Criança sofre corte na perna em escada rolante de shopping em Curitiba

Uma menina, de apenas três anos, sofreu um corte na perna ao utilizar a escada rolante de um shopping no bairro Portão, em Curitiba. A criança precisou levar 20 pontos na panturrilha direita e ficou internada no Hospital do Trabalhador por quatro dias. Foi na semana passada, no shopping Ventura.

É o segundo caso, no mesmo local, em menos de dois meses. No ano passado, em novembro, um menino de quatro anos teve um ferimento parecido ao utilizar a mesma escada rolante. O advogado João Carlos Farracha representa as duas famílias e pretende levar os casos adiante.

“O que a família é exatamente o que a primeira família relata. Eles estavam descendo a escada rolante e no meio da escada, a Yasmim deu um grito e a mãe e realmente viu que estava sangrando. Algum problema na escada rolante, algum objeto cortante está causando esse tipo de acidente”, diz.

O que causou o corte ainda não foi identificado pelas famílias das vítimas. Um segurança do shopping foi quem chamou os bombeiros, que prestaram os primeiros atendimentos e levaram a criança ao hospital.

“O primeiro passo é que a gente evite que esse tipo de acidente continue acontecendo. O ponto principal é que o shopping tome as medidas adequadas para que essa escada rolante não funcione ou funcione corretamente”, destacou.

Por meio de nota, o Ventura Shopping lamenta o incidente e afirma que presta assistência à família. O estabelecimento informa, ainda, que um laudo, emitido em novembro – dias após o primeiro caso, comprova as manutenções em dia e “perfeitas condições de uso da escada rolante e padrões de segurança exigidos pelas normas técnicas da ABNT”. Mesmo assim, uma nova avaliação técnica deve ser feita.

Após meses de transtorno, escadas rolantes da rodoviária voltam a funcionamento total

Por Cristina Seciuk – CBN Curitiba

Mais de 38 mil pessoas devem deixar Curitiba via Rodoviária ao longo deste feriado prolongado, da Independência e da Padroeira da cidade; dias que tem também bastante movimento de chegadas. Agora: que tal chegar de viagem para aproveitar a folga, com mala pesada, e ter que carregar a bagagem escada abaixo?

Foi essa a situação enfrentada pelos passageiros no começo do feriadão, por causa de um problema técnico em uma das escadas rolantes do bloco interstadual, o da frente do terminal.

O equipamento, que dá acesso aos pontos de taxi e do ônibus Executivo Aeroporto, estava parado. Na frente, foi colocado um cavalete com a informação de “escada rolante em manutenção” e uma indicação para o uso do elevador.

Apesar da sugestão deixada pelos administradores para contornar o problema, quem chegava de viagem disparou reclamação atrás de reclamação.

A vendedora Natasha Lourenço, que trabalha na Rodo há dois meses, diz que o problema não é recente e que já viu gente se machucar.

“O elevador também não está funcionando, tem pessoas que nem sabem que existe o elevador e aí carregam as malas no braço. Eu já vi senhoras caindo por causa desse problema”, contou.

Wanderlei Gimenes, gestor da rodoviária, negou que o transtorno se estenda por mais de um mês e explicou o motivo do problema.

“A escada está parada há 30 dias, porque nós temos um contrato de manutenção, de substituição de peças. Porém existem algumas peças que não estão no estoque, são peças grandes, como partes mais complexas da escada. Então o que acontece, essa escada teve uma peça danificada, porque ela funciona desde 2013, e a peça vem da China, então tem alfandega, importação, então por isso ela ficou parada por 30 dias”, garantiu.

“Ficou parada”, segundo Gimenes porque o reparo foi feito na madrugada. Além daquela escada rolante outra foi consertada, no bloco estadual, com isso, todos os oito equipamentos estão em funcionamento neste começo de feriado.