ônibus, caminhão, reboque, feridos, foz do iguaçu, paraná, br-469, acidente, prf

Acidente entre ônibus e caminhão reboque deixa oito feridos na BR-469

Oito pessoas ficaram feridas após um ônibus bater em um caminhão na BR-469, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente aconteceu na noite desta sexta-feira, próximo ao quilômetro 14.

Conforme o boletim de ocorrência, uma das vítimas se feriu com gravidade e foi levada até o Hospital Municipal. Outros passageiros feridos, foram levados a esse hospital e à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Morumbi.

De acordo com o relato da PRF, o ônibus de linha do município de Foz do Iguaçu acessou a BR-469 sem respeitar a sinalização. Assim, acabou causando o acidente ao bater em um caminhão reboque que prestava auxílio a outro caminhão pesado.

ônibus, caminhão, reboque, feridos, foz do iguaçu, paraná, br-469, acidente, prf
Divulgação/PRF

Corpo de Bombeiros, SAMU e Polícia Militar também prestaram socorro à ocorrência na noite de sexta-feira. De acordo com a PRF, os motoristas submetidos ao teste do bafômetro não apresentaram sinais de embriaguez.

Devido ao acidente, a BR-469 ficou parcialmente bloqueada durante toda a noite. O trecho foi liberado na madrugada deste sábado (19), às 2h.

acidente caminhão ônibus br-376

Acidente entre ônibus e caminhão deixa oito feridos na BR-376

Um acidente envolvendo um caminhão e um ônibus, na BR-376, deixou oito feridos na madrugada desta terça-feira (15). De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a colisão entre os dois aconteceu no quilômetro 488 da rodovia, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, por volta da 00h30.

Entre os feridos, o estado do motorista do ônibus é quem mais preocupou. Ele ficou preso às ferragens e sofreu ferimentos graves. Já outro sete passageiros do ônibus acabaram tendo ferimentos leves – seis deles foram encaminhados ao hospital, assim como os dois motoristas. Por fim, o condutor do caminhão acabou saindo ileso da colisão.

Segundo a PRF, os veículos estavam seguindo no sentido norte da BR-376. O ônibus, da Viação Garcia, tinha saído de Curitiba em direção à Campo Mourão, enquanto o caminhão é de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

Além disso, o motorista do caminhão realizou o teste do bafômetro, mas o resultado deu negativo para o consumo de álcool. Já o motorista do ônibus não fez o exame porque teve de ser encaminhado ao hospital rapidamente.

Um funcionário da Viação Garcia apareceu para dar suporte aos passageiros e conseguiu liberar o ônibus. Já o caminhão acabou sendo recolhido ao pátio da PRF por infração de trânsito, alheia ao acidente.

Divulgação / PRF
tragédia, paraná, mortos, caminhão, acidente, cerro azul, acidente cerro azul, acidente em cerro azul, cerro azul pr, doutor ulysses, acidente em doutor ulysses, doutor ulysses pr, acidente no parana, acidente parana, acidente no paraná, cerro azul paraná, doutor ulysses paraná, acidente paraná, acidente pr, feridos, internados, pr-092, ribanceira, evangélicos, f-1000, caminhonete, caçamba, hospitais, curitiba, região metropolitana de curitiba

Acidente no PR: 11 pessoas estão internadas após queda de caminhão em ribanceira

Até a noite desta segunda-feira (14), pelo menos 11 pessoas continuavam internadas após a queda de um caminhão em uma ribanceira da PR-092, entre Doutor Ulysses e Cerro Azul, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. O acidente aconteceu neste domingo (13), deixando seis mortos e mais de 20 feridos. Transportando ilegalmente mais de 30 evangélicos, o caminhão retornava de uma festa religiosa quando caiu em uma ribanceira de aproximadamente 50 metros.

Após receberem os primeiros socorros no local, e depois em unidades de saúde de Doutor Ulysses e Cerro Azul, os sobreviventes foram levados a três hospitais de Curitiba. O atendimento e o transporte foram feitos com apoio de 10 ambulâncias e uma aeronave.

OS FERIDOS DO ACIDENTE NO PARANÁ

  • Hospital do Trabalhador: oito pessoas foram internadas nesta unidades, sendo que quatro receberam alta ainda no período da manhã. Quatro pacientes seguem internados. Entre as vítimas estão duas mulheres (uma foi suturada e segue em observação; outra passou por cirurgia após politraumatismo) e duas crianças (um bebê de um ano foi operado de uma fratura; assim como uma criança de 10 anos)
  • Hospital Evangélico-Mackenzie: no Evangélico, três crianças permaneciam internadas, com expectativa de alta em breve, após passarem o dia em observação. Mais cedo, três crianças de uma mesma família foram liberadas. Ainda pela manhã, outros quatro feridos, todos adultos, já haviam recebido alta.
  • Hospital do Cajuru: referência em tratamento de traumas, o Hospital Universitário Cajuru recebeu quatro vítimas da queda do caminhão na ribanceira da PR-092. A assessoria dos hospital não confirmou detalhes sobre o quadro dos pacientes a pedido das famílias.

As vítimas moravam em Cerro Azul. De acordo com a Secretaria da Saúde do município, o grupo era formado por 30 evangélicos que participaram, no final de semana, de uma festa religiosa no município vizinho. O acidente aconteceu quando o caminhão retornava de Doutor Ulysses pela PR-092.

As pessoas estavam sendo transportadas na caçamba de um caminhão Ford F-1000, sem assentos e, consequentemente, sem cintos de segurança. Além disso, segundo a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), o motorista estava com a carteira de habilitação vencida. E também havia problemas com o licenciamento do caminhão.

rsz_pre_caminhão-768x1024
Ribanceira onde aconteceu o acidente com o grupo de evangélicos. (Divulgação/Polícia Rodoviária Estadual)

RODOVIA DO PARANÁ NÃO É PAVIMENTADA

A PR-092, no trecho que liga Doutor Ulysses a Cerro Azul, não é pavimentada. Além disso, há diversas ribanceiras sem barreiras ou alambrados ao longo da rodovia. Ou seja, não existe qualquer tipo de proteção para os veículos que transitam pela estrada.

A população dos dois municípios, que têm os piores IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) do Paraná, pede melhorias no local há anos, pois a rodovia é a única ligação com Curitiba. Além disso, também existe uma petição pública sobre o tema endereçada ao governador do Paraná, Ratinho Junior.

Em julho deste ano, o DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) ainda anunciou a recuperação do trecho onde houve o acidente. A obra prevê recuperação de sarjetas , limpeza e pintura de meio-fio e roçada.

micro-ônibus, microonibus, tomba, tomabamento, 10 feridos, feridos, paraná, ponta grossa, prf, polícia rodoviária federal

Micro-ônibus de time de futsal tomba e deixa 11 feridos no Paraná

O tombamento de um micro-ônibus deixou 11 feridos em Palmeira, nos Campos Gerais do Paraná. O veículo era ocupado por um time de futsal de Curitiba. O acidente aconteceu na BR-277, na altura do km 174.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o micro-ônibus retornava para Curitiba depois de disputar uma partida em Cascavel, no oeste do Paraná, quando saiu da pista e tombou.

Ao todo, foram 11 feridos. O motorista do micro-ônibus, de 52 anos, precisou ser levado à Santa Casa de Palmeira. Um dos passageiros, de 42 anos, foi levado ao mesmo hospital. Eles ficaram feridos sem gravidade.

Os demais jogadores do time de futsal sofreram escoriações, mas foram liberados após receberem os primeiros socorros no local na BR-277.

suspeitos feridos perseguição são josé dos pinhais foto divulgação gm

Três ficam em estado grave após perseguição em São José dos Pinhais

Três homens suspeitos ficaram gravemente feridos após um acidente de trânsito registrado durante uma perseguição policial. Eles fugiam da Guarda Municipal de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Durante a fuga, os suspeitos perderam o controle do carro e bateram violentamente em um árvore. Os ocupantes de veículo ficaram presos às ferragens. Na sequência, o carro começou a pegar fogo.

Foram os próprios guardas municipais que fizeram os primeiros socorros. Eles conseguiram retirar os suspeitos do carro e chamaram as ambulâncias. Os acidentados eram todos os homens – dois adultos e um adolescente. Eles foram levados em estado grave ao hospital.

Início da perseguição

A perseguição começou no final da noite desta sexta-feira (19), quando uma equipe da Guarda Municipal de São José dos Pinhais fazia rondas no Parque da Fonte. Os agentes identificaram um carro com alerta de roubo.

Assim, uma ordem de parada foi anunciada aos ocupantes do veículo. No entanto, os suspeitos começaram a fugir. A perseguição, segundo a Guarda Municipal, durou algumas quadras. Os homens entraram na contramão, bateram em outro carro e depois na árvore.

Elevador da Havan cai e deixa funcionários feridos em Maringá

Um elevador da Havan de Maringá, no norte do Paraná, caiu do segundo andar da loja nesta segunda-feira (21) devido a excesso de passageiros, de acordo com a empresa.

Quatro pessoas foram encaminhadas para atendimento médico, com ferimentos leves. Todos os passageiros eram funcionários da loja que seguiam para uma reunião.

Em nota, a Havan informou que o acidente ocorreu devido a “imprudência” dos funcionários que não respeitaram a capacidade máxima do elevador.

Ainda segundo a empresa, o cabo do elevador não rompeu e a manutenção do equipamento está em dia.

Veja a nota na íntegra 

“A Havan comunica que o acidente envolvendo os colaboradores da rede na filial Maringá foi ocasionado por imprudência.

Todas as segundas-feiras, os colaboradores se reúnem para uma reunião, e os funcionários, para chegar ao local desta reunião, utilizaram o equipamento sem respeitar a capacidade máxima do elevador, o que fez com que o contrapeso do equipamento fosse menor que o peso das pessoas no interior.

A Havan aproveita para enfatizar que, não houve ruptura de cabo do elevador, a manutenção do equipamento está em dia, e a empresa está prestando toda a assistência aos feridos.”

Explosão de dinamite provocou tragédia em Curitiba no ano de 1976

 

Em setembro de 1976, o estrondo de uma explosão foi ouvido em toda a cidade. Um caminhão, que transportava uma tonelada e meia de dinamite,  pegou fogo e depois explodiu, deixando dois mortos e dezenas de feridos no bairro Cabral.

O jornalista Ney Hamilton foi um dos primeiros a chegar. Ele trabalhava no Instituto de Biologia (Depois Tecpar) , que ficava na Rua dos Funcionários, a uma dez quadras.  Com o estrondo os vidros do laboratório cairam no chão.

Ele foi ver o que tinha acontecido, pensando ser uma queda de avião. Mais perto, pela coluna de fumaça, imaginou ser a explosão de um posto na Avenida Munhoz da Rocha. Ficou impressionado pelo numero pássaros mortos ao longo do caminho. E com os vidros de casas que quebraram, a quase um quilometro, em ondas de maior ou menor intensidade.

No local o caminhão em pedaços não era mais identificado, havia uma cratera e um pedestre morto, atingido por parte do motor do caminhão. Ao redor as casas de madeira estavam destruídas ou destelhadas, e os fios de luz estavam no chão. Parte do motor do caminhão foi parar em cima da marquise da Fábrica de Biscoitos Lucinda, que ficava a mais de 100 metros do local da explosão. A tragédia só não teve mais vítimas porque o motorista e o ajudante do caminhão viram o fogo,  e sairam gritando para alertar os moradores. Veja mais detalhes no vídeo abaixo.

Clique aqui para conhecer o grupo “Memória de Curitiba” no Facebook. Ao abrir clique em “participar do grupo”.

 

Vídeo da Band Paraná sobre o caso.

.

Clique aqui  para encontrar outras publicações desta coluna.

 

Clique aqui  para abrir a nossa coluna “Sua Comunicação”  neste portal.

 

Contato com José Wille.

.

.

.

jose.wille

Ataque a tiros em escola no Texas deixa ao menos dez mortos

Um ataque a tiros em uma escola na cidade de Santa Fé, no estado do Texas, nos Estados Unidos, deixou ao menos dez pessoas mortas nesta sexta-feira (18), de acordo com o xerife local, Ed Gonzales.

A maior parte das vítimas é de estudantes, e o número pode aumentar, segundo o xerife.

Caso as dez mortes sejam confirmadas, esse será o quarto pior caso de tiroteio em massa em uma escola americana desde pelo menos 1999. O ataque só ficaria atrás dos massacres nas escolas Sandy Hook, em Newtown, (26 assassinados em 2012), Marjory Stoneman Douglas, em Parkland (17 em fevereiro deste ano), e Columbine, em Littleton (13 em 1999).

Além das vítimas fatais, ao menos 12 pessoas ficaram feridas e foram levadas ao hospital, sendo dois estudantes e um segurança da escola -não há informações sobre o estado de saúde delas, nem detalhes sobre as outras vítimas.

Um adolescente de 17 anos, identificado como Dimitrios Pagourtzis, foi detido como suspeito, de acordo com a agência de notícias AFP. Mais cedo, o xerife Gonzales disse que ele provavelmente é aluno da escola e que um segundo jovem foi levado para questionamentos e também pode estar envolvido.

A direção do distrito escolar de Santa Fé disse que foram encontrados possíveis explosivos na escola, que já foi esvaziada, e em suas proximidades. Policiais estariam no local para desarmar os mecanismos. As autoridades pediram que os moradores da cidade informem caso vejam qualquer pacote suspeito.

Não há detalhes do que aconteceu no colégio, que conta com cerca de 1.400 alunos. Segundo a rede de TV CNN, uma pessoa entrou atirando em uma aula de artes da escola. Testemunhas também disseram ao jornal Dallas Morning News que ouviram o alarme disparar por volta das 7h45 (9h45 no horário de Brasília).

Segundo as autoridades, os alunos foram levados para um ginásio, onde poderão encontrar seus pais.

PRESSÃO

O ataque a tiros em Santa Fé, a 40 quilômetros de Houston, com cerca de 13 mil habitantes, acontece pouco mais de três meses após o ataque em Parkland, na Flórida. O caso deu início a uma onda de manifestações nos EUA por maior rigor no controle da venda de armas.

O maior dos atos aconteceu em Washington no dia 24 de março.

Nesta sexta, diversos alunos de Parkland usaram as redes sociais para expressar apoio às vítimas em Santa Fé.

“Escola de Santa Fé, vocês não merecem isso. Vocês merecem paz em toda a vida, não apenas após uma lápide ser colocada sob sua cabeça. Vocês merecem mais do que pensamentos e preces, e após vocês nos apoiarem em protestos, nós estamos aqui para dar apoio e eco às suas vozes”, disse Emma Gonzales, uma das sobreviventes do ataque na escola da Flórida.

O presidente americano, Donald Trump, disse estar triste e de coração partido.

MAIORES ATENTADOS A TIROS EM ESCOLAS NOS EUA

Em escolas de ensino infantil, fundamental e médio, desde 1999
– Newtown, Connecticut (2012)
27 mortos
Adam Lanza, 20, ataca escola de ensino fundamental Sandy Hook; entre os mortos há 20 crianças
– Parkland, Flórida (2018)
17 mortos
O ex-aluno Nikolas Cruz, 19, abre fogo dentro de escola de ensino médio e mata alunos e professores
– Columbine, Colorado (1999)
13 mortos
Os alunos Eric Harris e Dylan Klebold invadem escola armados com espingardas e armas semi-automáticas e matam colegas e professores
– Red Lake, Minnesota (2005)
9 mortos
O ex-aluno Jeffrey Weise mata seu avô e a namorada dele antes de invadir escola, onde mata sete alunos usando uma pistola e uma espingarda
– Nickel Mines, Pensilvânia (2006)
​5 mortos
Charles Roberts, 32, invade escola Amish e mata cinco alunas a tiros

Cinco pessoas ficam feridas em acidente envolvendo carro e ônibus em Curitiba

Cinco ficaram feridas em um acidente envolvendo um ônibus e um carro, em Curitiba, na manhã desta sexta-feira (1). A motorista do carro teria feito uma conversão proibida, saindo da República Argentina e entrando na Avenida Iguaçu. Ao entrar na canaleta de ônibus, o carro que ela dirigia foi atingido por um expresso, rodopiou e bateu em um poste.

As vítimas eram quatro ocupantes e a motorista do carro e foram encaminhadas ao Hospital Evangélico e do Trabalhador com ferimentos moderados.

 O trânsito foi bloqueado no local e causou complicações no trânsito.