estudante bêbado foz do iguaçu paraná

Estudante bêbado atropela pedestre, bate em muro e tenta fugir, mas acaba preso no PR

Um estudante de administração acabou preso após atropelar um pedestre e bater contra um muro ao dirigir bêbado, e sem carteira de habilitação, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. O homem de 28 anos tentou fugir e acabou detido pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na noite deste domingo (27).

A polícia foi acionada para uma ocorrência de atropelamento na BR-277. O pedestre, de 40 anos, sofreu uma fratura exposta em um dos pés e foi atendido pelo Corpo de Bombeiros.

As equipes fizeram buscas nas imediações para encontrar o carro desaparecido, mas teve ajuda de uma denúncia feita por uma testemunha. A pessoa informou o local onde o veículo estava estacionado e os agentes encontraram o homem em um ponto de ônibus, a poucos metros do veículo abandonado.

Segundo a PRF, o homem negou ser o motorista inicialmente. Contudo, aos poucos confessou que se envolveu em um atropelamento e ainda colidiu contra o muro de uma residência. A testemunha se apresentou e confirmou que viu o estudante na direção do veículo.

ESTUDANTE É PRESO NO PARANÁ

O homem foi encaminhado para a unidade da PRF na Ponte de Amizade e soprou o bafômetro, que apontou 0,9 miligrama de álcool por litro de ar expelido. A quantidade é três vezes acima do patamar que, além da infração de trânsito, caracteriza crime.

Os policiais identificaram que ele nasceu em Nicarágua e não encontrou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). No fim das contas, ele foi para a 6ª Subdivisão da Polícia Civil em Foz do Iguaçu.

Por fim, de acordo com a PRF, o estudante vai responder por lesão corporal, omissão de socorro, dirigir sem habilitação e com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool.

presas paraná

Presas no Paraná vão produzir lençóis e toalhas de banho para diminuir a pena

As presas da Penitenciária Feminina de Foz do Iguaçu, no Paraná, vão produzir os 500 lençóis e 500 toalhas de banho para atender a demanda prisional da fronteira do Brasil com o Paraguai. Com isso, as detidas ainda terão redução da pena: a cada três dias trabalhados, um dia de suas condenações será descontado.

A unidade prisional é conhecida pela Unidade de Progressão (PFF-UP). Com capacidade para 248 presas, o espaço é destinado ao atendimento de mulheres em regime fechado. O objetivo é ofertar atividades que possam preparar as detentas para voltarem ao convívio social após o cumprimento da pena.

O projeto é uma parceira entre o Depen (Departamento Penitenciário do Paraná) e o Conselho da Comunidade, que já entregou mais de 900 metros de tecidos. Os objetivos serão fabricados dentro do Setor de Costura da prisão. Atualmente, são 10 mulheres que trabalham no setor, responsáveis por produzir os uniformes prisionais que atendem toda a demanda carcerária de Foz do Iguaçu.

Alguns dos materias recebidos na Penitenciária Feminina de Fo do Iguaçu. (Divulgação/Depen)

Além disso, as mulheres ainda receberam 20 rolos de linha de seda para a produção de artesanato e outros 40 rolos de fios para crochê.

“Quando há ocupação do tempo livre com alguma atividade, como no caso da costura, entendemos que as presas estão tendo a oportunidade de adquirir conhecimento, qualificação e recuperação para que voltem melhores à sociedade”, diz Juraci Helena Audibert, presidente do Conselho da Comunidade de Foz do Iguaçu.

A diretora da penitenciária, Cláudia Grignet Fardoski Souto, complementa a ideia. “Dessa forma, possibilitamos que ocorra a ressocialização”, completa.

DOAÇÕES

Por fim, o Conselho da Comunidade de Foz também repassou ao Sistema Prisional de Foz do Iguaçu, uma doação de três aparelhos de ar condicionado, armários, telefones, cadeiras e outros móveis necessários para as atividades rotineiras das unidades.

A história das Cataratas e Foz do Iguaçu

 

Veja neste vídeo como foi a descoberta das Cataratas de Foz do Iguaçu no século dezesseis, no tempo em que a região era habitada só pelos Índios Guaranis. E a formação da cidade de Foz do Iguaçu como uma colônia militar no final do século dezenove. A produção é da TV Band Paraná em parceria com esta coluna.

Faça parte do grupo Memória Paranaense clicando aqui.  O grupo foi criado no Facebook por este portal para preservar a memória. Ao abrir a página, clique em “participar do grupo”.

Faça parte também do grupo de memória de Foz do Iguaçu e Cataratas. Clique aqui para abrir o grupo.

 

 

 

Clique aqui para encontrar outras publicações desta coluna.

 

Contato com José Wille.

 

 

previsão do tempo sol chuva paraná

Previsão do tempo no Paraná: calor na sexta, chuva no sábado e domingo

A previsão do tempo para esse final de semana no Paraná vai ficar marcado pela chegada de uma frente fria. A sexta-feira (30) será de calor na maior parte do estado, mas a chuva marca presença no sábado e domingo.

Quem quiser se preparar: o frio mais intenso só deve ser registrado na segunda e na terça. Isso porque a massa de ar frio está hoje no Uruguai e em parte do Rio Grande do Sul. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), inclusive, tem um alerta amarelo de ‘declínio da temperatura’ para a região.

Confira a previsão do tempo, por dia, para 10 cidades de todas as regiões do Paraná. As informações são do Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná):

CURITIBA

  • Sexta (30): a mínima será de 13.º C e a máxima de 26º C, sem nenhuma gota de água. O sol deve aparecer, mas entre poucas nuvens.
  • Sábado (31): a mínima será de 15.º C e a máxima de 27.º C. A chuva aparece durante a tarde – são esperados 6,4 milímetros de água.
  • Domingo (1/9): a coisa complica com a chegada da frente fria. As temperaturas sofrem uma queda brusca: mínima de 15.º C e máxima de 16.º C. Para piorar, a chuva esperada é de 38 milímetros.

LEIA TAMBÉM: Justiça suspende exoneração de funcionários da UFPR, IFPR e UTFPR

PARANAGUÁ

  • Sexta (30): a mínima será de 17.º C e a máxima de 28º C, sem nenhuma gota de água. O sol deve aparecer, mas entre poucas nuvens.
  • Sábado (31): a mínima será de 17.º C e a máxima de 28º C. A chuva aparece durante o início da noite – são esperados 5,4 milímetros.
  • Domingo (1/9): a frente fria também chega ao litoral. As temperaturas caem: mínima de 16.º C e máxima de 20.º C. A chuva esperada é de 25 milímetros.

MATINHOS

  • Sexta (30):as temperaturas ficam entre 18.º C e 28.º C com um dia mais ensolarado.
  • Sábado (31):com o céu encoberto pelas nuvens, os termômetros vão variar entre 17.º C e a máxima de 26º C. Devem cair 6 milímetros de chuva.
  • Domingo (1/9): pouca variação de temperatura em relação à Paranaguá. Os termômetros giram entre 15.º C e 19.º C, mas a chuva será bem maior: 34 milímetros.

GUARAPUAVA

  • Sexta (30): com sol entre nuvens, as temperaturas variam entre 14.º C e 27.º C.
  • Sábado (31): a frente fria avança e traz uma chuva de 14 milímetros. A temperatura máxima cai, com os termômetros girando entre 15.º C e 23.º C.
  • Domingo (1/9): MUITA chuva é esperada, com 47 milímetros. As temperaturas variam entre 13.º C e 18.º C.

PONTA GROSSA

  • Sexta (30): com poucas nuvens, a mínima é de 13.º C e a máxima de 27.º C.
  • Sábado (31): deve ter algumas pancadas de água a partir da tarde. Apenas 3 milímetros esperados, com temperatura 14.º C e 26.º C.
  • Domingo (1/9): a chuva chega com mais força (23 milímetros). As temperaturas variam entre 13.º C e 18.º C.

LONDRINA

  • Sexta (30): com o dia ensolarado, a mínima é de 17.º C e a máxima de 29.º C.
  • Sábado (31): a temperatura eleva um pouco, mas algumas pancadas de chuva devem acontecer durante a tarde e a noite. Os termômetros vão ficar entre 17.º C e 31.º C.
  • Domingo (1/9): a frente fria aumenta a chuva (12 milímetros), mas as temperaturas seguem agradáveis. A mínima esperada é 17.º C e a máxima de 25.º C.

LEIA TAMBÉM: Homem é preso no PR suspeito de estuprar a própria filha, filmar e divulgar vídeos na internet

MARINGÁ

  • Sexta (30): temperaturas será alta, com mínima de 17.º C e a máxima de 30.º C.
  • Sábado (31): o tempo esquenta: temperatura deve girar entre 19.º C e a máxima de 31.º C. Apenas um chuvisco, durante a tarde, está previsto.
  • Domingo (1/9): a máxima vai registrar queda. A mínima deve se manter na casa dos 17.º C, mas o teto deve ser de 24.º C.

CASCAVEL

  • Sexta (30): muito sol, com mínima nos 16.º C e a máxima de 29.º C.
  • Sábado (31): a máxima tem queda brusca e a chuva aparece (6 milímetros já no decorrer da tarde). Termômetros ficam entre 16.º C e 23.º C.
  • Domingo (1/9): a frente fria se aproxima ainda mais. A mínima chega aos 13.º C e a máxima fica nos 20.º C. Além disso, são esperados 13.4 mm de água.

TOLEDO

  • Sexta (30): também com sol, a mínima fica nos 16.º C e a máxima chega aos 29.º C.
  • Sábado (31): com 8 milímetros de chuva ao longo do dia, as pancadas devem cair de tarde e dar trégua durante a noite.
  • Domingo (1/9): esfria um pouco mais: a mínima chega aos 14.º C e a máxima fica nos 20.º C. Além disso, são esperados 14 milímetros de água.

LEIA TAMBÉM: Sem habilitação e com carro roubado, jovem é preso com 350 kg de maconha no PR

FOZ DO IGUAÇU

  • Sexta (30): o sol faz os termômetros chegarem aos 30.º C. A mínima deve ficar nos 17.º C, com poucas nuvens.
  • Sábado (31): a mínima aumenta para 19.º C, mas a máxima diminui para 25.º C. Para fechar, 6 milímetros de chuva aparecem.
  • Domingo (1/9): deve chover o mesmo tanto que sábado, mas as temperaturas caem mais. Os termômetros variam entre 14.º C e 19.º C.

LEIA TAMBÉM: Com apoio de helicóptero, polícia apreende 175 mil carteiras de cigarro no PR

Maringá faz três no Toledo, mas é rebaixado junto com o Foz

O Maringá derrotou o Toledo por 3 a 0 neste domingo (31), mas acabou sendo rebaixado no Campeonato Paranaense 2019. Dandan, Neílson e Geovane Magno marcaram os gols do triunfo no Estádio Willie Davids. Apenas 408 pagantes acompanharam o duelo.

O outro clube que sofreu o descenso foi o Foz do Iguaçu, que ficou no empate por 0 a 0 com o Operário.

>>> Coritiba vence Paraná no clássico de ‘torcida única’ e vai à semifinal da Taça Krüger

>>> Londrina goleia o Athletico e ambos avançam à semifinal; veja os gols

>>> Taça Krüger tem os cinco piores públicos do Paranaense 2019

Apesar de serem rebaixados, Maringá e Foz se preparam agora para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. O torneio começa na primeira semana de maio. O Maringá estreia recebendo o Avenida-RS e o Foz visita o Gaúcho.

Já o Operário estreia na Série B no dia 26 ou 27 de abril. O Fantasma recebe o América-MG no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Por fim, o Toledo espera o campeão desse segundo turno do Estadual. Campeão do primeiro, o Porco se prepara para as finais, marcadas para os dias 14 e 21 de abril.

Rebaixamento

A definição dos rebaixados é de acordo com a classificação geral do Estadual, ou seja, leva em consideração as campanhas dos 12 clubes na Taça Barcímio Sicupira e na Taça Krüger.

Na tabela, o time maringaense ficou no 10.º lugar, com 12 pontos. Com a mesma pontuação e um saldo de gols menor (-7 contra -4), o Toledo ficou na 11.ª posição, mas se livrou do rebaixamento por ter sido campeão da Taça Sicupira. Já o Foz, com seis pontos, ficou na lanterna.

O Maringá teria se livrado do descenso se o Rio Branco tivesse tropeçado no Cianorte, mas o Leão da Estradinha venceu por 1 a 0.

Leia também: Hélio Cury é reeleito presidente da Federação Paranaense de Futebol pela terceira vez

Imigrantes, paulistas, mineiros, gaúchos, nordestinos e catarinenses ajudaram a construir o Paraná

 

.

Este vídeo resume a histórica econômica do Paraná..

.

.

O Paraná é conhecido como a “Terra de todas a gentes”, com altíssima produção rural e recente industrialização. Entenda como outros estados e países contribuíram muito com o crescimento regional, principalmente após o “Ciclo do Café”, no século passado.

.Os primeiros povoadores foram os portugueses, índios e africanos escravizados. E o primeiro interesse pela região surgiu no Ciclo do Ouro. Com a navegação para levar gado do Rio Grande do Sul para abastecer Minas Gerais, onde havia uma intensa mineração de ouro, surgiram as cidades portuárias de Paranaguá e Antonina.

.

 

Depois veio o ciclo do tropeirismo, com trilhas pelo interior, também  usadas para levar gado do sul para São Paulo e Minas Gerais. Estas trilhas criaram mais cidades, como Rio Negro, Lapa, Ponta Grossa, Palmeira e Castro.

.No século XIX veio o Ciclo da Erva Mate. Foi quando o Paraná ganhou mais importância e deixou de ser comarca de São Paulo, no ano de 1853. Nesta época cresceu a a navegação pelos rios, a construção de ferrovias e de estradas de terra.

.A seguir veio o ciclo da madeira. As florestas começaram a ser derrubadas para a venda dos troncos. Esse novo ciclo atraiu os ingleses, que organizaram o povoamento das novas áreas desmatadas. Vieram milhares de agricultores da Itália, Alemanha, Polônia, Ucrânia, Suíça, Rússia e Japão.

O ciclo seguinte foi o do café, no século passado, em toda a região norte do Paraná. Este ciclo provocou uma grande onda de migração interna, atraindo paulistas, mineiros, catarinenses, nordestinos, e ainda mais estrangeiros. Foi que levou o Norte do Paraná a ser povoado e progredir. Nos anos 1960 o café dominava a economia, atingindo 60% do valor produção rural paranaense. E só perdeu importância a partir das grandes geadas, nos anos 1970.

.

 

No oeste e sudoeste do Paraná, a migração foi de gaúchos. Foram eles que trouxeram o plantio da soja. Cresceu também a produção de trigo. Os catarinenses das cidades do interior também vieram em grande número, a partir dos anos 1950. Eles buscavam empregos e melhores condições de educação e saúde.

A criação das cooperativas, na tradição associativista dos imigrantes europeus, foi fundamental para a transformação do Paraná em uma potencia agroindustrial.

.

 

Mas foi só nos anos 1970 que o estado realmente começou a se industrializar. A primeira fase foi na agroindústria, com as cooperativas que aproveitavam a produção rural. E progressivamente foram sendo instaladas fábricas de grande porte em áreas de material elétrico, comunicações, automobilística e refinarias de petróleo, na região metropolitana de Curitiba..

 

 

É importante lembrar que o paraná que existe hoje foi construído ao longo do tempo, com muito trabalho dos antepassados, e de muitos outros povos. E por isso o Paraná é conhecido como “A Terra de todas as gentes”..

Conheça o grupo “Memória Paranaense” no Facebook: clique aqui e depois clique em “participar do grupo”.  E veja também todos os grupos de memória das cidades paranaenses.

.

 

Clique aqui  para encontrar outras publicações desta coluna.

 

Clique aqui  para abrir a nossa outra coluna, “Sua Comunicação”  neste portal.

 

Contato com José Wille

 

jose.wille

Última rodada define os semifinalistas do segundo turno do Paranaense

A última rodada da fase de grupos da Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Campeonato Paranaense 2019, acontece neste domingo (31). Todas as partidas acontecem simultaneamente, às 16h, e o único duelo televisionado será o clássico entre Coritiba e Paraná.

Pelo Grupo A, o Athletico é o líder, com 12 pontos,e já está classificado para as semifinais da competição. Com isso, o técnico Rafael Guanaes deve poupar diversos titulares no time de aspirantes contra o Londrina. Com 8 pontos, o Tubarão é o segundo colocado e a vitória garante vaga no mata-mata.

Já o Operário, terceiro lugar, torce para um tropeço do LEC além de precisar do triunfo sobre o Foz, fora de casa, para avançar no torneio. Já o time do oeste, com quatro pontos, assim como Toledo (2) e Maringá (0) não tem chances de classificação.

Veja também: Taça Krüger tem os cinco piores públicos do Paranaense 2019

A disputa está mais acirrada no Grupo B, com cinco times lutando por duas vagas.

O Coritiba e Rio Branco entram em campo como líderes, com sete pontos cada. Com um ponto a menos, Paraná, Cascavel CR e Cianorte também sonham em estar na semifinal, marcada para a próxima quarta-feira (3).

Confira os confrontos deste domingo (31), às 16h:

Grupo A

Londrina x Athletico – Estádio do Café

Foz x Operário – Estádio do ABC

Maringá x Toledo – Estádio Willie Davids.

Grupo B

Coritiba x Paraná – Estádio do Pinhão

FC Cascavel x Cascavel CR – Estádio Olímpico Regional

Rio Branco x Cianorte – Estradinha

CBF define datas e horários da segunda fase da Copa do Brasil 2019

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu as datas e horários dos confrontos da segunda fase da Copa do Brasil nesta sexta-feira (15). Com a eliminação do Coritiba, restaram três times paranaenses no torneio nacional: Foz do Iguaçu, Londrina e Paraná, sendo que Tubarão e Tricolor duelam entre si.

Os 40 clubes presentes nessa etapa fazem jogo único. Ao contrário da primeira fase, a equipe visitante não tem a vantagem do empate. Ou seja, se a igualdade permanecer no placar durante os 90 minutos, o vencedor será definido nos pênaltis.

Até aqui, os times já lucraram R$ 1,15 milhão – R$ 525 mil por participar do primeiro jogo e mais R$ 625 mil por terem vencido. Nesta fase, os vencedores vão faturar mais R$ 1,5 milhão.

Confira todos os duelos:

19/02 – terça-feira

Londrina x Paraná – Estádio do Café – 19h15.

20/02 – quarta-feira 

Luverdense x Figueirense – Passo das Emas – 19h15.

Corinthians x Avenida-RS – Arena Corinthians – 21h30.

Serra-ES x Vasco – Kleber Andrade – 21h30.

Santa Cruz x Náutico – Arruda – 21h30.

21/02 – quinta-feira

Criciúma x Oeste – Heriberto Hulse – 19h15.

21h30 – Goiás x CRB – Hailé Pinheiro – 21h30.

26/02 – terça-feira

Atlético-CE x Atlético-GO – Presidente Vargas – 21h30.

27/02 – quarta-feira

Bragantino-PA x Aparecidense – Diogão – 15h30.

Foz do Iguaçu x Ceará – Estádio ABC – 19h15.

URT-MG x Vila Nova – Zama Maciel – 20h30.

Botafogo x Cuiabá – Nilton Santos – 21h30.

28/02 – quinta-feira

Tombense-MG x Botafogo-PB – Antônio Guimarães de Almeida – 19h15.

Juventude x América-MG – Alfredo Jaconi – 21h30.

06/03 – quarta-feira

Santa Cruz-RN x Bahia – Arena das Dunas – 19h15.

Fluminense x Ypiranga-RS – Maracanã – 21h30.

Mixto-MT x Chapecoense – Arena Pantanal – 21h30.

07/03 – quinta-feira

Avaí x Brasil de Pelotas – Ressacada – 19h15.ABC x Moto Club – Frasqueirão – 20h30.

Santos x América-RN – Pacaembu – 21h30.

Foz vence Boa Esporte e avança na Copa do Brasil

O Foz do Iguaçu venceu o Boa Esporte por 1 a 0 nesta quarta-feira (6) e foi o primeiro time paranaense classificado para a segunda fase da Copa do Brasil. A equipe comandada pelo técnico Negreiros contou com o gol do meia Douglas, de cabeça e aos 20 minutos da etapa final, para avançar no torneio e conquistar o primeiro triunfo no ano. O próximo adversário será o Ceará, que eliminou o Central após o empate por 1 a 1. A data do confronto ainda será definido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A vitória sobre os mineiros pode dar o ânimo necessário para a sequência do ano e o respiro financeiro, já que o clube embolsou R$ 625 mil com a classificação. Considerando que o time já lucrou R$ 525 mil por participar desse primeiro duelo, a equipe já soma R$ 1,150 milhão por participar do maior campeonato mata-mata do país.

O Foz nem sequer havia marcado um gol em 2019. No primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019, a Taça Barcímio Sicupira, a equipe é a última colocada do Grupo A com um ponto. Nos cinco jogos do Estadual até aqui, são quatro derrotas e apenas um empate com 12 gols sofridos e nenhum feito.

O Foz se prepara agora para enfrentar o Rio Branco. A partida está marcada para o próximo domingo (10), às 17h, na Estradinha, em Paranaguá. No mesmo dia, só que às 10h30, o Boa Esporte, sétimo colocado do Campeonato Mineiro, recebe o Tombense.

Paraná empata com Maringá fora de casa; Foz e Cianorte também não saem do zero

O Paraná Clube empatou com o Maringá por 0 a 0 neste domingo (27), pela terceira rodada da Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019. Outros dois empates sem gols marcaram a rodada: Foz do Iguaçu e Cianorte não marcaram nenhum gol, assim como Coritiba e Toledo.

O Tricolor vai sendo marcado pela oscilação, somando esse empate, uma vitória (4 a 0 sobre o Foz) e uma derrota (1 a 0 diante o Operário na estreia) nos três jogos até aqui. Entretanto, com quatro pontos conquistados, o time comandado por Dado Cavalcanti é o terceiro colocado do Grupo B.

“O nosso primeiro tempo hoje foi abaixo. O adversário teve chances, o Thiago [Rodrigues, goleiro] segurou bem e não agredimos. No segundo o time melhorou, mas penso que um tempo desse jogo aqui deixou muito a desejar”, disse o comandante paranista após o jogo.

Na próxima rodada, o Paraná vai enfrentar o Toledo no estádio 14 de Dezembro, sendo que o treinador paranista ajá declarou que deve ter muitas mudanças no time titular para poupar fisicamente o elenco. “Vou mudar para oxigenar o nosso grupo”, adiantou Dado.

O jogo está marcado para quarta-feira (30), às 20h. No mesmo dia e horário, o Maringá encara o Cianorte no estádio Albino Turbay e o Foz recebe o Cascavel CR no ABC.

Maringá e Cianorte somaram seus terceiros empates no Estadual e aparecem na quinta posição dos seus grupos – A e B, respectivamente. Na chave do Maringá, o Foz amarga a lanterna com um ponto ganho, dois a menos do que o Maringá.