Jean - São Paulo - violência doméstica

São Paulo irá rescindir contrato com Jean após prisão por violência doméstica

O São Paulo Futebol Clube anunciou em nota na noite desta quarta-feira (18), que irá rescindir o contrato com o goleiro Jean Paulo Fernandes Filho, assim que acabar o período de férias do goleiro.

Jean foi preso pelas autoridades norte-americanas nesta quarta em Orlando, nos Estados Unidos, após agredir com socos sua esposa. O goleiro ainda mandou mensagens ameaçando a companheira e citando que ela “estragou sua carreira” e que irá causar “que suas filhas passem fome”.

A nota do São Paulo reforçou que o comportamento de Jean foi inaceitável e não condiz com os valores defendidos pela equipe.

“O jogador de futebol é exemplo para a sociedade – forma opinião e influencia comportamento – e por isso tem de ter consciência daquilo que representa pelo que faz não só dentro, mas também fora de campo, e consequentemente da responsabilidade que carrega”, aponta um trecho do pronunciamento da equipe.

Além disso, o São Paulo também pediu aos seus torcedores que não comparem o caso de Jean com o do zagueiro Arboleda. O equatoriano teve uma foto postada com um jogador compatriota no qual vestia uma camisa do Palmeiras, um dos maiores rivais da equipe.

“Os episódios não se equiparam, têm grandezas e gravidades completamente diferentes e não devem ser objetos de discussões simultâneas. O caso sobre o qual se trata aqui faz referência aos mais importantes valores da vida humana em sociedade, enquanto o outro, perto disso, é um detalhe que aborrece a instituição, mas que será tratado internamente”, finaliza o clube em seu pronunciamento.

Jean chegou ao São Paulo em 2017, após ser adquirido junto ao Bahia por R$ 6 milhões. O goleiro nunca se firmou como titular da equipe, sendo preterido por Sidão naquela temporada e por Tiago Volpi neste ano. Seu contrato com a equipe tricolor vai até 31 de dezembro de 2023.

goleiro jean é preso nos eua após denuncia de agressão contra mulher

Acusado de agredir esposa, Jean, do São Paulo, é preso nos EUA

O goleiro Jean, do São Paulo, está preso nos Estados Unidos após ter sido acusado pela esposa, Milena Bemfica, de tê-la agredido.

O goleiro de 24 anos consta como “pré-sentenciado” no sistema da polícia do condado de Orange, na Flórida, por violência doméstica. A informação sobre a prisão foi publicada inicialmente pelo site Globoesporte.com e confirmada pela reportagem.

Na madrugada desta quarta (18), Milena publicou três vídeos em seu Instagram em que afirmou estar trancada num banheiro em Orlando e que ele havia acabado de machucá-la. No vídeo, a mulher aparece com o rosto ferido, e é possível ouvir uma voz ao fundo, que ela diz ser do atleta, do outro lado da porta.

Na sequência dos vídeos, Milena publicou uma cópia de mensagens que teria recebido do jogador, também pela rede social, na qual Jean diz que a mulher acabou com sua carreira e por isso “suas filhas vão passar fome”. “Pressão psicológica pós-agressão”, declarou Milena.

Procurada, a assessoria de imprensa do jogador diz que aguarda mais informações sobre o caso e ainda não sabe se ele irá se pronunciar. O São Paulo emitiu um comunicado dizendo que acompanha o caso e “aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis”.

goleiro jean é preso nos eua nota spfc
Reprodução/Instagram

Mais tarde, Milena apagou os vídeos e as mensagens iniciais e fez novas postagens. Nelas, diz que é de madrugada em Orlando, que já está em outro lugar e a salvo. “Já passou. Estou com as meninas [as filhas]. Depois eu vou me pronunciar”, afirmou ela, que também declarou estar sem telefone celular para se comunicar.

O casal tem duas filhas e passava férias em Orlando, nos Estados Unidos.

No São Paulo desde 2018, Jean já teve problemas internos no clube. Desentendeu-se com o goleiro Sidão, então titular, pelas redes sociais, em março do ano passado.

O fato ocorreu pouco depois de Jean falhar durante a partida contra o São Caetano, pelo Campeonato Paulista. No dia seguinte, Sidão postou um vídeo no seu Instagram com defesas suas pela equipe (então, ele estava lesionado e afirmou que era uma comemoração por sua recuperação). No treino, o reserva foi tirar satisfação pessoalmente com o companheiro, e o caso gerou grande mal-estar no elenco.

Um ano depois, Jean foi afastado dos treinos e multado após deixar uma reunião comandada pelo então técnico interino Vagner Mancini. Ele disse ter sido perseguido pelo treinador e cobrado por tomar banho após partida contra o Palmeiras, derrota por 2 a 0.

goleiro jean são paulo Milena Bemfica

Mulher do goleiro Jean, do São Paulo, acusa jogador de agressão

Milena Bemfica, mulher do goleiro Jean Paulo, reserva do São Paulo, acusou o jogador de agressão.

Em vídeos publicados na madrugada desta quarta-feira (18), ela relatou o ocorrido e pediu “justiça”.

“Gente, eu estou aqui em Orlando (EUA) e olha o que Jean acabou de fazer comigo. Alguém me ajude, Jean acabou de me bater. Minha mãe, calma, eu estou bem. Mas olha para isso. Jean, goleiro do São Paulo, olha o que ele fez comigo. Eu quero justiça, eu quero justiça. Eu estou trancada no banheiro e olhe o que ele está fazendo comigo”, disse.

No momento em que ela diz estar no banheiro, é possível ouvir uma voz que seria do jogador dizendo “você vai fazer isso com a sua filha?”.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Jean informou que ele deve se pronunciar sobre o caso, mas que não há previsão de horário.

O clube com o qual o jogador tem contrato até o fim de 2022 emitiu um comunicado oficial: “O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis. Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles.”

Em outro post no stories, ela mostrou uma conversa por mensagem com o goleiro no Instagram. “Eu sempre estive com você. Você não pode virar as costas pra mim assim… sem me ouvir”, escreveu ela. “Parabéns. Terminou com a minha carreira. E suas filhas vão passar fome”, respondeu ele.

O casal está de férias em Orlando, nos Estados Unidos, com as duas filhas. Mais tarde, Milena apagou os vídeos e postou duas novas declarações.

“Como tem muita gente preocupada comigo e eu estou sem celular, estou em outro lugar, já passou. Estou com as meninas. Depois eu vou me pronunciar. Só estou falando porque tem muita gente falando comigo e eu estou sem celular, sem WhatsApp, estou incomunicável, sem celular”, disse ela, que evitou exibir o lado direito do rosto, que estava com uma marca roxa nos vídeos apagados.

Jean chegou ao São Paulo em 2018, vindo do Bahia, e já viveu alguns problemas no clube. No ano passado, em seus primeiros meses no clube, ele e Sidão, que era titular, se desentenderam nas redes sociais e foi preciso uma reunião com a comissão técnica para resolver o assunto.

Em outra ocasião, descontente com reserva, o goleiro abandonou uma reunião comandada pelo então técnico interino Vagner Mancini e acabou afastado dos treinos regulares.

Rodolfo

Ex-goleiro do Athletico é pego no doping e suspeita é uso de cocaína

O goleiro Rodolfo, do Fluminense, foi pego no exame antidoping da Conmebol e a suspeita é de uso de cocaína. O exame foi feito após o jogo contra o Atlético Nacional, pela Sul-Americana, no dia 23 de maio.

O jogador de 28 anos foi revelado pelo Paraná Clube e tem passagem pelo Athletico. Aliás, o goleiro atuou na Arena da Baixada no dia 2 de junho. O Rubro-Negro derrotou os cariocas por 3 a 0 pela 7.ª rodada do Brasileirão 2019.

RECORRENTE

Essa não é a primeira vez que Rodolfo tem problema no futebol pela droga. Em 2012, quando ainda defendia o Furacão na Série B, ele ficou suspenso por dois anos e só voltou a atuar em 2014.

Ele começou essa temporada como titular, mas acabou perdendo a vaga para Agenor no time do técnico Fernando Diniz. Ou seja, isso pode ter sido um fator para uma suposta recaída.

Rodolfo abriu mão da contraprova. Isto é, ele aceita o resultado do primeiro exame e assume culpa. Por causa disso, ele fica suspenso automaticamente até o julgamento, que ainda será marcado.

O Fluminense divulgou uma nota declarando que ajudará o atleta. Confira o texto na íntegra:

“O Fluminense Football Club informa que o goleiro Rodolfo Alves de Melo foi flagrado no exame antidoping após a partida Fluminense x Atlético Nacional (COL), pela Sul-Americana, realizada em 23 de maio de 2019 no Maracanã. O clube e o atleta já realizaram uma reunião e uma petição foi apresentada à Conmebol, onde o jogador abriu mão da contraprova se colocando suspenso voluntariamente, para se dedicar exclusivamente à sua defesa. O Fluminense já colocou seu Departamento Jurídico à disposição do jogador que, por norma legal, teve o contrato de trabalho suspenso. A instituição dará todo o suporte necessário ao atleta.”

Neto

Goleiro revelado pelo Athletico fecha com o Barcelona

O goleiro Neto é o novo reforço do Barcelona. De acordo com informações do Mundo Deportivo e do Uol Esportes, o atleta de 29 anos, revelado pelo Athletico e campeão paranaense em 2009, acertou o contrato por cinco anos para jogar ao lado de Lionel Messi na Espanha.

A expectativa é que o clube confirme o negócio nas próximas semanas.

Em contrapartida, os catalães vão enviar o goleiro holandês Jasper Cillessen, de 30 anos e atual reserva de Ter Stegen, ao Valencia. Vale lembrar que o clube espanhol também vai disputar a Liga dos Campeões nesta próxima temporada.

HISTÓRICO

O atleta saiu do Furacão para a Fiorentina, da Itália, por cerca de 3,5 milhões de euros no início de 2011. Fez 101 jogos pela Viola e acabou saindo para a Juventus, onde ganhou experiência antes de se transferir ao Valencia por sete milhões de euros.

Neto ganhou destaque na Espanha com boas atuações nas duas últimas temporadas e ajudou o maior clube da Comunidade Valenciana a conquistar a Copa do Rei 18/19, justamente em cima do Barça.

Morre Gordon Banks, goleiro célebre por defesa do século em lance com Pelé

Morreu nesta terça-feira (12) aos 81 anos o inglês Gordon Banks, considerado um dos maiores goleiros da história. Campeão mundial em 1966, ele ficou famoso também pela defesa em cabeçada de Pelé na Copa de 1970.

No lance em questão, considerada a “defesa do século”, Gordon Banks parou uma cabeçada de Pelé no jogo disputado no dia 7 de junho de 1970, válido pela primeira fase daquele Mundial. O Brasil venceu o jogo por 1 a 0, gol de Jairzinho.

A causa da morte não foi divulgada. Desde dezembro de 2015 ele lutava contra um câncer renal.

Jairo, recordista de jogos do Coritiba, pede ajuda contra um câncer

Ídolo do Coritiba, o ex-goleiro Jairo do Nascimento pede ajuda dos torcedores para enfrentar um raro tipo de câncer no rim. O Sistema Único de Saúde (SUS) não cobre o tratamento, mas a família do ex-jogador vai pedir na Justiça o pagamento dos remédios. Segundo a família, a medicação custa R$ 300 diariamente, cerca de R$ 9 mil por mês. A campanha Defenda o Jairo é feita pelo site Vakinha.

Outra opção para quem quiser colaborar é o depósito bancário na Caixa Econômica Federal:

Conta Poupança 0581

Operação 013

00004157-4

Catarinense de Joinville, Jairo, 72 anos, foi o atleta que mais vestiu a camisa do Coritiba (440 jogos), onde conquistou o Campeonato Brasileiro (1985), o Torneio do Povo (1973) e seis vezes o Campeonato Paranaense (1972/73/74/75/76 e 1986). Revelado no Caxias de Joinville, o goleiro passou pelo Fluminense, antes de se consagrar pelo alviverde paranaense, e também fez história no Corinthians, com dois títulos paulistas (1977 e 1979) e uma invencibilidade que durou mais de 12 jogos consecutivos (1.132 minutos), um recorde na história do Campeonato Brasileiro. Em 2015, a história de Jairo Nascimento valeu um livro, a biografia Jairo — A Muralha Negra do Clube Coxa-Branca, do jornalista Guilherme Mattar.

O ex-jogador recebe atendimento no Hospital Erasto Gaertner.

Campeão da Copa do Brasil, Fábio agradece time paranaense que o revelou

O goleiro Fábio, campeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro nesta quarta-feira (17), agradeceu o União Bandeirante, time paranaense que o revelou para carreira no mundo da bola. Após a vitória, emocionado, Fábio concedeu uma entrevista na beira do gramado e demonstrou gratidão ao time de Bandeirantes, no norte do Paraná.

“Um abraço pra minha terra natal: Nobres. Aparecida do Taboado onde me descobriram. Agradecer o União Bandeirante, meu primeiro clube. Obrigada a todos que fizeram parte desta história que com muita luta e muita dedicação eu venho tocando dia após dia”, disse.

Fábio Deivson Lopes Maciel foi chamado para o futebol profissional quando ainda era adolescente no interior do Mato Grosso. Aos 17 anos, o goleiro recebeu de um olheiro o convite para treinar em clube tradicional do interior paranaense: o União Bandeirante, de Bandeirantes, norte do estado (cinco vezes vice-campeão estadual, o União foi extinto em 2006).

Do União, Fábio saltou para o Atlético-PR, onde integrou o elenco que conquistou o Campeonato Paranaense de 1998 (Flávio foi o titular). No ano seguinte, o goleiro embarcou por empréstimo para o Cruzeiro. Pouco aproveitado, porém, retornou ao time de Bandeirantes, que o emprestou ao Vasco.

Após quatro anos na equipe vascaína, Fábio assinou definitivamente com Cruzeiro, em 2005. Nestas duas passagens, 795 partidas e, além dos títulos da Copa do Brasil, o bicampeonato brasileiro em 2003/04.

STJD multa Atlético-PR e multa goleiro Santos por uso de celular

Após ter sido absolvido no primeiro julgamento, o goleiro Santos do Atlético-PR foi punido, nesta quinta-feira (26), pelo Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por usar o celular em campo. O jogador foi suspenso por uma partida e o clube rubro-negro teve a multa de R$ 5 mil da primeira decisão majorada para R$ 50 mil.

No dia 13 de maio, no duelo contra o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro, o goleiro utilizou o celular antes do início da partida. O que, segundo o clube, foi uma ação de marketing relacionada ao “maio amarelo”, mês de conscientização sobre acidentes de trânsito.

No primeiro julgamento, Santos foi denunciado e absolvido por “conduta contrária à disciplina e ética”, com base no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), podendo pegar de um a seis jogos de suspensão. Enquanto o Atlético-PR foi julgado e punido por deixar de cumprir a obrigação legal, com base no artigo 191, e absolvido e apenas multado em R$ 5 mil pelo atraso no início da partida.

A Procuradoria recorreu da decisão da Quinta Comissão Disciplinar. No recurso, a Procuradoria destacou que o objetivo era ter a decisão recorrida reformada para majorar a pena aplicada ao Atlético e ver condenado o arqueiro nas penas dos tipos dos artigos 191 e 258, respectivamente, do CBJD.

Subprocurador-geral da Justiça Desportiva, Glauber Navega alertou para o perigo que o ato pode render ao campeonato. “A Procuradoria discorda da decisão e pede uma análise maior. Precedente complicado ao absolver o atleta. Caso relevante, muito divulgado e que a CBF não ter autorizado essa publicidade deve ser levado em consideração”, disse.

O advogado Marcelo Mendes divergiu da Procuradoria e explicou o lado do clube. “A infração do clube é a comunicação ou não para a CBF. Não há notícia da CBF vetando essa campanha. A Comissão entendeu ter sido essa infração de menor potencial lesivo e a importância da campanha de conscientização sobre o uso de celular na direção. A campanha teve relevância e repercussão justamente pela postura do clube em não divulgar. Esse é o contexto do que estava em jogo e o que se buscava atingir. A advertência foi aplicada por entenderem que o clube infringiu uma regra, mas que diante do contexto e da fata de gravidade valia a pena mínima”, sustentou.

Por maioria dos votos, o Pleno decidiu dar provimento ao recurso da Procuradoria para aplicar multa de R$ 50 mil ao Atlético/PR por infração ao artigo 191 e uma partida de suspensão ao atleta Santos no artigo 258.

**Com informações do STJD**

 

“A decisão mais difícil da minha vida”, revela goleiro Marcos sobre encerrar a carreira

O goleiro Marcos do Paraná Clube concedeu na manhã desta sexta-feira (24) a última entrevista coletiva como jogador profissional. O arqueiro encerrará sua carreira neste sábado (25), às 17h30 (horário de Brasília), contra o Boa Esporte, no Couto Pereira. Emocionado com o fim da trajetória nos gramados, ele revelou que essa foi uma das decisões mais difíceis que já tomou.

“O corpo já começa a reclamar um pouquinho, pedir um pouquinho de férias e agora seria o momento perfeito para parar, porque meu sonho e objetivo foram cumpridos. Talvez tenha sido a decisão mais difícil da minha vida, até porque o que eu sei fazer é jogar futebol, então foi bem complicado, bem difícil tomar essa decisão”, disse.

Marcos encerrará sua trajetória como jogador, aos 41 anos, após devolver o Tricolor à elite do Campeonato Brasileiro. Foram quase 20 anos como profissional. O arqueiro iniciou a carreira no Paraná em 1997 e ficou até 2002, quando foi negociado com o futebol português. Na Europa defendeu o Marítimo, Sporting Braga e Feirense. Em 2013 voltou ao tricolor. Com as duas passagens vestindo a camisa paranista, Marcos somou 366 jogos, sendo o atleta que mais atuou pelo clube.

“Eu comecei a pensar sobre amanhã e começou a me dar um frio na barriga. Não em relação ao jogo em si, porque é um jogo que vale três pontos, não é uma despedida em que chamamos os colegas, ex-atletas e faz aquela brincadeira. Mas eu pensei que é meu último jogo e eu vou desfrutar esse momento especial. Não só eu, mas a torcida toda tem que desfrutar, acredito que o resultado fica em segundo plano. […] Eu vou ser sincero, o coraçãozinho vai estar batendo mais forte e eu vou ter que me controlar para não fazer nenhuma besteira”, ressaltou.