professor, professores, professor de inglês, curso, capes, eua, estados unidos, qualificação, idiomas, inglês, metodologia, intercâmbio

Professores de inglês da rede pública podem concorrer a curso nos Estados Unidos

18 professores de inglês que atuam na rede pública do Paraná serão selecionados para participar de um curso de imersão em universidades dos Estados Unidos. O objetivo é fortalecer o aprendizado dos profissionais e promover o intercâmbio de metodologias de ensino.

De acordo com o programa, o curso terá duração de seis semanas e as inscrições terminam no dia 14 de fevereiro. Assim, o resultado será divulgado em abril e as atividades acadêmicas nos  Estados Unidos estão previstas para iniciar em junho.

Conforme o edital, que é nacional, podem participar professores concursados que atuam nas redes públicas estaduais ou municipais. Cada unidade da federação poderá preencher sete vagas na categoria Intermediário I, sete na categoria Intermediário II, e quatro vagas na categoria Avançado. Ao todo, serão 486 professores contemplados.

O programa é realizado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). As inscrições podem ser feitas por meio desta site.

De acordo com o edital, o processo seletivo leva em consideração a verificação de documentos e um teste de capacidades.

intercâmbio brasil

Brasil está entre os 10 países que mais enviam estudantes para intercâmbio

Mais de 16 mil brasileiros estavam matriculados em universidades dos Estados Unidos nos últimos dois anos. Considerando esses dados, o Brasil superou o México e subiu para a 9ª posição na lista de países que mais enviam estudantes para o país norte-americano, segundo dados do relatório Open Doors.

De acordo com a análise do documento, divulgado no final do mês de novembro, 1.095.299 estrangeiros estudavam nos Estados Unidos no ano letivo que terminou em meados de 2019. Trata-se de um recorde histórico. O número representa 5,5% do total de universitários no país.

BRASIL NO RANKING

Apesar dos números terem melhorado, o Brasil ainda não se recuperou do decréscimo entre o período de 2014 a 2016, quando o número de estudantes brasileiros matriculados no ensino superior americano recuou 44,7%, de 23.675 para 13.089.

De acordo com o Instituto de Educação Internacional, órgão também responsável pelo ranking, mais da metade dos estudantes estrangeiros interessados em universidades norte americanas se matriculam nas carreiras conhecidas com STEM, sigla que representa os cursos de ciências, tecnologia, engenharia e matemática.

Um dos motivos é o fato de o governo americano permitir que cidadão estrangeiros com diploma nesses cursos tenham um visto com duração maior para buscar emprego no país.

CRITÉRIOS EXIGIDOS

O estudante que a vontade de embarcar em um intercâmbio precisar ter domínio, pelo menos, de um segundo idioma. O programa de inclusão educacional Educa Mais Brasil pode ajudar a encontrar um cursinho em uma instituição perto da sua casa. Acesse o site do programa e confira as oportunidades. É possível encontrar um curso com até 50% de desconto.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

intercambio eua estudar

Estudantes de baixa renda podem estudar nos Estados Unidos de graça; saiba como

O Programa Oportunidades Acadêmicas abre, nesta terça-feira (19), as inscrições para estudantes brasileiros do ensino médio concorrerem a bolsas de estudos para graduação nos Estados Unidos. A oportunidade é dada há 13 anos pelo EducationUSA – órgão oficial do governo norte-americano. O prazo para a candidatura vai até 13 de janeiro de 2020.

O programa é exclusivo para estudantes de baixa renda, mas que tenham desempenho em seus colégios acima da média e que apresentem um diferencial em relação aos demais alunos. Nos 13 anos de existência mais de 300 estudantes brasileiros foram beneficiados com a oportunidade, embora nem todos tenham conseguido bolsa integral.

Para candidatar-se, o estudante interessado deve preencher um formulário online em inglês no site, e enviar documentos que comprovem seu bom desempenho acadêmico, além de outros relativos à condição financeira da família. Em geral, as atividades começam em março de 2020 e se estendem até janeiro do ano seguinte.

Os selecionados têm todas as despesas relacionadas à candidatura pagas, incluindo material de estudo para testes, visto, acomodação para a realização das provas, alimentação e transporte para deslocamentos de cidades do interior para capitais onde há centros aplicadores de provas do programa no Brasil, além de isenção de várias taxas referentes ao envio de documentos de aplicação e tradução de documentos acadêmicos e provas SAT/ACT, Subject Test e TOEFL/IELTS.

Os estudantes de baixa renda já graduados que quiserem fazer pós-graduação, mestrado ou doutorado nos Estados Unidos também são contemplados pelo programa, passando pelo mesmo processo que os alunos do ensino médio. Para esse perfil, as inscrições serão abertas até o final do ano. A data, contudo, ainda não foi definida.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Brasileiros podem concorrer a bolsas de estudo em Nova York

O Obama Foundation, que tem como CEO do programa o ex-presidente americano Barack Obama, juntamente com a ex-primeira-dama que é formada em Direito, Michelle Obama, está com inscrições abertas para mais uma edição das bolsas de estudo para cursos em Nova York.

Voltado para engajamento de liderança e aprendizado acadêmico, o curso tem aproximadamente um ano de duração. Os contemplados estudarão na Universidade Columbia e as inscrições vão até 13 de dezembro. Os estudantes contarão com workshops com subtemas como gestão, interpretação de dados, resolução para conflitos e como falar em público.

Os contemplados com as bolsas terão um apartamento mobiliado e relativamente próximo da instituição de ensino, passagens aéreas, seguro saúde, além de um valor mensal, com o objetivo de ajudar com os custos de vida em Nova York.

Para concorrer às bolsas do Obama Foundation, é preciso ter acesso ao formulário e preencher todas as informações pedidas, com este link. Além de disponibilizar o currículo atualizado do candidato, também é preciso enviar três cartas de recomendação, que podem ser de familiares ou de trabalho.

É necessário também ter proficiência em inglês comprovada por meio de um vídeo, o personal statement, com duração de cinco minutos e que deve ser compartilhado no YouTube ou Vimeo, com o link disponível no formulário. Todos esses requisitos devem ser atendidos até 13 de dezembro, data limite das inscrições.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Curitiba recebe a maior feira de intercâmbio do mundo

A primeira edição da EduExpo, feira de intercâmbio, no Brasil em 2019 acontece em Curitiba nesta quinta-feira (21), no Hotel Four Points by Sheraton Curitiba.

Diretores e representantes de universidades e escolas de idiomas chegam do Canadá, Estados Unidos, Holanda, Reino Unido, Alemanha, França e África do Sul para conversar diretamente com os estudantes para apresentar seus programas de estudos, plano de custos diferenciados e oportunidades de bolsas de estudos. Mais de 20 instituições de ensino estarão presentes para orientar sobre cursos de idiomas, ensino médio, graduação, mestrado, doutorado, estágios remunerados, curso técnicos, de férias, bolsas de estudos, hospedagens e documentação necessária para o período de estudos.

Para participar, é preciso realizar um cadastro pelo site e apresentar a credencial na recepção do evento, impressa ou pelo celular.No Brasil, a feira ainda disponibiliza o aplicativo “inteligente” EduExpo, que permite aos estudantes se conectarem com as instituições de ensino antes, durante e após o evento.

“A EduExpo é uma facilitadora para quem deseja abraçar um projeto de intercâmbio. Em um só lugar, reunimos informações sobre cursos, cultura, escolas, universidades, bolsas de estudo, preços de passagens e hospedagens, orientações sobre vistos e documentação, e agências especializadas. Proporcionamos conversas com países e instituições de ensino focadas em abrir suas portas aos brasileiros”, afirma Daniela Ronchetti, diretora de Operações do evento no Brasil.

Com experiência de mais de 20 anos e edições em 40 cidades no mundo, nos cinco continentes, a EduExpo atrai cerca de 200 mil inscritos anualmente. No Brasil, em mais uma rodada, estará sendo realizada em sete capitais. “O Datafolha, em junho deste ano, revelou que 62% dos brasileiros entre 16 e 24 anos desejam sair do país”, completa Ronchetti.

Canadá

O país mais procurado pelos brasileiros para intercâmbio há 13 anos é o Canadá, que terá um pavilhão exclusivo na EduExpo. O ensino e a qualidade de vida canadense são reconhecidos mundialmente e os estudantes estrangeiros são recebidos em comunidades seguras, saudáveis e multiculturais. Os brasileiros que vão para o Canadá são favorecidos por um dos melhores custos-benefícios entre os países que promovem intercâmbio: comparando às moedas estrangeiras em relação ao Real, o dólar canadense chega a ser até 50% mais competitivo. Além disso, os estudantes têm possibilidade de trabalhar em uma economia forte e estável.

Crescimento de intercâmbio

Segundo pesquisa feita pela Associação das Agências de Intercâmbio (Belta), 302 mil brasileiros buscaram vivências educacionais no exterior em 2017, movimentando US$ 2,7 bilhões (cerca de R$ 9 bi) – em 2016, foram 247 mil pessoas e gastos de US$ 2,2 bi (R$ 7,5 bi). A modalidade mais procurada pelos brasileiros em 2017 foi de curso de idiomas (46,4%), seguido de graduação (11,85%), ensino médio (9,15%) e curso de idioma com trabalho temporário (6,4%).

A pesquisa também identificou o perfil do intercambista: jovem, solteiro e novato no mercado de trabalho. A idade média é de 24,6 anos, e as mulheres são maioria (62%).

Canadá (23%), Estados Unidos (21,6%), Reino Unido (10,2%), Nova Zelândia (6,9%), Irlanda (6,5%) e Austrália (3,6%) mantiveram suas posições de destaque e foram os principais destinos buscados pelos viajantes em 2017. Mas, hoje em dia, também há opções de estudo em locais como Malta, Dubai e Coreia do Sul, que ganham cada vez mais espaço.

Palestras

O dia terá um cronograma com sete palestras, das 16h30min às 20h30min, no mesmo local da Feira. Confira:

16h30min às 17h: University Canada West  

A University Canada West, universidade contemporânea reconhecida pela acessibilidade e inovação, estará mostrando aos estudantes todas os programas de estudo oferecidos por ela, como graduação, MBA, idiomas, cursos de curta duração e cursos online.

17h10min às 17h40min: Oportunidades de estudo e bolsas na Holanda

A Nuffic Neso, representante oficial do Ministério da Educação Holandês no Brasil, irá apresentar aos estudantes alguns dos mais de 2.100 programas de estudo oferecidos pelo país. A Holanda está entre os cinco países com melhor ensino superior do mundo.

17h50min às 18h20min: Studying in the UK

A Study UK – British Council, organização britânica responsável pelas relações culturais e oportunidades de estudos do país, irá orientar os estudantes sobre como funciona o processo de admissão aos diferentes programas de intercâmbio no sistema educacional do Reino Unido.

18h30min às 19h: “EduCanadá – o que você precisa saber para estudar no Canadá”

A Embaixada do Canadá no Brasil estará apresentando todas as oportunidades de estudos que o país tem a oferecer, além de orientar aos estudantes sobre os procedimentos a seguir para realizar um intercâmbio no Canadá.

19h10min às 19h40min: “Estude na França: oportunidades, cursos, candidaturas e bolsas para brasileiros”

O Campus France, agência oficial do governo francês para promoção do ensino superior, irá apresentar aos estudantes todas as oportunidades de estudos que o país oferece nos níveis de graduação, pós-graduação e doutorado.

19h50min às 20h20min: Travelmate Intercâmbio e Turismo

A Travelmate Intercâmbio e Turismo, agência que atua há mais de 15 anos no mercado, estará conversando sobre alguns dos programas de estudos e/ou trabalho no exterior oferecidos por ela. A instituição trabalha com todos os tipo de cursos, desde graduação em ensino médio até programas de pós-graduação e cursos profissionalizantes.

20h30min às 21h: Cinco passos para estudar nos Estados Unidos!

A EducationUSA – Brasil, fonte oficial do governo americano para promoção de oportunidades de estudos nos Estados Unidos, irá tirar dúvidas sobre o processo de candidatura para faculdades e universidades americanas, além de explicar como funciona o seu programa de bolsa de estudos.

Serviço:

Feira de Intercâmbio EduExpo

Local: Four Points by Sheraton Curitiba fica na Avenida Sete de Setembro, número 4211, no bairro Água Verde.

Data: 21 de março (quinta-feira)

Horário: 16h às 21h

Ingresso: Entrada Franca

Mais informações: https://eduexpos.edufindme.com/brazil/curitiba#exhibitors