“Do Convento à Sala de Concerto” expõe, no Festival de Curitiba, a participação da mulher na história da música erudita no mundo

A gaúcha Gabriella Di Laccio, com sua voz soprano lírico coloratura, vem ganhando cada vez mais importância no cenário musical do mundo. Vencedora do prêmio Air Europa Lukas Awards, na categoria “Classical Act of The Year”, a soprano estará na capital paranaense para participar da Mostra 2019 do Festival de Curitiba com o espetáculo “Do Convento a Sala de Concerto”, um recital de voz e piano apenas com obras de mulheres, com as pianistas Cristina Capparelli e Catarina Domenici, que ocorrerá nos dias 27 e 28 de março, a partir das 21h, na Capela Santa Maria.

O repertório apresenta a presença e a contribuição feminina, de mais de cinco séculos, para a música erudita ocidental. “Grandes compositores da música clássica são citados com frequência e suas obras estão em renomada casas de concertos do mundo, mas poucas pessoas conhecem as grandes compositoras eruditas”, explica Gabriella.

A soprano, que se dedicou a esse universo ao encontrar, imprevistamente, a “Enciclopédia Internacional das Mulheres Compositoras”, publicada em 1987, pelo pesquisador Aaron Cohen, foi incluindo peças dessas mulheres em suas apresentações. Formada pelo Royl College of Music e passando pela Universidade de Música e Belas Artes do Paraná, foi nessa linha da representatividade feminina que criou o projeto/site Donne Women in Music, em que divulga obras de autoras clássicas. “Segundo um levantamento recente feito pelo selo independente de música clássica ‘Drama Música’, dos 1.445 concertos clássicos programados para 2018 e 2019, apenas 76 contém ao menos uma peça escrita por uma mulher, o que nos mostra que 95% das apresentações terão apenas músicas compostas por homens”, completa Gabriella acrescentando que “Do Convento a Sala de Concerto” é uma oportunidade de imersão na música clássica de autoria feminina, cantada e musicalizada também por mulheres.