roteirista, curitibano, oscar, oscar 2020, melhor filme estrangeiro, brasil, a vida invisível, murilo hauser, karim aïnouz, inês bortagaray

Roteirista curitibano concorre à indicação ao Oscar 2020

Um curitibano assina o longa-metragem brasileiro que concorre a uma indicação ao Oscar 2020 na categoria Melhor Filme Estrangeiro. O drama A Vida Invisível, que tem direção do cearense Karim Aïnouz, foi escrito pelo roteirista curitibano Murilo Hauser, em parceria com Inês Bortagaray.

Hauser, que atualmente mora em São Paulo, fez o primeiro curso sobre cinema na Cinemateca de Curitiba e voltou à capital paranaense na última semana para a pré-estreia especial do longa, no Cine Passeio. O filme já ganhou o prêmio principal da mostra Um Certo Olhar, no Festival de Cannes de 2019.

A produção é uma adaptação do romance “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, da escritora pernambucana Martha Batalha. A história é estrelada por Julia Stockler e Carol Duarte e tem participações de Fernanda Montenegro, Gregório Duvivier e António Fonseca. A estreia está prevista para a próxima quinta-feira, dia 31 de outubro.

OSCAR 2020: INDICAÇÕES A MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Para o roteirista curitibano Murilo Hauser concorrer à indicação, o filme brasileiro precisa atender a alguns requisitos. Um deles, é ser exibido durante sete dias, com pelo menos três sessões por dia, em Los Angeles. O lançamento nas salas de cinema dos Estados Unidos está previsto para o dia 20 de dezembro. A Amazon comprou os direitos de exibição e é a responsável pela distribuição do longa no mercado norte-americano.