Espanha atropela Itália e encaminha vaga na Copa

Espanha e Itália entraram em campo, neste sábado, no Santiago Bernabéo, em Madri, rigorosamente iguais, na disputa pela vaga direta à Copa do Mundo pelo grupo G das Eliminatórias Europeias. Em seis partidas disputadas, ambas as seleções haviam vencido todos os outros adversários e empatados no confronto direto. Mas hoje, os espanhóis deram um importante passo para a classificação, e com autoridade, aplicando um incontestável 3 a 0 sobre os rivais.

Jogando em sua casa, o atacante do Real Madrid Isco foi o nome do jogo. Autor de dois gols e das melhores jogadas da partida, ele comandou a vitória espanhola. Morata fechou o placar. Com o resultado, a Espanha chega a 19 pontos, contra 16 da Itália e 12 da Albânia, que venceu a lanterna Liechtenstein por 2 a 0. Israel, com 9 pontos, perdeu em casa para a Macedônia e viu suas chances praticamente se extinguirem.

Chuva interrompe jogo da Croácia

A forte chuva que caiu sobre Zagreb na tarde deste sábado fez com que a arbitragem fosse obrigada a suspender a partida entre Croácia e Kosovo aos 21 minutos do primeiro tempo, com o placar ainda em 0 a 0. A UEFA ainda não definiu a data da continuação do jogo. Líder do grupo I até esta rodada com 13 pontos, a Croácia foi ultrapassada, ao menos momentaneamente, pela Ucrânia que bateu a Turquia por 1 a 0 e chegou a 14 pontos. A Islândia, sensação da última Eurocopa e que vinha fazendo excelente campanha, dividindo a liderança da Croácia, foi surpreendida pela Finlândia, que conseguiu sua primeira vitória na competição 1 a 0,  e se complicou.

No grupo D, A Sérvia não teve dificuldades para fazer 3 a 0 na lanterna Moldávia e contou com o tropeço da Irlanda, que apenas empatou (1 a 1) com a Geórgia, para se isolar na liderança com 15 pontos, contra 13 dos irlandeses. País de Gales, que bateu a Áustria por 1 a 0 e foi a 11 pontos, também está na disputa.

Alemanha vence República Tcheca e segue 100% rumo à Copa

Atual campeã mundial, a Alemanha deixou bem encaminhada sua participação na Copa do Mundo do ano que vem na Rússia ao vencer, nesta sexta-feira, a República Tcheca por 2 a 1. Com o resultado, os tetracampeões chegam à marca de sete vitórias em sete jogos e, com 21 pontos, têm cinco de vantagem para o segundo colocado do Grupo C, a Irlanda do Norte, a três rodadas do fim da competição.

Jogando fora de casa e com os adversários precisando da vitória para seguir na briga, ao menos, por uma vaga na repescagem, a Alemanha encontrou muita dificuldade e só chegou a vitória com gol de Hummels aos 43 minutos do segundo tempo.

Nos outros jogos do grupo, a Irlanda do Norte bateu San Marino por 3 a 0 fora de casa, enquanto a Noruega fez 2 a 0 no Azerbaijão.

Dinamarca goleia e embola grupo

O Grupo E é um dos mais equilibrados da disputa pelas vagas europeias na Copa da Rússia. A Polônia começou a rodada com seis pontos de vantagem para o segundo e o terceiro colocado, mas foi goleada pela Noruega (4 a 0) e viu Montenegro vencer, sem dificuldades, o Cazaquistão (3 a 0). Agora, uma vitória separam os poloneses (16 pontos) de montenegrinos (13) e noruegueses (13). Até a Romênia, que venceu a Armênia por 1 a 0 e chegou a 9 pontos, segue com chance de conseguir, ao menos a vaga na repescagem.

Inglaterra fura retranca e mantém lideranças

No grupo F, a Inglaterra encarou a lanterna Malta e, apesar do placar final, sentiu a pressão para conseguir a vitória e manter a liderança. Com o time todo na defesa, Malta segurou o 0 a 0 durante todo o primeiro tempo, mas, o gol de Kane aos sete minutos da etapa final abriu caminho para a goleada por 4 a 0. Os ingleses lideram com 17 pontos, seguidos de perto pela Eslováquia, que venceu a Eslovênia por 1 a 0 e chegou à sua quinta vitória seguida, somando 15 pontos. A Escócia, que fez 3 a 0 na Lituânia e a própria Eslovênia (ambas com 11) ainda sonham com a repescagem

Nas eliminatórias europeias, o primeiro lugar de cada grupo garante vaga na Copa e os segundos colocados disputam a repescagem.

Brasil vence o Equador e é “campeão” das eliminatórias

A seleção brasileira chegou a sua nona vitória consecutiva nas eliminatórias para a Copa do Mundo e garantiu, com três rodadas de antecedência, o título simbólico da fase sul-americana da seletiva para o mundial. Já garantido na Rússia, o Brasil bateu o Equador por 2 a 0 na Arena do Grêmio e chegou a 36 pontos, 11 a mais que o segundo colocado (Colômbia), com nove pontos ainda em disputa.

Depois de um primeiro tempo morno, em que o Brasil não conseguiu superar a marcação do Equador, que, com uma postura ultradefensiva também não ofereceu nenhum risco ao gol de Alisson, o Brasil aumentou a pressão na segunda etapa para manter os 100% de aproveitamento em jogos oficiais sob o comando de Tite.

Se não achava espaços para jogadas de infiltração, tabelas ou dribles, o Brasil achou seu primeiro gol na bola parada. Aos 20 minutos, em cobrança de escanteio, a zaga equatoriana dobra a marcação em Thiago Silva e esquece Paulinho, que, no meio da área, tem tempo para dominar o fuzilar para o gol.

O segundo gol brasileiro foi uma pintura. Philippe Coutinho fez um lindo passe por elevação para Gabriel Jesus que, dentro da área, chapelou seu marcador e devolveu, de cabeça, para Coutinho definir, um golaço, aos 30 minutos.

 

Argentina segura o Uruguai

A Argentina segue sua odisseia para tentar garantir sua vaga na Copa da Rússia no ano que vem. Em quinto lugar das eliminatórias, posição que a leva para a repescagem, a seleção de Messi e companhia comemorou o pontinho marcado no Uruguai ao segurar um 0 a 0 com os donos da casa. Agora, a Argentina tem 23 pontos, a mesma pontuação do Chile, quarto colocado, e um ponto a menos que o Uruguai, terceiro.

Em Santiago, o Chile perdeu a chance de assumir a vice-liderança e ainda colocou o Paraguai de volta à disputa. Com direito a gol contra de Vidal, o Paraguai fez 3 a 0 e chegou 21 pontos na sexta posição. A Colômbia ficou no 0 a 0 com a Venezuela, fora de casa, e manteve-se em segundo.

França goleia e deixa Holanda longe da Copa

A França bateu a Holanda, em casa, pela sétima rodada das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018 e assumiu a liderança do Grupo A da competição com 16 pontos. Os franceses não tomaram conhecimento do rival e aplicaram um contundente 4 a 0, deixando a Holanda distante da vaga para a Copa da Rússia.

Com a derrota, a Laranja Mecânica caiu para a quarta posição do grupo, com 10 pontos, atrás de Suécia (13) e Bulgária (12), faltando três rodadas para o final da primeira fase de disputadas. Nesta fase, apenas o primeiro colocado de cada grupo garante presença na Copa, enquanto os segundos colocados disputam uma repescagem. As demais seleções são eliminadas.

Nos outros jogos do grupo, a Bulgária bateu a Suécia por 3 a 2, quebrando um jejum de 10 partidas sem ganhar do rival, o que tirou os suecos da liderança do grupo, e a Bielorrúsia venceu Luxemburgo por 1 a 0.

Portugal goleia, mas Suíça segue 100%

No grupo B, Portugal goleou Ilhas Faroé por 5 a 1, com três gols de Cristiano Ronaldo. É a sexta vitória lusitana em sete jogos nas eliminatórias. Mesmo assim, os portugueses não lideram o grupo, uma vez que a Suíça chegou ao seu sétimo triunfo, mantendo 100% de aproveitamento, ao bater Andorra por 3 a 0. No outro jogo do grupo, a Hungria fez 3 a  1 na Letônia.

Bélgica faz nove e coloca o pé na Copa

Quem está bem próxima de garantir a vaga no mundial é a B´legica, que deu mais um importante passo nesta quinta-feira. Os belgas fizeram 9 a 0 em Gibraltar, com três gols de Lukaku e de Melnier, chegou a 19 pontos, invicta na competição, e abriu seis de vantagem para a vice-líder do Grupo H, a Grécia, que tropeçou em casa, empatando em 0 a 0 com a Letônia. Os gregos só não perderam a vice-liderança do grupo porque a Bósnia também, tropeçou: perdeu por 3 a 2 para o Chipre.

Numeração do Brasil é divulgada; Com ausência de Weverton, Marcelo passa a usar a 12

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, na manhã desta terça-feira (29), a numeração oficial para os confrontos com Equador e Colômbia, pelas eliminatórias para Copa do Mundo 2018.

Com a ausência do goleiro Weverton (Atlético-PR), medalha de Ouro nas Olimpíadas, a camisa 12, que era usada pelo arqueiro, passa a ser usada pelo lateral Marcelo. O jogador já é dono do número no Real Madrid.

Os novatos da lista de Tite, o goleiro Cássio vestirá a 16 e o atacante Luan a 20.

A camisa 7 usada por Douglas Costa, que não foi convocado, passa a ser do atacante Taison. O atacante Neymar segue com a camisa 10 e o goleiro Alisson com a camisa 1. Já Daniel Alves vestirá a número 2.

numeração brasil

O Brasil enfrenta o Equador, nesta quinta-feira (31), na Arena do Grêmio. A bola rola às 21h45. Na rodada seguinte, em Barranquilla, a Seleção pega a Colômbia, às 17h30 (horário de Brasília) de terça-feira (5).