Nasa informa que a lua tem dois depósitos de gelo

A agência espacial dos Estados Unidos, a Nasa, informou que foram identificados dois polos na lua que comprovam a existência de superfícies de gelo. São áreas mais escuras, distribuídas de forma irregular e que têm características de formações antigas e distintas.

No pólo sul, a maior parte do gelo se concentra em crateras lunares, enquanto no norte é mais distribuído, embora em menor quantidade.

O trabalho foi realizado por cientistas da Universidade do Havaí, Brown University e do Centro de Pesquisas da Nasa. A equipe é liderada pelos pesquisadores Shuai Li, da Universidade do Havaí e Brown University, e Richard Elphic, da Nasa.

Os pesquisadores utilizaram dados captados por um instrumento denominado Moon Mineralogy Mapper (M3), da Nasa, que identificou aspectos específicos sobre a existência de gelo, água e vapor.

Disposto na nave não tripulada Chandrayaan-1, lançada em 2008, o M3 foi capaz de identificar a presença de gelo sólido na lua, coletando informações que distinguem água líquida, vapor e gelo sólido.

Segundo a Nasa, a maior parte do gelo descoberto está nas crateras, do lado norte, pois ali as temperaturas são baixíssimas por causa da inclinação do eixo de rotação da lua, uma vez que a luz não chega a essa região. No caso do lado sul, a formação de gelo pode ser explicada por outros fenômenos, como o movimento do sistema solar.

Sobe para 1.192 o número de casas danificadas pelo granizo em Sengés

 

Subiu para 1.192 o número de casas danificadas pela chuva que atingiu Sengés, nos Campos Gerais, na tarde desta segunda-feira (30). De acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil do Paraná, 4.783 pessoas foram afetadas.

Diversos prédios públicos foram danificados com a chuva de granizo que atingiu Sengés, nos Campos Gerais. Foram atingidas seis escolas, um hospital, uma delegacia, um CRAS, a sede da Prefeitura, três Postos de Saúde, o Barracão da Terceira Idade, a Farmácia Popular, além do prédio da Câmara Municipal, que ficou destruído. Com o peso do granizo, o telhado desabou e a estrutura não resistiu. Como o legislativo municipal está recesso, não havia ninguém no imóvel e não há registro de feridos.

O secretário de transporte de Sengés, Tony Mathias, disse que a prefeitura vai decretar estado de emergência.

Um núcleo de atendimento às famílias foi montado pela prefeitura no barracão da igreja matriz. A cidade está aceitando doações de cobertores, colchões, água e alimentos não-perecíveis. A Defesa Civil do Paraná distribuiu lonas aos moradores atingidos.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado. Parte do efetivo foi deslocado de outras cidades como Telêmaco Borba, Ponta Grossa e Jaguariaíva. Segundo o Instituto Meteorológico do Paraná, por volta das 16h40 uma forte área de instabilidade provocou a tempestade com precipitação de granizo. O secretário disse que tudo aconteceu muito rápido. “Foi questão de 8 ou 10 minutos de chuva. Caiu pedra do tamanho de ovos”, afirma Mathias.

No último fim de semana, a chuva atingiu Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), e deixou 1.000 casas danificadas. Guaratuba, Piên e Rio Negro também sofreram com as tempestades e tiveram casas atingidas.

Além disso, Doutor Ulysses e Tunas do Paraná, também na RMC, registraram chuva forte, mas não há informações sobre danos.

Pista de patinação no gelo tem performances dos anos 60 ao longo do mês

A partir desta segunda-feira (3), a pista de patinação no gelo do ParkShopping Barigui será transformada em um grande palco para apresentações artísticas.

Os shows, comandados pelo coreógrafo Cleber Reikdal, da companhia Footwork, serão realizados às 20h nas segundas, quartas e sextas.

Cleber preparou três coreografias inéditas para cada dia de espetáculo. Na segunda-feira, um trio de bailarinas se apresentará aos embalos das músicas da década de 1960.

Já na quarta-feira, um grupo de seis artistas veste os patins para o espetáculo no ritmo de pop ao som de Sou Luna e Violetta. Por fim, as apresentações de sexta-feira reúnem uma turma de 12 bailarinos que irão contar histórias do universo dos contos de fada, por meio da dança e patinação.

Além disso, os clientes também poderão aperfeiçoar as habilidades na pista de patinação no gelo ou aprender novas técnicas com o professor Cleber. As aulas são realizadas nas quartas e sextas, das 9h30 às 10h30.

O preço é variado: de uma a três aulas, o custo é de R$ 75,00 a aula; de quatro a sete aulas, o custo é de R$ 68,00 cada aula, e acima de oito aulas, o custo é de R$ 60,00 cada aula.

As inscrições podem ser feitas na pista de patinação, que funciona de segunda a sexta-feira, das 11h às 23h, sábados, das 10h às 22h, e domingos, das 12h às 21h.

Paraná amanhece com geada

Nesta quarta-feira (8), uma forte massa de ar de origem polar com deslocamento continental desde o Norte da Argentina avança sobre as regiões paranaenses com frio intenso e previsão de geadas para a maior parte do Estado. Em Curitiba, a mínima é de 3°C e a máxima é de 12°C. Várias regiões do Estado amanheceram com geada, inclusive em Curitiba. No Parque Cachoeira, em Araucária, Região Metropolitana, o gramado congelou.

“O ar frio e seco avançou por todas as regiões paranaenses durante as últimas horas e com isso provocou uma queda muito acentuada nas temperaturas em todos os municípios do Paraná. A forte massa de ar e seco que se desloca sobre a região Sul do Brasil, além de favorecer o declínio das temperaturas também provocou a formação de geadas nas diversas áreas do Estado. Mesmo com o predomínio do Sol, o tempo vai continuar frio e com baixos índices de umidade do ar durante o dia. E logo ao anoitecer, as temperaturas voltam a apresentar queda expressiva, ou seja, o frio volta a ser rigoroso no Paraná”, diz a previsão do Simepar.