29 seleções já estão classificadas para Copa; Restam 3 vagas

Já são 29 seleções classificadas para a Copa do Mundo do ano que vem. Depois da Suécia eliminar a tetracampeã Itália, restaram apenas três vagas para o mundial que será disputado na Rússia.

A Europa ainda tem uma vaga disputada entre Irlanda e Dinamarca, nesta terça-feira (14), às 17h45 (horário de Brasília). Além disso, restam outras duas da repescagem mundial disputadas entre Austrália e Honduras, na quarta-feira (15), e Peru e Nova Zelândia, na madrugada de quinta-feira (16).

O sorteio dos grupos será realizado no próximo dia 1º de dezembro. Os oito cabeças se chave são a anfitriã Rússia, seguida por Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia e França, de acordo com o Ranking Fifa.

Confira os classificados:

1 – Egito

2 – Nigéria

3 – Senegal

4 – Costa Rica

5 – México

6 – Panamá

7 – Argentina

8 – Brasil

9 – Colômbia

10 – Uruguai

11- Arábia Saudita

12 – Coreia do Sul

13 – Irã

14 – Japão

15 – Alemanha

16 – Bélgica

17 – Espanha

18 – França

19 – Inglaterra

20 – Islândia

21 – Polônia

22 – Portugal

23 – Rússia

24 – Sérvia

25 – Tunísia

26 – Marrocos

27 – Suíça

28 – Croácia

29 – Suécia

Suíça elimina Irlanda do Norte e carimba passaporte para Rússia

A Suíça garantiu uma das quatro vagas restantes da Europa para a Copa do Mundo 2018, na Rússia. Os suíços seguraram o empate com a Irlanda do Norte, neste domingo (12), após vencer o jogo de ida por 1 a 0, em Belfast.

No primeiro duelo, o gol foi marcado por Ricardo Rodríguez, de pênalti, fora de casa. Por isso, os suíços entraram em campo com a vantagem. Optaram por um jogo mais cadenciado, fechando as brechas para os norte-irlandeses. A receita deu certo e o goleiro Yann Sömmer teve pouco trabalho.

No segundo tempo, a Irlanda do Norte apostou na pressão e quase se complicou ao abrir espaço aos suíços, que chegaram três vezes bem próximos de ampliarem a vantagem. Mas o placar não mudou e com o zero a zero a Suíça garantiu a classificação pela 11ª na história, sendo a quarta consecutiva.

Vagas europeias

Agora restam ainda três vagas para as seleções europeias. Grécia e Croácia disputam hoje quem ficará com uma delas. Na segunda-feira (13), Itália e Suécia definem a outra vaga e, na terça-feira (14), Irlanda e Dinamarca.

Passaportes carimbados

Já são 27 seleções classificadas para o mundial do ano que vem. Além das últimas três vagas disputadas pela Europa, restam outras duas da repescagem mundial disputadas entre Austrália e Honduras, na quarta-feira (15), e Peru e Nova Zelândia, na madrugada de quinta-feira (16).

 

Confira os classificados:

1 – Egito
2 – Nigéria
3 – Senegal
4 – Costa Rica
5 – México
6 – Panamá
7 – Argentina
8 – Brasil
9 – Colômbia
10 – Uruguai
11- Arábia Saudita
12 – Coreia do Sul
13 – Irã
14 – Japão
15 – Alemanha
16 – Bélgica
17 – Espanha
18 – França
19 – Inglaterra
20 – Islândia
21 – Polônia
22 – Portugal
23 – Rússia
24 – Sérvia
25 – Tunísia
26 – Marrocos
27 – Suíça

Tunísia e Marrocos garantem últimas vagas da África na Copa

As duas últimas vagas do continente africano na Copa do Mundo foram garantidas, neste sábado (11), pelas seleções da Tunísia e do Marrocos. Antes disso, Nigéria, Egito e Senegal tinham confirmado seus lugares na competição do ano que vem.

Os marroquinos disputaram a vaga em confronto direto com a Costa do Marfim, fora de casa. Sem medo do adversário, marcaram 2 a 0. Os gols foram anotados por Dirar e Benatia, em um intervalo de cinco minutos (aos 25 e aos 30), na primeira etapa da partida.

Com o placar, o Marrocos chegou a 12 pontos no grupo C, já os marfinenses terminaram com oito. O país norte africano volta a disputar uma Copa do Mundo após 20 anos, a última participação foi em 1998, na França.

A Tunísia carimbou o passaporte de maneira mais tímida. Empatou em 0 a 0 com a Líbia, somou 14 pontos na chave A. A pontuação deixou a equipe um ponto à frente da República Democrática do Congo, que venceu a Guiné por 3 a 1, mas não conseguiu ficar com a vaga.

A última vez que os tunisianos estiveram na Copa foi em 2006, na Alemanha. Esta será a quinta participação do país no mundial.

 

Senegal bate África do Sul em jogo remarcado se garante na Copa

O Senegal está de volta à Copa do Mundo, depois de ficar fora das quatro últimas edições. A vaga veio nesta sexta-feira, após a vitória por 2 a 0 sobre a África do Sul em partida remarcada das eliminatórias africanas por conta do caso de manipulação de resultados pelo árbitro Jospeh Lamptey , que apitou o jogo de 12 de novembro de 2016, em que a África do Sul havia vencido por 2 a 1, com um pênalti inexistente.

Com a vitória, Senegal chega a 11 pontos, na liderança do Grupo D e com cinco pontos de vantagem para o segundo colocado, Burkina Faso, com apenas mais uma rodada para ser disputada, garantindo a classificação antecipada.

Senagal é a 24ª seleção garantida no mundial da Rússia. Até a próxima quarta-feira (15 de novembro) todos os 32 participantes da Copa serão conhecidos.

Quatro das oito vagas que estão sendo disputadas saem da repescagem europeia, dos confrontos entre Itália x Suécia, Suíça x Irlanda do Norte, Dinamarca x Irlanda e Croácia x Grécia. Duas outras vagas vêm da repescagem mundial, em que o Peru disputa uma delas com a Nova Zelândia, e a Austrália disputa a outra com Honduras. As outras duas vagas serão decididas na última rodada das eliminatórias africanas: a Tunísia precisa de um ponto contra a Líbia para garantir classificação pelo Grupo A. Congo torce por uma improvável derrota dos tunisianos para, se vencer Guiné, ir para a Copa. No Grupo C, Marrocos e Costa do Marfim fazem confronto direto pela classificação. Na frente por um ponto, Marrocos joga pelo empate, mas os marfinenses jogam em casa.

Confira todos os classificados para a Copa 2018:

Egito

Nigéria

Senegal

Costa Rica

México

Panamá

Argentina

Brasil

Colômbia

Uruguai

Arábia Saudita

Coreia do Sul

Irã

Japão

Alemanha

Bélgica

Espanha

França

Inglaterra

Islândia

Polônia

Portugal

Rússia

Sérvia

Suécia sai na frente da Itália na disputa por vaga na Copa

O confronto mais aguardado da repescagem das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo da Rússia começou com vantagem sueca. Jogando em casa, em Estocolmo a Suécia se impôs sobre a Itália e venceu por 1 a 0, levando a vantagem do empate para a partida de volta, marcada para segunda-feira, em Milão.

Com muito mais volume de jogo a Suécia buscou o gol desde o início da partida e não correu muitos riscos, diante de uma Itália inofensiva no ataque. Mas as boas oportunidades criadas no primeiro tempo pararam em Buffon ou na zaga italiana, as seleções foram para o intervalo empatadas em 0 a 0.

O gol da vitória veio aos 16 minutos da etapa final, em jogada de lateral. O arremesso foi cobrado direto na área, Toivonen desviou de cabeça para Johansson chegar batendo. A bola desvia na zaga Italiana e mata Buffon que já se deslocava para o canto oposto.

Com o resultado, a Itália precisa vencer por dois gols de diferença em Milão para não ficar fora de uma Copa do Mundo pela primeira vez nos últimos 40 anos. Por conta do gol qualificado, a Suécia pode até perder por um gol de diferença se balançar as redes em solo italiano.

Croácia goleia Grécia e fica perto da Copa

Croácia e Suíça começaram om vantagem a repescagem europeia para a Copa do Mundo. Jogando em casa, os croatas contaram com grande atuação de Modric para golear a Grécia por 4 a 1, enquanto os suíços repetiram seu futebol pragmático (e eficiente) para vencer a Irlanda do Norte, fora de casa por 1 a 0. As duas seleções defendem suas vantagens nas partidas de volta marcadas para domingo, que definirão mais dois classificados para o mundial da Rússia.

Modric comandou a equipe croata em Zagreb. De pênalti, ele fez o primeiro gol da partida, aos 12 minutos. Aos 18′, Kalinic aproveitou boa jogada de Strinic para ampliar. Aos 29 minutos, a Grécia diminuiu com Sokratis desviando, de cabeça, cobrança de escanteio. Mas, três minutos depois, Perisic, também de cabeça, aumentou a vantagem dos donos da casa.

Logo aos três minutos do segundo tempo, Kramaric aproveita falha da zaga grega numa tentativa de recuo para fazer o quarto gol croata, que TV chances, até, de ampliar a goleada, mas o placar ficou no 4 a 1, que permite à Croácia até perder por dois gols de diferença na partida de volta, domingo.

Já a Suíça garantiu a vantagem de decidir a vaga jogando pelo empate, em casa, no domingo, após derrotar a Irlanda do Norte por 1 a 0 com pênalti polêmico. Em um jogo bastante truncado, o placar foi decidido quando, aos 11 minutos, Shaqiri arriscou de longe, a bola bateu no braço de Corry Evans (que estava colado ao corpo), mas a arbitragem marcou pênalti, que Ricardo Rodríguez cobrou com categoria para fazer o único gol do jogo.

Brasil elimina Chile. Messi classifica a Argentina

Muitos desconfiavam de que a seleção brasileira poderia demonstrar desinteresse e, até fazer corpo mole na partida desta terça-feira, diante do Chile, pelas eliminatórias sulamericanas para a Copa do Mundo. Já classificado, em primeiro lugar e com os adversários precisando do resultado para conquistar uma vaga, podendo, inclusive, prejudicar os rivais argentinos, o Brasil mostrou que não tinha nada com a disputa entre as outras seleções, jogou sério e fez o seu papel, batendo o Chile por 3 a 0, em São Paulo. Resultado que acabou deixando o Chile, campeão das duas últimas edições da Copa América, fora do mundial.

Depois de um primeiro tempo sem muitas emoções, o Brasil, que vinha de dois empates, voltou para a etapa fina disposto a decidir. Aos 9 minutos, Daniel Alves cobrou falta de muito longe, o goleiro Bravo deu rebote e Paulinho aproveitou para abrir o placar. Dois minutos depois, Philipe Coutinho puxou um contra-ataque do campo de defesa, fez um belo lançamento para Neymar, que só ajeitou para Gabriel Jesus marcar.

O 2 a 0 eliminava o Chile, que, pela combinação de outros resultados, precisava de um gol para conseguir, ao menos, a vaga na repescagem. Assim, os chilenos se lançaram todos ao ataque, até que no último minuto, em escanteio, até o goleiro bravo foi para a área brasileira. Não deu certo. A defesa brasileira afastou a bola da área, Willian pegou o rebote e fez um grande lançamento para Gabriel Jesus entrar com bola e tudo, acabando com as chances chilenas.

Messi salva a Argentina

A Argentina precisava, mais do que nunca, de Messi. E o melhor do mundo resolveu. Precisando da vitória fora de casa, os argentinos bateram o Equador por 3 a 1, com três gols do camisa 10. Não faltou drama, já que os argentinos saíram perdendo, com um gol no primeiro minuto de jogo. Mas Messi brilhou. O empate veio logo aos 11 minutos, após tabela de Messi e Di Maria, que terminou com o craque do Barcelona tocando na saída.

Aos 19, veio a virada. E desta vez, ele fez tudo sozinho. Messi roubou a bola na intermediária, avançou e soltou a bomba de esquerda. O terceiro, foi o mais bonito. Aos 16 minutos do segundo tempo, ele percebeu o goleiro adiantado e fez uma pintura, por cobertura, garantindo a Argentina na Copa.

Uruguai e Colômbia garantidos. Peru na repescagem

Dependendo apenas de seu resultado, o Uruguai não teve dificuldades para carimbar o passaporte para a Rússia. Jogando em casa, Cavani e companhia venceram a Bolívia por 4 a 2 e garantiram o segundo lugar das eliminatórias sulamericanas. No confronto entre Peru e Colômbia, as duas seleções comemoraram (até juntas) o empate em 1 a 1, que garantiu uma vaga direta na Copa para os colombianos e levaram o Peru para a repescagem, contra a Nova Zelândia. Além do Chile, ficaram fora da Copa Paraguai, Equador, Venezuela e Bolívia.

Com o fim das eliminatórias Sulamericanas, são 22 as seleções já classificadas para a Copa. Confira a lista:

Rússia

Brasil

Uruguai

Argentina

Colômbia

México

Costa Rica

Alemanha

Bélgica

Espanha

Inglaterra

Polônia

Islândia

Sérvia

França

Portugal

Coréia do Sul

Japão

Arábia Saudita

Irã

Egito

Nigéria

 

Portugal e França carimbam passaporte para a Rússia. Holanda está fora

Terceira colocada da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, a Holanda não vai para a Copa da Rússia, no ano que vem. Os holandeses terminaram em terceiro lugar o grupo A das Eliminatórias europeias e estão eliminados. Neste grupo, a França confirmou o favoritismo e garantiu a vaga direta para o mundial, enquanto a Suécia disputará a repescagem.

A França chegou à última rodada dependendo apenas de seu resultado para assegurar a classificação. E com uma missão que não era das mais difíceis: vencer Belarus em casa. A tensão pela obrigação da vitória, no entanto, fez o jogo tornar-se mais complicado do que se apresentava, e os franceses asseguraram a classificação com uma vitória por 2 a 1.

A Holanda precisava de um milagre para chegar à repescagem: golear a Suécia por mais de 6 gols de diferença. Jogando em casa, até conseguiu a vitória, mas o 2 a 0 foi insuficiente para tirar a vantagem dos suecos no saldo de gols.

Portugal garante vaga em casa

O saldo de gols também foi decisivo para Portugal conquistar sua vaga direta na Copa do mundo. Em confronto direto pelo primeiro lugar do Grupo B, os portugueses bateram a Suíça por 2 a 0, em casa e chagaram aos mesmos 27 pontos (nove vitórias e uma derrota) do rival, terminando a eliminatória na liderança graças ao saldo de gols (28 a 16). Com a derrota, os suíços jogarão a repescagem.

Com a Bélgica já garantida na Copa, a atração do Grupo H nesta última rodada era a disputa pelo segundo lugar no grupo e a consequente naga na repescagem. A Bósnia até fez sua parte, ao vencer a Estônia fora de casa, por 2 a 1. Mas, para continuar com chances de disputar sua segunda Copa, os bósnios precisavam de um improvável tropeço da Grécia diante da lanterna Gibraltar, o que não aconteceu. 4 a 0 para os gregos, que se garantiram na repescagem.

Como havia nove grupos nas eliminatórias europeias e apenas oito vagas para a repescagem, o pior entre os segundos colocados acabou eliminado. Quem sobrou foi a Eslovênia, segunda colocada do Grupo F, o da Inglaterra, com 18 pontos.

Agora, Suécia, Suíça, Irlanda do Norte, Irlanda, Dinamarca, Itália, Grécia e Croácia disputarão quatro vagas no sistema mata-mata. O sorteio dos confrontos ocorre na próxima terça-feira.

Com as classificações de França e Portugal, são 19 as seleções já classificadas para a Copa da Rússia. Confira a lista:

Rússia

Brasil

México

Costa Rica

Alemanha

Bélgica

Espanha

Inglaterra

Polônia

Islândia

Sérvia

França

Portugal

Coréia do Sul

Japão

Arábia Saudita

Irã

Egito

Nigéria

Islândia e Sérvia garantem vaga na Copa do Mundo

Sensação do futebol europeu nos últimos anos, a Islândia segue fazendo história. Depois de surpreender o continente ao alcançar as quartas de final da última Eurocopa, eliminando, para isso, a Inglaterra nas oitavas, os jogadores da pequena ilha de pouco mais de 300 mil habitantes terão, agora, a oportunidade de mostrar seu futebol para o mundo. Nesta segunda-feira, a seleção da ilha de gelo venceu Kosovo por 2 a 0, garantindo o primeiro lugar do grupo I das eliminatórias europeias e a classificação inédita para a Copa do Mundo do ano que vem, na Rússia. Com o feito, a Islândia passará a ser o menor país a disputar o mundial.

No mesmo grupo, a Croácia venceu confronto direto com a Ucrânia, fora de casa, e ficou com o segundo lugar do grupo, o que lhe dá o direito de disputar uma vaga na repescagem. Já eliminadas, Finlândia e Turquia empataram em 2 a 2.

Sérvia também conquista vaga

Outra seleção que carimbou o passaporte para a Rússia nesta segunda-feira foi a Sérvia. Dependendo só de si, a ex-república iugoslava bateu a Geórgia por 1 a 0 e assegurou o primeiro lugar do Grupo D, confirmando a vaga no Mundial. Neste grupo, a Irlanda disputará a repescagem após vencer, nesta segunda-feira, a seleção de País de Gales por 1 a 0 fora de casa, em partida que valia o segundo lugar do grupo. A Áustria encerrou sua participação nas eliminatórias vencendo a Moldávia por 1 a 0.

As seleções do Grupo G entraram em campo nesta segunda-feira com a situação já definida: Espanha garantida na Copa e Itália com vaga na repescagem. Nas partidas da última rodada, os espanhóis venceram Israel por 1 a 0, enquanto os italianos fizeram o mesmo placar na Albânia. Para fechar o grupo, a Mcedônia bateu Liechtesntein por 4 a 0.

Com a classificação de Islândia e Sérvia, já são 17 as seleções confirmadas na Copa do Mundo do ano que vem. Confira:

Rússia

Brasil

México

Costa Rica

Alemanha

Bélgica

Espanha

Inglaterra

Polônia

Islândia

Sérvia

Coréia do Sul

Japão

Arábia Saudita

Irã

Egito

Nigéria

Egito confirma vaga antecipada na Copa pelas eliminatórias africanas

Não faltou emoção na classificação do Egito para a Copa do Mundo da Rússia no ano que vem. A situação na tabela era confortável, o jogo era em casa e o adversário era o lanterna do grupo. Mas a vitória só veio aos 50 minutos do segundo tempo, com um gol de pênalti.

Depois de um primeiro tempo sem gols, Salah abriu o placar para os egípcios aos 18 minutos da etapa final. Mas, quando a torcida já comemorava a classificação, aos 42 minutos, Congo chegou ao improvável empate, resultado que obrigaria o Egito a ir buscar a vaga em Gana, na última rodada, em novembro. Mas, aos 50 minutos, de pênalti, Salah garantiu a classificação antecipada, levando os egípcios de volta a Copa depois de seis edições (a última participação foi em 1990).

Costa Rica também já tem passaporte para a Rússia

Nas eliminatórias da América Central e do Caribe, além do México, que já estava classificado, a Costa Rica confirmou sua vaga na noite de sábado, após o empate em 1 a 1 com Honduras, garantindo o segundo lugar da competição. Ao derrotarem o Panamá por 4 a0 num confronto direto, os Estados Unidos ficaram bem próximos da terceira vaga direta para a Copa, precisando, na última rodada, pontuar contra a lanterna Trinidad e Tobago. Panamá e Honduras disputam uma vaga na repescagem.

Confira os 15 classificados para a Copa até este domingo:

Rússia

Brasil

México

Costa Rica

Alemanha

Bélgica

Espanha

Inglaterra

Polônia

Coréia do Sul

Japão

Arábia Saudita

Irã

Egito

Nigéria