Encceja 2019: participantes já podem solicitar certificação nas secretarias de educação

Participantes que prestaram o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) em edições passadas, a partir de 2006, podem solicitar o certificado de conclusão dos ensinos fundamental e médio. É necessário que o aluno procure as secretarias estaduais de Educação para solicitar a emissão do documento. O atendimento pode ser realizado em 283 campi de 32 institutos credenciados que estão espalhados em 24 unidades da Federação. Apenas Ceará, Alagoas e Tocantins não possuem institutos cadastrados.

No caso do aprovado no ensino médio, também é possível pedir o documento em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia que firmaram Termo de Adesão ao Encceja. Para requerer a certificação não é obrigatório levar a página impressa com o resultado, mas se o solicitante tiver o documento em mãos ajudará no processo de identificação da nota e fará com que o certificado seja emitido rapidamente.

Pode pedir a emissão do certificado o participante que atingiu, no mínimo, 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e tirou nota igual ou maior do que cinco em redação. O resultado está disponível no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Quem conseguiu a nota mínima em uma área do conhecimento, mas não nas quatro áreas da prova do Encceja, poderá requerer a declaração parcial de proficiência. Com essa declaração, o participante fica liberado de fazer as mesmas matérias na próxima edição do exame, ou seja, poderá se inscrever apenas para os eixos que faltaram.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

encceja

Encceja 2019: candidatos já podem consultar gabarito

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na tarde desta terça-feira (3), os gabaritos oficiais da edição de 2019 do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Está previsto para dezembro a divulgação do resultado final, o que inclui a nota da redação.

A edição deste ano teve um número recorde de participantes: 1.185.945 estudantes. O número significa 45% a mais em comparação a 2018. A prova foi aplicada em 25 de agosto, em 613 municípios brasileiros e ainda trouxe uma novidade. O caderno de provas teve folha destacável para anotar as respostas.

As secretarias estaduais de educação são responsáveis por emitir os certificados de conclusão do ensino fundamental e do ensino médio. Se o participante não atingir a pontuação mínima em alguma área de conhecimento, pode requerer a Declaração Parcial de Proficiência, sempre junto aos certificadores.

Encceja Exterior

Para quem vai fazer o Encceja Exterior, é o caso dos brasileiros residentes em outros países, o Inep disponibilizou os locais de prova. Eles podem ser conhecidos por meio do cartão de confirmação de inscrição, que pode ser acessado pela página do candidato. O exame será aplicado em 18 cidades de 12 países.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

encceja 2019 locais de prova consultar ArquivoABr

Encceja 2019 é no domingo: veja como consultar locais de prova

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) elaborou um passo a passo para os candidatos inscritos no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) consultarem os locais de prova. A edição de 2019 ocorre neste domingo (25).

O Cartão de Confirmação de Inscrição traz endereço, data, local, número de inscrição, horário das provas, indicação das áreas de conhecimento e do nível de ensino, solicitação de atendimento especializado, nome social, se for o caso, e indicação da secretaria Estadual de Educação ou do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia que ficará responsável pela certificação.

Para chegar ao cartão de confirmação o estudante deve acessar a página do Encceja e, no sistema, clicar em “página do participante”. A próxima etapa é preencher os campos de CPF, senha, selecionar a figura indicada, e clicar em “enviar”. A página será diretamente direcionada à imagem do Cartão de Confirmação de Inscrição na qual o participante encontrará o endereço do local onde fará a prova.

O Inep recomenda que todos os participantes estejam com o cartão impresso no dia da prova. Mas a apresentação não é obrigatória para a realização do exame.

Veja vídeo explicativo do Inep sobre a consulta sobre o Cartão de Inscrição.

Inscrições do Encceja para pessoas privadas de liberdade começam hoje

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para detentos e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Encceja Nacional PPL) começam nesta segunda-feira (15) e vão até o dia 26 de julho, de acordo com edital de 27 de junho do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), publicado na edição de 28 de junho do Diário Oficial da União.

O exame, aplicado pelo Inep, é destinado àqueles que não concluíram os estudos na idade adequada e serve como oportunidade de obter os certificados do ensino fundamental e médio. O participante deve ter, no mínimo, 15 anos de idade para certificação do fundamental e, pelo menos, 18 anos, para o ensino médio, na data da aplicação das provas nos dias em 8 e 9 de outubro.

O Encceja Nacional PPL é dividido em quatro provas objetivas por nível de ensino e uma redação. Cada prova objetiva tem 30 questões de múltipla escolha. Os que buscam a certificação do ensino fundamental serão avaliados nas seguintes áreas do conhecimento: ciências naturais; história e geografia; língua portuguesa, língua estrangeira, artes, educação física e redação; e matemática. Para o ensino médio, será exigido conhecimento nas áreas de ciências da natureza; ciências humanas; linguagens e códigos e redação; e matemática.

As unidades prisionais e socioeducativas interessadas em aplicar o Encceja Nacional PPL deverão ser indicadas pelos órgãos de administração prisional e socioeducativa. É obrigatório firmar termo de adesão, responsabilidades e compromissos com o Inep entre 8 e 19 de julho de 2019, exclusivamente pela internet, por meio do Sistema de Adesão e Inscrição PPL. Cada unidade prisional ou socioeducativa indicada terá um responsável pedagógico que, além das inscrições dos participantes, ficará encarregado de acessar os resultados e pleitear a certificação.

Encceja Exterior: prazo de inscrição termina nesta sexta-feira

As inscrições para pessoas residentes no exterior, interessadas em fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Exterior), terminam nesta sexta-feira (5) às 23h59.

Acaba também hoje o prazo de solicitação para atendimento especializado. Podem pedir pessoas com: baixa visão, visão monocular, deficiência intelectual (mental), deficiência auditiva, surdez, autismo, déficit de atenção, discalculia e dislexia e/ou deficiência física.

As provas do Encceja Exterior serão aplicadas no dia 15 de setembro em 18 cidades, de 12 países.

Os candidatos que estiverem em busca do certificado do ensino fundamental devem ter, no mínimo, 15 anos de idade completos na data da prova. Já para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é 18 anos.

Provas

O Encceja Exterior é composto por quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. A nota mínima exigida é de 100 pontos nas provas objetivas e de cinco pontos na redação.

Os resultados do Encceja podem ser usados de duas formas. O participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação tem direito à certificação de conclusão de ensino fundamental ou do ensino médio.

O participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, tem direito à declaração parcial de proficiência.

Locais das provas

As provas serão aplicadas na Bélgica (Bruxelas); Espanha (Barcelona e Madri); nos Estados Unidos (Boston, Houston, Nova Iorque e Miami); na França (Paris); Guiana Francesa (Caiena); Holanda (Amsterdã); Itália (Roma); no Japão (Nagoia, Hamamatsu e Tóquio); em Portugal (Lisboa); no Reino Unido (Londres), na Suíça (Genebra) e no Suriname (Paramaribo).

Encceja

Encceja exterior 2019: prazo de inscrição é até 5 de julho

Continuam abertas, até 05 de julho, as inscrições para o Encceja Exterior 2019 (Certificação de Competências de Jovens e Adultos para residentes no exterior). O exame acontecerá em 18 cidades, de 12 países. São eles: Bélgica (Bruxelas); Espanha (Barcelona e Madri); Estados Unidos (Boston, Houston, Nova Iorque e Miami); França (Paris); Guiana Francesa (Caiena); Holanda (Amsterdã); Itália (Roma); Japão (Nagoia, Hamamatsu e Tóquio); Portugal (Lisboa); Reino Unido (Londres), Suíça (Genebra) e Suriname (Paramaribo).

O Encceja é destinado a jovens e adultos que não concluíram os estudos na idade adequada e desejam o certificado de conclusão do ensino médio ou fundamental. Interessados devem consultar o edital do Encceja Exterior 2019 para conferir todas as informações referentes às provas. O documento também apresenta as regras e o cronograma do exame para jovens e adultos em situação de privação de liberdade. As provas serão aplicadas nas unidades prisionais de Tóquio, no Japão, de 16 a 27 de setembro.

Provas Encceja 2019

As provas do Encceja Exterior 2019 são compostas por quatro avaliações objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. O exame deve ser realizado por jovens a partir de 15 anos – para quem deseja certificado do ensino fundamental – e 18 anos para interessados em concluir o ensino médio.

A nota mínima para conseguir a certificação é de 100 pontos nas provas objetivas e de 5 pontos na redação. O participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação tem direito à Certificação de Conclusão de Ensino Fundamental ou do Ensino Médio. Já o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, tem direito à Declaração Parcial de Proficiência.

Agência Educa Mais Brasil

Encceja 2019: saiba como conseguir material gratuito para estudar

De acordo com o balanço divulgado nesta terça-feira (06) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foram registrados 2,9 milhões de pessoas habilitadas para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). As provas acontecerão no dia 25 de agosto, em 611 municípios. O que muitos participantes podem não saber é que existem materiais de estudo gratuitos disponibilizados online.

Os candidatos podem contar com os materiais de apoio como as apostilas Encceja 2019, na Página do Participante. São disponibilizados oito volumes com orientações para os estudantes, sendo metade específica para o Ensino Fundamental e a outra metade para o Ensino Médio. Como o exame é organizado para avaliar as competências dos participantes, os materiais seguem o mesmo padrão: conteúdos teóricos e textos básicos que discutem as aptidões.

Dois tipos de boxes são adotados como recursos para o estudante: em “desenvolvendo competências” estão os exercícios aplicados para ampliação do conhecimento e cujas respostas podem ser encontradas no fim de cada capítulo. Já o boxe de texto explicativo indica possibilidades de leitura e reflexão sobre o tema abordado. Todos os materiais foram desenvolvidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Ensino Fundamental

Os materiais de estudo para o Encceja 2019 do Ensino Fundamental são organizados de acordo com as disciplinas cobradas no exame: Ciências; Matemática; História e Geografia; Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Educação Artística e Educação Física.

Ensino Médio

Da mesma forma, as apostilas para o Ensino Médio são disponibilizadas de acordo com as disciplinas cobradas na prova do Encceja 2019: Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; além de Matemática e suas Tecnologias.

Agência Educa Mais Brasil

Encceja 2019: inscrições encerram na próxima sexta-feira

Interessados em realizar o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019 têm até a próxima sexta-feira, 31 de maio, para realizar a inscrição. O exame serve para obter a certificação do ensino fundamental ou médio. O procedimento deve ser efetuado no sistema do Encceja e as provas acontecem dia 25 de agosto.

Podem participar do Encceja 2019 brasileiros que não concluíram a etapa de educação básica e que tenham pelo menos 15 anos para pedir a certificação do ensino fundamental e 18 anos completos para a certificação do ensino médio. Maiores de 18 anos podem fazer o exame para o ensino médio direto, mesmo que não tenham completado o ensino fundamental.

As provas serão aplicadas em mais de 600 municípios, divididas entre os turnos matutino e vespertino. No Ensino Fundamental, as avaliações serão de Ciências Naturais; História e Geografia; Língua Portuguesa e estrangeira, Artes, Educação Física e Redação; além de Matemática. Já o Encceja Ensino Médio aplicará questões de Linguagens e Redação; Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza.

Confira o calendário do Encceja 2019:

20 a 31 maio: inscrições

20 a 31 maio: solicitação de Atendimento Especializado

3 a 7 junho: solicitação de Atendimento pelo Nome Social

7 de junho: resultado da solicitação de Atendimento Especializado

10 a 14 junho: recurso de solicitação de Atendimento Especializado

14 junho: resultado da solicitação de Atendimento pelo Nome Social

21 junho: resultado do recurso de solicitação de Atendimento Especializado

17 a 21 junho: recurso da solicitação de Atendimento pelo Nome Social

26 junho: resultado do recurso da solicitação de Atendimento pelo Nome Social

25 agosto: aplicação do exame

Agência Educa Mais Brasil

Inep afasta servidores por quebra de protocolo de segurança no Encceja

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Alexandre Lopes, informou nesta terça-feira (21) que afastou dois servidores por quebra no protocolo de segurança nos procedimentos de confecção da prova do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019.

O Encceja serve para conceder o diploma de conclusão do ensino fundamental ou médio para jovens e adultos que não conseguiram obtê-lo na idade adequada. Lopes disse que ainda não é possível avaliar se a medida vai resultar no adiamento do exame, previsto para ocorrer no dia 25 de agosto em 611 municípios.

Segundo o presidente do Inep, a quebra de segurança ocorreu durante a etapa de entrega da prova para a gráfica que vai confeccionar o exame. Pelo protocolo do Inep, um servidor transporta uma mídia física, como um pendrive ou DVD, com as questões do exame e outro servidor leva a senha memorizada para a abertura da mídia.

Os dois viajam em voos separados. A servidora que deveria memorizar a senha, esqueceu e pediu para o seu superior entrar na sala de segurança do Inep para enviar. O novo envio da senha ocorreu de forma eletrônica, o que é proibido pelos protocolos do Inep. O motivo é evitar que haja algum tipo de captura dos dados eletrônicos seja por ligação, ou envio de dados por e-mail ou aplicativos.

“O que houve foi que a servidora que memorizou a senha, esqueceu a senha. Entrou em contato com seu superior no Inep que entrou novamente na nossa sala segura e transmitiu a senha por forma eletrônica, aí é que houve a quebra no protocolo de segurança. A partir daí foi que tomamos a decisão de fazer o desligamento das pessoas e o afastamento para que a gente possa fazer a apuração de responsabilidade e, junto com a equipe, a gente trabalhe como fazer o Encceja”, disse Lopes em coletiva no Ministério da Educação na noite desta terça-feira.

Inscrição garantida

Lopes, que assumiu a presidência do Inep há poucos dias, disse que a quebra no protocolo não afetará os calendários de inscrições para o exame, que começaram ontem (20) pela internet e seguem até o dia 31 de maio.

A inscrição é gratuita. Para se inscrever é preciso ter, pelo menos, 15 anos completos na data da prova. Para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é 18 anos. Até o momento cerca de 730 mil pessoas se inscreveram para o Encceja.

“Houve uma quebra no protocolo de segurança e por conta disso a gente resolveu trazer isso a publico e informar que as pessoas podem continuar a fazer suas inscrições no Encceja. Vamos fazer o desligamento dos servidores que fizeram essa inconformidade e reunir a equipe técnica para ver como vamos proceder em relação a prova”, disse.

As provas serão aplicadas no dia 25 de agosto em 611 municípios. Serão quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha e uma redação. A nota mínima exigida para obtenção da proficiência é 100 pontos nas provas objetivas e de cinco pontos na redação.

Risco de adiamento

Hoje (22) a equipe do Inep vai se reunir para decidir se haverá ou não necessidade de adiar a realização do exame. “Isso pode acontecer, isso vai depender do que a equipe técnica vai falar. Assim que tivermos a informação a gente traz. A gente quer dar de forma muito transparente as informações para as pessoas que vão fazer o Encceja, para poder tranquilizá-las”, disse Lopes.

Questionado se a quebra de protocolo poderia se repetir com a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Lopes disse que as medidas de segurança para o exame do Enem são mais rígidas.

“O protocolo de segurança do Enem é mais rígido. Esse transporte da mídia e da senha é feito com o acompanhamento da Polícia Federal e a abertura da prova na sala segura da gráfica também é acompanhada e filmada pela Polícia Federal”, disse.

Inscrições para o Encceja 2019 começam nesta segunda-feira

Começam, nesta segunda-feira (20), as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). É a oportunidade para quem não concluiu os estudos na idade adequada ir em busca do certificado.

O Encceja exige uma idade mínima para participação. Os interessados no certificado do ensino fundamental precisam ter, pelo menos, 15 anos completos na data da prova. Para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é de 18 anos. O exame é gratuito e as inscrições devem ser feitas pela internet, no Sistema Encceja, até 31 de maio.

As provas do Encceja serão aplicadas em 25 de agosto, nos turnos da manhã e da tarde, em 611 municípios brasileiros. A edição de 2019 traz algumas novidades, principalmente relacionadas à acessibilidade. Pela primeira vez, o edital terá uma versão em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Quem já teve laudo médico aprovado em outras edições não precisa apresentar novo laudo durante a inscrição. Participantes surdos, deficiente auditivos e surdocegos devem indicar, durante a inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear. Outra mudança é a necessidade de justificar o motivo da ausência na edição passada.

Conforme o Inep, a segurança também será reforçada. O participante que deixar seu aparelho eletrônico emitir qualquer som durante a aplicação será eliminado. Além disso, todos os lanches serão revistados.

Certificação ou declaração parcial de proficiência

O Encceja tem quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. A nota mínima exigida para obtenção da proficiência é de 100 pontos nas provas objetivas e de cinco pontos na redação. Os resultados podem ser usados de duas formas. Quem conseguir a nota mínima exigida em todas as provas tem direito à certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio. Aqueles que alcançarem a nota mínima em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, terão direito à declaração parcial de proficiência.

O Inep elabora, aplica e corrige as provas do Encceja, mas a certificação é feita pelas secretarias estaduais de educação e Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia que tiverem assinado termo de adesão ao Encceja com o Inep. O participante deve escolher a instituição certificadora na qual deseja solicitar a certificação ou a declaração parcial de proficiência durante a inscrição.

Encceja 

O Inep é responsável pela aplicação do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) no Brasil e no exterior, desde 2002. O exame visa aferir competências, habilidades e saberes de jovens e adultos que não concluíram o ensino fundamental ou o ensino médio na idade adequada.

São quatro aplicações, para públicos diferentes. O Encceja Exterior é aplicado em parceria com o Ministério das Relações Exteriores, a brasileiros residentes fora do país. Já o Encceja PPL, voltado para pessoas privadas de liberdade, é aplicado tanto no Brasil quanto no exterior, e envolve parceria com o Ministério da Justiça. As modalidades possuem editais próprios, que serão divulgados posteriormente.