selo de identificação da conformidade (selo do Inmetro), assim como todas as informações presentes na embalagem e no manual de instruções em língua portuguesa.

DIA DAS CRIANÇAS: RESPONSABILIDADE

O Ipem-PR destaca que a responsabilidade dos pais ou responsáveis não encerra após escolher adequadamente o produto. Segundo Tamari, é necessário inspecionar regularmente os brinquedos a procura de danos ou potenciais riscos, como arestas e pontas afiadas, embora a certificação do Inmetro preveja essas situações de uso pelas crianças, que podem danificá-los.

Brinquedos com correntes, tiras ou cordas com mais de 15 centímetros devem ser evitados. Balões ou bexigas são considerados brinquedos, mas a sua utilização por criança precisa ser supervisionada, evitando engasgamento e asfixia. Outra medida importante é retirar a embalagem e sacos plásticos antes de entregá-lo à criança, a fim de prevenir acidentes com grampos e similares e também o risco de sufocamento.

comércio dia das crianças vendas acpr foto divulgação

Dia das Crianças: procura por livros aumenta, mas brinquedos ainda lideram a preferência

O comércio está otimista com as vendas para o Dia das Crianças. Os empresários esperam um crescimento de 1,3% no faturamento deste ano, em relação ao ano de 2018. A estimativa é da pesquisa Data Censo, divulgada pela ACP (Associação Comercial do Paraná).

Os consumidores ouvidos durante o levantamento demonstraram a intenção de gastar um pouco mais: o tíquete-médio em 2019 é de R$ 128, enquanto no ano passado cada presente custou, em média, R$ 123.

A pesquisa da ACP indica que a procura por livros cresceu 8% na intenção de compras para o Dia das Crianças. O comércio de roupas e vestuário também cresceu: as vendas devem subir 7%.

No entanto, mesmo com o crescimento destes itens, os brinquedos ainda lideram a preferência dos consumidores. Outros presentes de Dia das Crianças citados pelos entrevistados foram calçados, videogames e eletrônicos.

Confiança na economia e investimentos

Segundo a publicação, considerandos os comerciantes de Curitiba, também foi possível notar um otimismo na perspectiva para os próximos meses da economia brasileira. 66% dos empresários do ramo na capital paranaense se consideram “esperançosos”. A mesma pesquisa aponta que 32% estão preocupados e 2% se dizem “desanimados”.

O aparente otimismo não se reflete em investimentos. Sete em cada 10 comerciantes de Curitiba disseram que não realizarão aportes no próprio negócio. Entre os 30% que afirmaram ter a intenção de investir, os itens mais citados foram: mudanças nos produtos ofertados, reformas estruturais e, por último, contratação de funcionários.

Dia das Crianças reúne 20 mil pessoas no Parque Barigui

O Dia das Crianças reuniu um público recorde de cerca de 20 mil pessoas no Parque Barigui nesta sexta-feira (12), com várias atividades voltadas para o público infantil, promovidas pela prefeitura de Curitiba. O evento também contou com o encerramento dos Jogos do Piá e com apresentações gratuitas do circo Zanchettini.

A chuva deu uma trégua, o sol apareceu e várias famílias aproveitaram o dia entre brincadeiras. A carioca Siana Soares de Oliveira, que se mudou para Curitiba há oito meses, aprovou a iniciativa. Ela levou as duas filhas, Kethelin, de 8 anos, e Kemylle, de 4, para jogar a xadrez. “A mais velha gosta de jogar, então viemos. Elas estão se divertindo muito”, disse.

Em outra área do parque, o pequeno Arthur, de 6 anos, se divertiu na escalada. “Foi bem legal”, disse acompanhado do avô, Paulo Roberto Santos. “O evento tem muitas atividades e já fomos em vários brinquedos”, afirmou Santos.

O prefeito Rafael Greca destacou que o evento foi criado pensando nos curitibinhas. “Estamos aqui para celebrar essa festa para os nossos curitibinhas”, disse.

O carrinho de rolimã, que foi diversão de muitos pais na infância, era um dos mais disputados e divertiu os irmãos Andresws, de 7 anos, e Anthony, de 1 ano, que andaram juntos. A mãe, Talita de Brito, ia brincar um pouco mais com os dois filhos e depois buscar o outro filho, Kauan, para participar das brincadeiras. “Trouxe primeiro os dois, depois vou trazer o outro”, disse ela, que pensava em levá-los no circo no fim do dia.

Foram instaladas no Parque Barigui nove estações temáticas com as mais diversas atividades. “O tempo ajudou e muitas famílias puderam aproveitar o dia aqui. É um clima festivo que reúne crianças e adultos”, afirmou o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein.

Ele fez um balanço positivo dos Jogos do Piá, iniciativa inédita de resgatar as antigas brincadeiras de criança, que começou em junho desse ano. “Os jogos do Piá foram um sucesso, com um grande resgate das brincadeiras ao ar livre, que tiraram pais e filhos de casa para ocupar o espaço na cidade”, diz Trautwein.

A Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) preparou a estação de brinquedos infláveis, com 18 opções espalhadas pelo parque. “Elas gostaram muito do brinquedo inflável de galo que engolia as crianças”, diz Marcia Feltes, que levou o filho Matheus, de 10 anos, e foi acompanhada da irmã Gisele Feltes de Souza e da sobrinha Maiara de 10 anos. “A gente vem todo ano e é sempre muito bom. O restante da família viaja e nós vamos brincar com as crianças”, destacou Marcia.

Na estação das bicicletas, as crianças tinham à disposição um circuito cheio de cones para testar as habilidades da piazada. Já a estação recreativa infantil era voltada atividades destinadas ao público mais novo, como peças de Lego, brinquedos plásticos e exercícios com pintura.

A programação contou ainda com uma estação para atividades recreativas de minifutebol, minivoleibol, minibasquete, entre outros. Para as crianças que adoram colocar a mão na massa, as opções eram oficinas de construção de pipa e cata-vento.

Atividades radicais também estavam disponíveis, com muro de escalada. Na área de cultura e arte, o Ônibus Palco, que faz parte do projeto Artes e Patrimônio, levou ao parque atrações como danças, concertos musicais didáticos, contação de histórias, teatro e circo.

Padroeira

Muitas pessoas também aproveitaram o dia para celebrar o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. O prefeito Rafael Greca participou da missa campal rezada pelo padre Reginaldo Manzotti no Parque Cambuí, no Fazendinha. A cerimônia emocionou fiéis e o prefeito.

“Nós viemos aqui e eu fui distinguido, pelo padre Reginaldo Manzotti, com a imagem do sonho de São José. Esse episódio narra o sonho em que José é avisado sobre o nascimento de Jesus da Virgem Maria. Essa é uma evocação também para a tranquilidade dos nossos sonhos, para que Curitiba, enquanto dorme seja protegida e quando acordar vá para frente, para o alto, com a proteção de Maria, de José e de Jesus. É a festa da fé do Povo Brasileiro”, afirmou o prefeito.

Os fiéis puderam também ver a Imagem Peregrina da Santa, vinda da Basílica de Aparecida. Faz 301 anos que pescadores encontraram a imagem de Nossa Senhora no Rio Paraíba do Sul. A Regional Fazendinha/Portão e a Fundação Cultural participaram da organização.

Comércio varejista estima movimentar R$ 7,4 bi com Dia da Criança

O Dia da Criança deverá movimentar este ano em torno de R$ 7,4 bilhões, com alta de 1,5% nas vendas em comparação com o ano anterior. Esta é a segunda alta consecutiva nas vendas do período constatada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O aumento será, porém, inferior aos 2,6% registados em 2017, em relação ao ano anterior. Em 2017, a movimentação no comércio, em termos reais (descontada a inflação), foi de R$ 7,3 bilhões.

Segundo o chefe da Divisão Econômica da CNC, Fabio Bentes, o ritmo de crescimento das vendas do comércio começou a cair em maio, por causa da greve dos caminhoneiros. “Dali em diante, as vendas começaram a crescer bem menos”, disse hoje (9) o economista à Agência Brasil. O que explica a expectativa menor da entidade para o Dia das Crianças é o comportamento da taxa de câmbio que mudou de patamar, afirmou Bentes.

Isso afetou principalmente as vendas para o Dia da Criança, em que têm presença marcante itens importados. “Com o dólar mais caro, fica mais difícil para o comércio varejista manter uma inflação tão baixa quanto aquela que vinha apresentando recentemente”, acrescentou o economista.

Bentes destacou que, pegando uma cesta de produtos dos bens e serviços mais demandados nessa data, a inflação está bem baixa nos últimos 12 meses findos em setembro. “Ela é inferior a 3%.” No entanto, ressaltou o economista, a inflação mais baixa não foi suficiente para fazer com que as famílias se animassem a comprar, principalmente a prazo.

LEMBRANCINHAS
Embora o crédito também esteja mais acessível, Bentes destacou que existe uma clara aversão das famílias ao endividamento no momento atual, devido às incertezas que cercam a economia e às consequências deste ambiente sobre o mercado de trabalho. “O Dia da Criança deste ano deve ser de lembrancinhas, mais uma vez. Deve ser um dia fraco, como foram o Dia dos Namorados e o Dia dos Pais.”

Para Bentes, o fraco desempenho do comércio nessas duas datas comemorativas confirmou a tendência de desaceleração das vendas no varejo depois de maio. Em março e abril, o varejo registrou alta média superior a 8%. Entre maio e julho, o ritmo caiu para menos de 4%. “Então, houve ali [em maio] um divisor de águas no que se refere a consumo, principalmente nas vendas a prazo. O Dia da Criança é mais um termômetro da desaceleração do consumo neste momento.”

Ele disse que o desemprego não está aumentando, mas diminuindo baseado na informalidade, com vagas que oferecem salários médios menores, e que a taxa de juros ao consumidor tem recuado lentamente. Na opinião do economista, essas duas variáveis podem ajudar as vendas do Dia da Criança terem melhor resultado que o esperado. “Acho que existe aí um efeito desconfiança em relação a empréstimos e financiamentos, neste momento, por parte das famílias.”

Considerando o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) dos últimos 12 meses, a inflação ficou em 4,3%, contra alta de 2,4% nos itens e serviços preferidos para presentear as crianças. “É a menor inflação desde 2001, quando a CNC começou a fazer o levantamento, mas isso não está animando as famílias”, disse Bentes.

No caso dos brinquedos, por exemplo, a alta foi de 3,2% em 12 meses, acima da inflação de 2,1% registrada para o item no ano passado. “A percepção do consumidor de que o mercado do trabalho não está bom, de que a inflação começou a subir de forma um pouco mais acelerada depois da alta do dólar e da desvalorização do real, do ponto de vista do estímulo a consumo, a inflação para a cesta de produtos, embora menor que em 2017, para o carro-chefe da data, que são os brinquedos, está até um pouquinho maior,”

SEGMENTOS
A CNC estima que os hiper e supermercados, com alta de 3,3%, deverão ter o melhor desempenho entre os setores relacionados à data. “Percebemos, nos últimos anos, um certo processo de concentração no varejo. E, como o varejo passou nos últimos anos por uma crise severa, e em 2017, alguns setores não haviam se recuperando ainda, aquelas grandes cadeias, que podem negociar melhor a alta do dólar e de trocar de fornecedor, estavam pondo nas prateleiras produtos menos ‘salgados’.

Por isso, Bentes disse acreditar que, neste Dia da Criança, o consumo tende a estar mais movimentado nas grandes cadeias do varejo do que nas pequenas lojas e nos produtos diretamente importados.

Da cesta de produtos mais procurados no período, as maiores quedas de preços em 12 meses foram as de chocolates em barra e bombons (-3,7%) e em bicicletas (-2,9%). Em contrapartida, os itens que mais subiram foram cinema (+4,3%), sapato infantil (+4,2%), lanche (+3,8%) e brinquedos (+3,2%).

Fabio Bentes lembrou que o Dia da Criança compete com o Dia dos Pais para ocupar o posto de terceira data comemorativa mais forte para o varejo, depois do Natal e do Dia das Mães.

Brincadeiras, oficinas e jogos gratuitos marcam a comemoração do Dia das Crianças no Centro Histórico

O próximo sábado, dia 06, vai ser mais do que especial para as crianças. Por iniciativa dos empresários da região do Centro Histórico acontece pelo sétimo ano uma grande festa em comemoração ao dia das Crianças. O Centro Histórico Divertido reúne brincadeiras, teatro, oficinas e jogos gratuitos para toda a família. A programação é das 10 às 18h. Além disso, algumas empresas associadas, do entorno prepararam pratos kids com preços especiais e descontos.

As atividades acontecem no Memorial de Curitiba, Largo Coronel Enéas/Bebedouro, Porcadeiro,  Brasileirinho Bar, Bella Vivenda, Nonna Giovanna, Jeito Mineiro, Barbearia Rei Trajano, Bar do Alemão, Oriente Árabe, Pizza CWB, Jokers e Quintal do Monge.

A abertura do evento será às 10 horas com diversas atividades: oficina de horta no Memorial promovida pela Flor do Dia Floricultura & Design Floral, brincadeira com bolhas de sabão com a #bempelobem, pista de skate da Anjuss, brinquedos adaptados da In Move e tabuleiros de jogos gigantes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

Até às 18 horas as atividades seguem com workshop de grafitti, contação de histórias, espetáculo teatral do Grupo Arte da Comédia, oficina de mosaico em feltro, teatro de fantoches e muito mais. A inclusão continua sendo uma bandeira do evento que além dos brinquedos adaptados também vai contar com poesia para crianças surdas com Gabriela Grigolom.

As empresas que fazem parte da Associação de Empresários da região também prepararam atividades especiais. Na Bella Vivenda a criançada terá pescaria; no Porcadeiro uma oficina de gosto; no Jeito Mineiro camarim de pintura; no Quintal do Monge camarim de maquiagem e no Brasileirinho Bar piscina de bolinhas. A criançada ainda vai aprender a fazer escultura de balões no Nonna Giovanna, bilboquê com garrafa pet na Barbearia Rei Trajano e pizza no Pizza CWB (Edifício Anita). Quem ainda for ao Oriente Árabe terá camarim de pintura e escultura de balão e no Bar do Alemão um show de mágica.

A grande maioria dos eventos acontece em espaços fechados e mesmo com chuva serão mantidos.  Veja abaixo a programação completa.

O Evento conta com o patrocínio do Sebrae e Fecomércio e apoio da  Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Prefeitura Municipal de Curitiba, Artemisia Produções, Rádio Cultura 930, Museu Paranaense, Curitiba Convention & Visitors Bureau, Anjuss, In Move, Curitiba Free Walking, Leandro Leal, Grupo  Arte da Comédia, Cia Fluctissonante,, #Bempelobem, Flor do Dia – Floricultura & Design Floral, Muralzinho de Idéias, Eu Amo Curitiba, Rádio Banda B,  Copy City.

Procura por livros infantis aumenta para o Dia das Crianças

Os brinquedos ainda estão no topo da preferência de quem vai comprar um presente para o Dia das Crianças, mas, neste ano, um outro item chama a atenção nas intenções de compra: o livro. Uma pesquisa do instituto Data Censo, encomendada pela Associação Comercial do Paraná (ACP), aponta que os livros representam 26% as intenções de compra dos consumidores. No ano passado, o índice ficou em 1%.

“É uma grande surpresa, porque pela primeira vez o livro aparece como presente para o dia das crianças, isso quer dizer que estamos evoluindo na cultura”, disse o presidente da ACP, Glaucio Geara.

A pesquisa ainda mostra uma expectativa de crescimento de 0,8% nas vendas para a data. Saldo positivo, já que ano passado o comércio teve uma queda real de 4%.

Com o crescimento na expectativa de vendas, a espera é de pelo menos manter a mesma média de gastos do ano passado. Em 2017, o valor médio de compra no dia das crianças foi de R$ 117,00, para esse ano a expectativa de gasto é de R$ 135,00, valor este que praticamente estabelece a mesma média, se corrigida a inflação acumulada dos últimos 12 meses, que foi de 4,19%.

Segundo o DataCenso, o comerciante curitibano está esperançoso com relação aos próprios negócios, com um crescimento de 10% no índice de expectativa, no comparativo de julho a setembro. Os fatores que explicam isso, de acordo com a pesquisa, é a proximidade do pagamento da primeira parcela do 13º, o leve aumento do PIB e da taxa de emprego.

A pesquisa também mostrou que 70% dos comerciantes consultados declararam que vão fazer algum tipo de promoção, visando as vendas para o Dia das Crianças, sendo a maioria delas em descontos para pagamentos à vista.