Estudantes têm até hoje para se inscrever no Enem 2019

Hoje (17) é o último dia para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. As inscrições podem ser feitas pela internet, na Página do Participante, até as 23h59.

A dica do Ministério da Educação é não deixar para se inscrever na última hora, pois são comuns os picos de acesso ao sistema de inscrição nos últimos minutos.

Também termina hoje o prazo para solicitar atendimento especializado e específico e para alterar dados cadastrais, município de provas e opção de língua estrangeira. No dia 22 será divulgado o resultado do pedido de atendimento especializado e específico.

Taxa de Inscrição

A taxa de inscrição para o Enem é de R$ 85. Quem não tem isenção deve fazer o pagamento, até o dia 23 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e Correios.

Provas

O Enem será aplicado em dois domingos, nos dias 3 e 10 de novembro. No primeiro dia de prova, os participantes responderão a questões de linguagens e ciências humanas e farão a prova de redação. Para isso, terão 5 horas e 30 minutos. No segundo dia, os estudantes terão 5 horas para resolver as provas de ciências da natureza e matemática.

Os gabaritos das provas serão divulgados até o dia 13 de novembro. O resultado sairá em data a ser divulgada posteriormente.

As notas do Enem podem ser usadas para ingressar em instituição pública pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Número de candidatos para o Enem 2019 já chegou a um milhão

O número de interessados em participar da edição 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) registrado até às 20h desta segunda-feira foi de um milhão. Na edição do ano passado, nas primeiras 24 horas, foram registrados 1.389.270 milhão de inscritos, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A Página do Participante foi liberada para as inscrições ainda ontem (6) e segue disponível até às 23h59 do dia 17 de maio. A taxa deste ano é R$ 85 e deve ser paga, até 23 de maio, por todas as pessoas que não foram contempladas com a isenção. Segundo o órgão realizador do exame, o sistema orienta a inscrição em formato de chat e fornece orientações diretas sobre o processo. Também está disponível para os interessados um guia com todas as etapas necessárias para a inscrição no Enem.

As provas são compostas por 180 questões objetivas e uma redação, a serem aplicadas nos dias 03 e 10 de novembro. No primeiro dia, haverá aplicação das avaliações de Linguagens e Códigos, Redação e Ciências Humanas, com duração de 5h30 contadas a partir da autorização do aplicador. No segundo dia, os participantes responderão às questões de Ciências da Natureza e Matemática durante 5 horas.

Agência Educa Mais Brasil

Inep disponibiliza resultado dos recursos da isenção Enem 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou o resultado dos recursos da isenção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e também da justificativa de ausência. Os candidatos que apresentaram o recurso podem fazer a consulta na Página do Participante, utilizando os dados necessários para o login.

Este é um benefício concedido a pessoas que se encaixam em três perfis diferentes para a isenção do Enem 2019: – Estudantes do 3º ano do Ensino Médio matriculados em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar;

– Alunos que fizeram todo o Ensino Médio na rede pública ou como bolsista integral na rede privada, com renda máxima de um salário mínimo e meio, por pessoa;

Pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda que tenha Número de Identificação Social (NIS).

Neste último caso, é preciso também ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

As inscrições do Enem 2019 começam na segunda-feira (6) e devem ser realizadas por todos os estudantes e pessoas interessadas em realizar a prova. Quem foi contemplado com o benefício da isenção também precisa realizar o procedimento até o dia 17 de maio, quando o prazo será encerrado. De acordo com o cronograma, as provas do Enem serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 03 e 10 de novembro.

Primeiro dia 03/11

– Linguagens e Códigos, Redação e Ciências Humanas, com duração de 5h30.

Segundo dia 10/11

– Ciências da Natureza e Matemática, durante 5 horas.

 

Agência Educa Mais Brasil

Isenção no Enem 2019: prazo para apresentar recurso termina hoje (26)

Termina às 23h59 de hoje (26) o prazo para a apresentação de recursos que visam garantir a isenção de participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. É preciso acessar a Página do Participante e anexar os documentos exigidos (confira abaixo) no edital. O procedimento é reservado para quem fez a solicitação do benefício no período regular mas teve o pedido negado por não ter apresentado corretamente a justificativa ou por não ter anexado todos os documentos necessários.

Em 02 de maio, será divulgado o resultado dos recursos. Todos os interessados em realizar as provas devem realizar a inscrição no Enem 2019 entre 06 e 17 de maio de 2019, independentemente de terem sido contemplados com a isenção. A taxa este ano é de R$ 85. Confira abaixo a lista de documentos necessários para a interposição de recursos:

Beneficiários da Lei nº 12.799

a. Documento de identificação do participante e dos demais membros da família.

b. Declaração que comprove a realização de todo o Ensino Médio em escola do sistema público de ensino do Brasil ou histórico escolar do ensino médio, com assinatura e carimbo da escola. Bolsistas devem incluir a declaração da escola que comprove a condição de bolsista integral em todo o ensino médio.

c. Comprovante da renda declarada, referente ao mês corrente ou, no máximo, a três meses anteriores.

Beneficiários do Decreto nº 6.135

a. Documento com o Número de Identificação Social (NIS) válido ou cópia do cartão com o NIS válido, no qual está inscrito no CadÚnico.

b. Nome completo e CPF da mãe do participante.

Concluintes do ensino médio de escola pública

Declaração escolar que comprove que o participante está cursando a última série do ensino médio em 2019, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública, declarada ao Censo Escolar da Educação Básica.

Candidatos conhecem hoje a lista de contemplados com a isenção no Enem 2019

Nesta quarta-feira (17), será divulgada a lista de estudantes contemplados com a isenção no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e os candidatos podem conferir o resultado por meio do CPF e da senha cadastrada no sistema. Todos os concluintes do ensino médio em escolas públicas puderam solicitar a isenção. Já na rede privada, é preciso ter sido bolsista integral, estar enquadrado nos critérios de renda e estar inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Nesta edição, foram cerca de 3,6 milhões de pedidos recebidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). “A isenção é solicitada se você não está em condições de pagar a taxa de inscrição. Cursei parte do meu ensino médio em escola pública e acredito que vou conseguir [o benefício]”, afirma a estudante Greycy Anne Ribeiro dos Santos, de 17 anos, que fez a solicitação já nos primeiros dias.

Esta não é a primeira vez que a estudante irá participar do Enem e mantém o foco no objetivo final: ser aprovada no curso de Direito. “Escolhi o curso porque trabalha com o questionamento, busca lidar com a verdade com um nível muito alto de discussão e tem que ter embasamento para falar sobre os temas. É isso que eu gosto”, destaca. Quanto à área de atuação, a estudante afirma que é cedo e por isso “ainda não está muito decidido, mas eu me identifico muito com a área criminal”.

As provas do Enem serão aplicadas em 03 e 11 de novembro e, para ter um bom desempenho, Greycy Anne estuda em casa parte do dia e também faz curso preparatório para o Enem no cursinho Os Aprovados, instituição parceira do Educa Mais Brasil na oferta de bolsa de estudo. “Os alunos têm buscado a nossa instituição de ensino querendo se qualificar melhor para a prova do Enem. Infelizmente, nem sempre as escolas atingem o objetivo de preparar o aluno para as universidades, então o curso preparatório visa reforçar o aprendizado”, sinaliza a supervisão Pedagógica da instituição de ensino.

Recursos

Os recursos poderão ser apresentados entre 22 e 26 de abril, tanto para retificar o pedido de isenção quanto da justificativa. Este será o último momento reservado para a solicitação do benefício, não sendo possível realizá-lo posteriormente. Todos os contemplados também precisarão se inscrever entre 06 e 17 de maio na atual edição do Enem.

Tunísia Cores – Agência Educa Mais Brasil

Prazo para solicitação de isenção da taxa do Enem 2019 está aberto

A partir de hoje, 01, estudantes que irão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 podem solicitar a isenção no pagamento da inscrição na Página do Participante. Este ano, quem não estiver isento pagará a quantia de R$ 85 para realizar a prova. A solicitação deve ser feita até o próximo dia 10 de abril.

Pelos critérios, estão isentos candidatos estudantes do último ano do ensino médio em escolas da rede pública, quem estudou todo o ensino médio também na rede pública de ensino ou como bolsistas integral em escolas particulares, tendo como renda, por pessoa, renda igual ou menor a um salário mínimo e meio. Entram na lista os participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica – ou seja, aqueles pertencentes a famílias de baixa renda com Número de Identificação Social (NIS) válido, renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo, ou R$ R$ 499, ou renda familiar mensal de até três salários mínimos, ou R$ 2.994.

No ano passado, 87% dos solicitantes conseguiram a isenção. Cabe a cada participante acompanhar o resultado da isenção que será disponibilizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no dia 17 de abril. Candidatos que tiverem seu pedido reprovado poderão entrar com recurso entre os dias 22 a 26, também na Página do Participante.

Enem 2019

Isentos ou não da taxa, todos os estudantes devem realizar a inscrições dentro do prazo de 6 a 17 de maio. O Enem 2019 será realizado nos dias 3 e 10 novembro, dois domingos consecutivos. Com a nota, os candidatos podem utilizar nas seleções do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de Ensino Superior, no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que financia cursos em universidades privadas, e no programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas de estudo.

Outra opção para ingressar no ensino superior é através do Educa Mais Brasil. O programa educacional tem 15 anos de atuação no mercado e já beneficiou 900 mil estudantes. Com o apoio do programa é possível iniciar um curso de graduação com até 70% de desconto. Para conferir todas as oportunidades disponíveis na sua região, basta acessar o site do programa. As inscrições são gratuitas.

Inscrições do Enem começam 6 de maio; taxa será de R$ 85

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, nesta segunda-feira (25), o edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 – uma das principais formas de ingresso no ensino superior do país. O documento está disponível no Diário oficial e na página do programa.

Esta edição traz algumas novidades, entre elas, a mudança no valor da taxa a ser paga. Na edição de 2018, o valor era de R$82. Neste ano, a taxa a ser paga será de R$85. O valor deve ser quitado entre os dias 6 e 23 de maio, em agências bancárias, casas lotéricas e correios.

Outras mudanças também farão parte do exame: novo sistema de inscrição, inclusão opcional de foto na inscrição, espaço com linhas para rascunho da redação e espaço para cálculos no final do caderno de questões. Além disso, surdos, deficientes auditivos e surdocegos poderão indicar, na inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear. A nota obtida no Enem pode ser utilizada no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de Ensino Superior, no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que financia cursos em universidades privadas, e no programa Universidade para Todos (Prouni), que oferece bolsas de estudo.

Outra opção para ingressar no ensino superior é através do Educa Mais Brasil. O programa educacional tem 15 anos de atuação no mercado e já beneficiou 900 mil estudantes. Bolsas de estudos para nove modalidade de ensino são ofertadas. Com o apoio do programa é possível iniciar um curso de graduação com até 70% de desconto. Para conferir todas as oportunidades disponíveis na sua região, basta acessar o site do programa. As inscrições são gratuitas.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Espelhos da redação do Enem 2018 estão disponíveis

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou nesta terça-feira (19), os espelhos das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 para os candidatos. Para acessar a versão digitalizada dos textos corrigidos é necessário acessar a Página do Participante. As notas dos treineiros também foram divulgadas.

Na consulta, é preciso inserir o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição do programa. Vale lembrar que o objetivo da disponibilização desses conteúdo é exclusivamente para vista pedagógica. A redação do Enem é corrigida por dois avaliadores independentes que atribuem nota de 0 a 200 pontos para cada uma das competências exigidas. A soma desses pontos irá compor a nota total de cada avaliador, que pode chegar a 1.000 pontos.

Na edição de 2018, dos mais de 4 milhões de participantes, 55 tiraram nota mil, sendo que as mulheres respondem por 42 das redações com nota máxima – o equivalente a 76,4%. A média de idade de quem tirou nota máxima foi 18,9. O tema da redação do ano passado foi “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet” – a prova teve quatro textos motivadores: três trechos de reportagens e um gráfico com dados.

Confira quais são as competências avaliativas da redação do Enem:

Competência I: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.

Competência II: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Competência III: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Competência IV: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Competência V: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado que respeite os direitos humanos.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil