Tempo segue gelado e não há previsão de esquentar nos próximos dias

Final de semana será gelado em todo o Paraná. As temperaturas não devem subir nem mesmo durante a semana.

Segundo o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), com exceção do noroeste do estado, norte e região do litoral, os termômetros registraram temperaturas abaixo de 10º , na madrugada deste sábado (23).

Em Curitiba, a mínima registrada foi de 9.9°, perto das 6h. A temperatura mais baixa registrada no Estado foi  em Telêmaco Borba, com 4,9°C.

Na capital máxima prevista pra hoje  é de 17º. O tempo segue com nebulosidade e o sol deve aparecer pouco e timidamente durante o dia. Domingo deve seguir da mesma forma, com mínima prevista de 9° e máxima de 18º.

Ainda segundo o Simepar, os termômetros não devem subir durante a semana, mas, apesar do frio, não há previsão de geada para os próximos dias.

 

 

 

O frio é um dos maiores aliados para a queima calórica

Com o frio surgem as comidinhas mais quentes e calóricas e também a preguiça. Combinação perfeita para uns quilinhos a mais na balança. Para chegar com saúde e em forma para o verão o ideal é aproveitar o frio como um verdadeiro aliado e não como um inimigo na queima calórica.

As mudanças fisiológicas que ocorrem no organismo com o frio podem potencializar a queima calórica, pois o organismo precisa de mais energia para se manter aquecido. Para quem quer queimar umas gordurinhas, a hora de começar é agora. Exercício aliado a uma alimentação saudável e o clima frio é sucesso garantido.

Antes de iniciar uma atividade física, é imprescindível que se passe por um exame médico e por uma avaliação física, com eletrocardiograma, pois, só com esta avaliação é que o professor poderá ter informações que serão a base da construção de treinos individualizados. “As avaliações físicas são obrigatórias para todos os alunos, porque é só por meio delas que podemos ter os cuidados necessários em cada um dos treinos elaborados”, afirma Anderson Lorenzatto, proprietário da Academia Corpus.

Academias estão desenvolvendo métodos para que os alunos tenham disposição nessa época do ano e não parem as atividades. “Estávamos procurando uma forma inovadora de trazer ainda mais resultados e saúde para nossos alunos. E desta procura nasceu o Corpus Método, que é um conjunto de processos e técnicas que proporcionam formas mais seguras e eficazes de prescrever e monitorar os exercícios, melhorando a qualidade de vida, saúde e, consequentemente, o bem-estar geral do aluno”, explica Lorenzatto.

O Método é eficaz para todos, mas principalmente para idosos, obesos, hipertensos, cardiopatas, gestantes e diabéticos. Segundo Lorenzatto, como a montagem do treino tem todo um embasamento clínico e médico, a segurança é exponencial. “Os exercícios serão mais que personalizados, serão montados e indicados com base no histórico de informações do aluno, com as frequências e ritmos adequados, para que o objetivo individual seja alcançado com 100% de preservação da saúde do aluno. Então a melhor alternativa é aproveitar o inverno e investir em seu maior bem, a sua saúde”, completa o empresário.

frio pessoas em situação de rua fas atendimento estendido Foto Ricardo MarajóArquivoFAS

Curitiba tem recorde no acolhimento de moradores de rua por causa do frio

Os abrigos da Prefeitura de Curitiba atenderam 519 pessoas em situação de rua na noite de quarta-feira (14) e madrugada desta quinta-feira (15). Segundo a administração municipal, foi o maior número de acolhimento registrado desde o início da Ação Inverno – Curitiba que Acolhe, em 20 de maio, quando a Fundação de Ação Social (FAS) passou a intensificar o trabalho de resgate nas ruas.

Com previsão de mais uma noite gelada, a medida será adotada novamente nesta quinta-feira (15) e madrugada de sexta-feira (16).

O recorde de acolhimento até então tinha sido no dia 5 de agosto quando Curitiba registrou a temperatura mínima de 6.1 graus e 498 pessoas dormiram nos abrigos do município. O número de pessoas atendidas nesse dia foi maior até que em 5 de julho (496), quando foram registradas as menores temperaturas deste inverno na cidade, -1 grau, com sensação térmica de -4 graus.

Em noites mais quentes, o número de atendimentos é de 350 pessoas por noite.

Procura espontânea

A maioria das pessoas atendidas durante a noite de quarta e madruga desta quinta (404) procurou espontaneamente os abrigos, onde podem dormir em camas aquecidos com cobertores, tomar banho quente, receber roupas limpas e se alimentar, à noite e pela manhã.

As outras 115 pessoas atendidas foram encontradas pelas equipes da FAS, que percorrem toda a cidade para oferecer acolhimento, e aceitaram ser levadas para as unidades.

Das 18h às 6h, os educadores sociais fizeram 185 abordagens nas ruas, sendo que 145 delas foram solicitadas por meio da Central 156 ou pelo aplicativo Curitiba 156. Em 39 pedidos, as equipes se deslocaram até o endereço indicado, mas não encontraram ninguém.

Apesar do frio, 66 pessoas se recusaram a seguir com as equipes para as unidades de acolhimento e preferiram ficar nas ruas.

Durante as abordagens, os educadores sociais convenceram quatro pessoas a voltar para suas famílias. Apesar do frio, ninguém precisou de atendimento médico.

Outras cinco pessoas foram acolhidas nos abrigos onde existem canis, por estarem com cães de estimação, três delas foram encaminhadas pelas equipes da FAS e duas buscaram o serviço espontaneamente.

*Com informações da SMCS*

Massa de ar frio já tem data para ir embora do Paraná

A região Sul terá mais um dia de frio hoje. A massa de ar frio e seco que derrubou as temperaturas no fim de semana começa a se afastar e as temperaturas começam a subir a partir de amanhã.

Ontem, a temperatura mais baixa no Paraná foi registrada em São Mateus do Sul, no sul do estado: -4,1 ºC. Segundo o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), foram registradas temperaturas negativas em várias regiões, principalmente entre os Campos Gerais e o centro-sul do estado. Geadas foram observadas na região de Curitiba.

A mínima ontem na capital foi de 2 ºC. Entre as regiões leste e norte do estado, houve uma grande concentração de nuvens e as temperaturas variaram de 9 ºC a 15 ºC. A máxima registrada no estado foi de 22 ºC, na região noroeste. Para hoje, a previsão é de mínima de 2 ºC e máxima de 15 ºC em Curitiba.

A temperatura mais baixa prevista é para a região central. Em Guarapuava, a mínima deverá chegar a 1 ºC negativo. As cidades do sul do estado deverão registrar 0 ºC durante a madrugada. A FAS (Fundação de Ação Social) reforçou o atendimento a pessoas em situação de rua na quinta-feira e o trabalho será feito até a noite de hoje em Curitiba. O reforço é feito nas noites em que a temperatura é de 9ºC ou menos

Paraná registra temperaturas negativas neste sábado

O final de semana começou gelado em todo o Estado e com temperaturas negativas. Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná – Simepar, a temperatura mínima registrada foi em São Mateus do Sul, na região sul do Paraná, com -1.9º. As regiões de Guarapuava e Palmas registraram -1.4º durante a madrugada.

Já a capital amanheceu com mínima de 4º e a temperatura não passa dos 15º. Não há previsão de chuva pra Curitiba e o tempo deve seguir firme e aberto.

Esta é a segunda onda de frio intenso desde o início do ano.

Na última quinta-feira, o Simepar chegou a emitir um alerta de neve e chuva congelada, para as regiões mais frias do Estado, mas a previsão não se confirmou. Apesar do alerta, não foram registradas ocorrências de geada nesta amanhã.

O domingo deve seguir bem frio em todas regiões. A mínima prevista para Curitiba é de 4º, enquanto a máxima não deve passar dos 11º.

 

 

frio geada neve curitiba paraná

Com chances de neve, Paraná sofre com frio no final de semana

Uma frente fria, perseguida por uma massa de ar polar, faz as temperaturas do Paraná despencarem nesta sexta-feira (2). O frio previsto será tão intenso que existe até chance até de neve na região sul, principalmente nas cidades mais geladas como Palmas e General Carneiro. A possibilidade é que o evento ocorra na noite desta sexta ou até mesmo no sábado (3), antes do frio se afastar daquela faixa do estado.

A previsão do Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná) ainda revela que as geadas devem ser frequentes em todo o estado no domingo. Depois disso, a frente fria segue para as regiões Sudeste e Centro-Oeste e os termômetros voltam a subir.

Em Curitiba, a neve não deve marcar presença por causa do alto volume de chuva previsto. Entretanto, a precipitação abre uma pequena possibilidade de chuva congelada. O fenômeno é marcado pelas gotas da chuva se transformarem em pequenos flocos de gelo.

A meteorologista Ana Beatriz Porto, do Simepar, ressalta que é difícil ter certeza de qualquer ocorrência pela variação das condições.

“A frente fria traz a chuva e a massa de ar polar traz o frio, mas esses fenômenos dependem de muitos fatores para ocorrer. É mais favorável ter o evento de neve do que a chuva congelada na capital”, diz.

PREVISÃO DO TEMPO NESTA SEXTA

De acordo com a previsão do Simepar, Curitiba deve ter mínima de 9ºC e máxima de 19ºC nesta sexta-feira.

O frio também dá as caras no litoral, mas com menos força pela umidade. Os termômetros em Paranaguá devem girar entre 12ºC e 18ºC.

Já no norte e noroeste, as temperaturas caem nesta sexta e despencam no sábado e domingo. A mínima prevista para Londrina é de 12ºC e a máxima chega aos 26ºC nesta sexta. Já em Cascavel, a mínima será de 4ºC e a máxima de 15ºC.

Por fim, no oeste, Foz do Iguaçu deve ter algumas pancadas de chuva ao longo do dia, com as temperaturas variando entre 5ºC e 18ºC.

 

frio pessoas em situação de rua fas atendimento estendido Foto Ricardo MarajóArquivoFAS

Frio retorna e condição das pessoas em situação de rua volta a preocupar

Com o retorno do frio, as equipes que realizam abordagens a pessoas em situação de rua em Curitiba voltam a trabalhar em regime estendido a partir desta segunda-feira (15). Até quarta-feira (17), o trabalho da Fundação de Ação Social (FAS) será realizado das 18h às 22h.

O Instituto Simepar prevê mínimas de o 8°C para amanhã (16) e de apenas 4°C para quarta-feira (17). O atendimento às pessoas em situação de rua é ampliado sempre que a mínima prevista é inferior a 10°C. A medida pode ser estendida dependendo da previsão do tempo para os próximos dias.

Ao todo, 12 equipes da FAS estarão nas ruas para fazer as abordagens. O grupos são formados por educadores sociais e funcionários de apoio. Eles percorrem as ruas da cidade em busca de pessoas que estejam desprotegidas, para oferecer acolhimento nas unidades do município. As equipes também checam os pedidos de apoio registrados por meio da Central 156.

Quem procura os centro de acolhimento espontaneamente também encontrarão um regime de trabalho estendido. Todas as casas de passagem vão receber as pessoas em situação de rua até as 23h. Em dias normais, as portas se fecham às 21h.

Serviços

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, mais de 60% da população em situação de rua de Curitiba está concentrada na regional Matriz. Por isso, as equipes concentram os trabalhos desde as Ruínas São Francisco até a Praça Santos Andrade.

Os grupos passam também pelas praças do Japão, Rui Barbosa, Espanha, Osório, Carlos Gomes, Tiradentes, Santos Dumont, Generoso Marques, 29 de Março, 19 de Dezembro. Os outros pontos mapeados são Rodoferroviária, Viaduto do Capanema, Mercado Municipal e Passeio Público.

As unidades da FAS oferecem à população banho quente, cama para dormir, agasalhos e alimentação (na chegada e na saída, no início da manhã). São, ao todo, 1.200 vagas de acolhimento.

Pessoas em situação de rua que têm animais de estimação também são abrigadas nas casas de passagem Jardim Botânico e Bairro Novo, que têm canis e alimentação para cães.

*Com informações da Prefeitura de Curitiba

Massa de ar frio se afasta e temperaturas voltam a subir nesta semana

Várias regiões do Paraná sofreram com temperaturas negativas no final de semana. Na madrugada desta segunda-feira (8), as menores temperaturas foram registradas em General Carneiro com -5,2 °C, em São Mateus do Sul -3,4 °C e em União da Vitória -2,7 °C.

A partir de hoje o frio intenso vai perder força, segundo a previsão do Simepar. O clima começa a esquentar a partir desta terça-feira (9) com o afastamento do núcleo de massa de ar frio e seco do continente. Nas regiões Sul, Central e Campos Gerais geadas ainda estão previstas geadas.

Segundo o Simepar, em Curitiba, a mínima prevista é de 2ºC e máxima é 16ºC nesta segunda-feira e segue subindo até o final de semana. No domingo, a máxima prevista é de 22ºC e mínima de 10ºC.

Em Londrina, no Norte do Paraná, a máxima para hoje é de 19ºC e deve chegar a 24ºC no final de semana.

Situação semelhante acontece em Foz do Iguaçu, com a temperatura máxima variando entre 20ºC e 26ºC e a mínima entre 4ºC e 16ºC.

O frio deve retornar com força apenas na terceira semana de julho com a chegada de uma nova massa de ar polar.

Domingo tem geada em várias regiões do Paraná

A manhã deste domingo (07) foi gelada em todo o Paraná, com formação de geada em diversas regiões do estado.

Em Curitiba, a mínima chegou a -0,1o C, segundo o Simepar. A estação meteorológica que fica em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, registrou -2,2o C, entre as 07 horas e as 08 horas da manhã.

A menor temperatura do estado na manhã deste domingo foi -5,3o C, em General Carneiro e em São Mateus do Sul.

Nesta segunda-feira (08), a massa de ar frio continua atuando sobre todo o estado e tem previsão de geada em grande parte do Paraná. Em Curitiba, a mínima deve ser de 4oC e a máxima de 14oC.

 

 

Madrugada mais fria do ano tem registro de -4,8°C no PR

O Paraná amanheceu com temperaturas negativas nas regiões Oeste, Sudoeste, nos Campos Gerais e na Grande Curitiba  neste sábado. A expectativa, segundo o Simepar, é que a massa de ar frio e seco avance pelo Estado e provoque mais geadas no domingo.

Na madrugada, por volta das 2h, os termômetros registraram negativas em São Mateus do Sul -1,0 ºC, Palmas -1,7 ºC, Inácio Martins -2,2 ºC, Clevelândia -2,5 ºC, Cascavel -0,3 ºC, Pinhão -2,6 ºC, Guarapuava -1,7 ºC e Lapa -0,5 ºC.

As menores temperaturas foram registradas em Entre Rios -4,8 ºC, Guarapuava -4,4 ºC, Clevelândia -4,2 ºC e Cascavel -4,0ºC, o que marca a madrugada mais fria do ano no Paraná.

“O forte resfriamento invadiu todas as regiões paranaenses nesta madrugada e o céu sem nuvens ajudou a diminuir as temperaturas de uma forma muito expressiva, sendo a madrugada mais fria do ano até o momento”, comenta a meteorologista Ana Beatriz Porto da Silva.

Ver essa foto no Instagram

Olha como o Parque Barigui amanheceu hoje! ??? . Mande sua foto pra gente. Marque com as #camaracuritiba e #vcnacmc . . ?: @rodrigofonsecafotografo . . #pracegover: sequência de 6 fotografias que mostram como o dia amanheceu no parque Barigui. Na primeira e na segunda, um banco com superfície de gelo. Na terceira e na quinta, pessoas com frio. Na quarta, uma capivara ao lado do lago. Na sexta e na sétima, as paisagens do local. . . . #camaracuritiba #CMCnaRUA #CMC #sigacuritiba #curitiba #curitibando #cwb #curitibacult #curitibacool #curitibaturismo #curitilover #moraremctba #vcnacmc #xvcuritiba #cenacuritiba #curitiba_trip #curitiba_pmc #curitibasualinda #curitiba360 #curitibaexclusiva #visitcuritiba

Uma publicação compartilhada por Câmara Municipal de Curitiba (@camaradecuritiba) em

Previsão de geadas para as próximas 48 horas: