homens, presos, fuga, prf, dinheiro, caminhonete, paraná, guaíra

Dois homens são presos após tentativa de fuga no Paraná

Dois homens que dirigam uma caminhonete com placas falsas foram presos em flagrante com mais de R$ 30 mil. Eles foram detidos na BR-277, em Guaíra, no oeste do Paraná, após serem perseguidos pela PRF (Polícia Rodoviária Federal)

Com 24 e 51 anos, a dupla transportava R$ 32,6 mil em dinheiro e alegou que a quantia seria usada para comprar um carro. O valor foi apreendido pela polícia.

Leia também: UFPR suspende aulas a partir da próxima segunda-feira em reunião de emergência

Após ser parado, na madrugada desta quinta-feira (12), o motorista acelerou e fez uma série de manobras arriscadas na rodovia, até que acessou uma estrada de terra e perdeu o controle do carro, ficando preso em uma vala. Logo em seguida, os policiais contiveram o motorista e o passageiro da caminhonete.

Veja o vídeo:

O passageiro chegou a jogar o dinheiro pela janela em direção à mata, mas os policiais conseguiram localizar as notas. A placa original da caminhonete apreendida ainda não foi identificada.

Ambos foram encaminhados para a Delegacia da PF (Polícia Federal) de Guaíra e vão responder pelos crimes de adulteração de veículo, evasão de divisas e direção perigosa.

contabandista-agrotoxico-br-163

Contrabandista de agrotóxico é preso após perseguição alucinante na BR-163; vídeo

Um contrabandista de agrotóxico foi preso em Guaíra, na região oeste do Paraná, no final da tarde desta sexta-feira (6), após quilômetros de perseguição.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), por volta das 17h30 uma equipe que realizava uma ronda na BR-163 avistou uma caminhonete Chevrolet/Montana, saindo de uma estrada de terra e prestes a cruzar a rodovia.

Ao perceber a presença da viatura policial, o contrabandista de agrotóxico executou uma manobra de retorno e deu início a uma tentativa de fuga em alta velocidade, na direção do distrito de Oliveira Castro.

CONTRABANDISTA DE AGROTÓXICO QUASE PROVOCA ACIDENTE DURANTE FUGA NA BR-163

Durante a perseguição policial, a caminhonete quase colidiu de frente com um veículo que transitava no sentido contrário. Por ser época de colheita, havia um movimento razoável de veículos e máquinas agrícolas pela região.

Quando percebeu que não iria conseguir escapar, o contrabandista atravessou uma área de plantação recém-colhida, onde fez outras manobras em zigue-zague, em mais uma tentativa de despistar os policiais.

Na sequência, a caminhonete seguiu em direção a uma mata fechada, onde o condutor colidiu contra a vegetação.

PRF APREENDEU 230 QUILOS DE AGROTÓXICOS CONTRABANDEADOS

Após abandonar o veículo, o homem tentou fugir a pé, mas foi alcançado e contido pelos policiais. Dentro da caminhonete foram apreendidos cerca de 230 quilos de agrotóxicos contrabandeados do Paraguai.

Parte da carga caiu da caçamba da caminhonete durante a tentativa frustrada de fuga. Entre os produtos estão inseticidas de fabricação chinesa e paraguaia.

No painel do veículo havia ainda um aparelho de radiocomunicação ilegal, em funcionamento, por meio do qual o condutor se comunicava com o restante da quadrilha.

Aos policiais rodoviários federais, o contrabandista de agrotóxico, de 45 anos, disse que buscou a carga nas margens do Rio Paraná, e a levaria para distrito de Oliveira Castro.

Antes de ser encaminhado à Delegacia da Polícia Federal em Guaíra, o preso recebeu atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do município. Ele responderá, a princípio, por contrabando, direção perigosa e atividade ilegal de radiocomunicação.

coronavírus, novo vírus da china, china, wuhan, coronavirus, coronavirus italia, coronavirus brasil, italia, coronavirus sintomas, italia coronavirus, pandemia e epidemia, coronavirus noticias, coronavirus mapa, italy coronavirus, paraná, guaíra, sesa, ministério da saúde, caso, suspeito

Guaíra investiga possibilidade de coronavírus em paciente que veio da Itália

As autoridades da saúde de Guaíra, no oeste do Paraná, investigam a possibilidade de um paciente que chegou da Itália estar com coronavírus. No entanto, como o homem não apresenta quadro de febre, não será contabilizado entre os casos suspeitos oficiais.

O protocolo do Ministério da Saúde foi colocado em prática de forma preventiva pela secretaria municipal da saúde de Guaíra. O paciente que veio da Itália tem 50 anos. Ele está isolado, em casa, e apresenta boas condições  de saúde.

Conforme a secretaria da saúde de Guaíra, o material para análise foi coletado na manhã desta terça-feira (25). Os exames iniciais serão feitos em Curitiba. Assim, a expectativa é de que um resultado preliminar seja divulgado dentro de alguns dias.

De acordo com a Sesa (Secretaria da Saúde do Paraná), atualmente, o estado não tem nenhum casos suspeito do novo coronavírus. O homem de 50 anos chegou ao Brasil após visitar a Itália com a esposa uma amiga. Ele apresenta sintomas relativos a gripe, mas não teve febre. A alteração da temperatura corporal é um sintoma fundamental para determinar novos casos suspeitos do coronavírus.

Ainda conforme a Sesa, o hemisfério sul entra, em algumas semanas, na época mais propícia para gripe. Assim, casos como esse — suspeitos, mas não oficiais — podem ser tornar mais comuns daqui em diante.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde de Guaíra, o paciente não apresenta sintomas graves de infecção, nem febre. No entanto, como esteve recentemente na Itália, onde há circulação ativa do coronavírus, o caso é tratado como suspeito.

CASOS DA ITÁLIA PREOCUPAM

Diferentemente dos três casos anteriores investigados e descartados no Paraná, desta vez a suspeita vem um pessoa que veio da Itália, e não da China.

Assim, as medidas de segurança foram tomadas para evitar que haja propagação do vírus no Paraná. A secretaria da saúde de Guaíra não divulgou informações específicas sobre o paciente isolado em casa. Ainda de acordo com as autoridades da saúde de Guaíra, estão sendo adotadas todas as medidas de orientação da Sesa.

Conforme o município, todas as pessoas que retornem de países com circulação do novo coronavírus, como China e Itália, serão submetidas aos mesmos exames até que as suspeitas sejam descartadas.

O QUE É O CORONAVÍRUS?

Novo Coronavírus teve seu epicentro em Wuhan, na China. O vírus se trata de uma mutação da conhecida família de coronavírus, responsável por outras doenças que foram consideradas emergências globais, como Sars e Mers.

O primeiro caso da atual transmissão foi identificado no dia 7 de janeiro. No dia 11, um mercado de frutos do mar de Wuhan foi apontado como o ponto de partida da nova infecção.

De acordo com a OMS, o novo coronavírus matou 2,7 mil pessoas e infectou mais de 80 mil em todo o mundo.

Assim como outras viroses, o coronavírus pode ser transmitido entre seres humanos pelo ar (tosses e espirros) ou pelo contato com objetos contaminados. O vírus pode se disseminar pelo ar e coloca em risco pessoas imunidade debilitada. Ainda não há um remédio específico para combater o vírus.

coronavírus tem período de incubação entre dois e sete dias, podendo chegar a 14 dias em alguns casos. Os sintomas se parecem com os da gripe ou resfriado comum: tosse, febre e dificuldade para respirar. Nos casos mais graves, a doença pode evoluir para pneumonia ou síndrome respiratória aguda grave.

cigarros contrabandeados paraná

Avaliados em R$ 6 milhões, cigarros contrabandeados são apreendidos no Paraná

1,2 milhão de carteiras de cigarros, avaliadas em R$ 6 milhões, foram apreendidos em duas ações da PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Guaíra, na região oeste do Paraná. O produto foi transportado em dois caminhões bitrens, sendo um deles roubado, e os motoristas foram presos.

As apreensões fazem parte da Operação Hórus, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A primeira apreensão foi por volta das 22h deste segunda-feira (3), quando policiais rodoviários deram ordem de parada a um caminhão na BR-163. Durante a vistoria, foram encontrados 600 mil carteiras de cigarros contrabandeados.

O motorista de 32 anos é de Natal, no Rio Grande do Norte, e disse à PRF que uma pessoa o levou de Eldorado, no Mato Grosso do Sul, para Guaíra. No Paraná, ele retirou o caminhão e aguardava informações de contrabandistas para viajar até Vitória da Conquista, na Bahia.

Durante a vistoria, os agentes ainda descobriram que o cavalo-trator que puxava os cigarros foi roubado em maio de 2018 no município de Loanda, no noroeste do Paraná. Por fim, também foram constatadas diversas placas, que seria trocadas no decorrer da viagem, dentro da cabine.

SEGUNDA APREENSÃO DE CIGARROS CONTRABANDEADOS NO PARANÁ

Já a segunda ação da PRF aconteceu na manhã desta terça-feira (4), também na BR-163. Os agentes abordaram um motorista de 43 anos, morador de Umuarama, também no noroeste do Paraná.

O homem falou aos policiais que retirou o caminhão, com as chaves no contato, em Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul, para levar até Guaíra, onde esperaria o contato dos contrabandistas. Além disso, ele apresentou documentos falsos do caminhão, que também continha diversas placas para ludibriar a fiscalização.

O motorista foi preso em flagrante e conduzido para a PF (Polícia Federal) em Guaíra. Ele responderá pelos crimes de contrabando, uso de documento falso e adulteração do sinal identificador de veículo.

homem, suspeito, estupro, língua, ex-namorada, agressão, polícia militar, polícia civil, guaíra, paraná

Suspeito de estupro perde pedaço da língua ao tentar beijar ex-namorada à força

Um homem, suspeito de estupro, perdeu um pedaço da língua no momento em que tentava beijar a ex-namorada à força. O caso foi registrado ontem (9) à noite, em Guaíra, na região oeste do Paraná.

As informações foram confirmadas pela PM-PR (Polícia Militar do Paraná). Conforme o registro da ocorrência, os dois estavam em uma festa. Quando a mulher foi ao banheiro, sozinha, o suspeito a seguiu e teria começado as agressões.

O homem teria a agredido fisicamente. Além disso, também fez ameaças verbais. Na sequência, quando tentou beijá-la à força, teve um pedaço da língua arrancado pela vítima. De acordo com a PM-PR, foi uma reação da ex-namorada às agressões.

Ambos foram encaminhados à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Guaíra, no oeste do Paraná. De acordo com a prefeitura do município, o suspeito de estupro teve “perda de tecido da língua“. Assim, passou por procedimento de sutura antes de ser encaminhada à delegacia.

De acordo com a PM-PR, o caso foi repassado à Polícia Civil de Guaíra, que vai investigar o caso.

homem, suspeito, estupro, língua, ex-namorada, agressão, polícia militar, polícia civil, guaíra, paraná
Polícia Civil vai investigar tentativa de estupro que terminou com pedaço de língua arrancado. (Divulgação/PCPR)
trigêmea, trigêmeos, guaíra, alto piquiri, paraná, mundo novo, mato grosso do sul, rio paraná, bombeiros, corpo de bombeiros, afogamento, afogados

Corpo de trigêmea que morreu afogada Rio Paraná é encontrado pelos Bombeiros

Foi encontrado o corpo última vítima de uma série de afogamentos registrado no último final de semana no Rio Paraná, no oeste do estado, na divisa com Mato Grosso do Sul. A família da adolescente de 13 anos reconheceu o corpo da garota ontem (6). O acidente também vitimou outros dois irmãos trigêmeos da adolescente — um menino e uma menina. A última trigêmea foi encontrada a cerca de 10 km do local do afogamento.

Além disso, um homem de 48 anos também morreu. Conforme testemunhas, ele teria tentado salvar as crianças, afundou no Rio Paraná e não conseguiu se salvar.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas se banhavam em na Praia do Sol. A região pertence ao município de Mundo Novo (MS). Os trigêmeos moravam em Alto Piquiri (PR) e o homem era de Guaíra (PR).

PRAINHAS DO RIO PARANÁ ATRAEM FAMÍLIAS E TURISTAS

trigêmeos, trigêmea, morrem, afogados, rio paraná, paraná, mato grosso do sul, praia do sol, bombeiros, resgate, irmãos,
Divulgação/Bombeiros

De acordo com o solado Emerson Lima, do Corpo de Bombeiros, os trigêmeos chegaram no local de barco e desembarcaram em uma das pequenas praias que se formam às margens do Rio Paraná quando o nível da água está baixo.

Os corpos de dois trigêmeos e do adulto foram encontrados no último final de semana, horas depois do afogamento. O corpo da última trigêmea foi encontrado seis dias depois, a cerca de 10 km do local do acidente.

“Conforme vai baixando o nível do rio, criam-se bancas de areia. São locais perigosos, mas muito frequentados por famílias em barcos. Nestas pequenas ilhas, a profundidade da água é de 30 cm a meio metro. Mas chega um certo ponto que essas bancas de areia terminam, e aí o rio já tem uma profundidade de três ou quatro metros”, explicou Lima.

Equipes do Corpo de Bombeiros do Mato Grosso do Sul e do Paraná, além de oficiais da Marinha do Brasil trabalharam na tentativa de resgate dos trigêmeos, porém sem sucesso. Os corpos foram encaminhados para o IML da região.
carro-forte paraná acidente

VÍDEO: Carro-forte capota e dois vigilantes acabam feridos no Paraná

Um carro-forte sofreu um acidente grave na manhã desta terça-feira (5), na BR-272, em Terra Roxa, na região oeste do Paraná.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), dois vigilantes foram socorridos com lesões graves e encaminhados à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Guaíra, cerca de 30 km de distância de Terra Roxa. Apesar da preocupação, ambos saíram do local conscientes e não correm risco de vida. Além deles, outros dois homens saíram ilesos.

O veículo estava no quilômetro 549 da rodovia, no sentido Guaíra, quando foi ultrapassado por um caminhão. Segundo os relatos dos socorridos, o condutor da carreta teria fechado o carro-forte durante a ultrapassagem, o que resultou no capotamento.

O caminhão seria uma Mercedes-Benz 1113 de cor vermelha e carroceria de madeira, mas ainda não foi identificado. A PRF pede para que, quem tiver informações sobre o veículo, ligue para o 191.

Por fim, o veículo carro-forte capotado já foi retirado do local. As equipes da PRF e da Polícia Militar permaneceram no local para proteger o dinheiro, que passou a ser transportado em veículo após o acidente.

Veja o vídeo da PRF na retirada de um dos agentes feridos:

História do Centro Cívico do Paraná

 

Veja neste vídeo a história do Centro Cívico de Curitiba, construído na gestão do governador Bento Munhoz da Rocha, nos anos 1950.

Clique aqui para conhecer o grupo “Memória Paranaense”, criado por esta coluna para preservar a memória. Ao abrir a página, clique em “participar do grupo”.  E aqui está o grupo “Memória de Curitiba”.

 

 

Clique aqui para encontrar outras publicações desta coluna.

 

Contato com José Wille.

 

 

homem, preso em flagrante, cigarros paraguaios, contrabando, mercedes, paraná, guaíra, carreta, milho, prf, polícia rodoviária federal

Motorista é preso com 450 mil carteiras de cigarro escondidas sob carga de milho

Um homem foi preso em flagrante no Paraná, nesta quarta-feira (30), com 450 mil carteiras de cigarros paraguaios contrabandeados. A carga ilícita era transportada em uma carreta, escondida sob um carregamento de milho.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), a apreensão aconteceu em Mercedes, no oeste do Paraná, na BR-163. A ação aconteceu por volta das 6h.

Conforme a PRF, a carga foi avaliada em R$ 2,2 milhões.

O homem preso em flagrante disse à polícia que havia saído de Dourados (MS), e que e levaria a carreta com os cigarros paraguaios contrabandeados e a carga de milho até Porto Alegre (RS).

O caso foi repassado à Delegacia da Polícia Federal em Guaíra, no oeste do Paraná. O motorista da carreta deverá responder por contrabando. O crime tem pena prevista de 2 a 5 anos de prisão.

mulher, ônibus, presa, bagagem de mão, drogas, maconha, skunk, paraná, guaíra, londrina, arapongas, dourados, bagagem de mão

Mulher é presa em ônibus com maconha e skunk na bagagem de mão

Uma mulher foi presa em flagrante, em um ônibus interestadual, transportando 6 quilos de maconha e skunk. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), ela foi abordada na BR-163, no final da noite desta terça-feira (22), em Guaíra, na região oeste do Paraná. A mulher carregava as drogas escondidas na bagagem de mão.

Conforme os agentes federais, a mulher carregava 2,5 kg de maconha e 3,5 kg de skunk – uma droga parecida com a maconha, também derivada da Cannabis sativa, mas com uma concentração até sete vezes maior maior do princípio ativo THC (Tetrahidrocanabidiol).

Ainda de acordo com a PRF, a suspeita estava em um ônibus que partiu de Dourados, no Mato Grosso do Sul, com destino a Londrina, no norte do Paraná. Ela entregaria a maconha e o skunk em Arapongas (PR), mas foi interceptada no meio de caminho.

A passageira tem 28 anos e foi levada para a Delegacia da Polícia Civil de Guaíra, no oeste do Paraná. A bagagem de mão com as drogas foi levada para a mesma unidade. A mulher deve ser indiciada por tráfico de drogas, que tem pena prevista de 15 anos de prisão.